História My First Love, Girl Of My Heart - Capítulo 19


Escrita por: e DuperBatatinha

Postado
Categorias Got7, TWICE
Personagens Dahyun, JB, Jihyo, Jungyeon, Momo, Nayeon, Tzuyu, Youngjae
Tags Twice Dahmo
Visualizações 24
Palavras 872
Terminada Sim
NÃO RECOMENDADO PARA MENORES DE 12 ANOS
Gêneros: Crossover, Drama (Tragédia), FemmeSlash, LGBT, Romance e Novela
Avisos: Homossexualidade
Aviso legal
Os personagens encontrados nesta história são apenas alusões a pessoas reais e nenhuma das situações e personalidades aqui encontradas refletem a realidade, tratando-se esta obra, de uma ficção. Os eventuais personagens originais desta história são de minha propriedade intelectual. História sem fins lucrativos, feita apenas de fã para fã sem o objetivo de denegrir ou violar as imagens dos artistas.

Notas do Autor


Este é o último capítulo.

Capítulo 19 - A New Beginning



Eu senti meu coração acelerar com sua palavras, senti como se aquela fosse à última vez que eu veria Dahyun, mas ao mesmo tempo meu coração criava uma esperança, um alívio.


Você me olhava calma, sem expressão alguma, só estava ali parada com seus cabelos caindo sobre seu rosto, você parecia desesperada.

Eu precisava de um sinal dela naquele momento, precisava que seus olhos me dizessem o que iria acontecer, mas ela não demonstrava nada:

- Momo, você disse à ela uma vez que não gostava dela. -Ele disse.

- Eu disse, mas porque tinha a certeza que seria rejeitada.-Falei baixo.

- Mas lhe roubou um beijo.-Ele disse mais uma vez.

- Eu não costumo ter coragem, isso foi puro impulso. - Falei simples.

- Então... Não foi verdadeiro? - Dahyun pela primeira vez se pronunciou.

- Nunca citei que não fora verdadeiro. - A olhei- A única coisa que menti foi quanto aos meus sentimentos por você. -Parei - Porque a verdade é que te amo.

Senti um alívio no meu ser e vi Dahyun abrir a boca lentamente e logo abaixar a cabeça, ela parecia ter ficado nervosa e BamBam então chamou minha atenção:

- Se a ama por que só disse isso agora? - Ele perguntou -Se poderia ter dado isso à ela antes.-Ele levantou a mão de Dahyun que até então estava atrás de suas costas e a mesma segurava meu diário.

Eu senti meu ser arrepiar e engoli em seco:

- V-Você leu? - Perguntei e ela assentiu voltando a me olhar.

- Eu nunca achei que poderia fazer tantas coisas com uma pessoa, não achei que poderia te machucar sem nem mesmo estar por perto. - Sua voz saiu com um certo peso, ela parecia se preocupar.

Ela e Bambam trocaram olhares que fez o mesmo assentir e sair dali, eu paralisei ao ver que ela se aproximou e se sentou em uma cadeira ao lado de onde estava deitada:

- Sabe, eu nunca pensei que poderia mudar.-Ela começou - Eu sempre me julguei uma pessoa ruim e sem qualidades alguma, e assim é como sempre me viram desde minha infância. -Um sorriso fraco surgiu em seus lábios.

Eu iria falar algo mas ela continuou:

- Mas por algum motivo, Momo.- Ela pareceu vergonhosa -Seu olhar me mostrou que sou diferente do que penso, você me olha com um amor que até então, eu não sabia decifrar. - Seu sorriso aumentou e ela se levantou da cadeira, aproximando-se de mim.

- Dah...- Ela colocou o dedo indicador sobre meus lábios e me abraçou.

- Eu não tenho palavras pra te agradecer, mas devo lhe contar que mudou meus sentimentos. - Ela disse simples e rápida, o que fez meu coração disparar - Seu beijo, mudou o que eu sentia, mudou tudo. Mudou meu desejo de permanecer ao lado de um homem. - Ela me olhou, aproximando seu rosto do meu.

Eu engoli em seco, estava nervosa,minha mão suava e acima de tudo seu rosto estava próximo demais:

- Idiota, quando lhe perguntei se gostava de mim, deveria ter dito sim, quando lhe disse aquelas coisas deveria ter falado que era mentira. - Ela enconstou sua testa na minha - Eu te fiz sofrer e você não merecia isso. Momo... Eu...

Senti seus lábios tocarem o meu e no mesmo instante, meus olhos se fecharem e meu ser todo viajar, minha mão automaticamente foi a sua nuca para aprofundar o beijo. E quando paramos ela me encarou:

- Eu te amo! Porque você, me mudou, me mostrou coisas diferentes e me conquistou. - Ela dizia de forma sincera, confesso que não estava preparada mas sim, era tudo que eu precisava.

 Por quê? Por que me dizes isso apenas agora? Por que não lhe entreguei antes esse diário, por que não tive coragem pra dizer o quanto amo você? Desde a primeira vez que te vi?

Eu me perguntava se era uma ilusão, se eu era mesmo capaz de fazer tal coisa, se a garota que eu amava acabava de dizer que correspondia esse sentimento:

- AAAAH. - Tzuyu e Jihyo entraram gritando - Nós sabíamos desde o princípio que vocês dariam certo, somos as melhores cúpido - Elas falaram e deram um soquinho entre elas.

Eu e Dahyun rimos:

- Então finalmente as lésbicas se admitiram? - Jae entrou- Suspeitei desde o princípio, esperem. - Ele pegou o celular e tirou uma foto nossa - #Casallésbicoseadmite.

- Jae não o...

- Postado.-Ele riu.

- Deixa. - Dahyun falou - Precisamos mesmo divulgar. - Ela brincou e Nayeon junto de Jiny entraram.

- Então, quando será o casamento ? - Jiny perguntou.

- Padrinha serei.-Nayeon disse.

- Acho que o certo é madrinha. - Bambam entrou pra festa também.

- Ah, é mesmo, mas foi isso que eu disse. -Ela riu.

De repente tudo me pareceu feliz e calmo, meu olhar foi a Dahyun que ria e segurava minha mão, aquele momento me passava uma sensação boa, eu havia conseguido mesmo que parte disso eu não tenha feito sozinha. Eu devo agradecer à aqueles que me apoiaram, eu realmente preciso ser grata por certas coisas da vida.

Isso é um novo começo, com novas sensações e novos jeitos de amar, obrigada Dahyun por apesar de tantas coisas me fazer cada vez mais forte e feliz.

 Dizem que o amor é fruto de uma grande união mas o meu foi por uma simples visão... Dahyun...Aishiteru...


Notas Finais


Finalizamos. Obrigada.


Gostou da Fanfic? Compartilhe!

Gostou? Deixe seu Comentário!

Muitos usuários deixam de postar por falta de comentários, estimule o trabalho deles, deixando um comentário.

Para comentar e incentivar o autor, Cadastre-se ou Acesse sua Conta.


Carregando...