História My favorite student - Capítulo 6


Escrita por:

Postado
Categorias Bangtan Boys (BTS)
Personagens Jeon Jeongguk (Jungkook), Park Jimin (Jimin)
Tags Amo Vocês, Amor, Bissexual, Capivaras, Colegial, Cupcake, Drama, Gay, Heterossexual, Homossexual, Hoseok, J-hope, Jikook, Jimin, Jin, Jungkook, Love, Namjin, Namjoon, Paixão, Pink Princess, Rap Monster, safadeza, Seokjin, Seul, Suga, Taehyung, Vhope, Yaoi, Yoongi
Visualizações 78
Palavras 1.844
Terminada Não
NÃO RECOMENDADO PARA MENORES DE 18 ANOS
Gêneros: Comédia, Ecchi, Esporte, Famí­lia, Ficção Adolescente, Hentai, Lemon, LGBT, Romance e Novela, Seinen, Shonen-Ai, Shoujo (Romântico), Slash, Violência, Yaoi (Gay)
Avisos: Adultério, Álcool, Bissexualidade, Heterossexualidade, Homossexualidade, Insinuação de sexo, Linguagem Imprópria, Nudez, Sexo, Violência
Aviso legal
Os personagens encontrados nesta história são apenas alusões a pessoas reais e nenhuma das situações e personalidades aqui encontradas refletem a realidade, tratando-se esta obra, de uma ficção. Os eventuais personagens originais desta história são de minha propriedade intelectual. História sem fins lucrativos, feita apenas de fã para fã sem o objetivo de denegrir ou violar as imagens dos artistas.

Notas do Autor


Oiiiiiiiiiiiie
Turupon? Espero que sim!

Boa leitura

Capítulo 6 - 6


Fanfic / Fanfiction My favorite student - Capítulo 6 - 6

Já era de manhã, hora de se levantar para mais um dia de aula, porém Jimin não estava se sentindo bem, ele estava com febre, sentia dor de cabeça, dor no corpo... Não tinha condições de ir pra escola.

You:

Jinnie
Não tô me sentindo bem...
Hj eu não irei a escola

Passou-se 5 minutos e Seokjin não respondeu, então jimin guardou o celular e voltou a olhar pro teto. Ficar doente é um saco, é verídico. Só restava a jimin ficar olhando pro teto. Seus pais estavam nos seus empregos, jin na escola... Não tinha ninguém para distrai-lo

Pervertido:

Por que não foi pra escola hj mochi?

You:

Ah cara
Não enche
Tô com 39 de febre, dor de cabeça, dor no corpo

Pervertido:

Ah, já tomou remédio?

You:

Não

Pervertido:

Tô indo ai
Levar remédio pra você

You:

Você deveria tá dando aula
Não?

Pervertido:

Hoje é minha folga

You:

Então como sabe que hj não fui a escola?

Pervertido:

Essa não é a questão
Tô indo ai te levar o remédio

You:

Não precisa
Jungkook?
Jeon?


Jungkook já estava off-line, jimin se esforçou pra chegar ao banheiro pra, ao menos, escovar os dentes. Jungkook não poderia ve-lo naquele estado

Minutos depois...

*toc toc*

-sim? -jimin tirou os olhos do livro que lia e olhou pra porta, vendo uma nova empregada que havia sido contratada a pouco tempo

-senhor Park, tem um homem chamado Jungkook dizendo que é seu amigo. Pode entrar? -ela perguntou tímida

-ah, sim -ele respondeu sorrindo pra ela, deixando a mesma corada. Ela se afastou, dando espaço para jeon entrar

Ela saiu do quarto e fechou a porta, deixando os dois a sós no quarto. Jungkook sorriu pro ruivo, mas jimin voltou a ler o livro e ignorou a presença dele ali

-nossa, vai realmente me ignorar? -ele perguntou fazendo um bico, mas jimin não respondeu- o que você tá lendo?

-aparentemente... Um livro -ele disse debochado arrancando um sorriso do mais velho

-sabia que você não ia aguentar, você sempre tem que dar alguma resposta debochada -ele disse se deitando ao lado de jimin na cama

Jimin ia dizer algo, mas decidiu deixar ele ficar ali, passaram um tempo calados. Deitados um ao lado do outro, encostados na cabeceira da cama.

-Jimin... Tem algo que você tem muita vontade de fazer, mas sabe que se fazer vai dar merda, mas se não fizer vai se arrepender... Vai pensar "por que eu não fiz isso?" -jungkook perguntou olhou pro ruivo que permanecia concentrado no livro

-que pergunta específica... -ele disse enquanto pensava- sei lá, acho que nao... E você? -perguntou também olhando pra jungkook, agora fazendo seus olhares se encontrarem, tão próximos um do outro

-sim, mas se eu o fizer... Não ia dar certo, mas sabe de uma coisa Park? -ele perguntou e jimin disse "hm?" -eu não me arrependeria, nunca

Ficaram se encarando por um tempo, os olhos de jungkook desceu pros lábios de jimin, o menor ao perceber ficou corado

-é...  J-jungkook você me trouxe remédio, não foi?  -jimin perguntou rompendo o clima quente que tinha se feito naquele lugar

-você tem razão -jungkook disse se levantando afobado e pegando uma sacola com vários remédios diferentes- fiquei com medo de você ser alérgico, então comprei vários

-ah, não precisava jungkook -jimin disse pegando a sacola

-aish, pega logo antes que eu me arrependa. Esses remédios me custou um rim -jungkook disse e jimin riu abrindo a sacola

De repente jimin ficou corado e jungkook ficou sem entender. Então jimin pegou um pacote de camisinhas e olhou pra ele confuso

-ah... -i -isso? Tavam distribuindo camisinhas, campanha contra doenças sexualmente transmitidas, peguei por educação -jungkook disse nervoso pegando o pacote da mão do garoto

Jimin balançou a cabeça algumas vezes voltando à órbita. Pegou uma cartela de comprimidos

-pega uma garrafinha de água dentro daquele frigobar pra mim -jimin pediu e jungkook assentiu, indo em direção do frigobar e pegando uma garrafinha de água e entregando ao ruivo.

Jimin tomou o comprimido e depois voltou a ler o livro. Jungkook fez um bico, ele queria atenção. De repente teve uma ideia, faria como um gatinho querendo atenção. Subiu na cama e foi engatinhando até chegar no ruivo e se enfiou no meio dos braços de jimin, ficando entre ele e  livro, depois se deitou ficando com a cabeça sobre os peitos de jimin

-o que você tá fazendo? -jimin perguntou confuso

-quero atenção mochi -disse fazendo voz de bebê e jimin não consegiu segurar um sorriso

Começou a acariciar os cabelos macios do moreno. Sua pele tão quentinha, seu aroma suave... Jimin tava adorando ficar daquele jeito. Passaram um bom tempo daquela forma até que ouviram a voz da senhora Park chamando por jimin. Jimin pegou um livro qualquer que estava perto da sua cama e começaram a fingir que estavam estudando

-filho -senhora park disse abrindo a porta e ao ver o Professor ficou confusa

-ah mãe, lembra do Jeon?  -jimin perguntou tentando disfarçar o nervosismo

-claro que eu lembro -ela disse sorrindo- Olá Jeon, tá tudo bem?

-ah, sim senhora Park. Como hoje é minha folga e jimin disse que não tava se sentindo bem, vim aqui trazer remédio e acabamos dando uma revisada nos assuntos escolares -ele disse dando um daqueles seus sorrisos que fazia qualquer pessoa acreditar nas palavras dele

-ah, entendi. Tá se sentindo melhor filho? -ela perguntou ao jimin que assentiu- okay, de qualquer forma, passei aqui pra dizer que vou pra casa da sua tia, ela não tá se sentindo bem, vou acabar dormindo por lá. E seu pai vai ficar de plantão no hospital, qualquer coisa me liga que eu venho pra casa -ela disse mandando um beijinho pra ele e saindo

-eles nunca param em casa? -jungkook perguntou quando ela saiu

-muito difícil... -jimin disse suspirsndo- você nunca me falou da sua mãe...

-eu já te disse que meu pai faleceu, mas não disse como, meu pai morreu quando eu tinha 13 anos, acidente de carro... Minha mãe... -ele suspirou antes de falar, como se estivesse se preparando- ela tinha Escrizofenia e cometeu suicídio, nisso eu tinha 8 anos. Depois disso era só eu e meu pai, quando ele morreu minha avó me criou, com 18 anos arrumei um emprego, com 19 comprei uma casinha pra mim, quando eu tinha 21 anos minha avó faleceu. Sinceramente, não conheço outros parentes -jungkook falou calmamente e jimin ficou boquiaberto

-desculpa jungkook, não queria te trazer lembranças tristes e... Meus sentimentos -ele disse sem jeito

-não precisa se preocupar mochi, mas não vamos falar sobre coisas tristes -ele disse dando um sorriso caloroso pra jimin, que ficou Impressionado com a força do Jeon- jimin, você talvez duvide do que eu vou falar agora, mas desde que eu perdi todas essas pessoas, minha vida tem sido somente escuridão, mas quando eu te conheci, eu finalmente vi uma luz -jungkook disse um pouco corado e jimin sorriu ao ouvir aquilo

Ficaram se encarando por segundos e jungkook foi se aproximando, jimim o encarou nervoso, mas não fez nada pra o impedir. De repente os lábios deles se tocaram, jungkook olhou pra jimim novamente, ele tava corado, aparentemente nervoso, mas novamente não fez nada pra impedir, então jungkook voltou a tocar seus lábios. Levou suas mãos até a cintura do garoto e iniciou um beijo calmo, depois pediu passagem com a língua que logo foi cedida, jimin apoiou suas mãos na nuca de jungkook. De repente ouviram batidas na porta e se separaram rapidamente

-sim? -jimin disse e a empregada abriu a porta

-seu amigo seokjin tá aqui

-pode deixar entrar -jimin disse dando um suspiro. A empregada deu espaço pra Jin entrar no quarto do loiro e ela fechou a porta

Quando Jin viu jungkook ficou boquiaberto, um silêncio constrangedor se instalou no quarto. Jimin e jungkook corado e jin sem elantender nada

-ah... Oi professor Jeon -jin disse quebrando o silêncio

-aqui fora pode me chamar de jungkook -ele disse sorrindo- de qualquer forma, tá na minha hora. Tchau jimin, se não melhorar tome os remédios que eu trouxe. Tchau seokjin -ele disse, depois indo em direção da porta 

-tchau -os meninos disseram em uníssono vendo ele sair do cômodo 

-okay... O que aconteceu por aqui? -jin perguntou com os braços cruzados e sobrancelha arqueada

-do que você tá falando? -jimin decidiu se fazer de inocente, mas Seokjin não caia no papo dele

-jimin, eu te conheço. Me fala logo -ele pediu autoritário

-okay, de manhã ele veio perguntar o porquê de eu ter faltado, aí disse que tava doente, então ele veio pra cá e ficou por aqui -jimin disse corado

-não aconteceu mais nada? -jin perguntou olhando nos olhos do amigo

-não... -jimin disse com a voz fina, sempre que ele mentia ele falava com a voz fina

-jimin, como eu disse a minutos atrás, eu te conheço. Quando mente seu tom de voz fica agudo e você olha pra direita pra não encarar a pessoas nos olhos -jin disse de braços cruzados- pensei que você confiava em mim...

-aish, deixa de drama. Claro que eu confio em você, mas eu fico envergonhado e...

-então quer dizer que realmente aconteceu algo!  -jin disse animado

-shiiiu -jimin disse tampando a boca dele- nos beijamos, foi só isso

-EU NÃO ACREDITO! -jin disse escandaloso- jimin, tu finalmente tirou o bv

-ixi filho, tirei antes de tu nascer -jimin disse ofendido

-aí que tá, eu nasci antes de você -jin rebateu rindo e jimin deu o dedo pra ele- okay, mas você gostou?

-não tive tempo de ter certeza, você nos interrompeu -jimin disse bufando

-me senti ofendido agora -o loiro respondeu fazendo bico- desculpa

-relaxa... A propósito, tu por acaso disse a ele que eu tinha faltado na escola?

-não, por que?

-hoje é folga dele, mas ele sabia que eu não tinha ido pra escola. Ele tem algum tipo de informante? -jimin perguntou rindo

-acho que sim

...

Enquanto isso, não muito longe dali...

You:

Tae, fui na casa dele hj

Tae:

E aí?

You:

Nos beijamos :D

Tae:

Feliz por você amigo

You:

Eu realmente gosto dele tae *-*
Só não sei se é recíproco
As vezes parece ser, mas... Sei lá :(
Mas eu vou fazer de tudo pra descobrir
Não importa o que eu tenha que fazer

Tae:

oky...
Mas se não se importa
Eu tava fazendo um tratamento de pele
Intt... Tchau

You:

Aish... :/
Tchau

...

-tchau jiminnie, qualquer coisa me liga -Jin se virando pra ir embora

-okay, tchau jinnie. Amanhã provavelmente eu vou pra escola -jimin disse e o amigo acenou indo embora


Jimin entrou na enorme casa e ficou pensando o que poderia fazer, agora que tava sozinho. Até que seu celular vibrou

*nova mensagem*

Pervertido:

Mochi?
Tá melhor?

You:

Tô bem melhor
Provavelmente amanhã eu vou pra escola

Pervertido:

YEEY

You:

A propósito
obrigado por me trazer os remédios

Pervertido:

Não tem de que :)
Ah, jimin...
Me desculpa pelo o que aconteceu...

You:

Rlxx
Boa noite

Pervertido:

Boa noite :D 


Notas Finais


Ah gente, desculpa a demora. Eu tô sem criatividade, a propósito, se o capítulo tiver ruim... desculpa mesmo

Bjin

Com amor, cupcakexxx


Gostou da Fanfic? Compartilhe!

Gostou? Deixe seu Comentário!

Muitos usuários deixam de postar por falta de comentários, estimule o trabalho deles, deixando um comentário.

Para comentar e incentivar o autor, Cadastre-se ou Acesse sua Conta.


Carregando...