História My Devil - Imagine Min Yoongi - Capítulo 6


Escrita por: ~

Postado
Categorias Bangtan Boys (BTS)
Tags Bangtan Boys, Romance, Sobrenatural, Yoongi
Visualizações 76
Palavras 1.118
Terminada Não
NÃO RECOMENDADO PARA MENORES DE 18 ANOS
Gêneros: Ação, Colegial, Comédia, Drama (Tragédia), Escolar, Ficção, Hentai, Romance e Novela, Sobrenatural, Suspense, Universo Alternativo, Violência
Avisos: Adultério, Álcool, Drogas, Estupro, Heterossexualidade, Homossexualidade, Insinuação de sexo, Linguagem Imprópria, Mutilação, Nudez, Sexo, Suicídio, Tortura, Violência
Aviso legal
Os personagens encontrados nesta história são apenas alusões a pessoas reais e nenhuma das situações e personalidades aqui encontradas refletem a realidade, tratando-se esta obra, de uma ficção. Os eventuais personagens originais desta história são de minha propriedade intelectual. História sem fins lucrativos, feita apenas de fã para fã sem o objetivo de denegrir ou violar as imagens dos artistas.

Notas do Autor


... Vou nem dizer nada
Boa leitura.

Capítulo 6 - O que aconteceu aqui?!


Fanfic / Fanfiction My Devil - Imagine Min Yoongi - Capítulo 6 - O que aconteceu aqui?!

Acordei com alguém pulando em cima de mim. Abri meus olhos rapidamente e vi Meline saltando em cima de minhas pernas e batendo com suas mãos em meus braços.

Meline: Acorda muie! Vamo chegar atrasadas! – Ela saiu de cima de mim e me puxou pelo pulso, me fazendo sentar na cama e esfregar os olhos.

S/n: Como assim? Que horas são?

Meline: 7:30 da manhã, a gente entra às 8 e eu estou te chamando faz 1 hora!

S/n: Ai meu Deus! – Em uma fração de segundos, eu já estava em pé e vestindo uma blusa quente rosa, uns jeans pretos rasgados no joelho, uns ténis da adidas e um cachecol branco, devido ao frio que fazia. Penteei meus cabelos, apliquei um perfume e peguei na mochila, saindo de casa com Meline. Como acordei muito tarde, o Tio Jin não conseguiu nos trazer, então tivemos que vir no “Dasi run run run”. (ksksks, sorry, não resisti XD)

Por sorte, o sinal ainda não tinha tocado, então entramos no liceu tranquilamente. Ficamos andando, mas paramos quando vimos Yoongi e os outros dois garotos, brincando com a mochila de Emille.

S/n: Vocês não cansam, não? – Devia estar quase toda a escola ali, vendo os três pirralhos zoarem uma garota. Me aproximei de toda a confusão e quando me viram, todos ficaram calados, provavelmente com um pouco de medo. O tapa que dei no Yoongi da última vez aterrou com força.

Yoongi: Olha só que temos aqui… - Ele vinha a passos lentos em minha direção, parando à minha frente e levando sua boca ao meu ouvido. – O tapa de ontem ainda vai ser devidamente punido… - Yoongi sussurrou e mordeu o lóbulo de minha orelha, me fazendo arrepiar por completa. Fiquei travada por algum tempo, lembrando de ontem, na sala de aula. Eu que sempre achava isso uma treta, estava aqui, sonhando com o Bad Boy. Gostar dele? Espero que não, mas algum desejo? Isso eu consigo afirmar que tenho. Voltei ao meu “eu” quando ouvi o sinal tocar e ver todos os alunos passando do meu lado cochichando coisas como: “O que será que ele disse pra ela?”, “Ela que se toque, o Yoongi nunca vai gostar dela”, “Ela se acha a protetora de todos, mas não passa de uma garotinha que necessita de atenção”.

Meline: S/n? – Meline passava sua mão à frente de meus olhos, tentando me acordar de meus pensamentos.

S/n: Ahn?

Meline: Aula!

S/n: Ah sim! Me desculpe… A Emille?

Meline: Já resolvi esse problema, deve estar indo para a sua sala – Seguimos toda a multidão, em direção à nossa sala, esperando na porta, a professora de Francês chegar. (Não é a professora de português, porque essa história se passa na França, para quem não entendeu ;D)

 (…)

Aula chata, com uma professora chata. Melhor combinação.

Meline: “para falar, peça permissão” – Ela imitava as falas da professora, tentando fazer a voz da mesma, o que me fazia rir extremamente alto. – Calma, parece que vai ter um infarto de tanto rir.

S/n: É possível – Respirei fundo e me acalmei, senão ia realmente morrer. – Qual é a próxima aula?

Meline: Felizmente, é artes plásticas.

S/n: Aleluia uma aula divertida o suficiente para eu não dormir – Ficamos rindo e conversando, mas ouvi meu celular vibrar, provavelmente uma mensagem.

“Vem ter comigo no terraço no fim das aulas”

Meline: O que foi?

S/n: Nada demais, vamos continuar a andar.

(…)

Meline: Vamos, meus pais estão nos esperando em casa, têm algo para nos dizer, sei lá, é algo do tipo.

S/n: Vai indo, eu tenho umas coisas para fazer antes. Te encontro em casa.

Meline: Tá, mas não demora, até já.

S/n: Tchau – Meline saiu da escola e eu entrei na escola a passos acelerados, que combinavam com as batidas rápidas do meu coração. Subi todos os andares da escola, tentando não achar nenhum professor, já que eles iriam fazer perguntas e eu sou horrível para mentir.

Cheguei na porta do terraço e respirei fundo antes de entrar, já que não sabia o que me esperava. A abri lentamente, e de tão velha que era, rangia conforme a empurrava. Fechei-a com cuidado e me coloquei a sua frente. Fiquei observando o local, esperando alguém aparecer, mas parecia não haver ninguém. Andei mais para a frente, me permitindo observar a bela vista que tinha dali. O sol estava se pondo e as luzes da cidade sendo ligadas. Senti braços à volta da minha cintura.

S/n: Ahhhh!

Yoongi: A vista é bonita daqui, não é?

S/n: O que faz aqui?

Yoongi: Estava te esperando.

S/n: Porque quis que eu viesse?

Yoongi: Porque sim.

S/n: Como consegui meu número?

Yoongi: Segredo – Ele falou me virando e depositando um leve selar em meus lábios. Não tive reação, apenas fiquei paralisada. Ele separou nossos lábios e andou mais para a frente, me deixando em choque um pouco mais atrás. Sentia seu sabor, sua textura em minha boca, e o pior de tudo, era que eu queria mais. Como uma droga… - Vai ficar ai atrás?

S/n: A-Ahn? – Yoongi deu uma risada soprada.

Yoongi: Vai ficar ai atrás sonhando comigo?

S/n: E-Eu não estou sonhando com você.

Yoongi: Então vai dizer que não gostou?

S/n: Não, não gostei!

Yoongi: Me diz cara a cara então – E de novo seu caminhar em minha direção, parando à minha frente com suas mãos em meu rosto, para que olhasse nos seus olhos negros. – Fala que não gostou.

S/n: E-Eu… Eu não… Eu gostei… - Eu acabei de dizer isso mesmo? Eu realmente falei isso?

Um sorriso de canto surgiu em seus lábios e dessa vez, atacou minha boca com tudo, e por mais inacreditável que seja, não pensei duas vezes em ceder. Yoongi foi me guiando até encostar contra uma parede atrás de mim. O beijo foi esquentando e como não tinha ninguém ali, não me lembrei de mais nada. Sua mão adentrou por baixo de minha blusa, apertando meu seio esquerdo ainda coberto pelo sutiã, enquanto sua boca deixava chupões, que iam certamente ficar marcados, em meu pescoço.

S/n: Y-Yoongi…

Yoongi: Shh… Tá quietinha.

S/n: M-Mas a escola, os professores…

Yoongi: Ninguém vai entrar aqui, agora fica quieta! – Ele dá um tapa com força é minha bunda, me fazendo gemer de dor e… prazer? Suas mãos apertavam minhas coxas, enquanto nossas línguas exploravam cada canto da boca do outro. Era má altura para dizer que era BVL? Ele estava pronto para retirar a minha blusa, mas eu o interrompi.

S/n: Aqui não… - Ele dá aquele sorriso safado, que vou admitir, adoro, e me larga, dando um beijo na minha testa e saindo pela porta. Quando ele foi embora, eu simplesmente arregalei os olhos. O que aconteceu aqui?!


Notas Finais


Hmmmmmm....
Agora vai começar a pegação :D
Espero que tenham gostadooo
Bjs na bundaaaaaaaaaaaaaaaaaaaaaaaaaaaaaaaaaaaaa....!! ;)


Gostou da Fanfic? Compartilhe!

Gostou? Deixe seu Comentário!

Muitos usuários deixam de postar por falta de comentários, estimule o trabalho deles, deixando um comentário.

Para comentar e incentivar o autor, Cadastre-se ou Acesse sua Conta.


Carregando...