História My enemy is my teacher - Capítulo 1


Escrita por:

Postado
Categorias Histórias Originais
Visualizações 15
Palavras 1.166
Terminada Não
NÃO RECOMENDADO PARA MENORES DE 18 ANOS
Gêneros: Comédia, Drama (Tragédia), Esporte, Famí­lia, Festa, Ficção Adolescente, Harem, Hentai, Luta, Policial, Romance e Novela, Shoujo (Romântico), Universo Alternativo, Violência
Avisos: Adultério, Álcool, Bissexualidade, Drogas, Heterossexualidade, Homossexualidade, Insinuação de sexo, Linguagem Imprópria, Nudez, Sexo, Violência
Aviso legal
Todos os personagens desta história são de minha propriedade intelectual.

Notas do Autor


Gente eu tenho a descrição sobre os personagens, caso alguém seja a favor que eu coloque nas notas iniciais do próximo capítulo comenta...

Capítulo 1 - Primeiro dia de aula


Fanfic / Fanfiction My enemy is my teacher - Capítulo 1 - Primeiro dia de aula

Ellie POV

- Obrigada querida por ter nos ajudado por uma semana.- Sra Zamps dizia. - Volte sempre meu anjo.

- Irei voltar. -Digo e me despeço da Senhora de meia idade que administra o asilo. Era férias e eu só viajei por um final de semana para uma cidade pequena na qual minha avó morava. e eu sempre fiz trabalhos voluntários, sempre gostei de fazer isso.

Voltei para casa com o coração na mão, vou sentir muita falta das velinhas, acabei rindo pensando nelas. São ótimas amigas!! Fiz gestos de confirmação com a cabeça e as pessoas da rua acabaram me olhando, bom que seja.

Um dia depois.

Yan POV

Cheguei cedo na escola para me encontrar com a Sra Boston, estávamos na respectiva sala de aula que ela seria a professora e eu o aluno. Mas logo puxei ela para a enfermaria e fechei a porta, hoje é primeiro dia de aula, alunos chegaram e vão para o salão para a primeira palestra. Olhei para Eva que tirou seu batom vermelho e veio em minha direção.

- Yan só temos 20 minutos. - Ela disse e eu já a tinha beijado, Eu a prendi pra perto de mim segurando sua cintura com uma mão a outra estava embaraçado em seus cabelos loiros. Ela sentou numa maca que tinha ali e eu logo tirei sua blusa que deixou a mostra seu sutiã meia taça de renda, seu fecho era na frente logo tirei ele dali, seus seios apontados para mim e sem aviso prévio eu abocanhei no seu peito direito encanto no esquerdo apertava seu biquinho.

(...)

Estava já sem a blusa e com a calça abaixada, não tirariamos as roupas mas meu membro estava já pelo lado de fora e já vestia um preservativo, com a saia dobrada na cintura cheguei novamente a calcinha ou pedaço minúsculo de tecido puxei para o lado e entrei dentro dela e ela gemeu um pouco alto. Já estava intenso as estocadas até.

- Des-desculpa eu não vi nada. - no momento em que a porta foi aberta ela foi fechada brutalmente a menina tinha fechado os olhos ao me ver sem blusa.

-Filho da Puta sai de cima de mim.- Eva disse puta. - Achei que tinha trancado a porta.

-Eu também achei.

- Eu vou perder meu emprego e vou ser presa.-Vi Eva com seus olhos cheio de lágrimas e me levantei acabei a abraçando forte.

- Não vai não. - ela tentou afasta mas logo cedeu. - eu garanto que não.

- Mas ela nos viu. - Me lembrei que a menina logo ao me ver fechou os olhos, acabei dando um sorriso de lado.

-Ela me viu, não viu você.

Ellie POV

Um professor pediu para que eu levasse essa caixa que até a enfermaria, a caixa até que estava bem leve, deve ser lenços. Cheguei no corredor e estava vazio, havia um barulho estranho mas deve ser na enfermaria, alguém deve está montando algo lá. Acabei abrindo a porta que estava encostada.

-Bom dia.- Acabei olhando pra frente e levei um susto, era alunos fazendo sexo ali mesmo. -Des-desculpa eu não vi nada.- Fechei a porta espontâneamente rápido, deixei a caixa ali no chão, sai correndo, que vergonha, não acreditava que eu presenciaria isso logo no começo das aulas.

Cheguei perto de Olívia e contei o que tinha acontecido a mesma me olhou e riu de mim.

- KKKKKKKKKK às vezes penso se você é muito ingênua ou é só idiota mesmo.- ela dizia rindo

- Desculpa por ser atrasada.- Disse com um tom demonstrando que fiquei ofendida.

- Li, eu transei com Scot na sala de informática.

- É o que? - Cristian apareceu atrás de mim. -Essa é minha irmã. - Ambos deram um toque na mão e fiquei pasma como assim? E eu com quase 18 anos e nem sequer transei ainda.

- Scot o do time de basquete? - Ela confirmou com a cabeça

- Vai ter festinha na casa dele esse final de semana e nós vamos. -Olívia disse

- Vamos? -Ela confirmou.- Eu não vou não.

-Vai sim ou vou na padaria da sua família e peço.

-Ok, eu vou. -Juro se ela fosse lá na padaria dos meus pais ela ia convencer ambos em deixar eu dormir na casa dela e me obrigariam a ir.

(…)

Primeiro dia é só palestra pro terceiro ano. Mas muitos alunos acabam matando esse horário bom melhor assim mesmo.

Estávamos saindo do salão para ir no refeitório já que estava na hora, depois íamos nas para as salas que respectivamente seria nossas até o final do primeiro semestre. No corredor um cara bem alto de cabelos descoloridos passa por mim e Olívia no qual muitas pessoas ao nosso redor murmuravam coisas sobre ele.

- É o Yan.- diziam com gritinhos estéticos.-Perfeito como sempre. -E diziam coisas do tipo. Acabei olhando para Olívia e lhe lasquei Uma pergunta.

- Você conhece ele?. - Eu disse apontando com o queixo para o Yan

- Todo mundo conhece ele.- Ela disse olhando para frente. - Sabe o irmão dele também era bem popular, Liam Cooper, ele tinha começado trabalhar como médico da enfermaria antes de entrarmos aqui.

-E como você sabe disso tudo? -Disse incrédula de quanta informação ela tinha. Ela apontou para o celular e estava a vista um grupo do WhatsApp das líderes de torcida, ela não era uma mas como Cristian era jogador de futebol então ela acabou tendo vantagens em várias coisas.

- Li, você nem pense em chegar perto do Yan. -Ela disse me olhando. - Ele não é uma boa pessoa igual o irmão dele, os apelidos deles são Liam o anjo e Yan o demônio e não queira saber o porquê.

- Assim eu fiquei curiosa.-Ela me olhou sério e já estávamos adentrando no refeitório e vimos o nosso casal mais conhecido de longe e seguimos nosso caminho até eles.

(…)

Estava indo para minha sala junto com Susan, Olívia e Cristian acabaram em sala separada. Bom temos a educação física e química juntos. Tinha uma caixinha ensina da mesa com papéis enumerados, que fala exatamente onde nós vamos sentar, coloquei minha mão dentro dela e tirei o papel com o número 6, procurei pela minha mesa e avistei ela, era uma mesa no canto de uma janela que a visão da exatamente para o estacionamento dos alunos, Susan pegou o papel de número 14 que foi exatamente do meu lado.

-Que sorte.- Sussurrei mas auto suficiente para que Burns pudesse ouvir mostrando minha alegria na qual ela me retribuiu com um sorriso.

Começamos a conversar até que outra vez ele aparece na porta, não sei porque mas eu não consegui conter de olha-lo e segui-lo com o olhar até a caixa.

-Terrapara Ellie. -Disse Susan me tirando do transe, olhei para ela dizendo Oi e ela voltou a falar sobre algo do Cristian, naquela hora que voltei meu olhar para Yan o mesmo me olhou e levantou sua mão e seu dedo indicador até a boca mostrando silêncio, mas o que ele queria dizer era segredo sobre hoje de manhã, quando dei por mim a baixei a cabeça é só prestei atenção em Susan.


Notas Finais


Primeiramente desculpe os erros ortográficos.
E eu gostei muito de ter escrito esse capítulo.


Gostou da Fanfic? Compartilhe!

Gostou? Deixe seu Comentário!

Muitos usuários deixam de postar por falta de comentários, estimule o trabalho deles, deixando um comentário.

Para comentar e incentivar o autor, Cadastre-se ou Acesse sua Conta.


Carregando...