1. Spirit Fanfics >
  2. My dreams of girl - Clizzy >
  3. Não me rejeite

História My dreams of girl - Clizzy - Capítulo 30


Escrita por:


Capítulo 30 - Não me rejeite


P.O.V. Izzy 

Clary passava o algodão bem devagar pelo meus lábios, em seguida ela passou outro pedaço de algodão pela parte do meu rosto em que estava roxo. Fazia tudo sem desviar dos meus olhos, eu já estava sem jeito de tanto que ela me olhava, não sabia o que fazer. 

Quando terminou, apenas jogou o algodão fora e voltou a olhar em meus olhos, Clary foi aproximando seu rosto do meu indicando que ia começar um beijo. 

- Clary, assim não... - viro o rosto mas a mesma me faz olhá-la novamente, puxando meu rosto de volta. 

- Por favor - se aproximou novamente e eu apenas abaixo a cabeça - não me rejeite...

- Não estou te rejeitando - seguro em seu pulso e retiro sua mão de meu rosto - mas agora eu não posso, não mais!

- Mas você me ama - insistiu - está sendo tão difícil pra mim essa situação. 

- Eu sei, linda - levo uma de suas mãos até meus lábios, plantando um beijo na mesma - mas eu fiz isso pro seu bem.

- Eu me entreguei pra você - vi seus olhos marejados - achei que estivesse me entregando para a pessoa certa...era pra você ser a minha princesa...

- Clary - suspiro - vamos parar por aqui, eu não quero que isso piore. 

- Não posso - segurou em meu rosto com suas duas mãos - não quero que me deixe!

Dito isso, Clary atacou meus lábios em um beijo fervoroso, eu fiquei sem reação de início, mas olhando para todas as coisas que essa garota me faz sentir quando estou perto dela, é impossível ignorar...correspondi o beijo e agarrei sua cintura de uma forma possessiva. Senti seus dedos entrando em meus cabelos e no mesmo instante passeei minha mão para perto de sua bunda, mas subi rapidamente dando mais uma pegada em sua cintura. 

- Você me quer de volta - falava ofegante - não quer?

- Clary - falo um tanto rouca - eu realmente não posso, você tem que entender...

- Mas eu não entendo - deu as costas para mim - parece que depois que você conseguiu o que queria, se esqueceu de tudo o que disse pra mim e...

- Ei - paro em sua frente - nem pense em dizer uma droga dessas novamente, entendeu?

- Mas é a verdade...

- Eu te amo - suspiro - mas eu não quero fazer você ficar apegada demais, é melhor parar por aqui e sermos amigas, afinal, agora somos uma família! 

- Você só pensa no que você sente? - deu um empurrão em meu ombro. 

- Ei...

- Não liga pros meus sentimentos? - empurrou novamente - Eu fiquei trancanda no quarto o resto das minhas férias - mais outro empurrão - e você nem pra me ligar, nem pra me perguntar se eu estava bem...e depois diz que eu iria superar - deixou um tapa no meu outro ombro - disse que a dor ia passar - mais um tapa - você nem se importa comigo... - quando ela ia dar mais um tapa, segurei em seu pulso. 

- Ficou doida? - a olho incrédula pelo que tinha feito - Escutou o que acabou de dizer?

- Me solta... - tentou se soltar.

- Eu me importo com você sim - digo sem desviar o olhar - mas isso não quer dizer que nossa relação daria certo.

- Não importa o que você diga - finalmente conseguiu se soltar - suas palavras não valem mais nada para mim, disse que cuidaria de mim e na verdade é a causadora de todo meu sofrimento - foi até a porta - eu não insisto mais, mas também não quero mais olhar na sua cara!

P.O.V. Clary 

Saí daquele restaurante ignorando a senhora Lightwood e correndo para fora. Quem a Izzy pensa que é pra fazer isso comigo? Faz eu me apaixonar por ela e depois que fui pra cama com ela, ela simplesmente me largou. Eu não era a melhor garota para se estar junto, mas eu nunca a deixaria, isso nunca!

Estava muito escuro, um temporal caindo desesperado e poucos carros na rua, quase nunca aparecia um.

- Clary? - ouço uma voz feminina atrás de mim e me viro para ver quem era...Lilith - O que tá fazendo aqui sozinha, estranha? - estendeu o guarda chuva para mim entrar em baixo e começamos a caminhar. 

- Estava no restaurante! - respondo simples. 

- Deixa eu adivinhar...com a Isabelle? 

- Sim - pigarreio - mas a gente...ela terminou comigo! 

- Como assim? Ela enlouqueceu foi?

- Eu acho que ela não gosta mais de mim...

- Isso não, Clary - paramos em um ponto de táxi pra esperar a chuva passar - se uma coisa que eu sei é que ela te ama de verdade, dá pra ver como ela te olha...

- Então...o que devo fazer? - me sento num banco - Ela é linda, daqui a pouco acha alguém à altura dela.

- Começa...dormindo para tirar essa olheiras, soltar esse cabelo, passar uma maquiagem, escolher roupas decentes pra ir pra escola...

- O que você tá querendo dizer, Lili? 

- Que deveria se arrumar mais - dou de ombros - e quando chegar na escola, fala com as pessoas...ela vai perceber a mudança e você não correr pra ela não, vai esperar uma atitude da professora e outra...tenta não ficar olhando pra ela toda hora, você nem disfarça, credo!

- Isso vai me ajudar em quê? 

- Ela vai notar as mudanças, vai querer um papo aqui outro lá...aos poucos você vai entender! 

- Ok - concordo com a cabeça - preciso de um favor. 

- Não vou falar com ela, amiga, desculpa! 

- Não é isso, doida - deixo um tapinha em sua coxa - sexta vai ser meu aniversário, mas meu pai vai viajar e só volta segunda, posso contar com você para não passar meu aniversário sozinha? 

- Claro - sorriu largo, cara de quem vai aprontar - pode contar comigo sim...mas, só se você prometer que vai seguir tudo do jeito que eu falei.

- Tudo bem - reviro os olhos. 

- Temos um acordo? - assenti e demos as mãos dando risada em seguida. 



Gostou da Fanfic? Compartilhe!

Gostou? Deixe seu Comentário!

Muitos usuários deixam de postar por falta de comentários, estimule o trabalho deles, deixando um comentário.

Para comentar e incentivar o autor, Cadastre-se ou Acesse sua Conta.


Carregando...