História My Happy Little Pill (Imagine Jeon Jungkook) - Capítulo 1


Escrita por:

Postado
Categorias Bangtan Boys (BTS)
Personagens Jeon Jungkook (Jungkook), Jung Hoseok (J-Hope), Park Jimin (Jimin), Personagens Originais
Tags Hobi, Hope, Hoseok, Imagine Jeongguk, Jimin, Jungkook, Jungkook X Você, Longfic, Mochi Mochi, Park Jimin
Visualizações 22
Palavras 1.215
Terminada Não
NÃO RECOMENDADO PARA MENORES DE 18 ANOS
Gêneros: Drama (Tragédia), Ficção Adolescente, Hentai, Romance e Novela, Shoujo (Romântico), Universo Alternativo
Avisos: Álcool, Insinuação de sexo, Linguagem Imprópria, Nudez, Sexo
Aviso legal
Os personagens encontrados nesta história são apenas alusões a pessoas reais e nenhuma das situações e personalidades aqui encontradas refletem a realidade, tratando-se esta obra, de uma ficção. Os eventuais personagens originais desta história são de minha propriedade intelectual. História sem fins lucrativos, feita apenas de fã para fã sem o objetivo de denegrir ou violar as imagens dos artistas.

Notas do Autor


oi meus mo, estou aqui de volta com muitas novidades pra vocês pra recompensar no meu grande sumiço, vou atualizar direitinho minhas fic e com o decorrer do meu cotidiano se vocês aprovar essa aqui eu volto o mais rápido possível com um novo capítulo

espero que gostem e boa leitura!!💞

Capítulo 1 - Aquele cara é bonito!


Tudo que eu sentia naquele exato momento era inexplicável. Pois o homem que eu amo esta ali na minha frente todo despojado de um jeito maluco falando o quanto sentiu minha falta nas nossas férias. Eu deveria acreditar nele? Eis a questão!

Eu me sentia uma garota que acabou de entrar no colegial e se sentia a mais sorridente só de ouvir coisas fofas do seu amado. Pedro tinha seu jeito grotesco de ser, mas quando sentia que era hora de me fazer bem, era o cara mais amoroso do planeta. Ele sabia muito bem que não gostava de caras melosos ao ponto de agarrar a namorada e não soltá-la de jeito nenhum. Vamos dizer que ele com seu jeito me cativa sempre, então dispenso qualquer cara que esteja interessado na minha pessoa. 

Bom, comecei o bimestre bem, por enquanto não. Todos estavam sentados no refeitório se divertindo do jeito que queria. A universidade que eu estudo é bem da galera alternativa, pessoas estilosas, bem de vida, eu já me sentia pequena diante de tantas garotas lindas e estilosas, eu me vestia de maneira casual, mas com uma pitada do estilo vintage, adorava pesquisar lookinhos no pinterest e me deliciar com roupas que nunca terei, triste. 

A univerdade era grande, então eu me adentrei no refeitório e avistei a mesa que se encontrava dois indivíduos indigentes que estavam discutindo por um sanduíche.

Cheguei até a mesa e mostrei meu boletim para eles,que não entenderam nada do que eu tentava gesticular com um largo sorriso nos lábios secos por causa da desidratação. 

- Gente minhas notas! - Falei pulando de alegria. Meu amigo Jung Hoseok olhou para Marie e sorriu, depois olhando pra mim se levantou e me abraçou apertado.

- isso merece uma comemoração. Não é Marie?! - perguntou à garota de olhos castanhos, cabelos ruivos e com as sardas mais lindas que eu já vi.

- Lógico Hobi! - Falou vindo em minha direção me abraçando fortemente e me deu um beijo na bochecha.

- ______ você vai amar hoje à noite. - falou ele rindo divertido para nós duas. Ficamos com uma cara de tipo, "o que vai aprontar dessa vez?" - Meus amigos da Coreia do Sul estão chegando daqui algumas horas, vocês não lembra de quando falei? - Marie estava prontamente para lhe falar algo, mas foi interrompida pelo sinal de buzina da escola.

- Ah é mesmo. Você ainda vai querer que nós vamos com você até o aeroporto? - falou Marie rapidamente e pegando suas coisas.

- Claro que sim! - Exclamou Hoseok.

- Não quero sair de casa hoje. - Falei para eles em um tom de desânimo.

- Amiga você vai e sem pestanejar em colega. - falou Marie e Hoseok me abraçou pelos ombros me levando até a saída da faculdade.

Fomos em direção ao carro dele, que era um Hb20 preto, grande e bonito, minha maior meta! Adentrei aquele carro e seguimos diante para nossas casas.

Eu e Marie somos amigas desde novinha, morávamos juntas fazia uns quatro anos. Eu era do Brasil e ela era do Canadá, e o Hoseok era da Coreia, como nos conhecemos? Em um grupo de voluntários para pessoas pobres. Nova York era grande e nos perdíamos sempre pelas ruas, e como eu e Marie sempre andávamos pelas ruas com aquele grupo de voluntários, encontramos Hobi sendo voluntário para pessoas viciadas. Ele é tão alegre que cumprimentou todos do grupo em que estávamos até que chegou em nós e é começamos a conversar sobre vários assuntos, diante dessa situação ficamos amigos, fortes e unidos.

Nosso caminho estava cada vez mais longe, era o que parecia para mim. Uma música tocava e eu já me sentia mais leve. O carro parou diante daquele enorme prédio em que morávamos, sim Jung Hoseok morava no mesmo prédio que nós duas.

Apenas adentrei meu apartamento e me deitei na cama grande, me sentindo mais uma vez insuficiente por não conseguir roubar um beijinho sequer do meu bebê denominado como Pedro. 

Às vezes eu me sentia triste com sua atitude meio fria em relação ao nosso relacionamento, mas aí ele me roubava uns beijo e tudo ficava de boa.

Eu sentia que algo de muito valor ia acontecer, era como se fosse uma coisa de grande porte no amor, eu não saberia ao certo o que era, mas as sensações de que vou entrar em uma sanidade mental mais além do que poderia ser. 

E como sempre eu tirava um tempinho pra fazer umas anotações no meu caderninho de desabafo, hoje eu apenas escrevi algo importante, em forma de poema:

"De várias formas possíveis,

de sensações sentidas. 

de corações em turbilhões,

em chamas. 

Hoje era o dia da minha sanidade 

entrar em colapso!"

                         ***

Estávamos com plaquinhas escritas os nomes dos dois amigos de Hobi. Uma estava escrita Park Jimin e a outra Jeongguk. Nomes esquisito, pensei. 

É quando menos espero vejo um Jung Hoseok todo bobo alegre quando vê dois garotos dos cabelos num tom de preto escuro, com óculos de sol os dois chega perto da gente e simplesmente fico indignada com tanta perfeição desses garotos. Um deles chegou perto de mim e simplesmente sorriu divertido tirando o óculos e meu Deus que olhar penetrante.

- Olá. - disse ele com uma doçura na voz e uma malícia no olhar.

Me recusei a acreditar que aquele homem estava me olhando com aquele olhar e simplesmente custei a acreditar que ele estava ali do meu ladinho. - oi... - Falei envergonhada e ele sorriu de lado.

- Você é...? -

-_____. - Falei rapidamente me virando e seguindo os demais.

No caminho até o nosso prédio conversei muito pouco com os dois garoto e descobri quem era quem. 

Jeongguk. O garoto que sorriu pra mim!

- Então nós vamos na festa hoje à noite? - perguntou Hobi esperançoso por uma resposta positiva. Eu apenas bufei e joguei a cabeça para trás. A chata do rolê.

- ______ nem vêm com essa de 'tô desanimada, tenho que estudar', você vai e ponto final!- exclamou ele em um tom sério. Saí dando gargalhadas para meu apartamento e logo que cheguei resolvi descansar um pouco já que hoje tinha a festa e eu não fui trabalhar porque tirei licença.

Eu fico imaginando todas às vezes isso que se passa na minha cabeça. É ensurdecedor para se ouvir ou então ditar em qualquer esquina. Aquela frase daquela moça de ontem que me viu na rua que então ela disse.

"Você fará boas lembranças com um rapaz memorável em sua vida." Ditou ela e eu apenas ressenti dando a seu dinheiro. Era oito horas da noite e eu passando naquele beco por causa de um pequeno Lanche. Mas eu não saberia dizer o que ela dizia, eu acreditava sim naquelas coisas que todos nós tivemos outras vidas e nossos amores já vivemos antes.

Esse rapaz eu tinha certeza ser o Pedro, ele mexe com minha cabeça, meu corpo, mente, alma e coração. Eu amo ele e sempre vou amar.

Aquele cara é bonito... Ouvi uma voz no meu ouvido e pulei de susto, meu subconsciente atacando novamente. 

- Caralho tô ficando louca. - espalmei minhas mãos no colchão e cai novamente no macio e limpo edredom. pensando na loucura dessa voz maluca atacar novamente. 


Notas Finais


e se vocês gostaram não esqueça de curtir, comentar e compartilhar, toda ajuda é reconhecimento é sempre bem vindo, e digo essa história ainda vai rolar muita coisa.
e se tiver algum errinho me perdoe escrevo mal pra caralho e eu sei disso, amém
obrigada a todos que estão comigo, amo vocês ❤️ beijus de luz


Gostou da Fanfic? Compartilhe!

Gostou? Deixe seu Comentário!

Muitos usuários deixam de postar por falta de comentários, estimule o trabalho deles, deixando um comentário.

Para comentar e incentivar o autor, Cadastre-se ou Acesse sua Conta.


Carregando...