1. Spirit Fanfics >
  2. My girl webtoon - imagine haechan(nct) >
  3. Que merda é essa?

História My girl webtoon - imagine haechan(nct) - Capítulo 2


Escrita por:


Notas do Autor


Meu Deus faz um ano que eu não atualizo(sim percebi isso só hj), socorro eu realmente sou uma péssima escritora, essa semana piorou pra eu escrever já que to viciada em assistir bbb20 e durmo até tarde (pode me julgar)

Se tiver algum erro ortográfico, desculpa eu não sou perfeita e muito menos professora de português

Capítulo 2 - Que merda é essa?


Fanfic / Fanfiction My girl webtoon - imagine haechan(nct) - Capítulo 2 - Que merda é essa?

O que aconteceu? Eu tô vivo ? foi tudo um sonho? 

Abri meus olhos com certa dificuldade por causa da luz.

Eu tô no meu dormitório? Afinal de contas o que aconteceu 

Sentia meu corpo todo doer, além disso ele parecia pesado, eu não conseguia me mover direito, porém com a minha insistência chata de tentar se mover não demorou muito para eu conseguir me levantar da cama , com isso vieram minhas lembranças de ontem, principalmente daquela garota, Irene, eu vi ela.

"Haechan,você deve tá ficando muito louco ultimamente "

Ouvi um barulho de porta abrir , era Renjun, ele parecia surpreso ao me ver, ficou certos segundos me encarando com os olhos arregalados até que eu quebrei esse clima

— Eu sei que sou bonito mais não precisa ficar me encarando assim ‐ disse sorrindo 

— Você tá bem? Achei que você tivesse morrido - perguntou chegando perto de mim e passando a mão no meu rosto.

Estranhei esse ato principalmente porque ele não respondeu de um jeito sarcástico ou me bateu 

— Eu que deveria perguntar isso- Tirei sua mão de perto de mim — por que voltou cedo? Não ia ficar o final de semana com seus pais?

— Você sabe que dia é hoje? - tava começando a achar que aconteceu algo muito 

— Domingo?

— Hoje é terça, você passou uma semana desmaiado nesse quarto - falou com calma porém dava para perceber que ele estava nervoso por algum motivo.

— Você tá brincando com a minha cara? - soltei uma risada sem humor — Pare com isso Renjun, você não é bom em fazer brincadeiras.

— Eu não tô brincando Lee Donghyuck  - disse de um jeito muito sério, mas o que deixou claro que ele não está brincando foi ele ter dito meu nome completo como se fosse uma mãe brigando com seu filho — Tome olhe você mesmo - disse me entregando um celular 

Na data dizia que era terça já de outra semana, eu me encontrava confuso, afinal de contas o que aconteceu para eu ficar desmaiado por uma semana. O raio, eu me lembro de ter sido atingido por um raio.

— Eu me lembro de ter sido atingido por um raio, foi por isso que eu fiquei assim?

— Olha pode parecer loucura, mas isso é o de menos que aconteceu 

— É? Então o que foi? Por acaso algum personagem de rookie virou real? - falei com um tom debochado mas a reação do Renjun me surpreendeu ele apenas arregalou os olhos e abriu a boca demostrando um estado de choque

— Como você sabe? - perguntou parecendo assustado 

— Como assim? Pare de ser louco Renjun, eu estava sendo sarcástico idiota.

— Haechan, preciso que você veja algo - disse saindo de perto de mim e indo perto  da porta.

Seu tom sério é assustado pra mim por isso não demorei muito pra levantar e seguir ele.

Começamos a ir em uma parte mais afastada do dormitório, eu já sabia onde estávamos indo. Ele estava indo em direção ao porão da escola, sim um porão, lá era onde costumávamos ir para fugir das coisas chatas do colégio, ninguém costuma a ir lá por causa de uma lenda que contava sobre uma garota te seduz com seu rosto falso de anjo  e depois te mata e sua última visão antes da sua morte é ela com seu verdadeiro rosto. Sempre achei essa história ridícula por isso eu e os meninos sempre que podíamos íamos lá, até um acidente com o Mark acontecer, depois daquilo nem um dos meninos colocamos o pé naquele porão. Para Renjun está me querendo levar lá algo de muito grave deve ter acontecido.

Quando ele abriu a porta a primeira imagem que tive foi Chenle com um jeito bem sério, o garoto que é escandaloso e vive sorrindo, ver ele desse jeito me deu um pouco de preocupação.

Renjun me empurrou para dentro do portão e fechou a porta trancando, o lugar se encontrava  o mesmo de antigamente, vários postar de animes e filmes colados pela parede, uma caixa de música velha, um pequeno baú onde guardavamos coisas mais especificamente revistas inapropriadas para a nossa idade. Esse lugar me trazia nostalgia, porém não durou muito ao eu ver que havia uma garota sentada no velho sofá que colocamos lá antigamente. 

— Quem é ela? E o que ela faz em um colégio interno para garotos? - perguntei confuso, por alguma razão eu sentia que conhecia essa garota de algum lugar e não ia com a cara dela

— Haechan lembra quando você foi atingido por um raio? - Renjun perguntou 

— Claro que eu me lembro, aquilo doeu, eu deveria ir pra enfermaria - respondi talvez fazendo um pouco de drama

— Esquece a enfermaria, isso é mais importante - cortou Chenle — Quer dizer ela é mais importante ‐ apontou pra garota que olhava para mim desdo momento em que coloquei os pés aqui.

— Não sabemos como mas lembra do webtoon Rookie? - apenas mexo a cabeça em sim — Não sabemos como mas ‐ ele dá uma pausa e olha para a menina — Um dos personagens saiu do webtoon e veio para a vida real - demorou alguns segundos para eu processar o que ele tinha falado mas depois que percebi a merda que ele tinha dito começei a rir muito

— Renjun que piada boa - falei rindo— ah cara eu quase caí nessa vendo a sua cara e a do Chenle preocupado 

— Não é piada Haechan - dava para sentir a raiva na voz de Renjun mas mesmo a sim não acreditei nele — Olha pra ela. Ela não te lembra alguém ?

Começei a reparar mais na garota que me encarava, foquei em seus cabelos um pouco cacheados e vermelhos, sua pele branca porém não muito pálida, seu rosto fofo e bochechas rosadas e suas roupas fofas –mais especificamente seu vestido que lembrava uma boneca– com tom azul pastel e branco que lembra.

— Vocês pagaram uma garota para se vestir igual a Irene só pra eu caí nessa pegadinha ?  

— Não seu idiota ela é a Irene - respondeu Renjun 

— Para de mentir tô cansado disso não sei porque eu vim até aqui 

 Não demorou muito para eu e ele começamos a brigar, o garoto e eu íamos com certeza sair no soco, porém um grito que mais pareceu de golfinho saiu de Chenle fazendo que eu e Renjun pararmos. Quando olhei para Chenle meu corpo inteiro travou. 

— Que merda é essa Renjun? - perguntei ainda em choque

A menina que se vestia que nem Irene estava segurando o sofá pra cima com apenas uma mão com um sorriso que poderia se considerar fofo, o problema foi que esse sofá era muito pesado e quando trouxemos ele tivemos que precisar de muita  ajuda.

— Acredita em mim agora que ela é a Irene? - perguntou em tom sarcástico porém eu nem respondi ainda olhava aquela criatura que tinha super força e não pertencia a esse lugar ainda em choque e um pouco de medo talvez.





Gostou da Fanfic? Compartilhe!

Gostou? Deixe seu Comentário!

Muitos usuários deixam de postar por falta de comentários, estimule o trabalho deles, deixando um comentário.

Para comentar e incentivar o autor, Cadastre-se ou Acesse sua Conta.


Carregando...