1. Spirit Fanfics >
  2. My eternal vampire (Mitw) >
  3. 4.3 - Promise us!

História My eternal vampire (Mitw) - Capítulo 40


Escrita por: J-Keey_2

Notas do Autor


Boa leitura

Capítulo 40 - 4.3 - Promise us!


Fanfic / Fanfiction My eternal vampire (Mitw) - Capítulo 40 - 4.3 - Promise us!

Pov.Lívia 

Estava na beira de minha cama pensando sobre o que eu e meus pais havíamos conversado agora pouco, sabia que eles e o resto estavam discutindo sobre algo sério na sala, dava para se ouvir uns murmúrios bem marcantes. Olhava ao redor de meu quarto vendo as fotografias penduradas na parede, e outras que estavam em cima de minha mesa. Várias delas era com meus pais e com o Pk. Sentia um aperto em mim, sabia que algo estava errado, não sabia o motivo e nem o porquê de eu sentir isso... mas sei que o motivo sou eu. 

Ouço um barulho em minha janela, vou até ela em paços leves abrindo a mesma, olho para baixo vendo Pk me olhando com uma cara de preocupado. Faço um sinal perguntando o que ele queria, o mesmo devolve um sinal falando para eu descer. Olho para trás vendo a porta por uns segundos, mas logo pulo da janela caindo em sua frente que me encarava.

Eu - o que houve? por que está aqui? 

Pk - vim ver se você está bem, porém vim por outra coisa também... minha tribo está preocupado quanto ao o que aconteceu hoje, viria Alan hoje falar com todos desta casa quanto a um assunto bem sério 

Eu - sinto que eu estou sendo o motivo disso tudo estar acontecendo 

Pk - como assim? - levanto meu olhar para o mesmo que me encarava confuso 

Eu - não sei ao certo, mas tem algo me dizendo que sou eu o motivo central de tudo - o mesmo encara o chão pensativo. Logo seu olhar foi de encontro ao meu 

Pk - não sei se te contaram, mas quando você era pequena, vários vampiros atacaram todos nós... mas o motivo era que diziam que nossa união iria trazer o despertar de alguém, talvez seja algo relacionado a isso - após ele dizer a palavra união... meu coração errou as batidas por uns instantes, queria falar com ele sobre isso, mas parecia que esse não era um momento certo, já era problemas demais que a gente está tentando pensar.

Mike - filha? - levo um leve susto olhando pra trás encarando o mesmo que me olhava assustado - não vi você no seu quarto, pensei que tivesse acontecido algo - o mesmo se aproxima de mim um pouco 

Pk - Mike... Alan quer falar com você hoje, a qualquer momento ele irá aparecer para debater sobre algo contigo 

Mike - creio que seja o mesmo motivo dos meus problemas - vejo ele dizer baixo, quase como um sussurro. Sabia que dali em diante só teria dor de cabeça para a gente

Eu - irei entrar, quero comer algo - antes que um dos dois dissessem algo, acabei saindo às pressas entrando dentro de casa dando de cara com meu tio Felps com uma cara séria - aconteceu algo? - o mesmo não me responde, apenas me olha com um suspiro pesado acompanhando sua tensão, logo o mesmo sai da casa me deixando para trás

Cellbit - relaxa Li, seu tio está só de cabeça cheia - o mesmo vem até mim me abraçando - quer que eu faça algo para você comer? - concordo com a cabeça sorrindo fraco para o mesmo que devolve o sorriso. Me sento no sofá enquanto ele foi para a cozinha. Encaro meu próprio pulso vendo minhas veias saltadas por causa de meu estresse. Vinha em minha mente várias frases que já ouvi em minha vida, como:

“aquela é a filha do rei e do Adão?”

“ela será uma das mais fortes”

“será que trará problemas?”

“devemos sentir medo dela ou não?”

“sinto que ela será um peso para todos”

“coitada, deve se sentir pressionada por ser a próxima da realeza dos vampiros” 

Já cansei de ouvir várias coisas do gênero, e tudo agora parecia fazer sentido o que diziam sobre mim... mas sinto que sou apenas uma vampira normal, sem um poder absurdo como todos esperavam

Cellbit - prontinho! - o mesmo deixa uma bandeira na mesinha de centro, nela havia uma xícara branca com café, e também panquecas com caramelo em cima junto com uns mirtilos. O mesmo da um beijo em minha testa - terei de sair um pouco, qualquer coisa chama o tio Batista ou o tio Tayr, eles estão no quarto deles ok? - concordo com minha cabeça sorrindo agradecendo o mesmo. Vejo ele sumir de minha visão me deixando sozinha no ambiente. Me levanto do sofá me sentando no chão em frente e a mesinha olhando a comida, encaro a xícara com café por uns instantes e logo vejo a bebida no recipiente balançar um pouco 

Eu - a natureza está furiosa hoje - olho para o vaso ao meu lado onde a rosa vermelha estava murchando, passo minha mão na flor vendo ela florescer novamente - tentarei acalma ela toda vez que possível 

Pov.Mike

Estava do lado de fora junto a Felps, Pac, e Cellbit, conversávamos com Alan e Pk

Alan - o que pretendem fazer quanto a isso? - o mesmo me encara 

Eu - já tomamos uma providência, chamamos todos os nossos amigos vampiros que conhecemos para poder bater de frente com aquela bruxa, mas, assim que a festa da Livia acabar, iremos em bora e vocês irão tentar se afastar para o mais longe possível 

Alan - espera, como assim?! eu e minha matilha iremos lutar com vocês também 

Pac - dessa vez não 

Felps - aquela bruxa está em um poder acima do imaginável, não daremos conta nem se juntarmos o planeta inteiro para nos ajudar 

Alan - e o que quer que façamos? que a gente fuja? 

Felps - quem criou vocês foi aquela bruxa, se vocês não se intrometerem ela não irá fazer nada com vocês, até porque ela não iria destruir uma criação dela - o mesmo suspira fundo como se estivesse perdendo a paciência 

Eu - e também... levem minha filha com vocês... a mesma consegue fazer uma barreira de proteção como muitos já viram, ela poderá assim despistar o poder dela 

Cellbit - sem contar que Felps ensinou a ela como anular os poderes de vampiro e sua própria energia, dali em diante vocês irão criar ela como se fosse uma de vocês, a bruxa irá procurar a Livia, mas ela nunca irá conseguir achar a mesma dessa forma, e ela ficar com os lobisomens será a forma mais eficaz e segura 

Pk - e quanto a vocês? - a gente se entreolha por uns instantes tentando soltar as palavras de forma tranquila 

Eu - não iremos voltar dessa vez - Alan da um paço a frente de forma negativa 

Alan - como assim? é assim que vocês lidam com as coisas?? hein?! 

Felps - não temos escolha! se ela quiser pode até destruir todas as raças desse planeta, entenda isso! - o mesmo da um paço pra trás encarando a gente, me aproximo do mesmo segurando sua mão 

Eu - apenas prometa, cuidar da minha filha, como se ela fosse sua - o mesmo fica relutante em responder, mas logo respira fundo olhando todos nós 

Alan - eu prometo!




















Continua....



Gostou da Fanfic? Compartilhe!

Gostou? Deixe seu Comentário!

Muitos usuários deixam de postar por falta de comentários, estimule o trabalho deles, deixando um comentário.

Para comentar e incentivar o autor, Cadastre-se ou Acesse sua Conta.


Carregando...