História My favorite vampire (l.s) - Capítulo 12


Escrita por:

Postado
Categorias Harry Styles, Louis Tomlinson, One Direction
Personagens Harry Styles, Louis Tomlinson
Tags Larry Stylinson
Visualizações 39
Palavras 1.124
Terminada Não
NÃO RECOMENDADO PARA MENORES DE 18 ANOS
Gêneros: Aventura, Crossover, Ficção Adolescente, Mistério, Romance e Novela, Shoujo (Romântico), Sobrenatural, Suspense, Universo Alternativo, Yaoi (Gay), Yuri (Lésbica)
Avisos: Álcool, Drogas, Homossexualidade, Insinuação de sexo, Linguagem Imprópria, Tortura, Violência
Aviso legal
Os personagens encontrados nesta história são apenas alusões a pessoas reais e nenhuma das situações e personalidades aqui encontradas refletem a realidade, tratando-se esta obra, de uma ficção. Os eventuais personagens originais desta história são de minha propriedade intelectual. História sem fins lucrativos, feita apenas de fã para fã sem o objetivo de denegrir ou violar as imagens dos artistas.

Notas do Autor


Boa leitura.

Capítulo 12 - Princesa em perigo


Fanfic / Fanfiction My favorite vampire (l.s) - Capítulo 12 - Princesa em perigo

E pela segunda vez em apenas um mês Louis sentia que estava nas nuvens, em uma cama tão grande e tao confortável. A não ser pela sua cabeça latejando e claro, e não podemos esquecer do seu estômago que se revirava por estar vazio e enjoado.

Louis estava uma merda.

Sem abrir os olhos viu um flash da noite passada, passar lentamente em sua cabeça, e só de lembrar a quantidade de álcool que ele ingeriu... Ew!!

Não era um pensamento que ajuda muito nesse momento de ressaca.

- A princesa já acordou? - Louis estreceu ao ouvir aquela voz rouca e grave.Fazia só uma semana que não a ouvia, mas parece que fazem séculos. Louis abriu os olhos lentamente para se acostumar com a claridade do quarto, e quando conseguiu ver com nitidez as coisas viu que era o mesmo quarto em que ele estava a alguns dias atrás (ele nao estava casa novamente...). O rapaz correu seus olhos pelo quarto ate que achouvo dono da voz, Harry estava sentado numa poltrona que ficava do outro lado do quarto. Ele tinha uma expressão vaga seu rosto, e seus olhos estava totalmente voltados para Louis, o menor se remexeu desconfortável na cama, 1) Harry o encara como se pudece ler sua alma; 2) ele jurava que a qualquer momento colocaria o seu bolo alimentar para fora (ou não já que no seu estômago só tinha alguns resquícios de álcool e suco gástrico). 3) Louis estava literalmente uma bagunça, o seu cabelo todo desgrenhado, suas bochechas vermelhas causada pelo enjôo e dor de cabeça, pele um pouco oleosa por ter acabado de acordar. É ele fedia a suor seco, álcool e cigarro. Talvez não fosse uma imagem tão bela de se ver. Se não estivesse tão debilitado com toda certeza já teria saido correndo daquele lugar.

Porra, Louis só queria sua casa. Sua cama não era tao confortável quanto aquela, mas não teria que passar por esse constrangimento.

- Oque eu estou fazendo aqui? - Louis perguntou baixo, e sua voz saiu falhando. - Oque você esta fazendo aqui?

- Crianças não deveriam beber tanto, e nem ir em festas sozinhas. - Louis o olhou com uma certa raiva. Harry vestia uma calça skinny preta, uma blusa branca que permitia ver boa parte de suas tatuagens, um pequeno coque no cabelo (adorável) e claro, suas inseparáveis botas. Louis teve vontade de rir quando viu que Harry sempre estas com elas nos pés, mas então lembrou que estava bravo e voltou a formar uma carranca.

- Eu não sou a porra de uma criança Styles. - disse o menor num tom em que ele jugava parecer ameaçador. - e não e que como se eu precisace de uma babá.

- Certo, se lembra de alguma coisa? - Louis da de ombros visivelmente desinteressado.

- Será que eu posso tomar um banho? - disse baixinho. - Eu estou uma merda.

- Ainda bem que você sabe. - concordou Harry indiferente.

- Alguém já mandou você ir tomar no seu orifício anal hoje, styles? - Harry se segurou para não rir.

- Você sabe aonde fica o banheiro. - deu de ombros.

Louis contou ate três mentalmente, e então saiu correndo em direção ao banheiro. Quando o menor chegou lá apresadamente vomitou todo um líquido amarelo, dentro do vaso sanitário.

Harry escutava tudo enquanto fazia uma cara de nojo.

****

Depois de lavar a boca, e tomar um bom banho, Louis sai do banheiro com uma toalha amarrada na cintura. E quase congela ao ver Harry sentado na cama com um sorriso nos lábios.

- Oque você esta fazendo aqui? - pergunta o menor com o cenho franzido. Styles olha todo o seu corpo, as gotinhas de agua que escorriam pelo seu peitoral molhado, seu cabelo molhado e em uma bagunça adorável, as tatuagens que agora dava para ver melhor. Harry morde os lábios.

- Vim trazer uma roupa e uma box para você usar. - disse com sua voz mas grave e sem tirar os olhos do pequeno corpo de Louis.

- Ta, agora vaza. Eu quero me vestir.

- eu vou estar lá em baixo te esperando. - Harry levanta da cama, seu rosto volta a ficar sem expressão e seus olhos um tanto vazios?...

Mas também quem o culpa? Depois de viver tanto tempo, ver tantas coisas, ver tanto sofrimento... Ver as pessoas irem embora sem ao menos sem despedirem. Ver pessoas que ele amava mortas, talvez Harry fosse só mas um ponto vazio, uma alma já morta a muito tempo, condenada a vida eterna.

Harry saiu do quarto fechando a porta atrás de si, só então Louis se permitiu voltar a respirar. Depois de vestir a box (que o mesmo percebeu ser nova) uma camisa que julgou ser de Styles, já que a mesma pegava quase na metade de suas coxas, e uma calça de moletom. Louis deu uma ultima ajeitadinha em seu cabelo antes de sair a procura de Styles.

Assim que chegou na sala Tomlinson já viu Harry sentado em um dos sofás, Louis se apressou e sentou no sofá em frente. Louis ficou esparramado no sofá esperando Harry falar alguma coisa, mas nada veio do maior. Decidindo quebrar o silêncio (e talvez a tenção) começou a falar.

- Cadê o Zayn?

- Para que você quer saber, do Zayn? - perguntou o cacheado com uma carranca.

- Por que ele que me trouxe para ca. - disse olhando para o teto, então olhou para Harry e os dois ficaram se encarando - Não foi?

- Sim - Styles suspirou. - Ele nao esta em casa. - passou a mão em seus cabelos desfazendo o coque. - Sabe o que aconteceu ontem na festa?

- Não?

- Três pessoas desapareceram ontem a noite no mesmo local em que você estava e foram encontradas hoje pela manhã, mortas.- Louis fez uma cara totalmente surpresa em um perfeito "o". - Ainda não foi identificado a calsa da morte. Eu não quero você mas nesse tipo de lugar, Louis.

- Pena que você não tem que querer nada. - sentou com a coluna reta e as pernas cruzadas. - eu realmente sinto muito por essas pobres pessoas, mas não vou parar minha vida por isso Harry.

Harry suspirou fundo, ele estava somente querendo proteger aquele idiota teimoso. O cheiro de Louis era tão forte e tão doce, seu sangue pedia para ser saboreado. Mas ele estava usando todo o seu alto controle, parece que levar Louis para sua casa não era uma boa idea.

Quando Harry já estava pronto para chingar Tomlinson, uma terceira voz se fez presente na sala, fazedo Harry se estremecer.

- Você trás a sobremesa para casa e nem me chama maninho?...Não foi assim que te ensinei, estou chateada.


Notas Finais


Espero que tenham gostado :)

Beijos e se cuidem ❤


Gostou da Fanfic? Compartilhe!

Gostou? Deixe seu Comentário!

Muitos usuários deixam de postar por falta de comentários, estimule o trabalho deles, deixando um comentário.

Para comentar e incentivar o autor, Cadastre-se ou Acesse sua Conta.


Carregando...