1. Spirit Fanfics >
  2. My dream is you (yeji X yeonjun) >
  3. 1 - coincidência

História My dream is you (yeji X yeonjun) - Capítulo 1


Escrita por:


Notas do Autor


Oiii, curtam e comentem

Capítulo 1 - 1 - coincidência


Fanfic / Fanfiction My dream is you (yeji X yeonjun) - Capítulo 1 - 1 - coincidência


Seoul, Coréia

      23:00 hrs

Uma brisa gelada batia no rosto de uma garota, dirigindo uma moto, se vestia Totalmente de preto, continuou dirigindo até chegar a uma casa não muito chamativa, era branca como o resto das casas do bairro, ela estacionou a moto perto de outras e entrou na casa, tirou o capacete e deixou sobre a mesa, e menina que estava de cabelo solto, tirou a jaqueta e botou sobre o cabideiro perto da sala

- já chegou yeji?- perguntou uma garota que aparentava ter a mesma idade de yeji, seu cabelo era azul escuro e curto, diferente do de yeji, que era preto e longo

- não achei nada, vou falar com o chefe - falou yeji e botou uma sacola encima da mesa - comida, passei em um mercado quando vinha, chame lia, yuna e chae, eu vou falar com o chefe agora - tirou os sapatos e foi até o segundo andar, aonde parou de frente uma porta e bateu

- chefe, é a yeji - falou e ouviu um "entre", abriu a porta e entrou em um escritório, o homem a olhou esperando a mesma falar

- quando cheguei lá, não havia nada, vou pedir a lia para achar aonde estão agora, não havia nada na casa, nem armas nem nada, estava tudo empoeirado, acho que eles nos enganaram - falou yeji olhando para o chão envergonhada, não é a primeira vez que falhava em uma missão

- eu lhe dei uma função, ir lá e atirar nos caras, e nem isso você sabe fazer? Espero que você não tenha deixado rastros! - bufou irritado - não peça nada a lia, vou deixar isso com outra equipe, achei outra coisa para vocês fazerem - pega uma pasta e entrega para yeji

- "família choi…policiais… um filho…." - yeji começou a ler alto - o que devemos fazer? Matar o homem e a mulher? - falou yeji encarando o seu chefe

- não, eles mataram um dos meus caras, quero que mate o filho deles, o endereço está aí, chame toda a sua equipe, volte com uma foto do filho morto, minha reputação está caindo por causa das besteiras que você e as outras estão fazendo, acho bom recompensar, ou irei mandar você para a base!

Yeji engoliu a seco, a base tem apenas os homem fortes da gangue, Jay park, o chefe de yeji, manda as pessoas para lá para ser torturadas, todos sentiam medo de ir lá, e o medo de yeji aumentou muito mais depois dessa frase

- ok chefe, quando devemos ir?- falou yeji olhando o chefe que agora se encontrava sentado a sua mesa

- amanhã de noite, não faça besteiras, se retire, fale pras outras - falou voltando aos papéis a dia frente

- ok chefe, boa noite - yeji falou se curvando e saiu da sala do chefe descendo para o primeiro andar, encontrando uma mesa cheia de comida da melhor, com homens musculosos ao redor, passou direto e foi para a cozinha, onde havia uma mesa bem menor onde se encontrava quatro meninas comendo macarrão com suco, aquilo podia ser chamado de melhor janta que as meninas já tiveram naquela casa

- yeji? O que o chefe falou? - perguntou yuna olhando yeji

- temos que matar um garoto, o endereço tá aqui - falou e botou a pasta na mesa e as meninas olharam juntas - o lugar onde devia está os caras não havia nada, o chefe disse que vai mandar a gente para a base

- a base?- quase gritou Lia assustada

- CALEM A BOCA VADIAS!- gritou um homem da outra mesa bêbado, junto com outros homens

- isso tudo é minha culpa, me desculpem, eu que disse que os homens estavam lá, eu não sei nem rastrear alguém direito, me perdoem - fala lia chorando

- pare Lia, não é sua culpa ok? Só temos que matar um garoto, vai ser fácil, não se preocupe, volte a comer- falou yeji e se sentou na mesa começando a comer com as garotas

- onde achou dinheiro para comida yeji? - perguntou chae comendo rapidamente, havia três dias que as meninas não comiam nada

- roubei uma criança - as meninas olharam pra yeji - qual é? Esse não é nosso trabalho? Matar e roubar, eu não quero morrer de fome, e sei que vocês também não querem - falou voltando a comer, quando acabou botou a louça na pia e foram em direção a um corredor com várias portas, entraram em uma porta desgastada e fedida, onde se encontrava cinco camas feias e mofadas

- eu não aguento mais essa vida - falou yuna, era a mais nova das meninas, se sentou na cama e fez uma careta quando escutou a cama ranger

- não temos escolha, culpa de nossas mães e nossos pais yuna, não fique assim, tudo vai melhorar - falou ryunjin sorrindo, ela era a positividade do grupo, ela se deitou na cama e ficou olhando pro teto - quando que vamos atrás do menino, yeji?

- amanhã de noite, vamos dormir amanhã acordamos cedo para ir pra escola - falou e se deitou na cama e pegou o casaco para se cobrir, nem lençóis as meninas tinham, não havia dinheiro pra isso

- amanhã podemos roubar dinheiro pra comprar lençóis? - falou lia, ela odiava roubar, mas era a única forma de arranjar dinheiro

- não sei, podemos roubar alguma velhinha que esteja indo para a igreja, apenas durmam

E assim as meninas dormiram, yeji escutou o choro de chae, ela era a que estava a menos tempo naquilo tudo, fazia apenas três anos, toda noite ela chorava até dormir, as meninas também choravam, mais não toda noite como chae, yeji apenas abraçou o corpo desejando que tudo aquilo fosse um sonho, e logo adormeceu.

****Sonho on****

Yeji estava em um vestido bonito e branco, corria por um campo de margarida junto com as suas amigas, estavam se divertindo, até escutarem um barulho enorme, se olharam e olharam o céu, o céu estava ficando escuro, começou a chover, as meninas correram até uma árvore que tinha ali perto e se sentaram abraçadas, com frio, logo um lobo enorme apareceu e começou a atacar as meninas, mais lobos corremos atrás delas, elas não estavam mais em um campo, estavam numa floresta escuta, o vestido de yeji todo rasgado e com sangue, ela já não via mais as meninas, tropeçou em um buraco e caiu no chão, o lobo estava acima dela e...

****Sonho off****

- AAAAA - acordou yeji gritando, as meninas olharam ela e voltaram a se arrumar pra escola, yeji sempre acordava gritando, sempre sonhava a mesma coisa, todas já estavam acustumadas com seus gritos logo cedo, a se levantou e foi até o banheiro, tomou banho e vestiu o uniforme da escola, as meninas estudavam em uma escola pública, que ficava de frente a uma escola "de gente rica" como dizia chae, quando já estava pronta botou a mochila nas costas e saiu da casa, as meninas não tinham comida para tomar café, então apenas iam com fome, os olhos de chae e lia se encontravam inchados, não de sono, e sim de chorar, chegaram na escola e entraram indo direto para a sala, se sentaram e a aula foi normal, o sinal tocou e elas guardaram o material, e foram pra fora da escola, lia lembrou de comprar lençóis, as meninas foram em um mercado e se trocaram no banheiro, vestindo roupas pretas e botando máscaras, quando saíram começaram a andar até ver uma senhora saindo de casa, yeji botou uma arma na cabeça da senhora e ryunjin foi para frente dela

- passa o dinheiro - disse que com a mão estendida, e a senhora botou a bolsinha de dinheiro na mão de ryunjin tremendo

- O QUE ESTÁ FAZENDO? - um garoto gritou fazendo lia sair de trás da caixa de lixo e apontar a arma para ele

- não se meta garoto!- lia falou e o garoto foi andando pra trás assustado

- vamos - falou yeji e ryunjin foi indo com com a bolsa, yeji tirou a arma da senhora e começou a andar até escutar um tiro, olhou para trás e viu uma mulher e um homem policiais, estavam atirando, começaram a correr e os policiais atrás, já estavam correndo a três quarteirões, yeji puxou as meninas Para um beco e ficaram ali escondidas, viram os polícias passarem correndo e depois voltando desapontados

- essa foi quase - falou yuna e viu o ombro de yeji sangrando - yeji! Seu ombro!

- foi um tiro de raspão, não se preocupem, vamos

E assim as meninas começaram a andar para casa, se é que podiam chamar aquele lugar nojento de casa, entraram e foram direto para o quarto

- quanto temos? - perguntou chae a ryunjin

- WOW, 700, da pra comprar lençóis e roupas - falou sorrindo

- valeu ter um ombro quase baleado - falou yeji e sorriu junto com as meninas - nao vamos comprar muitas roupas, precisamos de comida também

- AAA FINALMENTE - gritou yuna pulando fazendo todas nós rimos

- PAREM DE GRITAR PORRA, OU VAMOS FAZER VOCÊS GRITAREM DE DOR- falou uma voz masculina do outro lado da porta, as meninas se olharam assustadas e yeji jogou o dinheiro pra baixo da cama, a porta abriu fortemente fazendo as meninas olharem pra pessoa

- estão comemorando o que? - falou um homem alto e forte encarando as meninas

- nosso professor não passou atividade hoje, só isso - falou lia calma

- certo… parem de gritar, ou vocês vão para a base- falou e foi embora batendo a porta

- essa foi por pouco - falou yuna se sentando na cama com a mão no coração

- então, vamos almoçar? Podemos comprar algo além de macarrão - falou ryunjin sorrindo - vamos tomar banho, e vamos comprar as coisas - falou e assim fizemos, todas nós tomamos banho e nos vestimos as mesmas roupas pretas

As meninas se dirigiram a porta escondidas para ninguém perguntar nada e sairam, chegaram em um bazar e viram várias roupas com preços baixinhos

- cada uma tem 50$,  o resto usamos para coisas necessárias, ok? - falou yeji, além de ser a mais velha, as meninas a elegeram líder do grupo, já que tinha mais experiência naquilo tudo

Todas meninas pegaram roupas e foram até o caixa, tudo deu exatos 250$, como todas planejaram, saíram e se dirigiram a outro bazar

- escolham um lençol barato - falou yeji

Pegaram os lençóis e pagaram, tudo deu 70$

Foram até o mercado e foram pegando coisas e colocando dentro do carrinho, pegaram bastante coisa, já que fazia tempo que não comiam, pagaram e se sentaram em um banco na praça, onde abriram biscoitos e sucos, estava yuna e lia no chão, e yeji, ryunjin e chae no banco de frente para as meninas, ficaram ali até dar 17:00 hrs

- meninas temos missão de 23:00 hrs, melhor voltarmos para casa - falou chae olhando o relógio de uma loja que ficava na praça, as meninas se levantaram e foram para casa, andaram rápido e em silêncio, quando chegaram no quarto jogaram tudo para embaixo das camas, ia dar problema se alguém visse que as meninas quase foram pegas

Todas as cinco ficaram fazendo atividades e estudando, já que não tinham celular, nem computador nem TV, quando deu 22:00 hrs as meninas se trocaram e vestiram novamente as roupas pretas e foram até o endereço, mas… elas conheciam aquela casa, foi onde assaltaram a senhora?

Continuo????


Notas Finais


Comentem!


Gostou da Fanfic? Compartilhe!

Gostou? Deixe seu Comentário!

Muitos usuários deixam de postar por falta de comentários, estimule o trabalho deles, deixando um comentário.

Para comentar e incentivar o autor, Cadastre-se ou Acesse sua Conta.


Carregando...