História My favorite student - Capítulo 4


Escrita por:

Postado
Categorias Bangtan Boys (BTS)
Personagens Jeon Jungkook (Jungkook), Park Jimin (Jimin)
Tags Amo Vocês, Amor, Bissexual, Capivaras, Colegial, Cupcake, Drama, Gay, Heterossexual, Homossexual, Hoseok, J-hope, Jikook, Jimin, Jin, Jungkook, Love, Namjin, Namjoon, Paixão, Pink Princess, Rap Monster, safadeza, Seokjin, Seul, Suga, Taehyung, Vhope, Yaoi, Yoongi
Visualizações 161
Palavras 2.894
Terminada Não
NÃO RECOMENDADO PARA MENORES DE 18 ANOS
Gêneros: Comédia, Ecchi, Esporte, Famí­lia, Ficção Adolescente, Hentai, Lemon, LGBT, Romance e Novela, Seinen, Shonen-Ai, Shoujo (Romântico), Slash, Violência, Yaoi (Gay)
Avisos: Adultério, Álcool, Bissexualidade, Heterossexualidade, Homossexualidade, Insinuação de sexo, Linguagem Imprópria, Nudez, Sexo, Violência
Aviso legal
Os personagens encontrados nesta história são apenas alusões a pessoas reais e nenhuma das situações e personalidades aqui encontradas refletem a realidade, tratando-se esta obra, de uma ficção. Os eventuais personagens originais desta história são de minha propriedade intelectual. História sem fins lucrativos, feita apenas de fã para fã sem o objetivo de denegrir ou violar as imagens dos artistas.

Notas do Autor


Oiiiiiiie minhas lifes
Turupon com6? Espero que sim!

Boa leitura

Capítulo 4 - 4


Fanfic / Fanfiction My favorite student - Capítulo 4 - 4

Ah, domingo... jimin não poderia estar mais feliz. Suas costas estavam doendo muito, sem falar que ele ainda tava um pouco envergonhado pelo o que tinha acontecido no vestiário, mesmo tendo uma conversa bem agradável com o professor no carro.

Várias coisas aconteceram ontem, o time do Kobe Korean -escola do jimin- ganharam, namjin é real, jikook quase foi... jimin passou uma boa parte da noite pensando no que tinha acontecido. Jungkook o prensou num armário de vestiário, beijou e mordeu seu pescoço e jimin meio que... gostou daquilo. Mas não era possível, ele sempre tivera certeza da sua heterossexualidade. Mas o perfume que o jeon exalava, um perfume único, seus toques macios... jimin queria senti - los novamente pra ser sincero. Ah! o que tava acontecendo com ele?

You:

Jin, você tem condições de vir aqui agr?

Pink queen:

claro, o que houve?

You:

explico quando você chegar aqui

Pink queen:

Oky, até daqui a pouco

You:

Até


Minutos depois...

Toc toc

-sim? -disse jimin vendo a empregada

-senhor, seu amigo tá aqui

-pode deixar ele entrar

A empregada deu espaço e jin entrou

-ui, que chique -o loiro disse rindo e jimin revirou os olhos- cadê o senhor e senhora park?

-teve uma emergência no hospital e meu pai teve que ir o mais rápido possível. E minha mãe deve tá no escritório relendo algum caso

-ah, entendo -ele disse se jogando na cama, ao lado de jimin- e ai? O que houve?

-primeiro me conta você. Como foi com o Deus da destruição? -perguntei curioso

-ah jiminnie... foi mágico -ele disse suspirando, ficando levemente corado

-trabalho com detalhes -jimin disse com a sobrancelha arqueada e o amigo riu. Ele contou tudo com seus mínimos detalhes e jimin ficou boquiaberto- viado...

-pois é... Se eu já era apaixonado por ele, agora tô mais ainda

-que bom...

-bem... chega de falar de mim mocinho -jin disse olhando pra jimin- qual o motivo de eu está aqui? Se você me chamou é porque aconteceu algo, não é...? -ele perguntou e em reposta o ruivo assentiu- então...

-ontem aconteceu algo que fez eu ter algumas... dúvidas...

-me fale mais sobre...

-ontem, quando o Namjoon te chamou, quando eu olhei pro Jeon ele fez um sinal pro vestiário e depois foi em direção dele, então eu segui ele até lá... chegando lá começamos uma discussão, porque ele disse que eu tinha ficado corado quando percebi que ele tava me encarando, então eu disse "cara eu sou hetero", ele riu e disse "ah, então você não se importa se eu fizer isso?" Me prensou no armário, segurou meu pulso e começou a beijar e morder meu pescoço -jimin disse de uma vez só e o loiro ficou boquiaberto

-espera, é muita informação pro meu cérebro -ele passou uns segundos parado sem piscar nem falar nada- viado... Tu gostou?!

-exatamente por esse motivo eu te chamei aqui, eu não sei ao certo, quando ele me prensou no armário eu ia dar um murro nele, mas ele segurou meu pulso, depois disso eu fiquei em êxtase. O perfume dele, as mãos... digo, pelo amor jin, eu sou hetero

-jimin, você gostou?

-e -eu...

-você queria mais? -ele perguntou e o ruivo não respondeu nada cabisbaixo

-só diz logo e deixa desse teu orgulho -jin disse, já sem paciência

-sim... -jimin disse por fim, se dando por vencido

-OH GLÓRIA, ESSE É O MEU MOMENTO! -jin disse escandaloso

-shiiiu, faz silêncio -jimin disse tampando a boca do amigo com uma das mãos, e o mesmo lambeu ela- eca!

-jimin, você não precisa ser gay... Você pode ser bissexual -o loiro disse- você já gostou de meninas?

-hyung... Eu nunca gostei de ninguém -jimin respondeu fazendo bico

-O QUE?!

-eu sempre tive muito ocupado estudando, nunca gostei de ninguém

-meu deus... quer dizer que o professor é a primeira pessoa que você já sentiu algo -jin perguntou e jimin assentiu, se encolhendo em seguida e apoiando a cabeça no joelho- wow...

-ah, não existe pessoa mais fodida que eu nesse mundo...

-ah, tem sim migo... eu, que puta dor na bunda -jin disse fazendo jimin rir

-ah jinnie, só você pra levantar meu astral

...


-ah, jin querido. Você tá bem? -perguntou a senhora Park quando viu os dois garotos na sala assistindo a um filme

-tô sim senhora Park. E a senhora? -ele perguntou formal, nem parecia o jin que jimin conhecia

-ah, tô bem sim. Já comeu? Quer algo?

-ah, não. Obrigado. Eu comi antes de sair de casa -ele disse sorrindo

-se quiser algo é só pedir, viu -ela disse, depois subindo as escadas, indo pro quarto pra descansar, pois havia passado a manhã toda vendo um caso que ela tava resolvendo


-sua mãe é um anjo de pessoa -jin disse voltando a atenção pra televisão

-menos quando se trata da escola de dança contemporânea -jimin disse suspirando

-o que ela diz quando você fala da escola?

-"se você quer fazer aula de dança contemporânea, pague sozinho senhor Park jimin. Pois, eu não vou gastar dinheiro com algo que não vai te dar dinheiro" -jimin disse fazendo uma voz fina e depois revirando os olhos

-mas viado... tu é rico, por que não paga?

-ai que você se engana meu caro amigo, meus pais são ricos... Eu não

-então procura um emprego

-de que? Eu ainda nem terminei o ensino médio -o ruivo respondeu cruzando os braços

-sei lá... de gari -o loiro respondeu naturalmente e jimin ficou boquiaberto sem reação- tô brincando idiota. Vê se tem vagas em lanchonetes, você pode ser garçom

-é uma ótima idéia a sua, depois eu procuro -jimin disse pensativo

De repente jimin sente o celular vibrar no seu bolso, quando vê é uma nova mensagem de uma número desconhecido

-que estranho... -ele diz baixinho pra ele mesmo

-o que? -jin pergunta curioso

-ah, nada importante... -ele disse guardando o celular no bolso da calça moletom e seu amigo arqueou a sobrancelha, mas ignorou

...

-hey viado, já vou -jin disse se levantando

-aigoo, já? -jimin perguntou com um bico nos lábios- tá cedo hyung

-ah, que menino pegajoso -o loiro disse revirando os olhos e sorrindo- tenho que ir jiminnie

-aish, okay... Quer que eu peça pro senhor Jaehyun te levar pra casa

-não precisa incomodar ele não, minha casa é perto daqui, vou andando

-você que sabe -jimin deu de ombros- deixa eu te levar na porta -disse por fim, também se levando e levando o amigo até a porta -tchau jinnie

-tchau jiminnie, te vejo amanhã? -ele perguntou e o menor assentiu- então, até amanhã

Quando jimin entrou pra dentro de casa novamente, lembrou do número desconhecido que havia lhe mandado mensagem e pegou o celular pra ver quem poderia ser

Número desconhecido:

Hey gato, de onde tu caiu tem pão mesmo?

You:

An... Quem é?

Número desconhecido:

Se adivinhar ganha um doce

You:

Não faço a mínima idéia

Número desconhecido:

Aish...
Também não vou dizer quem sou
Irei deixar que você descubra sozinho

You:

Aigoo...
Dá umas dicas

Número desconhecido:

Você me conhece
Sou do Kobe Korean
Você geralmente conversar comigo

You:

Namjoon?

Número desconhecido:

Yoongi

Número desconhecido:

NÃO!

You:

Aigoo, não tem mais ngm com quem eu converse

Número desconhecido:

Sério isso?
Vou dar mais uma dica, por que hoje tô bonzinho
Sou da sua sala

You:

Trocasse de número jin?

Número desconhecido:

NÃO É O SEOKJIN!
Agora tô chateado :/
Não vou dar mais dicas, descubra sozinho

You:

Aish, que injusto

Número desconhecido:

Mas enfim
Tá bem?

You:

Desculpa, minha mãe não deixa eu falar com desconhecidos

Número desconhecido:

Sério isso?
Mas não somos desconhecidos...
Você me conhece bem

You:

Nunca nem vi

Número desconhecido:

JEON JUNGKOOK

You:

ah, jungkook
...
Pera
COMO CONSEGUISSE MEU NÚMERO?
TÁ ME STALKEANDO?

Número desconhecido:

Não se iluda garoto
Se você não lembra, sou professor
Tenho os dados de todos os alunos
Inclusive os números de celular de todos

You:

Ah, entendi

Idiota:

Salva meu contato aí

You:

me obrigue

Idiota:

Você não ia querer isso jimin...

You:

O que você quer dizer com isso...?

Idiota:

🌚

You:

PERVERTIDO!
VOU TE BLOQUEAR

Idiota:

AHAHHAHAHAHAHAHAHHAHAHA
Ñ precisa fazer dilúvio em copo de café descartável
Tava brincando

You:

Seu contato já tava salvo, idiota

Idiota:

Sério?
Como tá salvo?

You:

"Idiota"

Idiota:

Ah, eu te odeio

You:

Odeia nada
Tu me ama u.u

Idiota:

Não se ilude, please
não quero ngm se iludindo amorosamente

You:

HAHAHAHAHA
o único iludido aqui é você amor

Idiota:

Amor?

You:

Sarcastic mode on

Idiota:

Nah -_-

You:

Iludido HAHAHAHAHA

Idiota:

Fazes o que?

You:

Nada importante
Só assistindo série

Idiota:

Vamos sair

You:

Não

Idiota:

Pq???? T-T

You:

Ah, eu não quero perder meu domingo com você

Idiota:

Caralho
Não precisa falar dessa forma
:(

You:

Tô tirando onda idiota
Vamos sim
Não tem nada melhor pra fazer...
De que hrs você vem me buscar?

Idiota:

No caso quem ia me buscar seria você Park jimin

You:

HAHAHAHAHAHAHAHAHA
Não meu bem
você vem me buscar ou vai ficar com saudade

Idiota:

Não se ache tanto Park
Só tô entediado

You:

ATA
coitado
Se eu disser agora que não vou mais, tu chora

Idiota:

Ah, intimidade é uma bosta
Vou te buscar às 17:00h
Esteja pronto

You:

Ainda estarei de pijama

Idiota:

Eu te ajudo a vestir uma roupa🌚

You:

Tô pensando seriamente em não ir mais

Idiota:

Relaxa
Eu não moido
Só se você pedir, claro

You:

Ah, não
Eu não gosto do que tu guarda entre as pernas

Idiota:

Ah, heteros... :/
Que decepção

You:

Bleh ><

Idiota:

Até mais tarde hetero top

You:

Até bixa poc

Idiota:

Olha a intimidade
Abusado

You:

HAHAHAAHAHAHAHHAHAHA
Ah, te odeio
Tchau

Idiota:

Tu me ama

You:

Amo naum

Idiota:

Se não me amas...
Então pq ainda tá aqui?

You:

Pq eu quero

Idiota:

Ah, tu me ama
Só aceita

You:

Se ilude não moço
Até mais tarde

Idiota:

Até gostoso
Jimin*
Corretor automático é doido né? Kkkkkk

You:

É sim delicioso
Jungkook*
Oushi, tais vendo?

Idiota:

Vou subentender que seu corretor tem o mesmo problema do meu🌚

You:

Não sei de nada
Tchau

O coração de jimin tava acelerado, como de uma garota de colegial. Será que era realmente amor?
Pela conversa jimin tava dando muito em cima dele, mas ele só foi pensando e escrevendo, não tem culpa se é um jovem com muitos hormônios.

-filho, o que houve que você tá tão feliz? -perguntou a senhora Park, que passava pra ir beber um copo de água e viu o ruivo com um sorriso bobi- tava falando com alguma garota? Hum? -ela perguntou com um sorriso malicioso

-que? N -não. Impressão sua mãe, eu tô normal.

-ah, okay... -ela disse, depois andando até a escada

-mãe? -ela olhou pro filho novamente- de 17h eu vou sair, okay?

-okay... Com quem?

-um amigo

-ah, entendi. Okay filho, pode ir -ela disse e depois subiu as escadas. Um sorriso maior ainda nasceu nos lábios de jimin

...

Já era 16:30. Jimin tomou um banho, vestiu uma calça de couro preta que lhe cabia perfeitamente e uma camisa da mesma cor da calça. Botou seus sapatos braços, os piercings na orelha, se perfumou, arrumou suas madeixas ruivas. Ele tava impecável

-senhor jimin, chegou um carro lá na frente e disse que era pra você -disse a empregada de mais cedo

-já tô descendo, obrigado -ele sorriu e a mulher saiu da porta do quarto. Jimin deu uma última olhada no espelho pra se certificar que tava perfeito, e não podia ser diferente, ele tava impecável.

Saiu do quarto, desceu as escadas e quando olhou pro sofá viu sua mãe que estava assistindo ao jornal

-mãe, já tô indo -ele disse dando um beijo na bochecha da mulher

-okay, tchau filho

-tchau

Ele saiu da sala, andou pelo extenso jardim, passando pela garagem e finalmente chegando ao carro de jungkook que estava estacionado na frente da casa.

-demora da porra, tava quase indo embora -jungkook disse quando ele entrou

-Boa tarde pra você também -jimin disse sorrindo sarcástico

-tô brincando trouxa, claro que eu te esperaria

-eu sei, tu me ama

-amo sim -ele disse e jimin corou, não esperava aquela resposta tão... direta- a propósito, arrasou, tá lindíssimo

-sempre fui, você quis dizer né? -jimin perguntou se gabando, jogando os fios ruivos pra trás

-okay, menos, bem menos -jungkook disse e jimin riu dando um tapinha no braço dele

-bem... Onde vamos? -jimin perguntou

-surpresa -jungkook respondeu sorrindo e jimin arqueou a sobrancelha confuso

-vou botar música, porque fica olhando pra tu me da tédio -jimin disse ligando o rádio, que tava tocando Gucci gang do Lil pump

-meu filho você devia tá lisonjeado de poder presenciar minha beleza natural tão de perto

-não... Não é pra tanto -jimin disse dando de ombros e jungkook ficou com a boca aberta num perfeito "O"

-QUE? -ele tava com o ego um pouco ferido sim, mas com certeza Park jimin tava brincando- ah, chegamos

Era a praça

-praça? -jimin perguntou confuso

-quando o sol se põe, o céu ganha tons alaranjados e rosados -jungkook disse suspirando olhando pro céu- é uma vista muito bonita e a praça, meu caro amigo, é o melhor lugar pra presenciar essa perfeição da natureza

Jungkook pegou na mão de jimin puxando ele em direção de um banco. O lugar não tinha uma pessoa, tava tão calmo. Geralmente as pessoas ficavam no parquinho ou nos quiosques. Aquele lugar era perfeito pra quem prefira o silêncio
 
Jungkook olhava de forma apaixonada pro céu, seus olhos brilhavam e um sorriso bobo nascia nos lábios finos dele. Jimin presenciava a beleza dele, sorrindo bobo também. Por mais insuportável que seja, jungkook era um homem bem bonito

-não olhe demais pra mim Park, eu sou uma beleza permanente. Essa você só vai conseguir ver agora -jungkook disse sem encarar o ruivo

-e -eu não... -jimin resolveu ficar calado e olhar pro céu

O céu tava rosado, algumas nuvens alaranjadas, a lua aparecia. Era de fato muito bonito e relaxante. Está ali com ele, era muito bom

-é muito lindo... -jimin disse baixinho

-sim... eu e meu pai costumávamos vir aqui quando eu era menor -de repente o rosto de jungkook ganhou uma expressão triste, fazendo o ruivo ficar confuso

-o que houve? -jimin perguntou

-nada, desculpa... Eu só... lembrei dele -ele disse e jimin pode ver uma lágrima escapar dos olhos do moreno

-ah, meus sentimentos... -jimin disse sem graça

-relaxa, o que aconteceu... aconteceu -ele disse secando as lágrimas- vamos só aproveitar o presente -ele disse sorrindo e jimin sorriu sem mostrar os dentes

Jimin  se sentiu especial por jungkook o ter levado a um lugar tão especial pra ele, como aquele. Mas por um momento ele pensou que jungkook poderia levar qualquer pessoa ali, que ele levasse qualquer pessoa que quisesse pegar. Ah, não... O cara até chorou na frente dele. Jimin era realmente especial pra ele

-vamo tomar sorvete -jimin propôs e jungkook sorriu animado- por minha conta

-ah, não... deixa que eu pago

-eu que vou pagar! -jimin disse sério

-relaxa jimin, só tô me fazendo de educado -jungkook disse fazendo o ruivo rir- quero de maçã verde

-aish, tá me achando com cara de empregada, quem vai comprar é você, eu já tô pagando -jimin disse dando o dinheiro a ele e o mesmo saiu resmungando- quero de morango -jimin disse alto pra ele ouvir

Minutos depois jungkook voltou com duas casquinhas de sorvete, um de morango e outro de maçã verde

-hm, sorvete é vida -jimin disse tomando o sorvete

-me deixa provar do teu -jungkook pediu

-não -jimin disse e o moreno fez um bico

-aish, por que você é assim?

-gosto de te ver fazendo biquinho -jimin disse rindo

-seu sonhos é morder ele, né? -jungkook perguntou dando um sorriso malicioso e jimin corado enfiou uma colher de sorvete na boca dele- Ha! Consegui

-idiota... -jimin disse rindo, ainda corado

...

-ah, obrigado jungkook. Eu me divertir muito -jimin disse ao sair do carro

-eu também, devíamos fazer isso mais vezes -ele propôs

-claro, se você pagar eu vou -jimin disse rindo- tchau biscoito, até amanhã

-tchau mochi

-mochi?

-você me lembra um... branquinho, fofinho, eu gosto e... eu tenho vontade de comer

-QUE?! PERMITIDO! -jimin disse boquiaberto e corado, quase da cor de seus cabelos

-nunca afirmei ser santo baby -jungkook disse piscando- te vejo amanhã?

-claro, infelizmente tenho que te suportar todo dia
 
-tu me ama, assume -jungkook disse sorrindo

-te aconselho a tomar a vacina contra o mosquito transmissor de ilusão migo, aparentemente você tá quase infectado -jimin disse rindo e o moreno deu língua pro mesmo

-tenho que ir, Tchau -jungkook disse dando seus sorrisos conquistadores

-tchau -jimin disse sorrindo acenando e vendo o carro ir embora

Jimin entrou em casa e viu sua mãe dormindo no sofá

-mãe? -ele chamou a mesma que se acordou assustada- vá pra cama, suas costas vão ficar doendo

Ela se levantou e subiu as escadas, enquanto isso jimin foi a cozinha beber um copo d'água, depois subiu pro quarto indo ao banheiro da suíte e tomou um banho gelado. Amanhã era mais um dia, uma semana começando, o fim do descanso

You:

Péssima noite biscoito

Pervertido:

Péssima noite mochi 🌚

You:

Ah, eu te odeio

Pervertido:

Te amo!
Até amanhã

You:

Até



Notas Finais


Digo nada... Nem observo
Jungkook tá todo pervertido, só quero saber quando jimin vai liberar o armário pra Narnia e vai assumir ser uma bixa poc como noizes

Gente me perdoa por quaisquer erro ou coisa sem sentido. Tava escrevendo com um sono, fazia tanto tempo que eu não tinha atualizado, tava devendo essa pra vocês.
Quando eu tô com sono, eu falo e faço coisas sem sentido, depois eu não me lembro. Tenho até medo

Enfim, espero que tenham gostado

Bjin, flw, tchau

Com amor, cupcakexxx


Gostou da Fanfic? Compartilhe!

Gostou? Deixe seu Comentário!

Muitos usuários deixam de postar por falta de comentários, estimule o trabalho deles, deixando um comentário.

Para comentar e incentivar o autor, Cadastre-se ou Acesse sua Conta.


Carregando...