História My Hero 4: Endgame - Capítulo 5


Escrita por:

Postado
Categorias Boku no Hero Academia (My Hero Academia)
Personagens Denki Kaminari, Eijirou Kirishima, Eri, Fumikage Tokoyami, Hitoshi Shinsou, Itsuka Kendo, Izuku Midoriya (Deku), Katsuki Bakugou, Kyoka Jiro, Mei Hatsume, Melissa Shield, Mina Ashido, Minoru Mineta, Mirio Togata (Lemillion), Momo Yaoyorozu, Nejire Hado, Ochako Uraraka (Uravity), Personagens Originais, Shouta Aizawa (Eraserhead), Shouto Todoroki, Tamaki Amajiki (Sun Eater), Tenya Iida, Tetsutetsu, Toga Himiko, Tomura Shigaraki, Tsuyu Asui
Tags Deku Adulto, Deku X Ochaco, Despedida, Família, Hentai, Izuocha, Midoriya X Uraraka, Ultimato
Visualizações 46
Palavras 1.902
Terminada Não
NÃO RECOMENDADO PARA MENORES DE 18 ANOS
Gêneros: Ação, Aventura, Comédia, Drama (Tragédia), Ficção, Ficção Adolescente, Ficção Científica, Hentai, Luta, Mistério, Romance e Novela, Saga, Shoujo (Romântico), Suspense, Universo Alternativo, Violência
Avisos: Insinuação de sexo, Linguagem Imprópria, Sexo, Tortura, Violência
Aviso legal
Alguns dos personagens encontrados nesta história e/ou universo não me pertencem, mas são de propriedade intelectual de seus respectivos autores. Os eventuais personagens originais desta história são de minha propriedade intelectual. História sem fins lucrativos criada de fã e para fã sem comprometer a obra original.

Notas do Autor


Boa leitura ;)

Capítulo 5 - Cem Porcento?


 O último andar da prisão tremia, a pressão no ar pesava com a libertação de Shigo. O suor escorria do rosto de Nejire, e quando o vilão deu mais um passo ela sabia que precisaria se mexer, e por sorte conseguiu, aquela pressão esmagadora sumiu e a azulada correu até o painel de controle e apertou o botão preto, de fechamento máximo da prisão.

 Do lado de fora da grande prisão, as janelas de vidros foram cobertas por metal e as portas por lasers. Bakugou respira fundo com a cara de espanto, não acreditava que estava vendo aquilo, Shigo cambaleia um pouco para o lado e arfa.

 - Não estou em boas condições - O vilão pensa um pouco trêmulo. - Meu corpo treme um pouco, e ainda estou um pouco tonto, esse gás realmente fez um pouco de efeito, e pior, a Eri está aqui. - Shigo olha para a responsável que consegue deixar ele fraco com o toque de sua individualidade, a mesma mostrava espanto em seu rosto.

 - Shigo! - Mirio grita escondendo o medo, mas quando aqueles olhos negros olham diretamente para o loiro seu corpo arrepia. - Droga, não podemos deixar ele sair, Nejire, vai para o andar de baixo, precisamos do líquido negro que a Hatsume tem!

 - Entendido! - Nejire responde e sai da sala.

 - Ótimo - Bakugou diz sorrindo. -, vou dar o troco de dois anos atrás, Shigo.

 - Katsuki. - O vilão diz encarando nos olhos raivosos do herói.

 Tamaki pega Eri no colo e rapidamente sai da sala.

 - O-oque está fazendo!? - Grita Eri pelo corredor. - Eu preciso estar lá, minha individualidade pode enfraquecer ele!

 - Você tem que sair daqui, algo me diz que ele está diferente de dois anos atrás, e o estado dos outros vilões me dão essa pista Eri. - Tamaki diz correndo o mais rápido que podia.

 - Como assim?

 - Ele tem DNA do All for One em seu corpo, algo disso me perturba. 


 O silêncio da sala do último andar era um desconforto, apenas o som do alarme se ouvia, as luzes vermelhas que ficavam piscando irritava Bakugou e dava uma péssima sensação para o Mirio. Ambos não tiravam o foco do vilão a sua frente, a qualquer momento ele pode atacar.

 - Eu estou mais forte Shigo, você não vai ter o mesmo resultado que teve antes. - Bakugou diz estralando seus dedos com um sorriso convincente em seu rosto. 

 - Será? - Shigo diz.

 - Quer descobrir! - Bakugou grita, sua velocidade melhorou bastante também, estava na frente do vilão com suas mãos erguidas em segundos, prestes a atacar.

 - Ele é rápido! - Pensa Shigo um pouco surpreso. Quando as mãos de Bakugou brilham em um tom alaranjado, o vilão sabia que não era um bom sinal. A explosão destrói a parede que havia atrás de Shigo, destruindo o resto da cela do vilão também.

 - O que foi, está tão lento. - Exclama Bakugou olhando para o lado, onde se encontrava Shigo de joelhos e com a sua roupa um pouco queimada, seu braço queimou um pouco assim como um pouco do seu rosto.

 - Como eu pensei, não vou aguentar enfrentar ele, estou lento e com certeza, as fibras de meu corpo também, não vou aguentar essa explosão a queima roupa, mas tem um jeito. - Shigo analisava e pensava sobre sua situação.

 - Bakugou já feriu ele? - Exclama Mirio surpreso. - Talvez, o gás deixou ele fraco mesmo, temos vantagem!

 - Vamos Shigo, me mostra aquele demônio que eu vi a dois anos atrás! - Com um grito de raiva, Bakugou avança novamente, com suas mãos prontos para outra grande explosão, e Shigo não reagiu, pois não precisou.

 As explosões de Bakugou não saiu, sua mão encostou no ombro de seu inimigo sem nenhum ataque. O herói se encontrava confuso, pois voltou a tentar usar suas explosões mas nada saia.

 - Que porra está acontecendo? - Pergunta, mas Shigo não responde, apenas sorri e acerta um soco no rosto do herói que é jogado para o outro lado da sala.

 - Não reconhecem essa sensação - Shigo diz arfando, Bakugou levanta irritado, antes de atacar usa um leve ataque na mesa a sua frente a explodindo em pedaços.

 - Voltou? - Bakugou pergunta para si mesmo, o herói avança novamente e com sua velocidade melhorada apareceu atrás do vilão, sua mão volta a brilhar e ameaça de outra explosão. Mas nada saiu, sua mão tocou no rosto de Shigo sem nenhum efeito. - O quê!?

 Shigo se vira e tenta um soco, mas Bakugou desvia e acerta com sua manopla um soco no rosto do vilão que mostra um sorriso, um chute de Shigo quase acerta o herói, que desvia, Katsuki estava sendo pressionado contra a janela atrás dele, que estava bloqueada por metal.

 Sem alternativa, Bakugou ergue seus braços em defesa, suas explosões não saia. Sua defesa é quebrada com os socos pesados de Shigo que facilmente quebrou suas manoplas. A palma da mão de Shigo golpeia o centro do peito do herói que geme de dor, rachando o vidro atrás de si. Mas o vilão não aguentava mais prender a respiração, e logo Bakugou entendeu. 

 Shigo dá um último soco na barriga de Bakugou, que mesmo com a enorme dor se concentrou no rosto do vilão, e quando ouviu ele respirar de novo usou sua explosão.

 - Merda! - Shigo grita, recebendo a explosão de perto o jogando para longe, seu corpo se choca com a parede da sala, destruindo em segundos. Bakugou acabou atravessando o metal e caiu do último andar daquela torre.

 - Bakugou! - Mirio grita assustado se aproximando da janela. - Droga. Eu entendi o que está acontecendo aqui, essa individualidade, é de Hesai. - O loiro olha zangado para o vilão, que levantou com dificuldades, seu corpo estava completamente ferido, e suas roupas rasgadas.

 - Parabéns, Mirio. - Shigo diz arfando.

 - Você realmente tem o All for One, e roubou de Hesai que está preso no andar de baixo. Essa individualidade bloqueia as outras ao seu redor, não atinge uma área muito grande mas é útil para uma fuga dos heróis, basta apenas segurar a respiração. - Exclama o loiro. - Mas, como você a roubou?

 - Explico outra hora. - Exclama Shigo se levantando. Mirio não pode usar sua individualidade, pois vai ser bloqueada com a individualidade roubada de Hesai, e no corpo a corpo ele tem suas dúvidas, pois Shigo tem uma incrível força bruta que pode bater de frente com a de um Nomu, ou igual o All Might.

 O loiro sabe que tem que fazer, sua respiração fica pesada, mas logo se concentra e respira fundo.

 - Você não vai sair daqui. - O loiro diz avançando em direção ao inimigo.

 Shigo prende sua respiração novamente bloqueando a individualidade do loiro, a área que ele conseguia atingir era apenas a dimensão daquela sala, nem um centímetro a mais. Mirio notou que ele já usou a individualidade, então mostrou seus socos rápidos.

 - É só fazer ele ficar em movimento que vai gastar mais fôlego. - Mirio pensava com clareza, seus socos eram bem rápidos de surpreender para alguém do tamanho dele, Shigo quase não tinha chance de atacar, ficava apenas recuando e se desviando.

 Ele já não aguentava mais prender a respiração, então deixou um soco acertar seu rosto, doeu bastante, mas com isso conseguiu imobilizar o braço de Mirio. O vilão agarrou e o ergueu com força, em seguida jogou o corpo de Mirio contra o chão, destruindo o chão da sala, fazendo os dois caírem no andar de baixo.

 Shigo se levanta um pouco tonto, e Mirio faz o mesmo.

 - Nada mau Mirio.

 - Desgraçado. - Mirio diz ofegante.

 No andar de baixo estava Nejire e Mina, ainda não foram notadas pelo vilão que só se concentrava em Mirio. Com o levantar do loiro Shigo logo volta a prender a respiração, pois sabe que um único segundo que Mirio conseguir usar sua individualidade será complicado pra ele. Nejire entendeu o que o vilão estava fazendo.

 - Mina, temos que atacar. - Nejire diz, e enquanto ambas discutiam o plano a luta começou entre Mirio e Shigo.

 - Como assim? - A rosada pergunta. - Não podemos ganhar.

 - Você é boa em artes marciais, ou algum estilo de luta que seja bom a corpo a corpo?

 - Bem, sim eu sou boa, eu fiz muitas aulas de karatê. 

 - Ótimo - Nejire se levanta e respira fundo. - Não vamos poder usar nossa individualidade nele, pois ele está usando outra individualidade de uma outra pessoa.

 - O quê? 

 - Essa individualidade, bloqueia as outras em uma distância curta, basta apenas ele prender a respiração, mas se contra o Mirio ele está gastando fôlego rápido, contra nós três teremos mais chance, e conseguir contra atacar com um golpe certeiro. - Nejire diz ajudando a sua amiga ficar de pé, que logo concordou com a ideia.

 - Tudo bem, eu vou primeiro. - A rosada diz.

 Shigo defende outro ataque de Mirio, o loiro não conseguia se mexer e com isso levou um chute no estômago o jogando contra a mesa, derrubando alguns frascos de Hatsume. O vilão avança em direção ao loiro mais é surpreendido por um chute de Mina.

 - Droga! - Exclama Shigo respirando mas logo volta a prender a respiração. Ele tenta acertar um soco em Mina, mas a mesma se esquiva e logo atrás dela venho Nejire, golpeando o estômago do vilão com seu joelho, Shigo cambaleia um pouco para trás.

 Mina acerta dois socos em seu rosto, e tinha sucesso em se esquivar dos ataques do vilão, que dava oportunidade de Nejire atacar com seus chutes. Porém a rosada falha ao tentar um chute direto no rosto do vilão, que segura fortemente seu pé e a arremessa contra a parede.

 Nejire era rápida demais, e aproveitou a guarda baixa e entrelaçou suas pernas contra o pescoço do vilão o enforcando. O fôlego de Shigo estava acabando, sua aparência já começava a ficar vermelha. Ele agarra forte a cintura de Nejire enquanto a mesma golpeava diversas vezes sua cabeça com o cotovelo.

 Shigo deita Nejire contra a mesa, quebrando o objeto em dois, foi o bastante para contra atacar a azulada que sofreu dor com o impacto, o vilão começa a enforcar Nejire, que se debatia tentando usar sua individualidade.

 Mina já havia ficado inconsciente com a pancada, e Nejire começava a ficar sem fôlego. Shigo volta a respirar, ele parecia sugar o ar de tanto fôlego que havia perdido. Nejire utiliza sua individualidade, e com a forte onda energética em suas mãos voou para longe do vilão.

 - Interessante essa individualidade, Nejire Wave Motion - Shigo diz ainda arfando. - Mas, se eu perder muito tempo com vocês aqui, estarei cansado para testar outra coisa. - Um portal se abre logo atrás de Shigo, era igual o de Kurogiri.

 - Como? - Nejire diz assustada.

 - Eu sinto ele cada dia mais fraco, e isso vai ser um problema para mim, então... nos veremos outra vez, quando eu estiver em cem porcento. - O vilão some junto com o portal, deixando a prisão.

 - Droga... ele escapou. - Nejire diz assustada, com a destruição do lugar, sendo que não era o cem porcento de Shigo.


Notas Finais


Deixem seus comentários ;)


Gostou da Fanfic? Compartilhe!

Gostou? Deixe seu Comentário!

Muitos usuários deixam de postar por falta de comentários, estimule o trabalho deles, deixando um comentário.

Para comentar e incentivar o autor, Cadastre-se ou Acesse sua Conta.


Carregando...