História My Doctor- ( Imagine Park Jimin) - Capítulo 11


Escrita por: ~

Postado
Categorias Bangtan Boys (BTS), Black Pink, Got7, Red Velvet, TWICE
Personagens BamBam, Chaeyoung, Dahyun, Irene, Jackson, JB, Jennie, J-hope, Jihyo, Jimin, Jin, Jinyoung, Jisoo, Joy, Jungkook, Jungyeon, Lisa, Mark, Mina, Momo, Nayeon, Personagens Originais, Rap Monster, Rosé, Sana, Seulgi, Suga, Tzuyu, V, Wendy, Yeri, Youngjae, Yugyeom
Tags Chimchim, Jiminnie, Park Jimin
Visualizações 121
Palavras 3.820
Terminada Não
NÃO RECOMENDADO PARA MENORES DE 18 ANOS
Gêneros: Ação, Aventura, Comédia, Crossover, Drama (Tragédia), Esporte, Famí­lia, Hentai, Romance e Novela, Shoujo (Romântico), Violência
Avisos: Álcool, Drogas, Estupro, Heterossexualidade, Insinuação de sexo, Linguagem Imprópria, Nudez, Sexo, Tortura, Violência
Aviso legal
Os personagens encontrados nesta história são apenas alusões a pessoas reais e nenhuma das situações e personalidades aqui encontradas refletem a realidade, tratando-se esta obra, de uma ficção. Os eventuais personagens originais desta história são de minha propriedade intelectual. História sem fins lucrativos, feita apenas de fã para fã sem o objetivo de denegrir ou violar as imagens dos artistas.

Notas do Autor


Hello dollyzinhos! Trouxe mais um capítulo para vocês da fic!
Espero que gostem e aproveitem! Boa leitura! Bjss ♥♥♥

Capítulo 11 - Capítulo 11 - I want you...


Fanfic / Fanfiction My Doctor- ( Imagine Park Jimin) - Capítulo 11 - Capítulo 11 - I want you...

(S/n) -Aquele problema...- falei e ele se virou pra trás alternando os olhares entre mim e meus pais. Vejo ele engolir seco.

JM - Aqueles são seus pais?! - assenti.  - ai meu deus...Já...e agora?! - ele pergunta. Começo a sentir um mal estar, sinto um calor percorrer meu corpo, uma tontura. Mas não ligo muito. 

(S/n) -Vamos falar a verdade! - falei sorrido pra ele.

JM -Certo! Estou nervoso. - falou e realmente ele estava nitidamente nervoso. Suas pernas balançavam, seu semblante sério. - esta se sentindo bem (S/n)? - ele perguntou vindo até mim preocupado. Logo meus pais chegam até nós. 

(S/m) - Aaaaai filha, que saudade, 5 dias ja se pasaram desde que nos vimos! - falou me abraçando apertado e eu retribui. Me levanto zonza para dar um abraço em meu appa.

(S/n) - Appa, saudades...- falei o abraçando forte e ele retribuiu fazendo carinho em meus cabelos. 

(S/p) -Também estava minha princesinha! - ele disse e nos separamos. 

(S/n) - An...omma, appa...quero que conheçam uma pessoa! - eles me olharam confusos, mas sinto minhas pernas ficar bambas e meu corpo inteiro se amolecer. Jimin me segura e me poe sentada na cadeira. 

JM - (S/n), (S/n), (S/n) olha pra mim está bem! - ele falou agitado. Eu não conseguia falar nada.

(S/m) - Mas oque está havendo, moço nos fale o que está acontecendo por favor! - ela falou assustada e vindo até mim. 

(S/p) - Filha...POR FAVOR ALGUÉM NOS AJUDE, CHAMEM UM MÉDICO!!! - Falou gritando e uma roda de pessoas havia na volta. 

JM - Vamos lá (S/n), não desmaie! - falou pra mim me abandondo com a mão. - senhora poderia me emprestar sua bolsa por favor!  - falou pra minha mãe que imediatamente entregou para ele. - eu sou médico senhor!! - ele falou me abanando com a bolsa. - pegue uma maca por favor,  se não sua filha vai desmaiar! - falou agitado  e meu pai saiu correndo em busca de uma maca. Logo ele voltou. - consegue andar??? - perguntou para mim e eu assenti. Fui tentar me levantar com a ajuda de Jimin e só vi tudo escuro. 




Jimin P.o.v on 



JM - Ah droga, droga! -falei pegando (S/n) no colo e botando na maca. 

(S/m) - (S/N), PELO AMOR DE DEUS! - ela falou espantada. 

(S/p) - MEUS DEUS DO CÉU!  - falou gritando.

JM -Senhores podem por favor ajudar a levar ela para uma quarto para eu poder examina-la?! - falei irritado olhando para eles. Logo eles vieram e me ajudaram a levar (S/n) até o quinto andar. 


Logo chegamos e eu fui direto até a recepção para pedir um quarto livre, ela me deu o número e eu fui. Logo vejo duas amigas de (S/n).

Jennie - Ai MEUS DEUS JISOO, É (S/N)!! - falou alto e agitada. 

Jisoo - MEU JESUS CRISTO, MAS O QUE ACONTECEU? - falou vindo até mim.

JM - Ei vocês duas me ajudem aqui rápido, ainda não sabemos o que realmente aconteceu! - falei e elas me ajudaram com maca e pediram para que os pais de (S/n) ficassem na sala de espera. 

Com (S/n) já no quarto,  examinei ela, escutei seus batimentos,  olhei suas pupilas e tudo normal.

Jennie -Devemos preparar a sala de ressonância doutor Park? - ela perguntou e eu pensei. 

JM - Sim! Mas vamos os exames so depois que ela acordar do desmaio. - falei olhando para (S/n). 

Jisoo - Tudo bem doutor.  - ela disse. 

JM -Desculpe atrapalhar o trabalho de vocês...podem voltar aos seus afazeres agora, quando ela acordar chamo vocês para me ajudar com os exames. Muito obrigado pela ajuda! - falei sorrindo fraco para elas.


~ Quebra de tempo ~


40 minutos, fazem exatos 40 minutos que (S/n) está desacordada. Mil coisas e possibilidades já se passaram pela minha cabeça, será que está doente? ! Será que é cansaço? ! Ou pode até mesmo estar grávida? ! Isso me deixou preocupado...

Eu estava sentado na poltrona e a observando, vejo ela se remexer e resmungar, levantei rapidamente indo até a ela. 

(S/n) - Jimin...- resmungou abrindo os olhos devagar. 

JM - Oi, estou aqui...-falei alisando seus cabelos. 

(S/n) - Por quanto tempo eu fiquei desmaiada? - perguntou segurando minha mão. 

JM -Exatos 40 minutos! - falei olhando ela - como está se sentindo? - falei baixinho.

(S/n) - Me sinto enjoada! - falou fazendo cara feia. Vejo que ela começou a suar frio e a ficar pálida.  

JM - (S/n)! Fala pra mim o que sente! - falei nervoso. 

(S/n) -Por favor me ajude a ir até o banheiro!  - falou se levantando.

JM - Claro, venha! -falei estendendo minha mão e ela segurou firme. Chegamos ao banheiro e (S/n) se sentou em cima da tampa do vaso e apoio os cotovelos em suas pernas.

(S/n) -Não estou me sentindo bem Jimin - falou baixinho. Rapidamente vejo ela ficar de joelhos no chão e abrir a tampa do vaso e começou a vomitar. Sem hesitar segurei seus cabelos para não atrapalhar. Ela vomitava sem parar.  Depois de terminar ela fecha a tampa do vaso e senta no chão se escorando no vaso extremamente fraca. Me sentei ao seu lado e ela deitou a cabeça no meu ombro. 

JM - Como se sente? -perguntei.- acho que sua pressão baixou drasticamente. - falei.

(S/n) - Um pouco melhor...devo ter comido algo. - disse e eu a olhei sério e ela me encarou. - o que foi? - ela perguntou.

JM - Nada..Vamos vou levar você para cama. - falei levantando e a pegando no colo levando ela para cama. 

(S/n) - Jimin...o que houve...Você está tenso!  - falou e eu a olhei sério. 

JM -Você...Já pensou...na possibilidade de estar grávida?! - perguntei meio receoso e ela riu anasalado.

(S/n) -Não isso é impossível...eu me cuido Jimin, você só não vê! - falou e eu sorri aliviado - ainda não estamos prontos para isso...- falou sorrindo e eu também. 

JM - É..acho que vou concordar com você! - falei e rimos.

(S/n) -Venha cá...- falou me chamando para mais perto e passou seus braços por volta do meu pescoço me fazendo abaixar. 

JM - Você tem realmente exigido demais de si...- falei e ela começou a acariciar minha orelha como sempre faz. - vamos fazer seus exames para poder ir para casa ! - falei e ela assentiu. - Na verdade...tenho uma idéia melhor! - falei animado e ela riu. - fica lá em casa esse final de semana? Não vou deixar você sozinha,  ainda mais agora...é mais forte que eu! - falei e sorrimos. 

(S/n) - Tudo bem! Eu fico, mas semana que vem você vai ter que ficar lá em casa também!  - falou seria com uma expressão engraçada e eu ri assentindo. Ficamos longos segundos nos olhando, analisando a face um do outro.  - eu não posso beijar você agora e isso é uma droga pra mim!- falou seria e olhei fundo em seus olhos.

JM - Porque não pode (S/n)? - perguntei em um sussurro. 

(S/n) -Você não quer atender seus pacientes com bafinho de vômito não é? ! - falou e eu sorri. 

JM - Mas eu não me importoo...Já nos beijamos até com bafinho matinal! - falei e ela sorriu. 

(S/n) - Com bafinho matinal com certeza deve ser melhor!  - falou rindo. 

JM - Por favooor (S/n)...- pedi manhoso e ela esboçou um sorriso.

(S/n) - Só não reclama depois...- falou convencida e eu sorri igual uma criança.  Me aproximei mais e quebrei o espaço entre nós. Colei nossos nossos lábios, pedi passagem com a língua e ela cedeu. Era um beijo calmo e carinhoso. Logo nos separamos e nos encaramos sorrindo - então...- perguntou curiosa. 

JM - Realmente bafinho matinal é melhor! - falei e gargalhamos.

(S/n) - Viu, eu avisei! - ela disse respirando fundo.  - hmmm...queria ficar só com você...- falou e lhe dei um selinho.

JM - Esse final de semana somos só eu...e você...- falei olhando safado e rindo ladino. 

(S/n) - Yah! Porque você vê malícia em tudo Jimin! - falou rindo e eu sorri.

JM - O que eu posso fazer se eu tenho uma namorada dessas...- falei lhe olhando malicioso e dando um selar em seu maxilar.

(S/n) -Então sou oficialmente sua namorada? - perguntou corada e eu olhei em seus olhos.

JM - É..acho que você é minha namorada sim! - falei e ela ficou um tomatinho lindo. 

(S/n) - Estava anciosa para ouvir isso! - falou baixo e fofa. 

JM - Mas ainda falta um pedido decente com anel, flores e velas românticas. Vou fazer tudo especial! Em breve terá um anel em seu dedo anelar esquerdo!  - falei e ela esboçou um lindo sorriso. - seu sorriso e divino! - falei me levantado e sentando na cama e vejo ela rir. - bom...então durante o dia venho ver você e enquanto isso irá ficar descansando quietinha, vou deixar você com seus pais sobre a observação deles. E de noite quando meu expediente acabar venho buscar você para irmos lá pra casa! - falei e ela assentiu. 

(S/n) - Tudo bem! Mas precisamos passar lá em casa, preciso pegar mais algumas coisas!  - falou e eu assenti - e quando vier me ver de novo meus pais já vão ser seu sogros! - falou rindo e eu ri de nervoso. 

JM - É...acho melhor você dar essa notícia a eles! - falei - estou nervoso...- falei respirando fundo e ela levantou me abraçando de lado.

(S/n) -Não fique, tenho absoluta certeza de que vão adorar você! - falou baixinho - confie em mim! - sussurrou me encarando e eu olhei em seus olhos. Ficamos longos minutos em uma batalha de olhares. - sabe Jimin...acho que eu amo você...- falou seria me olhando fundo nos olhos e eu a encarei serio.

JM - Acho que eu também amo você (S/n), muito! - falei baixo e rouco. Encostamos nossas testas e sorrimos bobos um para o outro.

(S/n) - Hmm...acho que tenho que soltar você né?! - falou fofa e beijei o topo de sua cabeça. 

JM - Eu juro pra você que não queria que me soltasse,  mas o trabalho me espera! - falei e ela resmungou. 

(S/n) - Esta bem...Obrigado por cuidar de mim...meu doutor!  - falou e eu sorri bobo e vermelho.

JM - Seu doutor! - falei e ela riu anasalado. - então tudo certo, tenho que dar notícias sobre você para seus pais, devem estar aflitos! - falei e ela assentiu me soltando. - Durante o dia venho ver minha namorada!  - falei provocativo e ela corou.  - até mais! - falei.

(S/n) - Esta bem...ate mais! - falou me soprando um beijo e eu pisquei para ela saindo. 

Sai do quarto de (S/n) e fui até a sala de espera encontrado os pais de (S/n) tensos e inquietos.

JM - Com licença senhores!  - falei e eles vieram rapidamente até mim.

(S/m) - Doutor, por favor como nossa (S/n) está?  - perguntou nervosa. 

(S/p) - Por favor,  nos diga que não foi nada grave! - falou em prantos. 

JM - Acalmem-se, (S/n) já está melhor, e não graças a Deus não foi nada grave! - falei e eles suspiraram aliviados. - (S/n) tem realmente exigido muito de si mesma, o trabalho e pesado e mesmo que venham a ser horas de sono, para um médico sempre é pouco. Ela vomitou bastante pois teve uma queda de pressão. Vamos fazer alguns exames agora para termos certeza de que esta tudo certo com ela. Eu acredito que seja por ela estar muito sobrecarregada e seu corpo pode não estar acostumado a esta rotina ainda! - falei e eles sorriram. - no final de semana ela vai ter folga, mas eu decidi dar folga sua folga a partir de agora,  pois quero que ela relaxe e descanse,  por isso, mandei ela ficar deitada quietinha! - falei e eles assentiram.

(S/m) -Podemos vê-la doutor?  - perguntou.

JM - Ah claro, podem vê-la sim, sintam-se a vontade! - falei sorridente.  - logo vou chama-la para os exames. Queria também pedir para os senhores ficarem de olho nela por favor!  - falei arregalando os olhos e eles gargalharam. 

(S/m) -Ficaremos sim doutor! - disse simpática - muito obrigado por cuidar de nossa filha! - falou fazendo reverência. 

JM -Não agradeça, tenho um carinho muito especial pela minha residente! Devo isso a ela! - falei simpático fazendo reverência. 

(S/p) - Vamos indo...mais uma vez muito obrigado doutor...- olhou o bordado do meu nome em meu jaleco - doutor Park! - falou e gargalhamos.

JM -Imagina...bom vou indo,  fiquem a vontade! Ela está a espera de vocês!  - falei saindo e eles foram em direção ao quarto de (S/n).


(S/n) P.o.v on 


 Eu realmente amo Jimin e já sou capaz de tudo por ele. Como posso ter me apaixonado assim tão rápido? Eu também não sei, aliás me pergunto isso todos os dias.

Estava deitada, descansando como Jimin havia pedido e ouço a porta ser aberta revelando meus pais sorridentes. 

(S/n) - Ah! Aí estão vocês....- falei e eles vieram até mim me abraçando forte. 

(S/p) - Minha primcesinha, você nos assustou! - falou alisando meus cabelos.

(S/m) -Quando sua omma diz para não exagerar você devia escutar ela! - falou e gargalhamos. - aish...Voce quase me fez vir para uma cama dessas!  - falou beijando minha testa e eu ri.

(S/n) - Foi só um susto...- falei - Eu realmente tenho me esforçado em excessos, Jimin tinha razão! - falei sorrindo boba e minha omma me olhou sorrindo de canto enquanto appa estava com o cenho franzido. 

(S/m) - Quem é Jimin filha? - perguntou sorrindo. 

(S/p) - É, quem é (S/n)? - perguntou e eu ri.

(S/n) - Meu chefe, doutor Park! - falei e eles pareciam surpresos.

(S/m) - Ah, ja conhecemos ele, muito e educado e BONITO!  - falou eufórica.  

(S/p) - Ah sim, ja o conhecemos, parece ser um bom chefe, muito formal. - ele disse.

(S/n) - Na verdade tenho novidades! - falei meio receosa e eles me olharam confusos. - estou namorando...- falei mordendo o lábio inferior e eles sorriram.

(S/p) - Quem é o rapaz sortudo? - perguntou calmo, o que de fato me surpreendeu. 

(S/n) - Jimin...- falei e eles me olharam surpresos.

(S/m) - Aaah sortuda foi vocêeee! - falou animada - mas que doutorzão arrumou para você (S/n)! - falou vindo até mim. - estou feliz que tenha achado alguém, ele me parece ser uma boa pessoa!  - falou e me abraçou.

(S/n) -Obrigado omma! - falei sorrindo para ela. Olhei para appa que estava com seu semblante sério.  - appa diga alguma coisa...- falei baixo.

(S/p) - Bem...como seu appa devo dar minha avaliação! É muito educado,  simpático e atencioso.  Me parece ser muito boa pessoa!  Mas ainda preciso conhecê-lo melhor! - falou e eu ri. Logo vejo a porta ser aberta e Jimin adentrando o quarto.

JM - Han...com licença senhores! - falou sorridente - (S/n) está tudo pronto! - falou simpático.

(S/m) -Aaah meu genro! - falou abraçando ele, o mesmo arregalou os olhos sem entender nada. - seja bem vindo a família!  Mas veja que belo doutor (S/n) arrumoou! - falou me olhando  e botando a mão na boca. 

JM - É..muito obrigado senhora! - falou com os olhos arregalados e vermelho. 

(S/n) - Omma pare com isso! - falei e ela saiu de perto dele contrariada.  Jimin veio até mim e me deu um selinho. Logo se direcionou ate meu appa.

JM - Prazer senhor,  sou Park Jimin! - falou estendendo a mão na qual appa prontamente apertou. 

(S/p) - O prazer e todo meu! -falou sorrindo - bem...acho que não preciso dizer aquela tipica frase que todo pai diz para o namorado da filha, você com certeza ja deve ter ouvido! - falou e e Jimin sorriu. 

JM - Não irei decepciona-la, no momento só quero que ela seja a mulher mais feliz do mundo ao meu lado! - falou olhando para meu pai e ele assentiu. 

(S/p) - Bom saber rapaz...- falou batendo de leve nas costas de Jimin. - (S/n) estava falando sobre você segundos antes de aparecer! - falou e sorrimos.

JM - Ah ela estava!? - falou se virando para mim e vindo em minha direção e me abraçando.  - como esta se sentindo? - perguntou me olhando.

(S/n) - Me sinto bem! - falei e dei um beijinho em sua bochecha. 

JM - Bom, muito bom! - falou e eu sorri. Logo vejo Jennie e Jisoo entrando no quarto. 

Jisoo - Oi minha fofura,  como se sente? - perguntou me dando um beijo na bochecha. 

(S/n) - Me sinto bem! - falei fofa e ela sorriu. 

Jennie - Meu tomatinho lindo, como está?  Nos deixou preocupada!  - perguntou beijando minha testa.

(S/n) - Estou muito bem! Foi so um susto!  - falei fofa e todos sorriram.

JM - Você e muito fofa! -falou baixinho e eu corei.

(S/n) -Não como você! - falei e ele sorriu vermelho. 

JM - Em outras ocasiões, fofa é a única coisa que você não é!  - falou no meu ouvido me olhando malicioso e senti meu rosto queimar. 

(S/n) - Você está me deixando sem jeito!  - falei e ele riu me dando um selinho. 


~ Quebra de tempo ~


Fiz os exames, e os resultados deram todos bom. Durante o dia não trabalhei mais, não queria mas acabei aceitando ficar descansando um pouco, me sinto exausta nestes últimos dias. 

Lisa e Rosé vieram me ver assim que souberam. Omma e appa ficaram o dia inteiro comigo no hospital.  Pedi para omma ir até meu apartamento para pegar algumas coisas, pois depois iri direto com Jimin. Sempre pedia para ela arrumar minha mala de viagem, ela sempre arrumava muito bem, não deixava faltar nada.  Meus pais gostaram muito de Jimin, até marcaram uma janta na semana que vem para nós quatro poder conversar melhor. 


Neste momento estou no carro de Jimin indo para seu apartamento. 

JM -Você é muito parecida com sua omma! - falou e eu ri.

(S/n) -Todo mundo fala isso! Sabe que eu não acho tanto! - falei e ele arregalou os olhos. 

JM - Por Deus,vocês são muito parecidas! - falou eufórico e eu gargalhei. Logo chegamos em seu prédio e indo para sua vaga no estacionamento. Chegamos e ele desligou o carro tirando as chaves e descendo. Desci também e abrir a porta de trás para pegar minhas bolsas. - eu levo essas para você!  - falou pegando as bolsas da minha mão. 

(S/n) - Tudo bem! Mas me deixe levar pelo menos essa! - falei e ele negou me olhando sorrindo ladino me roubando um selinho. - Aish...- resmunguei e ele riu. - esqueceu de dar alarme no carro! - falei e ele me bufou. 

JM - Verdade! Pode dar alarme para mim?! - perguntou e eu afirmei. - as chaves estão no bolso direito de trás da calça! - falou sorrindo sacana eu corei. Levei minha mão esquerda até o bolso e peguei as chafes, não me aguentei e dei leves tapinhas em sua bunda e ele riu.

(S/n) - Desculpa..Não aguentei!  - falei vermelha e ele gargalhou. Dei alarme no carro e seguimos em direção do elevador. Chegamos e eu apertei pars descer. Entramos e ficamos fazendo palhaçadas ao reflexo do espelho que havia ali. Logo chegamos em seu andsr e fomos em direção a porta adentrando seu apartamento. Fomos para seu quarto e ele botou as bolsas no chão. Depois veio até mim e me puxou pela cintura me abraçando. Olhei para ele e nos beijamos rapidamente. - está cansado?  - perguntei e ele negou serelepe. - vamos fazer o seguinte,  vamos tomar um banho e depois faço algo para a gente comer! - falei.

JM - Certo, você vai vir para o banho comigo! - falou e eu assenti rindo. 

(S/n) - Vai indo que eu ja vou! - falei e ele assentiu.

Depois de ele ter ido para o banheiro fui até minha bolsa em busca de uma roupa. Vou matar  a omma, ela só colocou roupas curtas aqui! 

(S/n) - Hmmmm..merda! - falei e Jimin brotou na porta do banheiro so de cueca. 

JM - Oque foi? - perguntou. 

(S/n) - Isso que foi! -falei mostrando uma das camisolas para ele.

JM - Uuuh! Isso não seria problema para mim! - falou e eu joguei a camisola nele e rimos - (S/n), não tem cerimônia entre nós!  - ele disse. 

(S/n) - Aish..Está bem! - peguei um vestido larguinho e uma lingerie vermelha e fui para o banho. Entro no banheiro e começo a me despir. Entro no box e abraço a cintura de Jimin. Ele se vira para mim e passa o polegar em meus lábios e me da um selar demorado. Depois tomamos nosso banho norma, se  safadezas pois estávamos com fome. Jimin saiu primeiro e se secou amarrando a toalha em seu quadril.  Logo sai me sequei e amarrei a toalha em meu corpo. Fui para o quarto e não encontro Jimin. Começo a me vestir e quando ja estou de calcinha e sutiã ele aparece me olhando de cima a baixo mordendo os lábios. - o que vamos comer? - perguntei terminado de  e vestir.  

JM - Eu ia perguntar agora! O que quer comer? - perguntou. 

(S/n) - Hmmm..lamén?! - perguntei e ele assentiu. - ja vou fazer!  - falei.

JM -Temos Lamén ja pronto! - falou e eu sorri indo até ele.

(S/n) -Questão de minutos e meu lamén vai estar pronto  - falei sorrindo convencida e fomos para cozinha. 


~Quebra de tempo ~


JM - Isso ficou maravilhoso! - falou se referindo a minha comida. - estou cheio! - falou e eu ri.

(S/n) - Puxa ja são 23:00 da noite! - falei olhando o relógio de parede. Sinto Jimin passar seus  braços por volta de minha cintura  e distribuir selares em meu pescoço. 

JM - Vamos deitar? -perguntou e eu afirmei.


Jimin P.o.v on 


Fomos para o quarto e chegando la me atirei na cama, depois me levantei de novo e fui para o banheiro fazer minhas higienes noturnas. Logo sai e (S/n) foi. Enquanto isso fui ajeitando a cama. Fui até meu closet e peguei um calção que uso para dormir e fiquei sem camisa como sempre. Me deito na cama deitado de barriga para cima de logo vejo (S/n) sair do banheiro extremamente sexy em uma camisola vermelha de seda. Ela veio e se atirou na cama de bruços e de olhos fechados de costa para mim. Analisei seu corpo inteiro e comecei a ficar excitado,  ele estava um tesão, como sempre,  mas com aquela camisola...sorri de lado e resolvi por meu plano em prática.  Vou ter que fazer algo para  chamar sua atenção. Ela se virou de barriga pra cima com os olhos ainda fechados.  Fui me aproximando dela e abracei sua cintura. Ela abriu os olhos e olhou pra mim sorrindo de lado, logo voltou a fechar os olhos. Me aproximei mais e comecei a distribuir selares pelo seu pescoço e maxilar. 

(S/n) - O que meu doutor quer? - perguntou me encarando provocativa. 

JM -Quero você!  - falei baixo e rouco.








      Continuaaa...








Notas Finais


Foi isso dollys! Espero que tenham gostado do capitulo de hoje!
Sei que ja faz três dias que não posto, mas foi por circunstâncias escolares!
Então e isso, fiz um capítulo com muito amor e dedicação FOOR YOOOUU!
XOXO DOLLYZEROS ATÉ A PROXIMA! BEIJONES! ♥♥♥♥
Perdoem os erros ortográficos!


Gostou da Fanfic? Compartilhe!

Gostou? Deixe seu Comentário!

Muitos usuários deixam de postar por falta de comentários, estimule o trabalho deles, deixando um comentário.

Para comentar e incentivar o autor, Cadastre-se ou Acesse sua Conta.


Carregando...