História My Future Love - Capítulo 8


Escrita por:

Postado
Categorias Shawn Mendes
Personagens Personagens Originais, Shawn Mendes
Tags Barbara Palvin, Canadá, Romance, Shawn Mendes
Visualizações 11
Palavras 2.865
Terminada Não
NÃO RECOMENDADO PARA MENORES DE 18 ANOS
Gêneros: Crossover, Drama (Tragédia), Ficção Adolescente, Romance e Novela
Avisos: Álcool, Insinuação de sexo, Linguagem Imprópria, Nudez, Sexo, Violência
Aviso legal
Os personagens encontrados nesta história são apenas alusões a pessoas reais e nenhuma das situações e personalidades aqui encontradas refletem a realidade, tratando-se esta obra, de uma ficção. Os eventuais personagens originais desta história são de minha propriedade intelectual. História sem fins lucrativos, feita apenas de fã para fã sem o objetivo de denegrir ou violar as imagens dos artistas.

Notas do Autor


Oieeee
Dessa vez voltei mais rápido, vamos tentar diminuir a demora!
O cap de hoje pode estar um pouco parado, mas o próximo vai estar melhor, tem muita coisa pra acontecer.
O link das roupas que eles estão usando esta nas notas finais.
Boa leitura♡

Capítulo 8 - I'm afraid to love the wrong person


Fanfic / Fanfiction My Future Love - Capítulo 8 - I'm afraid to love the wrong person

- SHAWN DEVOLVE MEU CELULAR

- Nossa Rach você não vai acreditar no que aconteceu! - Shawn estava segurando o celular no alto, muito alto mesmo, e estava lendo as minhas mensagens com a Camila e isso não era bom - O que você fez Karla?! - Ele me olhou sorrindo - Sabe o Josh? Sim, esse Josh aí, ele pediu pra me encontrar na saída lá naquele beco onde os meninos pegam as meninas. Eu já sabia o que ele queria e eu aceitei né? Até por que eu não fico com alguém desde que minha irmã entrou na escola - Shawn começou a rir - Aiiii, quando eu cheguei lá ele estava lá, caralho ele é muito gostoso, aí ele me puxou e começou a me beijar, e porra que beijo bom. E tipo ele tem a maior pegada, acho que é melhor que do Lucas!!! E aí ele começou a ir um pouco mais longe e eu doida fui também. Mas aí ele colocou a mão na minha axila, e caralho eu ri. Do nada ele broxou e eu ri mais ainda. O que eu faço mano tô com muita... - Shawn me olhou vermelho - Eu não deveria ter lido isso mesmo. 

- Eu te avisei - Disse rindo.

- Oi Camila, aqui é o Shawn e não a Rachel, eu te aconselho a nunca mais olhar na cara desse Josh de novo - Shawn disse rindo e ainda vermelho. 

- Mi Dios del cielo. A la mierda! SHAWN É TUDO BRINCADEIRA, EU NÃO PEGUEI NENHUM JOSH, NINGUÉM BROXOU E EU NÃO TÔ COM VERGONHA DE NADA! - Camila estava gritando no áudio - RACHEL SU PUTA, POR QUE FEZ ISSO, POR QUE DEIXOU ELE LER?!

- Quer falar alguma coisa? - Shawn disse rindo - Quer Ray? 

- Não acredito. Não acredito nisso. NÃO SHAWN NÃO QUERO FALAR NADA - Eu disse me jogando no sofá. 

- Shawn mostra esse áudio pra Rachel, ela vai entender - Shawn reproduziu outro áudio e olhou para mim - Rachel por qué te dejo el chico ver a su celular su hija de una puta. Ahora él sabe de lo que sucedió y sólo usted sabía vagabunda. Espero que entienda eso ( Rachel por que porra você deixou o garoto ver seu celular sua filha de uma puta. Agora ele sabe do que aconteceu e só você sabia vagabunda. Espero que entenda isso). 

- Sim Karla eu entendi e espero que entenda isso: No tuve la culpa de usted resolvió transar con el idiota de Josh y eso, va a dar el cú para él mismo! El chico vio por qué estábamos jugando y carajo él además de sabroso es demasiado alto ( Não tive culpa de você resolveu transar com o idiota do Josh e isso, vai dar o cú para ele mesmo!O garoto viu por que estavamos brincando e caralho ele além de gostoso é alto demais!) - Disse gaguejando e esperando não ter errado nada. Não acreditava que estava conseguindo fala aquilo e não acreditava que estava conseguindo falar em espanhol. Obrigada Camila por me dar as aulas de merda que você me deu.

Shawn estava me olhando com cara de assustado por eu ter falado em outra língua.

- Tem como vocês pararem de falar em outra língua, pelo amor de Deus parem - o Shawn disse em inglês mesmo. 

- Desculpa Shawn, não dá, se em inglês você entende eu não posso deixar que entenda - Eu disse apertando a bochecha dele. 

- Você realmente é uma má pessoa. 

- Não fala isso, salvei você de um belo sermão semana passada! 

- Aquilo me traumatizou, sério Ray eu não consigo parar de perdida você chorando perdida - Shawn estava respirando fundo e apertando os olhos para que a imagem saísse dos olhos dele. 

- Shawn, já conversamos sobre isso. Não foi a sua culpa, não foi inteiramente a sua culpa, foi minha também. E vamos esquecer isso faz uma semana! - Então joguei uma almofada na cara dele rindo. 

- Como você conseguia ficar entediada em Seattle? Tipo, cara, você tinha a Camila! - Shawn disse. 

Eu havia apresentado ele a uma semana para a Camila. Na verdade ele entrou na minha frente enquanto conversávamos no Skype. 

Shawn a adorou, mas disse que ela não é tão incrível quanto eu. Os dois não param de discutir desde que se conheceram, ficam discutindo sobre minha pessoa. Camila faz isso com qualquer pessoa que ousa se aproximar de mim achando que é mais importante que ela. Ela fazia isso com o Luke, mas ela não brincava, ela realmente ficava com raiva dele. Com o Shawn ela só brinca, não tem raiva nem nada, isso por que eu nunca o abracei na frente dela. 

- Já imaginou como é... sei lá... amar? - Shawn disse olhando para o lado de fora. Ele parecia bem pensativo. 

- Eu não sei, não se o que é amar - Eu disse me aproximando e deitando minhas costas nas suas. 

- Será... que... temos algum sinal? 

- Sempre pensei que quando amasse alguém, apelidos clichê passariam a ser maravilhosos e únicos - Segurei sua mão que estava o apoiando e ele segurou também - Sinceramente, acho que não vamos saber quando amarmos alguém. 

- Vai ser algo diferente? - Shawn realmente parecia curioso, talvez com muito medo. Todos estávamos. 

Melhores amizades nem sempre tem um bom final, ou vai para sempre. Nosso medo era o mesmo, não queríamos nos amar, não queríamos nos apaixonar, tudo isso traria problemas. Aí estava o problema, estávamos nos aproximando, muito rápido por sinal, mas não conseguíamos parar, era como um imã. 

- Você tem medo? Tipo, não de se apaixonar, mas sim de amar. Tem medo de amar alguém? - Shawn perguntou como quem não quer nada, como se fosse uma pergunta normal, querendo manter o clima que estava e não pesar.

- Não sei Shawn, talvez eu tenha medo de amar a pessoa errada - Então ele encostou sua cabeça na minha. 

- Eu também. 

E ficamos ali, de costas um para o outro. Na minha cabeça "Photograph" do Ed Sheeran estava tocando. 

O sol estava se pondo e a luz estava apagada, o ambiente ficou laranja, nossas respirações sincronizadas e o coração batendo normalmente, tentando transformar aquilo numa coisa normal. 

- Como nos aproximamos tão rápido? - Shawn perguntou com a voz trêmula. Ele estava chorando ou ia chorar - Entendo que nos conhecemos desde pequenos, mas não nos víamos a anos, não nos lembravamos - Shawn respirou fundo tentando controlar o choro, mas eu já sentia seu coração batendo forte e sua outra mão apertando o sofá - Como estamos assim, em uma semana? 

- Não acho que essa seja uma boa pergunta Shawn - respondi sinceramente.

- Eu sei Rachel - Shawn disse sério - Eu sei que não deveria estar pensando nisso, mas é quase impossível - Ele disse num sussurro - Eu não consigo parar de pensar que isso pode ser, sei lá, errado. 

- Como assim errado?

- Eu não sei, eu acho que deveria ter sido mais... Deveria ter sido devagar - Shawn apertou ainda mais a minha mão, como se estivesse com medo e ali tentasse achar coragem, ele realmente estava com medo, e eu deveria estar do seu lado. 

- Não acho que eu teria paciência - brinquei - Talvez, deveria ser rápido mesmo, talvez esse seja o ritmo que deveria ser. Shawn para de achar que é errado, tudo seguiu da forma que deveria seguir, se fosse devagar, eu não estaria aqui com você.

Então ele segurou um pouco mais forte, e se virou, mas me segurou para que eu continuasse da forma que eu estava. 

- Agora minha pergunta é outra - Shawn disse rindo e fungando o nariz - Como você consegue ser assim? 

- Assim como? 

- Como você consegue né acalmar, como você consegue ser a única pessoa que eu encontro paz? - Agora ele parecia estar falando sério. 

- Shawn... o que está acontecendo? - Eu perguntei séria - Sei que esta encondendo alguma coisa, me conte. 

- Não tem nada, eu só estou perguntando. 

- Eu não sei, acho que gosto de te ver calmo - Eu disse rindo e me virei.

- Porque virou?! - Shawn começou a virar meus ombros.

- Porque eu quero. Não é legal conversar sem olhar nos olhos da pessoa. Falta de educação! - Eu disse rindo. 

- Não quando a pessoa pede! 

- Você não pediu. E se pedisse agora eu não vou virar!

- Trouxa - Shawn bufou e ficou me olhando com cara de entediado.

Assim como disse para Camila, ele é muito gostoso (embora eu nunca tenha visto nada além dos braços), mas o que mais me chama a atenção - além da voz - é seu rosto. Shawn tem uma pele branca e lisa como algodão, seus olhos são cor de mel e no sol pareciam verdes, seu cabelo é arrumado num topete, não mais perfeito como antes, mas agora cheio de cachos. Ele tem uma cicatriz na bochecha, infelizmente não me lembro como ele conseguiu, mas tenho certeza que ele fez merda. Seu maxilar é marcado, e seu sorriso, eita o sorriso dele ficou maravilhoso hospital depois do aparelho... 

- Acho que te devo uma ida a pizzaria - Shawn disse brincando com meus dedos - Não fomos naquele dia lembra? 

- Então a gente pede - Eu disse rindo.

- Não! Temos que ir, vou ligar para o meu pai e dizer que vamos sair - Shawn se levantou e foi para a cozinha - Coloca uma roupa bem casual, lá não é tão chique. 

- Tá... - me levantei e fui para o meu quarto. 

Cheguei lá comecei a pensar em que roupa vestiria, é verão e mesmo assim é frio. Então tirei a minha roupa toda e joguei na cama, fui em direção ao espelho e comecei a analisar meu corpo. Se acalmem, eu sou contente com meu corpo, eu apenas fiquei olhando como estava no momento. 

Então fui para o banheiro. Depois de um banho não tão longo me sequei e me sentei na minha cama e fiquei olhando meu closet.

Por que tão difícil?! 

Então optei por um vestido estilo camiseta com linhas pretas na horizontal, uma jaqueta jeans simples, um tênis branco confortável e peguei minha "mini mochila" preta (1).

Coloquei na mochila meu carregador portátil, minha necessair, absorventes (nunca se sabe né?) e um remédio para dores em geral. Pronto? Acho que sim. 

Destranquei a porta, e fui me maquiar no banheiro.

- Droga! - Cheguei lá e percebi que fui rápida demais, o espelho estava imbaçado.
Então fui para a escrivaninha e coloquei um mini espelho ali. Como não era um lugar chique, não me esforçei em fazer algo chamativo, apenas algo para cobrir o cansaço e destacar meus olhos um pouco.

Peguei duas mecha na frente do meu cabelo, uma de cada lado e prendi atrás da minha cabeça. Graças ao filme que assistimos hoje, eu dormi no sofá e por algum motivo, quando acordei meu cobelo estava ondulado. Então eu estava pronta. 

Desliguei a luz, peguei a mochila e fechei a porta do meu quarto. 

Shawn já estava pronto, já tinha ido e voltado em casa. 

Estava com uma camiseta branca e uma camisa jeans por cima aberta. Uma calça jeans e um tênis simples (2).

Estava mexendo no celular e quando me viu ficou parado sorrindo. 

- Eu disse que era simples - Shawn disse rindo - Parece que está indo a um encontro romântico. 

Assim que cheguei ele se levantou e me acompanhou até a porta. 

- Isso é um encontro? - pensei em voz alta. Boa Rachel, vacilou da melhor maneira possível! 

- Não sei, acho que só estamos, saindo né? - Shawn começou a ficar meio nervoso, então ele coçou a nuca e caminhamos até a calçada.

- Esquece a minha pergunta, apenas pensei alto - Eu disse rindo nervosa. 

- Não tem problema Ray. Somos amigos né? Não é um encontro - Ele disse com certeza caminhando com as mãos no bolso - Desculpa não poder te levar de carro, meu pai disse que teve um problema na empresa... 

- Não tem problema, a gente pode aproveitar o fim da tarde - Então abracei sua cintura - Obrigada Shawn.

- Por? - Ele abraçou meus ombros. 

- Por tudo que tem feito por mim. Tipo eu nem lembrava de você, e eu não fiz nada por você... 

- Ray você fez algo muito importante para mim - Olhei confusa para ele e ele estava sorrindo - Você me deu a chance de te reencontrar de novo. 

- Quando? - perguntei. 

- Na escola eu fui um puta estúpido e de noite você me deu a chance de te reencontra- Então Shawn começou a fazer carinho no meu braço - Você fez a melhor coisa que poderia ter feito por mim. 

- Por que você é sempre tão brega? - Disse rindo ainda o abraçando. Na verdade só estava falando aquilo para cortar o clima romântico que estava se formando, tudo que o Shawn anda fazendo me aquece por dentro e sinceramente, eu tenho medo disso. 

- Eu não sou brega! Sou um cavalheiro, e um ótimo melhor amigo. 

- O melhor melhor amigo do mundo dos amigos - Eu disse rindo e ele riu também. 

SHAWN PETER RIA PARA MIM O DIA INTEIRO!

Depois de uma caminhada de risadas e zoeira chegamos a pizzaria. Era um lugar bem velho, mas bem cuidado. Parecia uma lanchonete dos anos 70. 

- Que lindo aqui Shawn.

- Eu amo esse lugar - Shawn disse sorrindo, parecia que aquela pizzaria não era um pizzaria normal, tinha algum valor sentimental para ele - De manhã eles fazem café da manhã americano. De tarde eles fazem lanches maravilhosos e pizza, de noite é só pizza. 

- Três em um - brinquei e ele riu - O que aconteceu aqui? Tipo ele parece especial para você. 

- E ele é - Shawn respirou fundo - Foi aqui, segundo a minha mãe, onde foi o primeiro encontro dos meus pais. Foi aqui o primeiro restaurante que eu fui na minha vida. Foi aqui a primeira vez que sai sozinho com a Aali. Basicamente, minha vida se passou aqui, e ainda de passa. 

- Faz sentido ser especial - Ele olhou para mim sorrindo. 

- Agora tem um acontecimento - Olhei para ele - A primeira vez que eu sai para comer com você, e a primeira vez que levei minha melhor amiga para passear. 

- Um lugar especial... 

- Convencida!
Entramos e um velhinho veio em nossa direção. 

- Shawn! - Ele disse animado. 

- Sr. Don - Shawn o abraçou e eu desejei que meu olhos gravassem aquela imagem. 

- Quem seria a dama? - O tal Sr. Don perguntou se referindo a mim. 

- Essa é minha melhor amiga, Rachel.

- Oh! Sim! Prazer senhorita Rachel! - o Sr. Don veio apertar a minha mão. Então percebi que ele tinha cheiro de pizza e Bacon. Desculpa estava com fome - Vamos, vou dar o melhor lugar para vocês!

- O lugar continua sempre o mesmo - Shawn disse sorrindo.  

- Ah Shawn, esse lugar é história para muitos, não posso mudar como se fosse nada - Sr. Don respondeu educado. 

- Está certo - Shawn ainda sorria. 

Subimos uma escada bem estreita e chegamos no segundo andar. 

- Aqui! - Sr. Don apontou - Esse é o melhor lugar. 

- A cidade... - Eu sussurrei. 

- Linda né? - Shawn sussurrou de volta - Outro motivo por ser tão especial. 

- Realmente... - Não tinha palavras para descrever o que estava vendo - Perfeito... 

Por conta da nossa localização, numa pequena montanha, tínhamos a vista dos prédios, os carros, a vista daquele imenso festival de luzes.

- O que vão querer? - Sr. Don perguntou.

- Vou apresentar o cardápio para a Rachel e depois eu chamo - Shawn respondeu rapidamente. 

- Sim senhor. Não tenham pressa, aqui só fecha...

- Quando sobram apenas os cozinheiros - Shawn interrompeu sorrindo. 

- Isso mesmo! - Os dois riram - Se me permitem, vou me retirar. 

Então ele desceu a escada e ficou apenas eu e o Shawn naquele andar. 

- Então... - Shawn disse esfregando as mãos na perna. 

- O que vamos comer? - olhei para ele sorrindo. Esse é o efeito da palavra comida na minha pessoa.

- Você gosta de Pepperoni. Então peça p número 34 - Ele pegou o cardápio e virou para mim - É Pepperoni com queijo e vem com um potinho de queijo cheddar, motivo? Não existe, ele só traz - Shawn disse rindo. E me fez rir também.

Então pedimos e depois de uns 15 minutos chegou. 

E não é que era boa mesmo? A melhor pizza que já comi na minha vida!

Senti meu celular vibrando no meu bolso. Peguei pensando ser a Tia Cynthia, mas o nome na tela me assustou, meus olhos lacrimejaram de emoção. 

- Ray tudo bem? - Shawn parecia preocupado. 

Assenti que sim e segurei firme o aparelho. Respirei fundo e torci para não ser trollagem. 

Apertei o círculo verde e arrastei até o meio. 

- Luke? 


Notas Finais


Parei na melhor parte né? Isso ae. Eu sou má.
(1) Roupa da Rachel: http://pinterest.com/pin/370491506830008464/?source_app=android
(2) Roupa do Shawn: http://pinterest.com/pin/565483296939207299/?source_app=android
Finalmente achei uma forma de fazer isso, então espero que gostem.
Se gostou e não deu fav, de agora, me ajuda pacas.
Comente sugestões, críticas construtivas são bem vindas.
E como sempre:
Um beijo pra quem quiser ♡♡


Gostou da Fanfic? Compartilhe!

Gostou? Deixe seu Comentário!

Muitos usuários deixam de postar por falta de comentários, estimule o trabalho deles, deixando um comentário.

Para comentar e incentivar o autor, Cadastre-se ou Acesse sua Conta.


Carregando...