História My Dillema - Capítulo 8


Escrita por: ~

Postado
Categorias Bangtan Boys (BTS)
Personagens J-hope, Jimin, Jin, Jungkook, Rap Monster, Suga, V
Tags Bangtan, Bts, Jikook, Jimin, Jungkook, Koomin, Lemon, Namjin, Romance, Taeseok, Yaoi, Yoongi
Visualizações 60
Palavras 618
Terminada Não
NÃO RECOMENDADO PARA MENORES DE 18 ANOS
Gêneros: Bishounen, Comédia, Crossover, Ecchi, Festa, Ficção, Ficção Adolescente, Fluffy, Lemon, Romance e Novela, Shonen-Ai, Shounen, Violência, Yaoi (Gay)
Avisos: Álcool, Bissexualidade, Cross-dresser, Drogas, Heterossexualidade, Homossexualidade, Insinuação de sexo, Linguagem Imprópria, Nudez, Sadomasoquismo, Sexo, Suicídio, Violência
Aviso legal
Os personagens encontrados nesta história são apenas alusões a pessoas reais e nenhuma das situações e personalidades aqui encontradas refletem a realidade, tratando-se esta obra, de uma ficção. Os eventuais personagens originais desta história são de minha propriedade intelectual. História sem fins lucrativos, feita apenas de fã para fã sem o objetivo de denegrir ou violar as imagens dos artistas.

Notas do Autor


hope u like it

Capítulo 8 - Eight


Jungkook já se encontrava na porta de casa do baixinho. Suava frio e tremia, afinal estava a mais de duas semanas sem conversar com seu melhor amigo e o ruivo era a única companhia indispensável pra ele. Após várias tentativas de tocar a campanha, todas falhas, pois quando o dedo de Jungkook estava prestes a encostar no botão, automaticamente sua mão se afastava. Então resolveu ir embora. Pensou consigo mesmo 'Ele não sabe se eu realmente vim até aqui, então se eu for embora ele não vai notar, posso apenas dar uma desculpa esfarrapada. É isso. Vou embora. Ele não vai me perdoar de qualquer jeito.'

Quando estava a dois passos da beira da calçada, ouviu uma voz conhecida soar por trás de si. —Você ia tocar a campainha ou ia me fazer de idiota?— disse sem expressão no rosto, o que arrepiou os pêlos de Jungkook. Jimin bravo o dava medo. Muito medo.

—A-ah, oi hyung, desculpa, e-eu ia tocar sim, só vim aqui na calçada p-pra...— ia dar qualquer desculpa foi interrompido por Jimin —Você vai entrar ou não? Está frio aqui fora e eu não quero pegar uma gripe. —Ne, hyung.— disse o mais alto com um leve sorriso misturado de nervosismo e felicidade.

Já dentro da casa e sentados na cama de Jimin, Jungkook resolveu tomar a primeira palavra.

—Então, hyung, você sabe porquê eu vim aqui... Eu queria te pedir desculpas por não ter valorizado mais a sua amizade depois que conheci Yeri.— o mais alto olhava para o de cabelos ruivos com uma cara de cão sem dono. Jimin apenas ouvia aquilo atentamente e brincava com seus próprios dedos.— Eu realmente devia ter tentado entender seu lado da história mas ao invés disso pensei apenas em mim. Sei o quanto é horrível ser deixado de lado de uma hora pra outra e eu realmente me arrependo de verdade.— terminou de falar dando um suspiro de alívio por soltar o que estava preso dentro de sua mente por duas semanas seguidas.—

—Jungkookie, quando você virou pra mim naquele dia e disse que eu estava sendo totalmente chato e possessível contigo, eu me senti um pedaço de bosta jogado no meio da rua e secando no Sol.— Jimin disse com um sorriso fraco de lado. Aquelas palavras haviam realmente machucado o ruivo, pois além da amizade forte, ele nutria uma paixão de anos por Jungkook.— Eu cheguei em casa e chorei, não queria fazer nada. Eu só consegui me animar depois de cinco dias e foi com muito esforço de Taehyung— completou.— —Eu sei, hyung, Tae me contou, ele te protegeu todo esse tempo que eu estava longe de você, certo? Fiquei sabendo que ele afastou os caras maus, não?— o mais alto falou passando a mal devagar na cabeça de Jungkook. O ruivo assentiu.

—Você não sabe o quanto agradeci a Taehyung por isso. Mas eu preciso que seja eu a te protejer.—ele olhava nos olhos de Jimin.— Me desculpa, hyung?— completou

—Eu desculpo... mas com uma condição.— disse o olhando com uma cara sugestiva. —Qualquer coisa. O que quer?—

—Eu quero que você me compre comida. Muita comida.— respondeu o mais alto fazendo cócegas na barriga do mesmo. Mas parou por um momento com uma expressão séria.— E nada de me trocar por alguma garota de novo.— completou. —Ne, hyung. Eu prometo nunca mais te trocar por nenhuma garota— exclamou com um sorriso largo no rosto, um sorriso tão brilhante que quase derreteu Jimin.—Uhh, o que acha de uma pizza?— perguntou fazendo Jimin sair de seus devaneios ao perceber que encarava o menino com uma cara de cachorro babão.

—Pizza? Com certeza. Tamanho família, muito queijo?

—Como quiser, meu mochi.


Notas Finais


muito obg por estarem lendo, amo ver os comentarios entao quem quiser pode dizer oq estao achando <33333333

conta no wattpad: mincandy_

vcs soa lindos
nao se esqueçam disso <3
bjs


Gostou da Fanfic? Compartilhe!

Gostou? Deixe seu Comentário!

Muitos usuários deixam de postar por falta de comentários, estimule o trabalho deles, deixando um comentário.

Para comentar e incentivar o autor, Cadastre-se ou Acesse sua Conta.


Carregando...