História My girl - Capítulo 2


Escrita por:

Postado
Categorias Pentagon (PTG)
Personagens E'Dawn, Hui, Jin-ho, Personagens Originais, Yuto
Tags Hui, My Girl
Visualizações 3
Palavras 1.412
Terminada Não
NÃO RECOMENDADO PARA MENORES DE 18 ANOS
Gêneros: Crossover, Drama (Tragédia), Romance e Novela, Shoujo (Romântico)

Aviso legal
Os personagens encontrados nesta história são apenas alusões a pessoas reais e nenhuma das situações e personalidades aqui encontradas refletem a realidade, tratando-se esta obra, de uma ficção. Os eventuais personagens originais desta história são de minha propriedade intelectual. História sem fins lucrativos, feita apenas de fã para fã sem o objetivo de denegrir ou violar as imagens dos artistas.

Notas do Autor


Boa leitura.

Me perdoem pelo erro de ortografia, se tiver.

Capítulo 2 - Primero dia Parte 2


   *Ponto de vista; Chloe* 

- Aish, eu não sou baixinha! Cruzei os braços.

Hui- Tá bom, tá bom. Venha logo me abraçar. Ele abriu os braços sorrindo. Eu pra matar a saudade, o abracei, forte bem forte. Ele depositou um beijo em minha cabeça e apoiou o queixo na mesma.

- Eu senti a sua falta sabia? Eu disse com os olhos fechados.

Hui- Eu também senti a sua falta...

Eu Tava me segurando para não chorar em seus braços. Falar tudo o que aconteceu quando ele fora embora, mas não queria estragar aquele momento tá bom. Como eu senti falta de seus braços. 

Hui- Que tal irmos pra casa, huh? Perguntou o maior.

- Claro, você deve estar cansado. Sai de seus braços e logo abri o porta malas do carro.

- Hui, pra que tantas malas?  Perguntei o ajudando a colocar as malas no carro.

Hui- Eu achei que quando eu disse "morar com você" você entendesse que eu iria sim trazer muitas coisas não acha?   Ele falou fechando o porta malas sorrindo.

- Você tem razão.  Dito isso entrei no carro e ele entrou em seguida.

Hui- Depois diz que não é baixinha.  Disse o maior rindo por conta da cadeira do motorista estava literalmente bem pra frente.  Neguei com a cabeça fingindo está brava e comecei a dirigir.

Hui- E sua mãe? Você ainda mora com ela?

- Não! Deus me livre! Eu estou morando sozinho num apartamento que mais parece uma casa, tenho meu emprego.   Eu dizia prestando atenção na estrada.

Hui- E seu pai?

-Ele morreu faz seis meses...

Hui- Meu Deus... Meus pêsames. Ele era tão legal.

- É eu sei... mas eu estava pensando, ele estava tão bem de saúde e do nada morreu... Eu acho que minha mãe o matou para ficar com a herança. Mas não adiantou de nada, eu fiquei com a maior parte da herança.  Eu ainda prestava atenção na estrada. 

Hui- Vai começar com suas paranóias?  O maior retrucou rindo.  -Eu vou colocar uma música.  Dito e feito, ele colocou uma música. 


We don't talk anymore
We don't talk anymore
We don't talk anymore
Like we used to do

We don't love anymore
What was all of it for?
Ohh
We don't talk anymore
Like we used to do

I just heard you found the one you've been looking
You've been looking for
I wish I would've known that wasn't me
'Cause even after all this time I still wonder
Why I can't move on
Just the way you did so easily

Don't wanna know
Kinda dress you're wearing tonight
If he's holding onto you so tight
The way I did before

I overdosed
Should've known your love was a game
Now I can't get you out of my brain
Ohh
It's such a shame. 


Tradução; 


Nós não nos falamos mais
Nós não nos falamos mais
Nós não nos falamos mais
Como costumávamos fazer

Nós não nos amamos mais
O que foi tudo isso?
Ohh
Nós não nos falamos mais
Como costumávamos fazer

Acabei de ouvir que você encontrou o que estava procurando
Você estava procurando
Eu gostaria de ter sabido que não era eu
Porque mesmo depois de todo esse tempo eu ainda me pergunto
Por que não posso seguir em frente
Do jeito que você fez tão facilmente

Não quero saber
Que tipo de vestido você está usando essa noite
Se ele está segurando em você tão firme
Da maneira como eu fiz antes

Eu tive uma overdose
Deveria saber que seu amor era um jogo
Agora eu não consigo tirar você do meu cérebro
Ohh
É uma vergonha.

 Hui, você só pode está sofrendo por uma garota.   Eu disse rindo enquanto ele cantava. 

Hui-  Não posso nem cantar minha música favorita?

- Pode sim!  Eu disse rindo.   E assim ele prosseguiu cantando o caminho todo.

- Chegamos!  Disse sorrindo enquanto estacionava o carro em frente ao apartamento.

Hui- Uhuh!  Ele festejou saindo do carro. Quando viu o apartamento ficou impressionado.   - Chloe, você tá rica e nem me disse! 

- Que nada, você nem viu o apartamento.   Eu disse tirando suas malas do carro.  -Vai entrar ou só vai admirar?   Ele pegou duas malas, e foi entrando no apartamento. Mas aí veio um empregando do prédio nos ajudar. O mesmo pegou as malas e eu e o Hui seguimos para o apartamento.

Hui- Chloe você tem certeza de que ele não vai roubar as minhas malas?   Ele disse entrando no elevador.

- Hui!  Eu rir.  -Eu já disse, ele é o mordomo do prédio, ele só o vai ajudar.   Eu apertei o botão do meu andar.  Décimo segundo.

Hui- Você tem mesmo que morar lá em cima?  Disse o maior colocando as mãos no bolso.  Eu apenas ri. 

-Chegamos!   Sai do elevador.

Hui-  Amém. 

- Para de drama e vem logo.   Peguei em seu pulso e o arrastei até ao meu apartamento. As malas já estavam na porta.

- Eu disse que ele não ia roubar.

Hui- Eu só achei que... Ah tá bom, você tem razão!  Eu rir, e abri a porta do apartamento e dei espaço pra ele passar e fiz uma fila com as malas e assim consegui colocar todas para dentro do apartamento. 

*PV Hui* 

Entrei no apartamento, e que apartamento Hein?! Muito lindo, a sala arrumada do jeitinho que ela gosta, a cozinha toda arrumadinha, vídeos games, uma mesa redonda com 4 lugares. A TV enorme na parede, e em baixo da mesma uma estante, com foto dela de quando criança. Ela com sua mãe, seu pai, Sua irmã, e eu. Sorrio ao ver essa foto. Olhei pro lado e vi mais fotos nos dois juntos quando crianças. Ah que saudade desse tempo. Peguei uma foto em que eu e ela estávamos brincando no porquinho aí o pai dela nos chamou para tirar uma foto, e saiu eu e ela abraçados de lado, sorrindo inocentemente. Mal sabia nos dois que naquele dia uma semana depois eu iria embora.

Chloe- Eu amo essa foto.  Ela disse se aproximando.  - Foi o melhor dia da minha vida. Sinto saudades desse tempo.  Ela disse com tristeza em seus olhos.   - Mas só dé lembrar que você foi embora, entristece tudo. Depois que você foi embora muita coisa aconteceu Hui... Minha mãe sempre me desprezava. Meus pais brigavam todos os dias, minha irmã me maltratava, o pessoal da escola me abandonou...    Ela dizia olhando fixamente para a foto como se estivesse vendo tudo de novo.  

- Ei! Isso agora não passa de um passado. Não fique triste por causa disso. Eu estou aqui não estou? Eu te amo, você sabe disso, eu prometi voltar não foi? Eu sei que demorei muito mas, aqui estou eu, lindo maravilhoso, pra você!    Eu disse tentando a animar e consegui.

Chloe- Vai arrumar uma namorada!   Ela disse rindo. 

Então seja a minha namorada.

-Mas o que? Esta me dispensando?  Eu fingir está surpreso e coloquei a mão no coração e me sentei no sofá e fiz uma cara de dor.

Chloe- Eu tenho namorado, seu besta!  Ela riu.

Como assim? Quem é o filha da mãe que roubou você de mim?! Você é minha garota. De mais ninguém, só minha!  Espero que ele te mereça mesmo.

Chloe- Quer conhecer o apartamento? 

- Lógico, eu vou morar aqui meu bem.  Me levantei e a segui. Ela me mostrou todos os cômodos. O meu quarto, banheiro, sala cozinha, e seu quarto. Ao entrar no quarto da menor eu avistei uma caixa de lâminas. Fingir na ter visto e logo em seguida ela me mostrou a sacada. Que bela vista! 

Ela saiu da sacada e foi atender o telefone, me deixando sozinho na sacada. E eu acabo me perguntando, por que ela tem lâminas? Tá eu sei que ela é menina, deve usar as lâminas pra fazer as sobrancelhas ou algo do tipo. Mas e se ela estiver se.... Não! Não isso não pode! Eu não suportaria ver a minha garota se cortando. Mas ela está tão diferente, eu a conheco bem. Ela pode estar sorrindo, mas o olhar dela, os olhos me dizem outra coisa. A minha garota não está bem... 

Fui interrompido de meus pensamentos, pela garota me chamando.

Chloe- Você tá bem?

  O que você acha? Você pode estar se cortando entrando numa depressão e não me disse nada! Eu estou bem pra você? Eu poderia dizer isso mas, seria como um tapa na cara pra ela, então evitei falar.

- Se eu estou bem? Eu estou ótimo, ao seu lado eu sempre vou estar bem.

Chloe- Eu acabei de perceber que a comida está acabando, quer me acompanhar nas compras? 





 



Notas Finais


Essa foi a cap de hoje, espero que tenham gostado. Tchau
Dois beijos de luz


Gostou da Fanfic? Compartilhe!

Gostou? Deixe seu Comentário!

Muitos usuários deixam de postar por falta de comentários, estimule o trabalho deles, deixando um comentário.

Para comentar e incentivar o autor, Cadastre-se ou Acesse sua Conta.


Carregando...