1. Spirit Fanfics >
  2. My first love >
  3. Capitulo 1

História My first love - Capítulo 1


Escrita por:


Notas do Autor


Mais um fic saindo quentinha do forno! Aproveitem a leitura!

Capítulo 1 - Capitulo 1


 O ano era 1995... Grandes bandas de Rock como Nirvana, AC/DC, e Guns and Roses faziam muito sucesso. Nessa época, Lúcifer ganhou seu primeiro violão de aniversário de 10 anos do seu único tio, irmão do seu severo pai.
     Infelizmente na maior parte do tempo, o violão ficava escondido debaixo da cama de Lucifer. Seu pai, Killian, achava que seu filho passava tempo demais ouvindo música e tocando violão, e não se preocupava com o que realmente importava na vida: estudar e ir para a faculdade.  
     E era muito fácil entender esse pensamento tão "fechado" do seu pai. Lucifer e seus pais eram imigrantes, e se mudaram da Inglaterra para os Estados Unidos quando Lucifer tinha oito anos.  
     Infelizmente, seus pais não tiveram muita sorte na cidade dos "sonhos", Nova York, e as circustâncias os levaram para o interior.
     Seus pais tiveram mais sorte na zona rural, onde seu pai administrava um agro negócio, e seu maior desejo é que seu filho tivesse a melhor educação possivel.
     Mas quando era criança, Lucifer não demonstrava ter interesse nos negócios do pai, como criança que era, queria passar seu tempo brincando nas trilhas da região, andar de bicicleta nas estradas rurais, e ver o por do sol no alto de uma montanha não muito longe de sua casa.
     E o mais importante de tudo na sua vida, fazer tudo isso ao lado de sua melhor companheira, e melhor amiga... Chloe.
     Por ser imigrante, e ter um forte sotaque britânico, ele sempre era alvo de piadinhas sem graça de colegas de classe e sofria bullying o tempo todo. E por causa disso ele tinha poucos amigos na escola...
     Mas Chloe era sua melhor amiga... Desde o momento que ele a conheceu, sabia que ela era especial... Quando a conheceu, ela também tinha dez anos, mas ela era diferente das outras meninas. As vezes ela era gentil, compreensivel como uma irmã, e doce. Gostava de usar vestidos rosas, e colocar enfeites em seu cabelo, e brincar de boneca como qualquer outra garota de sua idade.
     Mas as vezes, Chloe também gostava de explorar o mundo "selvagem" com Lucifer. As vezes os dois gostavam de correr pelas trilhas no meio da mata, tomar banho de cachoeira, e acampar no quintal de suas casas.
     Lucifer a achava incrivel. E não sabia o que faria sem a amizade dela...

     A região onde eles moravam, era muito tranquila e segura. Suas casas viviam literalmente com as portas e janelas abertas, e isso dava muita liberdade para quem quisesse sair ou entrar.
     Certo dia, num domingo, Chloe estava fazendo aniversário. Seus pais não iam fazer festa para ela porque naquele dia iam trabalhar até mais tarde. Mas ela também não se importava muito, e ficou a manhã toda assistindo TV no seu quarto.
     Ela estava tão distraida assistindo um desenho, que nem percebeu Lucifer se aproximando na janela.

     -TE ACHEI! Ele gritou, assustando-a. Ela deu um sobresalto e levou a mão no peito.
                 -Ai! Você me assustou Luce!
     Ele deu uma gargalhada, e alguns instantes depois de recompos. Dar susto nela era uma de suas pegadinhas preferidas.
     -Você vai fazer alguma coisa a tarde? Lucifer perguntou.
     Chloe desligou a TV, e se aproximou da janela.
     -Uhmm... nada. E você?
     -Bem... eu queria te mostrar uma coisa, mas tem que ser em outro lugar...
     Ela tensionou a sobrancelha, curiosa.
     -Como assim? Você anda muito misterioso!
     -Se você quiser saber, então me encontre lá no pico "High Hill" as duas horas. Você sabe onde fica né?
     Ela rolou os olhos e cruzou os braços.
     -Claro que sim. Já fomos lá mais de mil vezes...
     -Você é quem sabe... Eu vou indo! Até mais Chloe!

     Lucifer pegou sua bicicleta e foi embora. Ela passou a manhã toda imaginando o que seu amigo de cabelos negros e encaracolados queria tanto lhe mostrar.
     O tempo passou, e ela não via a hora de ir até o local combinado. Então por volta da uma e meia da tarde, Chloe pegou sua bicicleta e saiu de casa Chegando próximo a trilha do pico, Lucifer já estava esperando por ela.

     -Eu sabia que você viria.
                 -Então. O que você quer me mostrar? Chloe perguntou muito curiosa.
                 -Só um minuto... Ele deu um sorriso de canto.

     Lucifer foi até perto de sua bicicleta, e pegou ao lado dela um case de violão. Tirou o instrumento de dentro, e se sentou num bloco grande de pedra.

     -Era isso que você queria me mostrar? Mas você já tinha me contado que ganhou de presente. Chloe ficou um pouco decepcionada.
     -Não... É que eu estou aprendendo a tocar escondido do meu pai.
     -Sério? Chloe se sentou ao lado dele. -Porque?
     -Meu pai acha que eu estou desperdiçando minha vida com isso...
     -Que bobagem, Luce. Se você gosta, tem que continuar tocando!
     -Eu sei... eu estive praticando um pouco, e é por isso que eu quero que você seja a primeira pessoa a me ouvir...
     Chloe sorriu de canto, e se sentiu privilegiada por ter um amigo como Luce.
     -Eu adoraria...

     Então Lucifer posicionou o violão na sua perna, e começou a cantar a música: "All shook up" de Elvis Presley:  

    A well I bless my soul
               What's wrong with me?
               I'm itching like a man on a fuzzy tree
              My friends say I'm acting wild as a bug
             I'm in love
            I'm all shook up

    My hands are shaky and my knees are weak
               I can't seem to stand on my own two feet
              Who do you thank when you have such luck?
              I'm in love
             I'm all shook up...

    Quando terminou, Chloe ficou extremamente surpresa.

        -Nossa, Luce... Você está tocando muito bem!
                   -Você acha?
                -Sim! E você canta muito bem também! Você deveria tocar para seu pai te ouvir também! Ele iria reconhecer seu talento!
    -Eu não sei... Lucifer deu um olhar vago para o horizonte. Tinha certeza que se seu pai o visse tocando violão seria capaz de lhe dar uma surra. Ele suspirou e sorriu para sua amiga.
    -Chloe... eu quero te dar uma coisa...
    -O que?
    Ele colocou a mão no bolso, e tirou um colar com um pingente de resina. Dentro da gota transparente, tinha uma clave de sol, simbolo universal da "música".
    -Eu mesmo fiz. É um presente de aniversário. Para você sempre se lembrar de mim, e da nossa amizade...
    -Poxa, Luce... É lindo!
     Lucifer colocou o colar no pescoço dela e disse:
    -Feliz aniversário, Chloe...

Emocionada, ela o abraçou. Era a primeira vez que os dois se abraçavam. E ambos sentiram uma sensação que nunca haviam sentido antes. Era como se eles soubessem que a amizade deles era pura e verdadeira, era algo muito forte e indestrutivel...
     Os dois ficaram lá no pico conversando até o Sol se pôr, e então foram embora...

    Cinco anos depois...

    O tempo passou, e junto com o tempo, a personalidade, o temperamento, e a mentalidade de Lucifer e Chloe também mudaram...
    Agora os dois eram adolescentes. Seus corpos também estavam mudando. Chloe estava adquirindo forma de mulher, e Lucifer estava ficando cada vez mais alto e encorpado.
    Tanto Chloe quanto Lucifer começaram a fazer novos amigos na escola, mas eles nunca deixaram de ser melhores amigos.
    O periodo da adolescencia foi muito dificil para Lucifer, tanto na escola, quanto em casa. Quanto mais velho ele ficava, mais seu pai cobrava coisas que ele sabia que não podia fazer. Killian queria que seu filho aprendesse a administrar seus negócios, mas Lucifer tinha o sonho de viver da música.
    De vez em quando, pai e filho tinham brigas violentas. E numa dessas brigas, Killian deu um tapa no rosto de Lucifer. Aquele tapa foi o estopim para o comportamento dele mudar radicalmente.
    Antes ele era um adolescente ingênuo, calmo. Mas depois daquele dia, Lucifer começou a ficar rebelde, insolente, e algumas vezes agressivo.
    O jovem britânico, que ainda tinha os cabelos encaracolados, começou a sair com alguns "amigos" que quase o levaram para o mal caminho. Esses garotos eram um pouco mais velhos do que ele, e foi com eles que Lucifer aprendeu a fumar cigarro e a beber. Suas notas começaram a cair, e seus professores foram obrigados a reprová-lo.
 
    Num certo dia muito quente no verão, Lucifer apareceu na casa de Chloe. Ela estava sentada no degrau da escada lendo um livro.

  -Agatha Christie de novo? Lucifer apontou para o livro nas mãos dela. A loira desviou seu olhar para ele e se levantou para abraçá-lo.
    -Luce! Eu sinto muito...
    -O que?
    -Eu soube que você foi reprovado...

    Lucifer sorriu e falou tranquilamente:

    -Ah, está tudo bem. Eu nem ligo...
               Chloe o olhou torto. -Não fala assim, você tem que levar a escola a sério!
               -Eu não ligo para a escola! Eu quero ser músico!
                A loira suspirou e bagunçou os cabelos dele sorrindo.
                 -Eu sei... Você me fala isso desde os dez anos!

     Lucifer suspirou e disse:
                 -Vai fazer alguma coisa hoje a tarde?
                 -O que você quer fazer?
                 -Sei lá... Estava pensando em dar um mergulho na lagoa, o que você acha?
                 -Tá bem, as duas?
                 -Combinado!

     O jovem Lucifer pegou sua bicicleta e foi embora. A tarde, como combinado, os dois foram até a lagoa que costumavam brincar desde criança. Havia um balanço amarrado no galho de uma arvore. Chloe e Lucifer adoravam se balançar e se jogar no ar o mais alto que conseguiam.
     Na mochila, Chloe estava levando algumas coisas necessárias, como repelente, biscoitos, água, toalha, e roupas. Lucifer também levou sua mochila com algumas coisas pessoais.
     
     -Você não vai se trocar? Chloe perguntou já tirando suas roupas.
     -Sim, já vou...

Desde crianças, eles já eram acostumados a ficar com a roupa de baixo na frente de um e de outro. Mas naquela época, eles eram inocentes e puros. Agora eles cresceram, e seus corpos estavam ganhando formas.
     Chloe já tinha seios, e cintura bem definida. Lucifer tinha ombros largos, e seu tórax estava ficando cada vez maior.
     Ele ficou apenas com seu shorts, e ela de biquini.
     Quando Lucifer olhou para sua amiga, ficou alguns segundos olhando perdido para o corpo dela.

     -O que foi? Chloe perguntou.
                 Lucifer balançou a cabeça. -Uhnn... nada...
                Chloe deu um sorriso de canto e o empurrou na lagoa.
               -Quem "nada" é peixe! E deu uma gargalhada.
                -Ei!! Isso não foi justo!
                -Você é que é lerdo demais!

     A loira se jogou na lagoa com tudo, fazendo um grande splash na água.

     -Por quanto tempo consegue ficar sem respirar debaixo d'água? Lucifer perguntoucom tom desafiador. Chloe ergueu uma sobrancelha.
     -Pelo tempo que você quiser...
     -Só quero ver!

 

 


Notas Finais


Estão gostando?? Seu feedfack é importante para mim! Bjss


Gostou da Fanfic? Compartilhe!

Gostou? Deixe seu Comentário!

Muitos usuários deixam de postar por falta de comentários, estimule o trabalho deles, deixando um comentário.

Para comentar e incentivar o autor, Cadastre-se ou Acesse sua Conta.


Carregando...