1. Spirit Fanfics >
  2. My heartbeat- Sycaro >
  3. Ligação

História My heartbeat- Sycaro - Capítulo 9


Escrita por:


Capítulo 9 - Ligação


*POV DO SAIKO*

Terça-feira 05:00 a.m

Abro os olhos devagar e percebo alguém por cima de mim. 

Era o Ycaro. Ele tá com a cabeça por cima do meu peito.

Porque ele tá agarrado em mim desse jeito?

Tá, isso não importa. Vou tentar me levantar sem acordá-lo.

Me levanto, tentando não fazer nenhum movimento muito brusco, e vou até meu quarto, pegar o uniforme e ir tomar banho.

- Saiko? - Ouço uma voz sonolenta atrás de mim. 

- Hm? - Me viro enquanto coloco uma camisa limpa.

- Que horas são agora? - Ele pergunta esfregando os olhos.

- Acho que umas 05:20. Porque? - Pergunto passando perfume e indo atrás do meu tênis.

- Não sei, só queria saber. - Ele dá de ombros e boceja. - Me empresta uma roupa de novo pra eu usar hoje? 

- Ah sim, pode pegar qualquer uma ali. - Digo simples amarrando meus cadarços.

Ele vai até meu guarda roupa e pega uma blusa preta sem nenhuma estampa, e uma calça marrom que eu não uso a muito tempo.

Desço as escadas e vou tomar café, deixando Ycaro no quarto.

Faço dois omeletes com pão, um pra mim e outro pra ele. E esquento dois copos de nescau. 

Me sento na bancada de vidro e tento comer meu café bem rápido, pra não perder tempo.

-Ô Saiko. - Ycaro aparece já arrumado, com os cabelos molhados.

Até que as minhas roupas serviram bem nele. Pensei que fossem ficar grandes demais.

- Diga. - Bebo um gole do nescau.

- Tu viu o filme inteiro ontem? - Ele pergunta se sentando do meu lado, pegando um dos pães.

- Nah, eu dormi no começo. - Respondo sem me importar muito.

- Ah. - Ele suspira se aconchegando no banquinho. - Cê percebeu que o Tony parou de incomodar a gente esses dias?

- Sim. Pelo visto o conselho da enfermeira funcionou. - Dou uma pequena risada e me levanto pondo minhas louças na pia.

- É. - Ele fala meio distraído.

Ele parece meio distante hoje.. Mas isso não é problema meu.

Temos que ir logo se não vamos perder o horário.

- Ycaro. Vamos. - Chamo pegando minha mochila.

- Calma aí, já tô terminando. - Ele fala enfiando o pão todo na boca. - Pronto.

Ele coloca os pratos na pia e vai pegar os sapatos.

- Meu Deus, que demora pra amarrar um sapato. - Resmungo parado na porta.

- Ai Saiko, para de ser apressado, ainda tá cedo. - Ele fala se levantando e indo atrás da mochila.

- Mas eu não quero chegar atrasado de novo. - Digo  com os braços cruzados.

- Para de ser chato. - Ele fala vindo até mim e tranca a porta, passando na minha frente.

Eu fiquei calado quase o caminho todo, observando meus pés enquanto andava.

Chegamos bem rápido. Deve ser porque eu não prestei muita atenção.

Entramos na sala e todos nos olharam

- Olha, finalmente não chegou tarde hoje. - A professora elogia enquanto escreve alguma coisa de álgebra no quadro negro.

Eu soltei uma pequena risadinha e fui pro meu lugar.

• Quebra de tempo • 

Bom, agora eu estou em casa. Sem nada pra fazer já que o Ycaro foi cuidar da mãe dele, que aparentemente, tá doente.

Morar sozinho é ruim demais. Não tenho ninguém pra conversar, e as pessoas só vem se eu chamar.

Sinto saudade da minha irmã..

Talvez eu possa tentar ligar pra ela. 

Pego meu celular que estava do outro lado do sofá e disco o número dela, respirando fundo.

Faz muito tempo que não nos falamos.

<Alô? - Uma voz feminina soa nos meus ouvidos.

Oi.. Sou eu, o Rodrigo. Liguei pra saber como você tá. - Rio meio nervoso.

Aah, maninho! Porque não atendeu minhas outras ligações? Tô tentando entrar em contato contigo faz um tempão. - Ela fala com uma voz animada.

< Eu não devo ter visto. A faculdade tá meio puxada.. 

< Você conseguiu algum amigo? Na última vez que nos falamos você disse que não tinha nenhum.

< Ah, consegui um sim.. - Rio baixinho- O nome dele é Ycaro.Vamos pra escola juntos todos os dias.

< Quando eu voltar pra casa, quero que me apresente ele viu? 

< Sim, claro- Dou uma risadinha

< Agora, eu infelizmente tenho que ir. Tão me chamando aqui- Ela fala com um tom triste.

< Ok, sem problemas. Depois eu te ligo de novo.

Até um outro dia. Beijo.

Ela desliga a ligação e eu me deito de novo no sofá, me cobrindo, já que tava muito frio.

Vou ver se tem alguma coisa boa na tv. 

 

Continua :D



Gostou da Fanfic? Compartilhe!

Gostou? Deixe seu Comentário!

Muitos usuários deixam de postar por falta de comentários, estimule o trabalho deles, deixando um comentário.

Para comentar e incentivar o autor, Cadastre-se ou Acesse sua Conta.


Carregando...