História My Doll - Capítulo 8


Escrita por:

Postado
Categorias Bangtan Boys (BTS)
Personagens Jeon Jeongguk (Jungkook), Jung Hoseok (J-Hope), Kim Namjoon (RM), Kim Seokjin (Jin), Kim Taehyung (V), Min Yoongi (Suga), Park Jimin (Jimin), Personagens Originais
Tags Bts, Doll, Hot, Imagine
Visualizações 18
Palavras 1.078
Terminada Não
NÃO RECOMENDADO PARA MENORES DE 18 ANOS
Gêneros: Ação, Aventura, Comédia, Ficção, Hentai, Romance e Novela, Sobrenatural, Universo Alternativo, Violência
Avisos: Álcool, Bissexualidade, Canibalismo, Drogas, Estupro, Heterossexualidade, Incesto, Insinuação de sexo, Linguagem Imprópria, Mutilação, Pansexualidade, Sadomasoquismo, Sexo, Tortura, Violência
Aviso legal
Os personagens encontrados nesta história são apenas alusões a pessoas reais e nenhuma das situações e personalidades aqui encontradas refletem a realidade, tratando-se esta obra, de uma ficção. Os eventuais personagens originais desta história são de minha propriedade intelectual. História sem fins lucrativos, feita apenas de fã para fã sem o objetivo de denegrir ou violar as imagens dos artistas.

Notas do Autor


Boa leitura, e me perdoem pela demora de sempre.

Capítulo 8 - Now, you are mine.


20:15

Pov: S/n                                                                          007


Taehyung e eu não conversamos muito durante o caminho no carro, na verdade riamos feitos idiotas em quanto tentávamos cantar umas musicas Japonesas estranhas que tocavam em uma rádio da qual não conhecia o nome já que era de outro pais e não entendíamos nada se citavam o nome era imperceptível a nós dois.

— Ai Tae! Não sabia que poderíamos se divertir assim juntos! — Comentei rindo em quanto balançava os braços para cima sentindo o vento batendo contra eles e meu rosto, levando meus cabelos para trás de modo angelical em quanto sorria com a boca meio aberta.

— Yaa! Não sou 100% putaria, amor! — Ele ria e ao me olhar ergueu uma das mãos junto a mim, estávamos tão rápidos que as coisas passavam por nós como simples fleches de luz, de diferentes cores e aquilo era lindo aos meus olhos, parecia convidativo, convidava-nos para ir mais rápido, mas ao chegarmos no local tudo de repente parou e a adrenalina baixou.

Como entraríamos em um local onde deve rolar criticas de vestimentas, pele ou peso, comecei a arrumar meus fios como estavam antes de entrar no carro, alisei meu cropped e limpei a garganta, como se nada houvesse acontecido Tae desligou o rádio de seu automóvel e então ambos descemos dele, Tae preferiu estacionar na rua em vez do estacionamento do Shopping, mas isso não faria diferença alguma agora.

— Então, já que estamos no Shopping, vamos fazer mais do que comer não é? — Sorri incerta se íamos comer na verdade, talvez era apenas um passeio mesmo.

— Claro que sim. — Disse como se fosse óbvio, e me senti aliviada. — Jin me pediu por algo antes de sairmos, ele quer que eu compre roupas novas para você e disse especificamente tudo que queria.

— Como?! Ah meu pau. — Taehyung começou a rir colocando a mão em frente a boca e nós dois seguimos até a entrada do grande Shopping Luxus. — Eu escolho minha roupas e pago com meu próprio dinheiro, com licença.

Ele apenas suspirou fazendo um movimento negativo de cabeça aparentemente Yoongi era o dono da casa, mas Jin o chefão.

— Infelizmente terá que experimentar cada peça para mim, cada peça que Jin mandou eu comprar para você.

Como eu já sabia que não fugiria dessa, apenas levei a mão até minha testa logo a passando por meus fios soltando um longo suspiro de frustração por saber que independente do que dissesse daquilo não tinha como fugir.

— Podemos pelo menos comer primeiro? — Questionei cruzando meus braços em quanto caminhava com ele na direção das escadas rolantes superiores.

— Claro que sim, eu estou muito a fim de comer Yakissoba.

Fiquei meio decepcionada com o que ele havia dito, e eu pensando que tinha fome de algo que normalmente não poderia comer por ter pouco dinheiro, mas aparentemente não, era de algo simples que podia sempre comer era só estralar os dedos.

— Já que vamos ir a algum lugar que tenha Yakissoba, eu vou querer doze peças de sushi. – Disse estendendo o braço para o mesmo que apertou minha mão.

— Fechado. — Sorriu quadrado para mim, eu disse aquilo porque doze peças são mais caras do que parece, Tae esbanja dinheiro, não hesitaria em pagar algo para mim, mas quis brincar com ele e ele entrou na brincadeira, mesmo sendo lerdo Tae sabia quando alguém iniciava uma brincadeira e convidava ele indiretamente para entrar.

Quando demos conta já havíamos saído da escada rolante e estávamos parados no meio da praça de alimentação, procuramos por uma área de comida Japonesa que nos chamasse a atenção, e assim que encontramos imediatamente fizemos o pedido, aquele local estava vazio, Pedi quatro tipos diferentes de peças completas de Sushi, e Tae seu Yakissoba tão desejado.

Nós fomos para a mesa mais próxima que era para apenas duas pessoas assim consequentemente um sentando de frente para o outro.

— Por que Sushi hein? — Questionou.

— Porque faz tempo que não como, sei que não é grande coisa, mas sinto muito a saudade do gosto.
— O respondi pacientemente com um sorrisinho alegre no rosto.

— Muito bem, acho que são nossas coisas.

Desviei o olhar para uma mulher que trazia uma bandeja colocando-a em nossa frente, de cima da bandeja retirou um tigela média com a comida do mais velho e junto da comida lhes entregou um par de hahis’s, o meu era um prato com as peças escolhidas por mim, também recebi um lindo par de  hashi’s e um pouco de molho shoyu em um potinho preto descartável, nada de mais.


*

Ambos de barrigas cheias, nunca pensei que sushis me encheriam assim, mas enfim, não estava reclamando, depois de comer, TaeTae e eu fomos para uma loja especifica do shopping, procurar as tais roupas que Jin o mandou comprar para mim.

-- Olhe, eu não irei garantir a ninguém que vou usar isso. – Digo cruzando os braços encarando Taehyung sentado em um banco de couro preto em frente ao meu provador, eu estava usando uma peça fina de tons salmão para dormir, sim, uma camisola até curta de mais, a polpa de minha bunda poderia ser vista por qualquer um na casa quando fosse usar.

-- Ah, não seja tão má, estamos tentando lhe agradar ao mesmo tempo que a deixamos perfeita para nós. – Quando finalizou sua fala senti um nó se formar em minha garganta, querendo falar uma boa verdade que também não queria sair.

-- E-entendi..—Disse apenas isso voltando para dentro do provador experimentando cada peça que Tae-ssi trouxe até mim, eram praticamente todas de diferentes tons, mas rosa, e algumas pretas.

Toda vez que trocava de vestes ia até Taehyung para que visse como ficou, estava praticamente renovando meu armário com tudo aquilo, mas finalmente só faltava uma ultima roupa, era uma langerie verde esmeralda, o que me surpreendeu, já que pensei ganhar coisas só rosas hoje, bem, mas após vestir fui até ele e ao sair do provador fui empurrada de volta para ele, como reflexo meus olhos se fecharam e minhas mãos se ergueram, tocando um tecido grosso e macio, uma mão fria tocou meu pescoço e isso me assustou um pouco, os dedos largos me impediam de respirar, e com isso abri meus olhos, só assim notando Taehyung em minha frente, parando de apertar meu pescoço mas mantendo a mão nele, encostando seu polegar em meu queixo fazendo-me erguer o rosto, e então ele com sua respiração pesada e olhos vermelhos sangue me disse:

...                                                                Agora você é minha.


Notas Finais


Obrigado por lerem, espero que estejam gostando!


Gostou da Fanfic? Compartilhe!

Gostou? Deixe seu Comentário!

Muitos usuários deixam de postar por falta de comentários, estimule o trabalho deles, deixando um comentário.

Para comentar e incentivar o autor, Cadastre-se ou Acesse sua Conta.


Carregando...