História My favorite - Capítulo 4


Escrita por:


Notas do Autor


Uouuuu

Capítulo 4 - Máscaras part : 01



Ja eram 19:45, Lexa ja estava me aguardando em frente ao portão da minha casa, com seu motorista. Eu estava em um vestido vinho com um decote V nao deixando os seios tão a mostra, um batom vermelho sangue e cabelos num penteado sofisticado. Porque tem de ser tão atraente? Ela esta num vestido longo preto com uma abertura deixando suas pernas a mostra. Um gloss vermelho em seus labios carnudos e o cabelo jogado de lado com ondas nas pontas. Ela esta linda! Ela me prepara um sorriso encantador.

- Desse jeito você vai deixar todos babando, Lexa - digo num ar de brincadeira, ela sorri fechando os olhos, esses olhos. Dou um abraço e ela o retribui com outro mais apertado.

- Eu acho muito pelo contrario! Se é que me entende - ela diz sorrindo de canto, enquanto pairava sobre meu corpo. O motorista abre a porta para que possamos entrar, Lexa me da espaço para entrar primeiro.

Puta merda! Que mulher "cavalheira"

- Então, como foi a reunião? - fiz uma pergunta aleatoria e ela suspira sorrindo

- Você acredita que um dos investidores desfez o negócio encima da hora ? - ela diz com um ar de decepção.

- Eu acredito - digo - Meu pai ja passou muito por isso ! É uma droga - digo enquando sinto o carro de movimentar. 


- O que podemos esperar deste evento? - pergunto sorrindo e ela põe a mão nos joelhos nus

- É um tipo de Baile de máscaras, e, sua companhia é a melhor para isso.- disse sorrindo docemente - Também, como você não teve um dia tão bom, achei que gostaria de descontrair hoja - continuou ela

Fico boquiaberta 

- Baile de mascaras, interessante. - digo - E, sim, você salvou minha noite, Lexa. - terminei sorrindo e encarando seus belos par de olhos verdes

O carro para e o motorista se retira, abrindo a porta ao lado de Lexa. Uma fila de veículos caros diante de uma bela mansão. Com elegância, Lexa me entrega uma máscara vermelha forte, que combinava perfeitamente com a cor do meu batom.

- Srta.Woods, que horas venho busca-lá ?-  pergunta o motorista de Lexa

- Eu lhe ligarei, avisando. Obrigada Matt - ela o agradeceu e virou para mim novamente 

Algumas pessoas nos observam, olhares curiosos, eu creio. Lexa me com labios entre abertos e sorri fraco. 

- Hora de colocar a máscara! Haha! - ela diz, vestindo a sua mascara prateada simples, que a deixava sombria e com um ar de sensualidade. Tudo que eu conseguia ver do seu belo rosto é sua boca carnuda, mandíbula delicada e claro, o que chama mais atenção, seus belos e encantadores par de olhos verdes. Coloco minha mascara e sorrio, ela volta a me encarar, seu olhar esta sobre todo o meu corpo e agora em meus olhos.

- Você tem os olhos encantadores Srta.Griffin, mas eu gostaria de saber se posso segurar sua mão esta noite? - pergunta com um sorrido de canto 

Uau! Ela é ousada!

- Claro que sim! Não vejo problemas! - retruco e ela sorri de uma forma mais sensual. Caralho. Sinto mi has bochechas queimarem

Lexa segura minha mão, seguimos a multidão que vai conversando ate a entrada. Lanternas de papel compridas e de um vermelho pálido iluminam a entrada, e, a medida que nos aproximamos, da entrada, reparo que elas estão por toda parte. Essa casa é muito mais luxuosa que a minha umas dez vezes, caralho.

Dois seguranças responsaveis pela entrada, param ao nosso lado, ambos com sorrisos no rosto.

- Srta.Woods. Srta.Griffin, sejam bem-vindas a mansão dos Primes ! - diz eles. So podia ser os primes, mas como eles sabem que sou eu ? Só pode ser pela cabeleira loira.

Um tapete vermelho sangue atravessa o gramado e segue ao longo da lateral da casa, conduzindo-nos ao impressionante jardim nos fundos. Seguimos o tapete vermelho junto a figuroes de elite de Sidney vestindo suas melhores roupas e usando todos os tipos de máscaras, as lanternas iluminando todo o nosso caminho. Um fotógrafo guia os convidados para posar diante de uma treliça coberta de heras.

- Srta.Griffin! Srta.Woods! - nos chama e acenamos para ele, posamos rapidamente para uma foto. 

- Esse fotografo, não me é estranho - digo olhando para o homem que tirava fotos de todos os outros convidados.

- Ele é de Sidney Times, um cara chato pra caramba- diz Lexa sorrindo 

- Isso é verdade! - digo sorrindo junto e continuamos a caminhar. Ao final do tapete, garçons em ternos brancos carregam bandejas com taças transbordantes de champanhe, Lexa me oferece uma delas e eu aceito com bom gosto.

Nos aproximamos de uma grande pérgula branca adornada com versões menores de lanternas de papel. Sob ela, brilha uma pista de dança quadriculada em preto e branco e delimitada por uma cerca baixa com entradas em quatro dos lados. Em cada uma das entradas ostentam-se duas elaboradas esculturas de cisnes feitas de gelo.

Segurando minha mão, Lexa me conduz entre os convidados até a pista de dança onde outras pessoas estão dançando ao som de uma musica bem melancólica. Alguns simplesmente bebendo champanhe e outros conversando. 

- Eu realmente não estou acostumada a andar em eventos assim! - digo rindo de mim mesma e Lexa para olhando para mim em meio a todas as pessoas em movimento

- Pelo visto você não anda mesmo - ela sorri mais ainda - Acho que aqui tem cerca de umas 450 pessoas, por ai!- ela diz e voltamos a caminhar. Um jovem aparece em meio a multidão e agarra Lexa. Ele esta usando um terno preto e uma elaborada máscara que cobre pouco seu rosto.

- Tia! Que saudade! - ele diz com os braços envolvidos em Lexa.

- Olá, Aden, eu também estava com saudades mas não precisa apertar tanto - ela diz sufocada 

- Oh, desculpe-me - ele me olha 

- Ah, Aden essa é, Clarke Griffin, minha...- antes que ela possa terminar ele diz 

- Sua namorada! - ele diz e me abraça dando-me um beijo na bochecha 

- O quê? Não! - eu e Lexa falamos em sincronia e quando ele me solta nos encaramos, ela desvia o olhar e depois sorri.

- Clarke é minha amiga, Aden - diz sorrindo para mim 

- Oh, desculpe novamente. Olá Clarke, prazer, Aden Woods - ele me cumprimenta - Bom. Eu vou indo, até mais - se despede e some. 

Lexa o olha sair e segura minha mão novamente me guiando para um lugar mais reservado onde poucas pessoas estão. 

- Desculpe-me, pelo Aden, é que ele é...- 

- Heyy, Lexa não se preocupe, eu gostei muito dele e essas coisas acontecem, foi ate divertida a situação. - digo sorrindo, desvio o olhar por um segundo de Lexa e vejo um homem ao longe nos observar, sua mascara era preta, de lobo, deixava apenas sua boca a mostra. Parece o Bellamy.

Volto minha atenção para Lexa que me olhava e depois para onde eu estava com atenção.

- Clarke?!- ele me chama a atenção agora sem tirar os olhos de mim - Você esta bem ? Ficou pálida de uma hora para outra. - ela diz preocupada 

- Estou sim - digo  olhando em seus olhos verdes brilhantes, sua mão direita toca meu rosto me fazendo corar com o gesto. 

- Tem certeza ? - retrucou ela 

- Sim - respondi com um sorriso tímido.

O lugar onde estavamos era o pouco iluminado. Mais um garçom de branco movem-se sem esforço por entre a multidão crescente de convidados com mais garrafas de champanhe, enchendo minha taça com uma regularidade preocupante.                         Não posso beber demais, Não posso beber demais. Digo a mim mesma repetidamente, me sinto um pouco zonza, e não sei se é o champanhe ou a atmosfera carregada de mistério e excitação criada pelas máscaras.

Lexa segura minha mão, e seguimos algumas pessoa que iam até a tenda fora. O interior da tenta é deslumbrante. Três lustres enormes e baixos irradiam luzes coloridas sobre o forro de seda marfim do teto e das paredes. Deve haver pelo menos umas 50 mesas, taças de cristal, toalhas impecáveis de linho branco sobre as mesas, e, no centro, um arranjo primoroso de peonias cor-de-rosa em torno de um calendabro de prata. Ao lado uma cesta de guloseimas embrulhada em um papel de seda.

Nos aproximamos de duas belas mulheres, uma morena que usava um vestido verde brilhante com uma máscara veneziana combinando. Está radiante, nem um tensa, e me cumprimenta. 

- Olá, Srta.Griffin, é um prazer conhece-la! Você é linda! - a mulher morena. Como sabe que sou eu?

- Obrigada! Você também é muito bela! - respondo

- Mãe - Lexa a cumprimenta com austeridade, e elas trocam beijos - Mãe essa é Clarke Griffin, como você ja sabe, minha acompanhante - diz Lexa me apresentando novamente

- Uau! Então essa é a sua namorada, Lex? - a outra mulher pergunta  enquanto bebe o seu campanhe, e sorri - Brincadeira! Prazer em conhece-lá, sou Luna Woods, irmã de Lexa - ela me cumprimenta 

- O prazer é todo meu, e sem problemas! - digo sorrindo docemente 

- Luna! - A mulher morena a repreende

- Clarke, essa é minha mãe, Indra, e minha irmã Luna - ela diz 

Luna era bonita, atraente, apesar de estar de máscara, ela vestia um vestido laranja puxado para vermelho, e, uma máscara de gato dourada. Nos sentamos, todos na mesma mesa. Todos ao redor parecem exuberantes e jovens, embora seja difícil d8zer por causa das máscaras com bronze e negras, que estão usando.

- Então, Aden veio falar dela para vocês? - Lexa pergunta com um sorriso sarcástico

- Ele disse " A tia Lex trouxe uma moça, acho que é a namorada dela ". - Luna diz num tom malicioso e todas riem, Lexa me olha, estou sem graça com a situação

- Hey, baby, não fique envergonhada - diz num sussuro e com uma certa intimidade, caralho que voz 

- Tudo bem - digo levemente corada e dando um sorriso curto, ela volta a manter sua postura de sempre. Um casal chega até nos, CARALHO, SÃO CAMILLA E SHAWN.


[...]









Notas Finais


Cara esse capitulo é enorme então dividi em 2, segunda parte eu não sei quando postarei galera, mas ficou legal?

Gente quem curte mundo mistico, sobrenatural essas coisas ? Vou criar uma fic top, fiquem ligados!


Gostou da Fanfic? Compartilhe!

Gostou? Deixe seu Comentário!

Muitos usuários deixam de postar por falta de comentários, estimule o trabalho deles, deixando um comentário.

Para comentar e incentivar o autor, Cadastre-se ou Acesse sua Conta.


Carregando...