História My First Love - Capítulo 105


Escrita por:

Postado
Categorias Teen Wolf
Personagens Allison Argent, Chris Argent, Isaac Lahey, Lydia Martin, Melissa McCall, Scott McCall, Stiles Stilinski
Tags Allison, Amor, Lydia, Scallison, Scott, Stiles, Stydia, Teen Wolf
Visualizações 55
Palavras 1.232
Terminada Não
NÃO RECOMENDADO PARA MENORES DE 18 ANOS
Gêneros: Crossover, Drama (Tragédia), Festa, Hentai, Romance e Novela, Shoujo (Romântico)
Avisos: Álcool, Heterossexualidade, Incesto, Insinuação de sexo, Linguagem Imprópria, Nudez, Sexo, Violência
Aviso legal
Alguns dos personagens encontrados nesta história e/ou universo não me pertencem, mas são de propriedade intelectual de seus respectivos autores. Os eventuais personagens originais desta história são de minha propriedade intelectual. História sem fins lucrativos criada de fã e para fã sem comprometer a obra original.

Notas do Autor


Oii meus amores, como estão? Sentiram saudades? Tem capítulo novinho para vocês... Só queria desejar um bom feriado para todos vocês...

Capítulo 105 - Família


Fanfic / Fanfiction My First Love - Capítulo 105 - Família

        Crystal dorme calmamente e Scott levanta, já que meu pai o chamou. Fico velando o sono da minha princesinha até que Melissa entra no quarto, sentando com calma na cama.

        -Estava olhando na internet chá de bebês e queria fazer algo temático. – Digo e ela apenas presta atenção. – Tinha algumas ideias de temas, como de princesa, céu, flores, até da Disney e unicórnio.

        -Podemos comprar as coisas e trazer para cá. No dia, Chris e Scott montam tudo. – Concordo. – Precisamos pedir fraldas e alguns produtos de bebê. Tudo é essencial de se ter.

        -Estou querendo chamar mais pessoas da família. Poucos amigos, já que é para esse serzinho pequeno. – Acaricio a mãozinha de Crystal.

        -Amor, vamos almoçar? – Meu marido entra e beija minha cabeça.

        -Vou colocar os travesseiros ao redor da nossa filhinha para que ela não caia. – Levanto e ajeito tudo. – Agora sim podemos almoçar.

        Descemos e meu pai abre um vinho, enquanto eu coloco suco, já que estou amamentando. Nos servimos e comemos tranquilamente, até meu pai começar o assunto que ele já sabe a resposta.

        -Assim que Crystal estiver maior, quero um netinho.

        -Pai, não sei se vou querer ter outro filho. – Respondo. – Ela ainda é bem pequena e se for para ter outro filho, será daqui uns 2 ou 3 anos.

        -Ou poderia ser daqui 1 ano. Sugere. – Não precisa demorar tanto assim filha.

        -Pra que tanta pressa assim? – Pergunto impaciente já. – Já temos a Crystal e vamos aproveitar o crescimento dela. Não quero ter filhos em um espaço curto de tempo.

        -Quem sabe o próximo não seja um menino. – Scott fala animado.

        -Não temos espaço na nossa casa para outro filho por agora. – Suspiro. – Quero planejar tudo, o espaço na casa e a gravidez.

        -Você está certa querida. – Melissa diz e sorrio para ela, agradecendo pelo apoio. – Planejamento sempre é bom, assim já ficamos preparadas e sem surpresa.

        -Você e meu pai já pensaram em casar? – Mudo completamente o assunto.

        -Filha, nós já somos casados. – Ele fala. – Já moramos juntos e isso é ser casado.

        -Para de enrolação e faça o pedido de casamento logo. – Insisto e meu marido ri da cara que meu pai faz. – Podemos entrar com a Crystal no colo jogando pétalas de rosas no tapete vermelho. Você de terno no altar e logo Melissa entra com um vestido branco longo e com o buquê em mãos.

        -Seria lindo mesmo Allison. – Ela concorda. – Mas seu pai acha que casamento assim não é necessário.

        -A melhor parte é a lua de mel. – Meu marido resolve falar e morro de vergonha. – Pelo menos a nossa foi ótima. – Tenho quase cem por cento de certeza que ele está relembrando do sexo.

        -Gostaram do Brasil? – Melissa pergunta.

        -É um país mais quente do que estamos acostumando, mas tivemos um passeio muito bom com o guia e conhecemos bastante a cidade. – Respondo. – Os costumes lá são diferentes.

        -A comida é muito boa e tem uma coisa doce chamado brigadeiro. – salivo só de ouvi-lo falar. – Assim que Crystal estiver maior vamos levá-la para lá, um passeio em família e quero que vocês venham.

        -Não queremos atrapalhar vocês. – Respondem juntos.

        -Somos uma família e vocês irão. – Termino o assunto.

        Comemos a sobremesa que meu pai fez, meu preferido e repito mais umas duas vezes. Assim que terminamos a louça fica para Scott e eu enquanto nossos pais ficam na sala. Pensamos que quando nos casamos e fomos morar na casa que Rafael tem na cidade não iríamos mais lavar a louça na casa dos nossos pais, mas certas coisas não mudam. Dividimos as funções, que são: lavar, secar e guardar. Scott lava enquanto eu seco e guardo no devido lugar.

        Em alguns momentos ele jogava sabão em mim e eu passava o pano úmido em seu rosto, nos arrancando risadas. Demoramos um pouco para terminar, já que estávamos nos divertindo um pouco. Assim que saímos da cozinha seguimos para a sala e vejo meu pai com um pequeno ser no colo. Sento ao lado de meu pai e Scott ficou na poltrona, já que o sofá estava ocupado pela mãe dele, meu pai e a mim.

        Olho para o serzinho no colo de meu pai e rapidamente seus olhos encontram com os meus. Sorrio para ela, que agora está inquieta e sei que se não pegá-la no colo rapidamente começará a chorar.

        -É a princesa da mamãe e do papai. – Falo para ela. – Está aproveitando o colo do vovô Chris filha?

        -Daqui a pouco ela vem para o papai. – Scott fala e Crystal rapidamente reage ao ouvir sua voz. – Vovô Chris quer um irmãozinho para você, mas a mamãe não deixa. – Olho irritada para ele.

        Parece que como uma forma de responder ao que foi dito, ela começa a chorar escandalosamente, como se alguém estivesse batendo ou fazendo algo de muito ruim com ela. A pego do colo de meu pai com a intenção de acalmá-la, mas parece não adiantar muito, pois ela continua chorando um pouquinho mais baixo.

        Rapidamente Scott já está ao meu lado e segura na mãozinha de Crystal com o maior cuidado. Esse simples toque parece ser a solução, já que o choro para e era o que ela queria, o pai dela só para ela.

        -Acho que alguém não quer um irmãozinho. – Melissa brinca e rimos.

        -Ela não quer dividir o papai. – Scott fala e toca o narizinho dela. – Essa bonequinha sabe que o papai é só dela e que tem um lugar enorme e especial na minha vida.

        -Você não foi planejada, mas trouxe tanta felicidade para a nossa família. – Beijo sua bochecha. – Mostrou pra gente que há um amor enorme em tão pouco tempo.

        -Filhos sempre são bem-vindos e trazem felicidade, amor e responsabilidade. – Melissa fala e apenas concordo.

        -Acho que alguém está com a fralda cheia. – Digo ao sentir mais pesada. – Amor, troca ela para mim? – Peço manhosa. – Da última vez fui eu quem trocou.

        -Tudo bem minha morena. – Sorrio com o apelido antigo. – Vem com o papai fedorzinho. – Fala rindo e Crystal agita em seu colo. Os dois seguem para escada e sobem.

        -Ele está te ajudando filha? – Meu pai pergunta sério.

        -Scott é um excelente marido e pai. Ultimamente ele que está acordando de madrugada e só me acorda se for para dar de mamar. De madrugada costuma demorar mais a mamada, aí fico com ela e quando a coloco para arrotar, ele a leva de volta para o berço. – Respondo.

        -É importante a participação do pai em relação a isso. – Ele fala. – Quando você era igual a Crystal, eu ajudava sua mãe nem que fosse para passar o shampoo durante o seu banho. – Rimos e Melissa também acabou rindo, provavelmente lembrando de Scott quando era bebê. – Agora você já é mãe de uma menininha adorável.

        -E você um vovô babão junto com a vovó babona ao seu lado. – Scott aparece rindo do que falei e não havia visto que já estava na sala, agora com Crystal trocada. – Agora sim a bebê está cheirosa. – Beijo sua cabecinha e ele a deixa com Melissa.

        -Quem diria que um dia teríamos essa família. – Meu marido fala. – Eu e Alli casados, falando com nossos pais sobre casamento e com uma filha. Sentados na sala rindo e babando na pequenina.

        -É a melhor família meu amor. – Trocamos um selinho rápido. – Crystal tem uma sorte enorme de tê-la e sei que um dia ela entenderá isso.



Gostou da Fanfic? Compartilhe!

Gostou? Deixe seu Comentário!

Muitos usuários deixam de postar por falta de comentários, estimule o trabalho deles, deixando um comentário.

Para comentar e incentivar o autor, Cadastre-se ou Acesse sua Conta.


Carregando...