História My Hero - Capítulo 1


Escrita por:

Postado
Categorias Boku no Hero Academia (My Hero Academia)
Personagens Izuku Midoriya (Deku), Shouta Aizawa (Eraserhead)
Tags Aideku
Visualizações 69
Palavras 842
Terminada Não
NÃO RECOMENDADO PARA MENORES DE 18 ANOS
Gêneros: Ação, Aventura, Drama (Tragédia), Lemon, Luta, Romance e Novela, Shoujo (Romântico), Universo Alternativo, Yaoi (Gay)
Avisos: Bissexualidade, Estupro, Heterossexualidade, Homossexualidade, Insinuação de sexo, Linguagem Imprópria, Mutilação, Nudez, Violência
Aviso legal
Alguns dos personagens encontrados nesta história e/ou universo não me pertencem, mas são de propriedade intelectual de seus respectivos autores. Os eventuais personagens originais desta história são de minha propriedade intelectual. História sem fins lucrativos criada de fã e para fã sem comprometer a obra original.

Notas do Autor


Olha eu aqui!!! Arrumando mais uma responsabilidade hehe...! Essa fanfic aqui eu vou lançar todo sábado, pra não ficar cansativo na semana (devido as provas, trabalhos, lições e etc...). Só fiquei um pouco curiosa e quis fazer uma fanfic desse gênero.

Reforço dos avisos da sinopse e complementos:

1- História Aideku (Aizawa × Deku)
2- Poderes ainda existem nesse universo.
3- Deku com pequenos problemas mentais (devido a traumas), mas nada grave.

Boa Leitura!!!

Capítulo 1 - Hospital


*Izuku on:*

Olha eu aqui de novo.....caído no chão.....sujo de sangue.....cheio de hematomas.....com a mente a mil.....e tentando se defender de uns caras bêbados tentando me violentar......todo dia a mesma coisa.....desde aquele dia.....o dia em que meus sonhos foram esmagados.....o dia em que minhas esperanças foram se esvaindo no ar......o dia em que fiquei sem ar de tanto chorar......e o dia em que toda a merda começou.....

*Flashback on*



Autora on:


- Você não pode se tornar um herói...- As palavras sairam de forma assustadoramente calma, de forma que a ficha demorasse a cair. Logo a pessoa que disse isso se foi, deixando um garoto paralisado, seus olhos eram verdes como esmeralda e cheios de brilho, que logo foram embora, suas lágrimas já começavam a cair e em um segundo ele se encontrou no chão, desabando em um rio de esperanças destruídas.

-AAAAAAAAH - O garoto gritou. Gritou como se fosse a coisa mais importante da sua vida, colocou pra fora todas as suas emoções, tudo o que tinha segurado nos últimos 11 anos, desde que descobriu não ter individualidade, desde que sua mãe começou a espancá-lo, desde que seus amigo começaram a fazer bulling consigo, desde que seu pai foi embora, desde que começou a ficar cheio de cicatrizes.

QDT (Depois do teste da UA)

O garoto desistiu de ser um herói. Como poderia ser um se nem se salvar ele podia? Se nem poderes ele tinha? Se tudo o que ele sonhou algum dia ter, ele não tem?

Voltou para a casa e sua mãe já o esperava com um chicote na mão.

- Além de ser estúpido, não é pontual e nem me trouxe o que pedi. - Ela diz se levantando e o garoto de cabeça baixa sem nem ousar dizer uma sequer palavra. - Deveria ter vergonha de ser quem é. - Assim ela disse, começou a bater no garoto, pernas, braços, barriga, pescoço, rosto. Nada se livrava de machucados. Assim que ela terminou foi para seu quarto dormir.

Com um pouco de dificuldade ele se levantou e foi para seu quarto. Quebrou um apontador velho que usava na escola e comoçou com os cortes. Cada gota de sangue para ele não era suficiente. Ele queria acabar com as dores. Mas não podia. Ele sabia que mesmo que pouca, ainda existia esperança em seu coração. E não estava errado precisava esperar. "Mas enquanto a sua hora não chega, os cortes farão seu trabalho", esse era seu pensamento.

Autora off

*Flashback off*

*Izuku on*

Agora aqui estou eu, esperando que alguém me ajude (o que é, para mim, impossível). Já fazem 2 anos desde aquele acontecimento. Deveria ter me matado de uma vez, mas nunca consigo, é como se tivesse uma barreira quando eu fosse fazer. Apenas quero que alguém me salve....

Depois de que tudo aconteceu os homens já estavam colocando suas roupas, quando aparece um homem naquele beco, descobri que era do sexo masculino pela sua fisonomia, antes da minha visão se apagar por completo uma frase saí da minha boca:

- Me....s-salve... - digo em apenas um fio de voz. E, finalmente, minha visão se apaga.

*Izuku off*

*Aizawa on*

Estava voltando para minha casa depois de dar aula na UA, quando passo por um beco que me leva ao meu querido lar. Até que vejo uns homens se vestindo e um garoto caído no chão ele olhou pra mim com aqueles olhos verdes opacos, mas que se dava pra ver muito bem em todo aquele beco sem cor e eu o ouvi dizer algo....

- Me.....s-salve... - Ele diz e desmaia. Eu o olho um pouco perplexo com o pedido, mas logo entendo, aqueles caras....

- Hey!!! - Chamo a atenção dos caras que já estavam indo embora e continuo - O que vocês fizeram ao garoto?

- Não se preocupe meu caro amigo, hahaha, ele é só um estúpido e inútil. Não sei por que ele ainda não se matou de uma vez. O garoto não tem individualidade mesmo, não presta. - Ele diz e pisa na perna do garoto, que agora está quebrada.

Não digo nada, apenas os ataco e os prendo com minhas fitas. Logo chamo a ambulância e a polícia.

QDT ( no hospital, depois de um tempo)

Eu estou no hospital, conversando com o médico.

- Ele vai ficar bem, porém tem algumas costelas e sua perna esquerda fraturadas, vai demorar um pouco paa se curar, mas logo ele vai estar bem. - O médico diz e eu apenas assinto.

- E os pais dele? - Pergunto um tanto preocupado, estranho, nunca fui de me preocupar com ninguém além de mim mesmo. Acho que esse garoto me quebrou, não posso ter sentimentos. Eles só atrapalham.

-Ainda não encontramos nada, como suas digitais estão desfiguradas fica difícil descobrir sua identidade.

- Entendo. - Falo e assim vejo um par de olhos esmeraldas se abrindo. Seus olhos estão mortos. Não há mais brilho. Intrigante. Logo ele abre os olhos por completo e nos encara confuso.

- Quem são vocês...?


Notas Finais


Daqui a pouco tem Heart Stitched's in Blood!!!


Gostou da Fanfic? Compartilhe!

Gostou? Deixe seu Comentário!

Muitos usuários deixam de postar por falta de comentários, estimule o trabalho deles, deixando um comentário.

Para comentar e incentivar o autor, Cadastre-se ou Acesse sua Conta.


Carregando...