1. Spirit Fanfics >
  2. My Dragon - Fanfic do Baekhyun >
  3. Capítulo 73

História My Dragon - Fanfic do Baekhyun - Capítulo 74


Escrita por:


Notas do Autor


Boa Leitura 😙😙😙

Capítulo 74 - Capítulo 73


Fanfic / Fanfiction My Dragon - Fanfic do Baekhyun - Capítulo 74 - Capítulo 73




 Baekhyun 




 Minha companheira permaneceu comigo durante todo o restante do meu cio e em nenhum momento ela quis ir embora,o que de certa forma me agradou tê-la comigo. Ela agora se encontrava em nosso quarto descansando e eu estou indo avisar os garotos que está tudo bem,saio da minha caverna enquanto retiro minhas roupas e me transformo,alçando vôo e ganhando os céus em segundos. Não demoro pra chegar,pouso e vejo os garotos saindo da casa junto com as amigas da Ayla.
--- Onde a Ayla está? - Chloe pergunta ao ver que eu me encontrava sozinho.  --- Ela tá bem,não tá? - pergunta preocupada,me destransformo voltando a forma humana.
--- Baekhyun está tudo bem? - Suho aparece abraçando Greyce tentando acalma-la,solto um pequeno sorriso e eles me olham confusos.
--- Está tudo bem pessoal,não precisam se preocupar. - falo sorrindo e eles ainda me olham confusos,caminho mais pra perto da casa onde os outros estavam.
--- Onde a Ayla está? - Chloe pergunta de maneira alta e mais como se fosse uma ordem,sinto meu dragão se remexer e querer sai mas consigo segura-lo.  --- O que você fez com ela? - me viro pra ela e deixo meu dragão sair um pouco,vejo sua postura mudando de determinada pra nervosa.
--- Me diga Chloe,você acha que eu seria capaz de machuca-la? - pergunto a ela que não sabe o que responder.  --- Ayla é minha companheira e eu NUNCA a machucaria,eu prefereria me machucar do que a ela.
--- Está tudo bem Baek,ela sabe que você jamais a machucaria. - Suho diz colocando a mão em meu ombro tentando me acalmar,mas sem sucesso é claro já que eu sentia meu dragão preste a sair.
--- Não,ela não sabe. - digo e me afasto deles ainda a encarando,me transformo e saio dali sem dá chances de ninguém dizer nada. Vôo de volta a minha caverna e entro nela pela abertura que me leva até a sala do meu tesouro,pouso voltando a forma humana e saio da sala indo até o quarto onde Ayla estaria. Mas assim que passo pela porta não a encontro,ela deve ter ido a cozinha comer aguma coisa,decido ir até lá e quando passo pela entrada há vejo ali comendo algumas frutas.
--- Você já voltou?! Achei que fosse demorar mais um pouco. - ela diz ainda de costas enquanto come,eu não a respondo e isso faz com que ela se vire pra me olhar.  --- Você deveria vestir uma roupa. - ela diz desviando o olhar,quando não digo nada ela me olha e vem até mim.  --- O que houve? Porque tá tão calado?
--- Você sabe que eu jamais seria capaz de machuca-la. - digo passando minha mão em seu rosto.  --- Eu a amo com todo o meu coração. - falo e a puxo para um abraço,ela retribue me abraçando fortemente.
--- Eu sei meu dragão. - fala após se afastar.  --- Eu também amo você com todo o meu coração. - ela me dá um selinho e depois se afasta.  --- Agora,me diga o que aconteceu. - suspiro sem saber o que dizer,não quero criar intrigas ou que ela fique magoada com a prima.
--- Não foi nada,eu apenas fiquei pensando demais no que poderia ter dado errado durante o meu cio. Eu nem sei como eu me sentiria se algo tivesse acontecido com você. - digo e ela dá um pequeno sorriso enquanto me abraça novamente.  --- Você têm idéia do quanto se arriscou,meu dragão poderia tê-la machucado. - ela se afasta um pouco apenas pra me olhar.
--- Você não me machucaria,nem você e nem o seu dragão. Eu sou sua companheira e estou vinculada a vocês. - eu a beijo após sua fala,andamos a passos cegos adentrando mais a cozinha,eu a coloco sentada sobre a mesa e fico entre suas pernas enquanto nos beijamos apaixonadamente. Ao separar meus lábios dos dela,desço os meus ao seu pescoço arrancando suspiros de seus lábios.  --- Baek nós deveríamos ir visitar os garotos,eu tou com saudades das minhas amigas. - ela diz enquanto eu deixo pequenos selinhos no seu pescoço descendo pra sua marca e quando meus lábios a tocam,um gemido escapa dos lábios de minha companheira e sinto ela apertando as pernas ao redor da minha cintura. Retiro meu rosto dali e a olho,sorrio ao ver como ela se encontra,totalmente corada e ofegante além é claro de está excitada.
--- Que tal tomarmos um banho primeiro,aí depois quem sabe a gente visita os meninos. - sugiro a ela,que sorrir balançando a cabeça assentindo,descendo da mesa ela pega minha mão e me puxa até o nosso quarto. Quando entramos,andamos diretamente ao banheiro,eu começo a encher a banheira enquanto Ayla escolhe qual sais de banho vai usar.  --- Já escolheu? - pergunto me aproximando.  --- A banheira já está cheia.
--- Eu gostei desse,ele têm um cheiro suave e refrescante. - ela diz ao se virar,pego o frasco de sua mão e derramo algumas gotinhas na água,coloco o frasco de volta a bancada e percebo que Ayla está se despindo. Sinto seu nervosismo ao está totalmente nua na minha presença,me aproximo dela a impedindo de entrar na banheira.
--- Você é linda companheira. - falo passando minha mão em seu rosto.  --- Não tenha vergonha do seu dragão,se eu pudesse eu passaria cada segundo admirando o quão bela você é. - eu desço minha mão até a sua e a pego a levando até meus lábios,deixo alguns pequenos beijos em seus dedos,descendo pra sua mão fazendo ela soltar um sorriso tímido.  --- Você é maravilhosa companheira. - digo a puxando pra perto,ela entrelaça os braços ao redor do meu pescoço.
--- Você é maravilhoso meu dragão. - diz descendo sua mão pelo meu pescoço,passando pelo meu rosto e descendo ao meu abdômen.  --- Eu amo você por inteiro. - sorrio com suas palavras e acaricio seu rosto,continuamos assim apenas nos admirando. Encosto meu nariz no dela e a beijo de forma lenta.
--- É melhor tomarmos nosso banho logo. - falo rindo e ela sorrir também,com nossas mãos entrelaçadas a puxo até a banheira,me sento e ela se senta entre minhas pernas.  --- O que acha da temperatura? - ela se vira pra mim sorrindo sapeca.
--- Um pouco mais quente. - sorrio diante de suas palavras,aumentando minha temperatura e deixando os filetes vagarem por todo o meu corpo,há vejo olhar de forma admirada pro meu abdômen e a passar seus dedos pela essência que vagava agora visível.  --- Isso é tão incrível. - diz enquanto observa atentamente os filetes sumirem.
--- Você consegui fazer isso agora. - eu digo e ela levanta seu olhar ao meu.
--- Eu sei,mas é mais incrível quando é em você. Até porque é você quem é o dragão aqui. - fala e eu sorrio concordando,pego uma esponja a molhando.
--- Me deixe te limpar. - falo e começo a passar a esponja no seu corpo.
--- Se você vai me limpar,eu também quero limpar você. - fala e pega uma esponja a molhando também,muda de posição colocando uma perna de cada lado da minha cintura e começa a passa-la no meu corpo. Sorrio ao ver o quão concentrada ela estava nessa tarefa de me lavar.  --- Porque você está rindo? - ela pergunta ainda concentrada,pego sua esponja da sua mão e jogo no chão ao lado da minha. A puxo pela cintura pra mais próximo de mim e antes que ela possa dizer qualquer coisa eu a beijo,nos beijamos apaixonadamente e pela primeira vez eu tomo como minha ali.




 

 Quebra de tempo




 Após nosso banho que terminou com nós dois suados e ofegantes,estamos no quarto vestindo nossas roupas.
--- Agora você vai me dizer porque voltou cedo da casa dos garotos?! - ela pergunta sentada na cama me observando enquanto termino de vestir minhas roupas.  --- E não é pra mentir e nem inventar histórias. - ela fala e eu levanto a sombrancelha confuso,suspiro e decido contar de uma vez.
--- Sua prima deixou meu dragão irritado. - falo e ela fica confusa.
--- Como assim? E porque ela faria isso? - me viro de frente pra ela.
--- Eu entendo que ela tava preocupada com você,mas achar que eu a machucaria,isso me deixou extremamente irritado e magoado. Ela insinuou em uma pergunta que eu poderia ter feito algo com você,como se eu fosse capaz. - digo e ela se levanta vindo até mim.
--- Eu sei que você jamais me machucaria e é isso que realmente importa,não o que os outros pensam ou deixam de pensar. Eu não achei que a Chloe pensaria isso de você,ainda mais agora que ela está vinculada ao Sehun. - ela fala e percebo que ela também está magoada,a puxo para um abraço.
--- Não vamos pensar sobre isso agora,vamos pensar em outras coisas. - digo e ela assenti,se afasta e caminha até a cama.  --- Mas se você quiser,eu posso levá-la pra ver suas amigas?!
--- Não precisa,eu quero ficar aqui com você. Preciso descansar de qualquer maneira e a Chloe precisa repensar no que falou ou pensou. - ela diz e eu concordo,caminho até a cama e me deito ao seu lado.

 Ficamos deitados apenas aproveitando esse momento de muitos que viram,agora que todos se foram da nossa caverna


Notas Finais


Mais momentinhos da Ayla e do Baek pra vcs aí

Parece q a Chloe deixou o Baek magoado.... e o dragão dele irritado 😮😮

E consequentemente nossa garota tbm 🙁

Será q a Chloe vai se arrenpender?? 🤔


Gostou da Fanfic? Compartilhe!

Gostou? Deixe seu Comentário!

Muitos usuários deixam de postar por falta de comentários, estimule o trabalho deles, deixando um comentário.

Para comentar e incentivar o autor, Cadastre-se ou Acesse sua Conta.


Carregando...