História My Everything - Capítulo 7


Escrita por:

Postado
Categorias Malhação
Tags Heloisa, Limantha, Samantha
Visualizações 233
Palavras 2.761
Terminada Não
NÃO RECOMENDADO PARA MENORES DE 18 ANOS
Gêneros: Drama (Tragédia), LGBT, Romance e Novela, Yuri (Lésbica)
Avisos: Bissexualidade, Homossexualidade
Aviso legal
Alguns dos personagens encontrados nesta história e/ou universo não me pertencem, mas são de propriedade intelectual de seus respectivos autores. Os eventuais personagens originais desta história são de minha propriedade intelectual. História sem fins lucrativos criada de fã e para fã sem comprometer a obra original.

Notas do Autor


Olha quem voltouuuu 😁
Me desculpem pela demora,e muito obrigada pelos comentários e favoritos ❤
Espero que gostem.
Já podem ouvir a música You are the reason - Calum Scott.

Capítulo 7 - We need you


Fanfic / Fanfiction My Everything - Capítulo 7 - We need you

There goes my hands shaking

(As minhas mãos tremem)

And you are the reason

(E você é o motivo)

My heart keeps bleeding

(Meu coração continua sangrando)

I need you now

(Eu preciso de você agora)

If I could turn back the clock

(Se eu pudesse voltar o relógio)

I'd make sure the light defeated the dark

(Certificaria-me de que a luz derrotou o escuro)

I'd spend every hour, of every day oh

(Eu passaria cada hora,de todos os dias)

Keeping you safe 

(Mantendo você segura)


POV LICA

-Lica?!Lica?!_Um par de mãos geladas seguram em meu rosto._Lica?!Olha para mim!

Minha visão estava desfocada pelas lágrimas,a voz me era conhecida,mas eu não conseguia identificar a quem pertencia e nem tinha força suficiente para tentar.

-O que está acontecendo?Por que ela não se move?

Eu sabia que estava sentada no chão,mas eu não me lembro de ter levantado da cama.

-Ela está em estado de choque._Alguém abre meu olho direito e uma luz forte me faz querer fechar-los.

"Era isso mesmo?Ela se foi?E uma maldita escada foi a culpada por acabar com a minha vida?"

-Querida bebe um pouco de água.

"Não,ela não pode ter ido,ela não se foi!"

-Sa-Samantha._Apoio minhas mãos no chão gelado tentando me levantar.

-Filha..._Segura em meus ombros._É melhor ficar sentada.

-V-vou ver a Samantha._Enxugo o rosto com a manga da minha blusa._E eu vou ver agora!

-Filha,não é uma boa idéia._Tenta me impedir de levantar novamente,mas sou mais rápida. 

-EU QUERO VER A SAMANTHA AGORA!_Consigo gritar com o resto de força que eu tinha.

Olho em volta,Tina e Keyla estavam paradas ao meu lado,o médico ainda estava na porta.

Minha mãe troca um olhar com ele.

-Senhora,você tem certeza?_Ele me olha.

-S-Sim.

-Eu vou com ela._Tina engancha seu braço no meu._Eu estou aqui okay?_Aceno com a cabeça,ela tenta abrir um sorriso mais falha miserávelmente.

Era claro o quanto todos estavam sofrendo.

-Me acompanhem._O médico começa a caminhar em nossa frente ,Tina me olha uma última vez e me da um empurrãozinho me fazendo andar.

Uma caminhada nunca foi tão difícil na minha vida,uma parte de mim queria mais que tudo sair correndo e entrar no quarto em que Samantha estava só para provar que ela estava viva e me receberia com aquele lindo sorriso.

E a outra parte queria parar no meio daquele corredo ,porque sabia que isso não iria acontecer,e tinha medo do que encontraria atrás daquela porta branca,pois sabia que assim que atravessasse ela ,meu mundo desabaria e minha vida nunca mais seria a mesma.

-Chegamos._O médico para e volta a nos encarar._Vou deixar-lás a sós. 

-Lica,você tem certeza?_Tina pergunta com a voz fraca.

-N-não. _O choro se prende em minha garganta,eu suava frio e minhas mãos tremiam.

-Não precisa fazer isso._Ela seca as lágrimas  que escorrem em seu rosto.

- E-eu preciso._Respiro fundo me preparando antes de girar a maçaneta da porta e dar um passo a frente.

Nada poderia me preparar para a cena que eu estava vendo agora.

Pisco três vezes antes de cair de joelhos ,com as mãos em frente a boca,um choro alto e sofrido sai de meus lábios .

Tina se ajoelha ao meu lado e me abraça chorando comigo.

"Era verdade..."

-Não,não,não,não. _Aperto sua blusa entre os dedos enquanto olhava para uma Samantha totalmente pálida deitada em uma maca._NÃO,NÃO!

-Lica..._Me desfaço de seus braços e me levanto com dificuldade,caminhando até a beira da maca.

-A-amor..._Sussurro entre as lágrimas tocando em suas bochechas pálidas e geladas._Amor f-fala comigo._Deslizo os dedos por cada traço de seu rosto perfeito._Amor...por favor..._Passo o dedo pelas suas pálpebras fechadas.

"Era isso?Eu nunca mais veria aqueles olhos castanhos claros que me tiravam de órbita?"

-Sa-Samantha,você n-não pode me de-deixar amor..._Fungo alto passando a manga da blusa nos olhos para desembaraçar minha visão. _Não pode..._Deslizo os dedos trêmulos pelos seus lábios carnudos.

Meu peito se apertava cada vez mais ,eu estava com dificuldade de respirar.

"Nunca mais iria beijar essa boca,e nem escutar o som de sua gargalhada contagiante."

Deito ao seu lado no espacinho que tinha,me agagarro em seu corpo inerte como se minha vida dependesse disso ,afundo minha cabeça em seu pescoço e desabo.

Choro como nunca chorei em toda minha vida.

"Eu nunca mais sentiria seus abraços calorosos e aconchegantes"

-Isso n-não tá acontecendo._Sussurro entre o choro.

"Ela se foi!"

-NÃO,NÃO!_Me levanto rápidamente._SAMANTHA ACORDA!_Balanço seu corpo desesperada._VOCÊ PRECISA ACORDAR!

-Para Lica._Tina tenta segurar em meus ombros.

-ME LARGA PORRA!_Me desfaço de seu toque._SAMANTHA?!N-NÃO FAZ ISSO,NOSSA FILHA PRECISA DE VOCÊ,EU NÃO AGUENTO SOZINHA AMOR!VOLTA PARA MIM!_Tina me puxa pelos ombros e me vira para ela.

-Heloísa!Olha para mim.

-ME SOLTA!SAMANTHA._Tento me soltar de seu aperto,mas ela tinha mais força naquele momento. _SAMANTHA,VOLTA SAMANTHA!

-LICA!OLHA PARA MIM!_Sinto meu ombro ser sacudido.

-SAMANTHA!

-LICA!_Mais uma sacudida._ACORDA!

"O que?"

-Calma Lica,é só um pesadelo._Pisco os olhos por conta da claridade._Foi so um sonho ruim._Olho para minha mãe que segurava em meus ombros.

"Espera?O que estou fazendo no quarto?"

-Cade a Samantha?!_Sento rápidamente na maca e minha cabeça roda._Cadê a Samantha ?!_Pergunto novamente.

-Calma meu bem._Dona Marta segura em meus ombros.

-Você foi dopada porque estava muito nervosa._Olho em direção a voz,era Tina.

"Foi um pesadelo?Então a Samantha não morreu?!"

Meu coração ainda estava disparado,minha respiração falha,e meu corpo estava suado.

Deixo um choro de alívio escapar,puxo minha mãe para um abraço apertado.

Por cima de seus ombros percebo que Keyla e Clara também estavam no quarto,elas me lançavam pequenos sorrisos.

-Por quanto tempo eu dormi?

-Ah..._Olha para o relógio em seu pulso._Uns 50 minutos.

-E a Samantha?_Meu corpo volta a um estado de alerta._Ela já está bem neh?_Olho para todas esperando uma resposta,mas ninguém faz menção de falar.

"Ah não..."

-N-não v-vão me dizer q...

-Não!_Clara se aproxima de mim e segura em minha mão. _É que..._Sua voz morre.

-É que o quê Clara?_Pergunto impaciente com esse suspense. 

-A Charlotte nasceu..._Pisco os olhos algumas vezes tentando assimilar o que ouvi.

"MEU DEUS DO CÉU MINHA FILHA NASCEU!"

Abro um sorriso tão grande que quase rasga o meu rosto ,e finalmente algumas lágrimas de felicidade tomam o meu rosto.

-Sim nasceu._Clara sorri de volta e se aproxima para me dar um abraço apertado.

-E ela está bem?Tem quanto tempo que ela nasceu?Vocês já viram ela?

-Lica...

-Ela se parece comigo ou com a Samantha?Ela é pequena ou grande?_Pergunto em um fôlego só arrancando gargalhada das meninas.

- Meu deus Heloísa,calma..._Tina ri.

-Parece com a Samantha neh?Por favor fala que ela é uma miniatura da Samantha...

-HELOÍSA!_Dou um sobressalto da maca arregalando os olhos com o susto.

-Por Deus Tina!_Coloco a mão no peito.

-Respira mulher!_Keyla finge estar me abanando com as mãos arrancando risadas de todos no quarto._Ela nasceu faz quase vinte minutos,e não,não vimos ela ainda,estão examinando ela ,mas parece que está tudo bem,logo vai poder ver ela.

-Ai eu to surtando !_Sento na ponta da cama quase morrendo de ansiedade.

-Jura maninha?_Clara ironiza. _Nem percebemos._Dou de ombros.

Eu estava feliz demais para me irritar com a Clara nesse momento.

-E a Sammy?_Pergunto me levantando da cama._Já viram ela?Ela está bem?_O sorriso de todos morrem e meu corpo volta a gelar.

- Lica nós não sabemos da Samantha._Minha mãe segura em minha mão. 

- Como assim não!_Me desespero._A Charlotte já nasceu!

- Calma filha.

"Que mania esse povo tem de pedir calma!"

- Eu não tô calma!Não me pedem calma!

- Lica ,a única coisa que sabemos é que a Samantha teve uma hemorragia pós parto,os médicos estão fazendo de tudo para conter._Me sento na cama e apoio a cabeça em minhas mãos. 

- Meu Deus!Isso não vai acabar não?!

-Vai ficar tudo bem Lica._Tina senta ao meu lado._Os médicos são excelentes,e a Samantha é forte,vai passar por essa.

Assinto com a cabeça sem força para responder.

Os minutos foram passando ,minha mãe tinha trago um suco de maracujá e me fez beber contra a minha vontade.

O resto dos meus amigos estavam na recepção,pois não podia ficar muitas pessoas dentro do quarto.

- Meu Deus!Eu não aguento mais ficar parada aqui!_Me levanto da cama e rumo em direção a porta.

-Onde está indo Lica?_Tina fica ao meu lado.

-Vou procurar por notícias!_Paro quase em frente a porta ,batendo o pé no chão de forma impaciente.

-Sabe que não vai adiantar nada ,não é?_Tina ergue as sombrancelhas.

-Afs!_Bufo irritada._Eu não aguento mais fi..._Interrompo minha fala abruptamente ,meus olhos crescem e meu coração dispara quando uma enfermeira entra no quarto empurrando uma incubadora com um pequeno embrulho rosa dentro.

"É MINHA FILHA ?AÍ MEU DEUS É MINHA FILHA!"

-É...é..._Gaguejo que nem idiota sentindo minhas pernas tremerem.

-AI MEU DEUS DO CÉU!_Vejo um vulto loiro passar correndo em minha frente até parar ao lado da incubadora._SOCORRO!MINHA SOBRINHA É A COISA MAIS LINDA DO MUNDO! 

-Para de gritar otária!Vai assustar minha afilhada_Tina da um tapa em sua nuca e Clara reclama._ITI QUE NENÉM MAIS LINDO!ME SEGURA QUE EU VOU ROUBAR!

-Depois a louca sou eu._Clara responde sem tirar os olhos da garotinha.

E eu?Estava petrificada no lugar sem conseguir mecher um músculo.

- Lica?_Keyla me cutuca._Não vai ver sua filha?

-E-u eu v-vou..._Eu estava me tremendo toda,meu coração batia rápido.

Eu não estava acreditando que aquela coisinha pequena era minha filha com a Samantha .

"ANDA IDIOTA!SE MOVE!VAI VER SUA FILHA!"

Meu subconsciente gritava ,mais meu corpo não obedecia.

-Quer pegar ela senhora Lambertini?_A enfermeira sorri simpática e abre a incubadora pegando a pequena no colo.

- EU QUERO!EU QUERO!_Tina pula na frente da mulher, mais Clara puxa ela para trás de volta. 

-Deixa a Lica pegar primeiro!

-Afs!_Reclama contráriada cruzando os braços._A Lica está que nem uma songamonga ali parada,parece que viu um fantasma.

-Tina!_Keyla chama sua atenção .

-Mais é verdade!

A enfermeira vai se aproximando e para em minha frente,agora eu tinha a visão do rostinho da minha princesinha de perto.

"AÍ MEU DEUS ,ELA É LINDA!"

-Fala oi para sua mamãe._A enfermeira brinca levantando a pequena mãozinha de minha filha no ar._Oi mamãe!_Faz uma voz infantil.

"Mamãe...mamãe..."

Abro um sorriso trêmulo antes de sentir minhas pernas fraquejarem e tudo apagar.

- LICA MEU DEUS!_Tina da um tapinhas no meu rosto._MULHER QUE SUSTO!

Olho ao redor ,eu ainda estava no quarto.

Levanto minha cabeça e a enfermeira ainda estava em pé em minha frente.

-Mas o que?!_Me levanto com a ajuda de Tina e minha mãe. 

-Você desmaiou sua lerda!_Tina me da um tapinha fraco na cabeça segurando a risada._Mais é uma frouxa mesmo!

-Ah não enche!

- Isso acontece muito._A mulher sorri._Geralmente com os pais na hora do parto,é a emoção. 

-Na verdade essa aí não pode ver um chão que já quer desmaiar._Todos gargalham e eu fecho a cara.

-Muito engraçado Tina!_Volto a atenção para o embrulho rosa e minha raiva se dissipa na mesma hora.

- Vai querer segura-lá?

-E-eu posso?

-Claro que sim!

-E se eu desmaiar de novo...e com ela no colo ,aí melhor não!_Respondo nervosa.

-Tenho certeza que você não vai deixar ela cair,fique tranquila._Afirmo relutante com a cabeça e a mulher vestida com um jaleco branco estende a pequena em minha direção. 

Pego ela sem jeito e a encosto no meu peito.

"AÍ MEU DEUS!EU VOU INFARTAR!"

Ela era tão pequenina que parecia que iria sumir em meus braços,o corpinho frágil,os olhinhos fechados,as mãozinhas tão pequeninas,a pele clara.

Todos ao meu redor somem,era como se tivesse só eu e ela naquele quarto.

Meu coração se enche por um amor tão grande ,que eu sabia que a partir daquele momento eu iria proteger ela com todo o meu ser.

-Oi meu amor..._Falo com a voz embargada por conta do meu choro._ Eu te amo tanto..._Me abaixo deixando um beijo em sua cabeça,sinto um cheirinho gostoso de bebê. 

Ela parecia confortável em meus braços,começo a contar todos seus dedos para ver se estava tudo certo.

Ouço risadinhas atrás de mim,mas nem me importo.

-Ela está bem ._A enfermeira começa a falar._O tombo não afetou ela em nada,ela não está abaixo do peso,e está super saudável. Parabéns mamãe._Sorrio feliz.

- Olha essa boca._Tina se apoia em meu ombro esquerdo. _Igualzinha da Samantha.

- Eu to apaixonada._Suspiro bobamente.

-Ela é perfeita, filha._Minha mãe beija minha cabeça,emocionada.

Pego na mãozinha de minha filha e ela aperta meu dedo.

-Ai ela parece um anjinho._Sorrio quase babando,nunca me csnsaria de olhar para ela._Ela é a cópia da Samantha,olha esse nariz,e os cabelos castanhos...

-A cor dos olhos devemos saber só amanhã._Clara para em minha frente.

-Deixa eu segurar?_Tina faz bico.

- NÃO!_Viro meu corpo de costas para o dela ,como uma criança que não quer emprestar a boneca .

-Ave!Você já segurou por um tempão!_Reclama . 

-Da licença que a filha é minha!_Continuo observando seu rostinho angelical.

Esse momento só ficaria mais perfeito se Samantha estivesse aqui com a gente. 

Sinto a tristeza me tomar novamente,uma lágrima solitária escorre pelo meu rosto.

-Princesinha,sabia que você é igualzinha a sua mamãe?_Acaricio sua bochecha vermelha._Ela é linda que nem você meu solzinho._Passo o dedo na ponta de seu nariz e ela franze levemente a testa._Ela está louquinha para te conhecer._Fungo secando meu rosto rapidamente com a manga de minha blusa._Ela vai sair dessa meu amor,ela é a pessoa mais forte que eu conheço...V-vai ficar t-tudo bem...

-Quer que eu segure ela filha?_Assinto com a cabeça,minha mãe pega Charlotte dos meus braços com cuidado.

Tina ,Clara e Keyla me abraçam no mesmo momento. 

-E-ela esperava t-tanto por e-esse momento..._Soluço entre o choro.

-Maninha,ela vai ficar bem._Clara me conforta._Logo ela vai abrir aquele sorriso lindo quando conhecer a Charlotte.

-E vai ser aquele sorriso dela que é o seu favorito Lica,aquele sorrisão que ilumina tudo e todos._Sorrio fechando os olhos com força.

-Vocês estão certas,obrigada.

-Agora que acabou o chororô,eu pego a Charlotte!_Tina me solta andando até minha mãe,mais Clara passa correndo em sua  frente 

-Nada disso!Eu sou a tia!Eu pego agora!

-E eu sou madrinha!_Tina aponta o dedo em seu peito .

- Eu sou irmã da Lica!_Ergue as sombrancelhas.

- Idai?!Eu sou melhor amiga!

-E eu sou melhor amiga da Sam!

-Se ferrou ,porque agora eu  também sou!_Tina rebate. 

-Quantos anos elas tem mesmo?_Keyla me cutuca e eu ergo os ombros.

- Eu que comprava cupcake para a Sam quando ela tinha desejo!_Tina bate o pé impaciente.

- Eu que cuidava da Sam quando ela chorava por causas dos hormônios.

- Eu assisti frozen umas vinte vezes com ela ,para distrair quando ela tinha cólica!

Enquanto elas discutiam,Keyla já tinha passado por elas,e pegado minha filha dos braços de minha mãe,que agora ria da cena sentada na poltrona branca do quarto.

E as duas cabeçudas nem tinha percebido.

-Vamos tirar pedra papel e tesoura então!_Tina sugere.

-Fechado!_As duas fecham as mãos em punho._Pedra,papel ,tesouraaa...GANHEI!_Clara solta um grito fazendo uma dancinha em comemoração. 

-Afs!Isso foi roubo!_Tina faz um bico emburrada.

-Perdeu samurai!_Clara se vira para minha mãe,e logo franze o cenho ao não ver Charlotte com ela.

-Está com a Keyla._Ela aponta para o canto onde minha amiga balançava Charlotte com cuidado, enquanto sussurava algo para a garotinha.

-O que??Ela cortou fila!_Clara reclama emburrada.

-Sua trapasseira!_Tina alfineta,Key finge que nem escutou . 

-Licença. _Me levanto rapidamente quando o médico responsável pela Samantha entra no quarto.

-A Samantha está bem ?_Quase pulo em sua frente,minhas mãos suando em nervosismo. 

-Felizmente conseguimos conter a hemorragia._Solto a respiração aliviada,minha vontade era de sair correndo e gritando que tudo ficou bem.

-Então ela vai ficar bem?_Dessa vez Dona Marta que pergunta.

-Ela perdeu muito sangue,tivemos que fazer uma transfusão,por esse motivo vamos manter ela essa noite na UTI para monitorar-lá ,mas é só por precaução mesmo,ela vai ficar bem.

-Ai meu Deus!_Pulo nos braços da minha mãe feliz da vida._Ela vai ficar bem!

-Se um meu amor ,eu disse que ela é forte.

-Muito obrigada Doutor._Sorrio emocionada e ele sorri de volta._Será que eu posso ver ela? _Pergunto suplicante.

-Olha...não poderia não,mais eu vou abrir uma exceção,tem que ser rápido ._Abro um sorriso enorme ._Venha comigo para se prepar.

Me viro para as meninas sorrindo,e elas sorriem de volta erguendo os polegares,depois sigo o médico para uma sala,onde coloco máscara,touca e a roupa adequada para entrar no quarto .

-Você tem cinco minutos._Faço um bico,mas não reclamo,afinal nem era para eu estar ali,ele somente abriu uma exceção.

Ele abre a porta,tremo em ansiedade andando para dentro do quarto.

Meus olhos se enchem de lágrimas quando vejo uma Samantha pálida ligada a algumas máquinas,que eu não fazia idéia para que serviam.

Isso me assustou um pouco.

Dou alguns passos até alcançar a maca,olho para seu corpo coberto até o peito com um lençol azul.

"Será que eu devo toca-lá?"

Observo seu rosto por alguns segundos procurando alguma expressão de dor,suspiro aliviada quando não encontro,sua expressão estava serena.

Olho para suas mãos e meio relutante eu as seguro com cuidado.

"Ela está aqui!"

- Eu tive tanto medo amor._Sussuro baixinho._Nunca fiquei com tanto medo na vida,eu entrei em desespero...Eu senti muita dor Samantha,só em pensar na possibilidade de perder você ...Porque você é meu tudo...E eu não consigo sem você meu amor._ Encosto a cabeça em sua mão deixando algumas lágrimas escaparem.

- Você tem que prometer que nunca vai me deixar...Eu não aguentaria passar por algo parecido de novo._Fico um tempo calada só para ouvir o som da sua respiração .

"Ela tá  respirando,tudo vai ficar bem"

- Nossa filha é perfeita Sammy._Levanto a cabeça de sua mão e abro um sorriso me lembrando da garotinha._Eu disse que ela seria parecida com você, é sua cara amor._Levo a mão até seu rosto e faço um carinho._Melhora logo,nós precisamos de você...

-Senhora Lambertini,temos que ir._Olho rapidamente para o médico e concordo com a cabeça. 

- Eu te amo muito Sammy._Beijo sua testa demoradamente._E nossa história está longe de terminar.


 


Notas Finais


Espero que tenham gostado ,bjs 😘😘😘


Gostou da Fanfic? Compartilhe!

Gostou? Deixe seu Comentário!

Muitos usuários deixam de postar por falta de comentários, estimule o trabalho deles, deixando um comentário.

Para comentar e incentivar o autor, Cadastre-se ou Acesse sua Conta.


Carregando...