1. Spirit Fanfics >
  2. My Heart is Yours (Imagine Min Yoongi) >
  3. Capítulo 07

História My Heart is Yours (Imagine Min Yoongi) - Capítulo 7


Escrita por:


Notas do Autor


Espero que gostem :)

Capítulo 7 - Capítulo 07


Fanfic / Fanfiction My Heart is Yours (Imagine Min Yoongi) - Capítulo 7 - Capítulo 07

S/N: - Você não pode fazer isso!

 

YG: - Você fez a mesma coisa comigo.

 

S/N: - Não é justo. - Eu sorri.

 

YG: - Eu acho que você gostou. - Fechei a cara.

 

S/N: - Não diz o que você não sabe.

 

YG: - A chuva diminuiu.

 

S/N: - Ainda bem. - Ele desceu do balcão.

 

YG: - Vou lá avisar o Jin hyung. - Ele tomou o resto do chocolate e deixou a xícara na pia, eu fiz o mesmo e fui pro quarto e na mesma hora o Tae oppa entrou no quarto.

 

V: - De novo com Yoongi hyung, dongsaeng? Tem certeza que não gosta dele? - Eu não respondi, e então ele abriu a boca e colocou a mão sobre ela. - VOCÊ GOSTA DELE! - Eu fui pra cima dele e coloquei a minha mão na boca dele.

 

S/N: - Fica quieto. Tá maluco?

 

V: - Foi mal. E ele?

 

S/N: - Ele o quê?

 

V: - Você não falou pra ele?

 

S/N: - Claro que não. Acha que eu sou maluca?

 

V: - Você já demorou um tempão pra perceber mesmo.

 

S/N: - Hã?

 

V: - Deixa quieto. Sua lerdinha. - Ele me abraçou e eu retribuí.

 

NJ: - Se tiverem que arrumar alguma coisa arrumem agora, que quando a chuva já tá passando, então nós já vamos.

 

V: - Você também não tem mais nada pra guardar, né? - Fiz que não com a cabeça. - Então vamos levar as coisas lá pra baixo.

 

S/N: - Tá bom. - Peguei minha mochila e levei pro andar de baixo e os meus outros oppas fizeram o mesmo. Trancamos tudo e fomos pro carro.

 

Q.D.T

 

Assim que chegamos, eu imediatamente fui pro meu quarto pra tentar dormir mais um pouco. Porém, quase não deu pra cochilar, porque depois de pouco tempo Hoseok oppa foi me chamar.

 

S/N: - Eu preciso mesmo ir?

 

JH: - Precisa sim S/A. - Levantei meus braços, ele sorriu e me puxou por eles.

 

S/N: - Agora me leva. - Ele se virou e se abaixou e eu subi nas costas dele.

 

JH: - Você ainda é um bebê S/A. - Ele me levou até cozinha e me colocou sentada em uma cadeira, depois se sentou também.

 

V: - Minha vez hyung! - Ele estendeu os braços, e o Jin oppa teu tapinha na cabeça dele.

 

JIN: - Para de graça Taehyung. - Em seguida o Nam oppa chegou.

 

JH: - Desse jeito a gente vai se atrasar.

 

NJ: - Foi mal hyung.

 

Q.D.T

 

JK: - Vocês dois tão com uma cara péssima hoje.

 

S/N: - Nós não dormimos direito.

 

V: - Tivemos que voltar de uma viagem de madrugada.

 

JM: - S/A, se quiser pode dormir no meu ombro.

 

V: - Ela já tem o meu.

 

JM: - Brincadeira.

 

V: - Sei.

 

JK: - Sem brigar vocês dois. - Ele colocou o braço em volta do meu pescoço. - Vamos indo S/A. - Eu assenti e nós dois saímos na frente dos meninos.

 

V&JM: - ESPEREM AÍ!

 

Q.D.T

 

Nós estávamos saindo da escola, e nossos irmãos estavam nos esperando de carro na frente da nossa escola.

 

V: - O que estão fazendo aqui?

 

S/N: - Vamos nos mudar de novo?

 

NJ: - Que ideia é essa S/A?

 

S/N: - Sei lá, vocês são meio malucos.

 

JH: - Não é nada disso. É que fomos convidados pra festa de aniversário da nossa colega, então vamos no shopping fazer compras. - Eu e o Tae oppa nos olhamos.

 

S/N&V: - Sério??

 

JIN: - Sabia que vocês ficariam animados. Agora entrem. - Nós entramos no carro e fomos pro shopping.

 

S/N: - E quando vai ser essa festa?

 

JH: - Sábado.

 

S/N: - Vocês devem estar ansiosos mesmo, pra já fazer compras em uma segunda.

 

JH: - É porque o Yoongi hyung quis vir hoje.

 

S/N: - O Yoongi?

 

JH: - Olha lá ele. - Ele acenou pra gente. - Nós fomos até uma loja masculina primeiro, a minha roupa seria a última, e pelo que eles falaram, assim como o Yoongi a garota era bem rica, então teríamos que ir muito bem-vestidos. Eu tive que ficar sentada esperando que eles se vestissem e depois aparecessem pra que eu desse minha opinião, era chato esperar mas foi divertido ajudá-los com as roupas. Porém naquela loja só achamos uma roupa que o Nam oppa gostou. Passamos em mais quatro lojas pra acharmos roupas pra todos eles e no final fomos achar a minha, o que foi bem mais rápido do que achar pra eles (link das roupas nas notas finais).

 

__________________________

 

No dia da festa Yoongi disse que viria nos buscar, eu ainda estava terminando de me arrumar.

 

JIN: - Que linda a minha dongsaeng.

 

S/N: - Gostou? - Dei uma voltinha.

 

JIN: - Você tá maravilhosa S/A. Quando você terminar desce que o Yoongi já tá lá embaixo.

 

S/N: - O Tae oppa já tá pronto?

 

JIN: - Tá mais atrasado que você.

 

S/N: - Eu imaginei. - Só vou colocar os brincos e já vou.

 

JIN: - Tá bom. - terminei de colocar os brincos e dei uma admirada em mim mesma, e depois saí do quarto. Desci as escadas, e os meus oppas todos me elogiaram, porém quem eu queria que me achasse bonita, mal olhou pra mim. - TAEHYUNG, DESCE LOGO!

V: - JÁ VOU! - Ele desceu as escadas e no final delas fez uma pose. - Como estou?

 

S/N: - Maravilhoso oppa.

 

V: - É meu charme natural. - Nós trancamos tudo e saímos, mas o que eu não esperava era que o motorista do Yoongi estaria dirigindo uma limusine.

 

S/N: - Isso não é um pouco demais?

 

YG: - Quando você chegar na casa dela você não achar pouco. - Ele estendeu a mão pra mim. - Vem. - Eu a peguei e entrei na limusine.

 

Q.D.T

 

S/N: - Você não tava brincando. - Se eu achava a casa do Yoongi grande, a da Ryeo Hana era muito maior, sem falar que os enfeites da festa eram muito extravagantes, mas, ao mesmo tempo, muito chique. - Ela é muito nojenta?

 

YG: - Melhor tirar suas próprias conclusões. - Ele colocou a mão na minha cintura. - Vamos entrar. - Nós entramos e a decoração era ainda mais extravagante.

 

S/N: - Ela gosta mesmo de rosa.

 

RH: - Yoonie!!

 

YG: - É a anfitriã. - Ele sussurrou pra mim com um ar de riso.

 

RH: - Quem bom que vieram! - Ela estava sorrindo largamente até olhar pra mão do Yoongi na minha cintura, mas ele percebeu e a tirou de lá. - Vem Yoonie! - Ela o puxou. - Se divirtam! - Ela falou já depois de andar um pouco.

 

JIN: - Acho que ela nem notou nossa presença aqui.

 

V: - Acho que ela queria ter os mesmos pesadelos que você dongsaeng.

 

S/N: - É…

 

JIN: - Vamos nos sentar. - Achamos uma mesa vazia e nos sentamos lá.

 

V: - Você não pode ficar triste assim S/A.

 

NJ: - Você tá triste S/A?

 

JH: - Triste por quê?

 

JIN: - Quem te deixou assim S/A? - Eles falavam todos ao mesmo tempo.

 

S/N: - Calma gente! O que deu em vocês? Eu não tô triste, o Tae oppa que exagera. - Me levantei. - Vou um pouco lá fora.

 

V: - Eu vou com ela. - Nós dois saímos.

 

S/N: - Oppa, você não pode ficar falando essas coisas perto deles. Você sabe que eles se preocupam demais.

 

V: - Me desculpa dongsaeng, mas é que eu também me preocupo muito com você e quero te ver sorrindo. - Nós nos abraçamos. - Eu te amo muito muito.

 

S/N: - Eu também te amo muito muito. - Nós ficamos andando pelo jardim enquanto conversávamos.

 

V: - Não fica triste, tá? Não gosto de te ver assim. - Ele apertou minha bochecha.

 

S/N: - É melhor eu ficar triste agora do que depois, além disso ele tem muito mais a ver com ela do que comigo.

 

V: - O quê? - Ele fez uma cara de nojo. - Nada a ver dongsaeng.

 

S/N: - Mas eles estão na mesma classe social. E você não se lembra de como ele me olhou no dia em que nos conhecemos?

 

V: - S/A, classe social não tem nada a ver, e quanto a ele ter te olhado daquela forma foi só porque ele te achou muito diferente de mim e dos hyungs. Você é mil vezes melhor do que ela, e no fundo você sabe muito bem disso. - Ele sorriu sacana. - E eu duvido que ela tenha beijado ele duas vezes e passado um final de semana inteiro na mesma casa que ele.

 

S/N: - Nem foram beijos de verdade oppa.

 

V: - Mas vocês se aproximaram muito na semana passada.

 

S/N: - Eu tinha achado que sim, mas ele mal olhou pra mim hoje e não disse nada sobre como eu estou.

 

V: - Mas desde que a gente chegou ele não desgrudou de você.

 

S/N: - Só quando a Hyeo Hana chegou. Ela olhou pra nós dois e ele imediatamente tirou a mão da minha cintura, e ainda nos largou sozinhos.

 

V: - Mas ela o arrastou.

 

S/N: - Não crie justificativas oppa, porque se ele não quiser nada comigo vai doer mais. - Nós voltamos pra dentro da casa e nos sentamos novamente na mesma mesa. Yoongi se sentou do meu lado e então a Hyeo Hana pegou o microfone pra dizer algumas palavras, mas eu não ouvia bulhufas do que ela dizia. Até que todos começaram a cantar parabéns que eu me toquei e passei a cantar junto, depois nós comemos bolo e a festa continuou, acho que a aniversariante estava tentando chegar até o Yoongi, mas os convidados dela não a deixavam em paz.

 

YG: - Quer dançar? - Ele me ofereceu a mão, tinha começado a tocar uma música lenta. Eu olhei pro Tae oppa e ele assentiu, então eu peguei na mão do mesmo. Fomos pra pista de dança, onde já haviam alguns casais e nos posicionamos começando a dançar em seguida – Você está linda S/N. - Eu sorri. - Eu queria ter dito antes.

 

S/N: - Obrigada.

 

YG: - Eu sinto que você quer me perguntar alguma coisa.

 

S/N: - Só estou curiosa.

 

YG: - Sobre o quê?

 

S/N: - Sobre você e a Hyeo Hana. Vocês têm alguma coisa?

 

YG: - Você quer mesmo saber? - Assenti. Nós paramos de dançar entre os casais e ele colocou sua mão na minha bochecha e a outra permaneceu na minha cintura, e então ele colou seus lábios sobre os meus, apesar de ainda não ter sido um beijo "real", ele prolongou o tempo do toque e a pressão sobre os meus lábios foi maior que das outras vezes. Depois que nos separamos ele acariciou minha bochecha e grudou nossas testas ao mesmo tempo. - Eu nunca teria nada com ela S/N. - Ele pegou na minha mão e voltamos pra mesa. No restante da noite ficamos apenas conversando, mas logo fomos embora.


Notas Finais




Gostou da Fanfic? Compartilhe!

Gostou? Deixe seu Comentário!

Muitos usuários deixam de postar por falta de comentários, estimule o trabalho deles, deixando um comentário.

Para comentar e incentivar o autor, Cadastre-se ou Acesse sua Conta.


Carregando...