História My First Love ❤ - Capítulo 11


Escrita por:

Postado
Categorias Saint Seiya
Personagens Afrodite de Peixes, Camus de Aquário, Freya, Hyoga de Cisne, Ikki de Fênix, Isaak de Kraken, Jabu de Unicórnio, Pandora, Saori Kido (Athena), Seiya de Pégaso, Shiryu de Dragão (Shiryu de Libra), Shun de Andrômeda, Shunrei
Tags Amor, Hyoga, Ikki X Pandora, Lemom, Meu Primeiro Amor, Romance Gay, Saint Seiya, Seiya X Saori, Shun, Yaoi
Visualizações 152
Palavras 1.316
Terminada Não
NÃO RECOMENDADO PARA MENORES DE 18 ANOS
Gêneros: Aventura, Drama (Tragédia), Famí­lia, Ficção Adolescente, Hentai, Lemon, Poesias, Romance e Novela, Yaoi (Gay)
Avisos: Heterossexualidade, Homossexualidade, Insinuação de sexo, Linguagem Imprópria, Nudez, Sexo
Aviso legal
Alguns dos personagens encontrados nesta história e/ou universo não me pertencem, mas são de propriedade intelectual de seus respectivos autores. Os eventuais personagens originais desta história são de minha propriedade intelectual. História sem fins lucrativos criada de fã e para fã sem comprometer a obra original.

Notas do Autor


Oi galera!

Voltei mais cedo por que estou de férias rsrsrsrs.

Aviso : antes de vocês comecarem a lê, preciso conta pra vocês que esse capítulo tem lemon, se não gosta, não le.


resolvi colocar ele logo agora por que já estamos entrando na reta final da história. E gente, tudo o que é bom, dura pouco. Talvez tenha só mais três ou dois capítulos, não sei ainda direito.

Boa leitura.

Capítulo 11 - Cap 11 ( Nossa primeira noite de amor)


Fanfic / Fanfiction My First Love ❤ - Capítulo 11 - Cap 11 ( Nossa primeira noite de amor)



LEIAM AS NOTAS INICIAS



  Era um sonho ou era realidade? o amor da minha vida estava me pedindo em casamento, mas qual seria minha resposta?

"Tudo o que eu queria Shun, era dizer ( eu quero meu amor ) tu sabe como é grande meu amor por ti. Tu é minha vida, é a rosa mais preciosa do meu jardim. Es o único motivo de eu ainda está vivo , e não está morto enterrado de baixo da terra, sendo comido pelas as minhocas. Es a única razão do meu coração ainda está batendo, sinto ele chamando seu nome a cada batida. Es como o ar que respiro, Sem ti Shun, eu nunca saberia o que é está vivo. "

-Está mesmo me perguntando isso ?- perguntei passando minhas mãos sobre seu rosto pequeno e angelical.... Tocando com delicadeza sua pele macia e suave. Olhando aqueles pequeninos olhos me observando com amor..... Amor que só eu poderia lhe dá..... Aproximei meu rosto junto ao seu e tomei seus lábios, em um beijo, suave e apaixonante..... Segurei sua nuca o puxando pra mais perto de mim.... Shun se acomodou em cima do meu colo, puxando meus cabelos , e sussurrando coisas obscenas no meu ouvindo.Eu nunca tinha enchegado Shun daquela forma que ele estava agora, eu o mal o reconhecia......Com um das mãos , Shun começou a passar a mão no meu peito, até chegar no meu abdome, Shun adentrou sua mão dentro da minha camisa, massageando e subindo a mão ate meus mamilos, enquanto sua língua entrava dentro da minha boca, passando levemente ele pelo o céu da minha boca....... Shun começou a rebolar em cima do meu colo, e eu seguirei sua cintura o incentivando a parar...- Para Shun, não sei se vou consegui aguentar por muito tempo. - Falei entre gemidos, mas Shun pareceu não escutar. Ele continuou a fazendo o que estava fazendo, enquanto sua mão direita brincava com os meus mamilos.....

Seria loucura fazer sexo no parque? pra mim não...... Eu sou louco de mais pra isso..

Minha língua explorava cada cantinho da boca do Shun, enquanto ele continuava sentado no meu colo, suas mãos arranhava meu abdome, deixando marcas de unhas, mas eu não estava ligando pra isso... o amor da minha vida , estava ali, todo entregue a mim, o mínimo que eu deveria fazer era o amar mais e mais....

Shun separou nossos lábios por um instante, e so pós a me encarar com aqueles olhos verdes tão pequenos. Parecia que eu conseguia ver a pureza da sua alma, através de um só olhar.........

-Eu te amo.- Shun sussurrou aproximando os lábios da minha orelha, e o mordendo o módulo da mesma logo em seguida. Depois desceu os lábios até o meu pescoço, deixando rasto de saliva, a cada beijinho que ele dava. Sentir meu corpo esquenta, meu coração começou a bater, minha visão já estava embasada por causa da excitação. Fazer aquilo com o Shun, era como tirar a inocência de um anjo. será que era certo o que estava fazendo ? isso não me interessava mais. Shun desabontou minha camisa, deixando meu abdome descoberto, E seguiu descendo os beijos por todo meu peito, até que saiu de cima do meu colo e se ajoelhou na minha frente, Shun continuava com o contado visual comigo, enquanto sua mão abria o zíper da minha calca. e puxava meu pênis pra fora. Sem pensar duas vezes, Shun passou sua língua por toda a extensão do meu pênis, chegando até minhas bolas e as chupando , colocAndo uma de cada vez na boca, enquanto sua mão massageava a outra, em movimentos circulares. Depois Shun, passou pra outra colocando na boca, e a sugando com toda as forças.

Parou de sugar minhas bolas, e voltou a lamber toda extensão do meu pênis, até chegar na ponta... Sem dizer nada, Shun abocanhou meu pênis, chupando somente a cabecinha, depois enfiando tudo na boca, lentamente , fazendo movimentos de vai e vem lentos, e suaves..... Eu estava ficando louco com àquilo, muito louco mesmo. Segurei os cabelos do shun, o incentivando a continua com aqueles movimentos, me levantei do banco ficando em pé, para facilita ainda mais o trabalho de Shun. Ele enfiava tudo na boca e retirava de novo, enquanto meus dedos entrelaçam seus cabelos.

Podia sentir sua garganta contrair toda a vez, que ele engolia tudo .

-Ah Shunyy.....- Gemi baixinho segurando seu cabelo, empurrando sua cabeça contra o meu pênis, fazendo movimento de vai e vem lentos, para não machuca-lo , depois de alguns minutos, me desfez em sua boca, e shun engoliu tudo .

Shun olhou pra mim, limpando a boca constrangido...... Se levantou e ficou em Pe na minha frente.

-Fui bem? - perguntou envergonhado, desviando o olhar de mim e olhando para os próprios pés. O encarei incrédulo .

-Como assim " fui bem "? você foi incrível Shun. - Respondi passando as mãos em seu rosto. E o puxando para um beijo ardente, cheio de luxúria e amor.Minha língua entrou em sua boca, passando ela por cada cantinho..... Shun pulou em meus braços, e entrelaçando suas pernas na minha cintura, enquanto nossas línguas bricavam por um lugar dentro da boca... Levei minhas mãos até as nadegas do Shun, apertando as mesma, enquanto ele gemeu manhoso do pé do meu ouvido.

-Hyoga....- Gemeu puxando meus cabelos e separando nossos lábios e seguindo trilhas de beijo pelo meu pescoço....

Sem pensar em nada,.deitei Shun em cima da grama e tirei sua camisa, levei meus lábios até aqueles mamilos rosados e passei a língua lentamente, em cada um deles. Depois de alguns minutos, eu já estava sugando eles freneticamente, enquanto Shun gemia loucamente de tanto prazer.

Parei de suga-lo os mamilos de Shun, recebendo um gemido de reprovação e desci os lábios, fazendo uma trilha de beijos, até chegar o zíper da calça, de Shun,. abri ele lentamente e devagarinho tirei sua calça com a cueca junto, Enquanto aqueles olhos verdes observava cada movimento que eu fazia....

-Abre as pernas um pouquinho Shun. - falei em um tom superior. Shun rapidamente abriu as pernas, dano aquela bela visão da sua entradinha rosada, esperando para ser envadida por mim. Passei a língua nela, vendo Shun de contrair cada vez, mas gemendo baixinho de prazer...

-Hyoga.... Ta doendo.-Shun soltou um gemido sofrido, quando eu penetrei o primeiro dedo, depois coloquei o segundo fazendo movimentos de tesoura.....

-Shun, está preparado? - perguntei o encarando. tinha lágrimas nos seus olhos, Shun apenas confirmou com a cabeça, e mordeu o canto inferior dos lábios.

Passei a cabecinha do meu pênis, em sua entrada, e Shun se contraiu.... Beijei seu pescoço para ele relaxar um pouco, e forcei a cabecinha do meu pênis contra sua entradinha rosada, e o penetrei lentamente, Shun começou a soluça, ate pensei em para, só que ele olhou em meus olhos e sussurrou " eu aguento".

até que em enterrei todo dentro dele, e comecei a fazer movimento de vai e vem lentos. Até que sentir que Shun estava mais confortável, e aumentei a velocidade, o estocando cada vez mais rápido e fundo.

Shun abria a boquinha e dava um gemido mudo, cada vez que aceitava sua próstata, comecei a masturba-lo de acordor com a velocidade do meu quadril, até que se desfez na minha mão , uma ou   duas estocadas depois gozei dentro dele.

me retirei de dentro de Shun e tombei para o lado, observando cada detalhe do seu belo rosto angelical.

-Você ainda quer casar comigo? - perguntei com a respiração pesada, o encarando. Shun olhou em meus olhos e respondeu.

-E é preciso responde? claro que eu quero. Eu te amo bobinho. - Shun respondeu me beijando e me puxAndo para um abraço apertado.

-Eu te amo....- falei beijando sua testa, enquanto ele deitava em cima do meu peito.

agora o problema era enfrentar o ikki, e contar pra ele que eu é o Shun vamos nos casar.

continua.


Notas Finais


Ai que vergonha, se meu namorado me pegasse escrevendo isso rsrsrsrs. Nem sem o que ele ria dizer. Rsrsrsrs


Desculpa gente, eu não sou boa de lemon.

Perdão pelos os erros ortográficos, mas eu nao betei só postei.

Bjs até o próximo.


Gostou da Fanfic? Compartilhe!

Gostou? Deixe seu Comentário!

Muitos usuários deixam de postar por falta de comentários, estimule o trabalho deles, deixando um comentário.

Para comentar e incentivar o autor, Cadastre-se ou Acesse sua Conta.


Carregando...