História My Hero, My Love - Imagine - Capítulo 1


Escrita por:

Postado
Categorias Boku no Hero Academia (My Hero Academia)
Personagens Dabi, Denki Kaminari, Eijirou Kirishima, Hitoshi Shinsou, Katsuki Bakugou, Midoriya Izuku (Deku), Personagens Originais, Shouto Todoroki
Tags Bakugou Katsuki, Dabi, Imagine, Izuku Midoriya, Kaminari Denki, Kirishima Eijirou, Shinsou Hitoshi, Shouto Todoroki
Visualizações 336
Palavras 2.254
Terminada Não
NÃO RECOMENDADO PARA MENORES DE 16 ANOS
Gêneros: Comédia, Romance e Novela, Shoujo (Romântico)
Avisos: Heterossexualidade
Aviso legal
Alguns dos personagens encontrados nesta história e/ou universo não me pertencem, mas são de propriedade intelectual de seus respectivos autores. Os eventuais personagens originais desta história são de minha propriedade intelectual. História sem fins lucrativos criada de fã e para fã sem comprometer a obra original.

Notas do Autor


Olá, a algum tempo peguei uma paixão por imagines e comecei a trabalhar nessa, consegui terminar hoje <3

Tem um aviso nas notas finais, por favor leiam depois

Espero que goste ^^

Capítulo 1 - Vocês se conhecendo


Fanfic / Fanfiction My Hero, My Love - Imagine - Capítulo 1 - Vocês se conhecendo

-Izuku Midoriya: 

 

Você estava servindo as mesas do café onde trabalhava, estava tudo tranquilo como sempre. Mas enquanto servia as mesas viu uma revista de seu herói favorito, All Might. Você sem reparar se aproximou e pegou a revista olhando a capa mais de perto. 

-Ahn… 

Esse simples som fez você “voltar”, você ainda estava trabalhando no café e essa revista pertencia a um cliente, você pegou algo que não era seu sem pedir. 

-Me...me desculpe… 

Você colocou a revista novamente na mesa olhando para seu dono, era um garoto da sua idade, tinha cabelos bagunçados verdes, além de olhos da mesma cor, ele era muito fofo, e isso te encantou. Perto do local onde havia a revista tinha diversos cadernos e apostilas, ele estudava na mesma escola que você, a U.A. 

-Tudo bem, não foi nada. - ele respondeu. 

-Eu...também sou muito fã dele. 

Você disse apreensiva, precisava voltar ao serviço. 

-Serio? Eu quase não vejo garotas gostarem dele, bem, na vida real, na internet vejo várias. - ele disse sorrindo. 

-S/N?! 

Seu chefe estava te olhando feio, você tinha que voltar ao serviço imediatamente. 

-Desculpa, tenho que ir, mas antes...você estuda na U.A? 

-Estudo sim, por que? - ele respondeu. 

-Talvez a gente se esbarre então.  

Você disse sorrindo e saindo, ele te respondeu com um sorriso: 

-Izuku Midoriya… 

Você conseguiu ouvir enquanto se afastava, acenou de leve e se retirou definidamente, você o veria novamente e então, ele saberia seu nome. 

 

-Bakugou Katsuki: 

 

Era fim de semana, você tinha combinado de jogar basquete com suas amigas, alguns erros, alguns acertos, mas estavam se divertindo. Até um garoto alto com cabelos loiros e olhos vermelhos se aproximar, ele olhava para você e suas amigas de “um jeito mal”. Ele se aproximou da sua amiga e gritou: 

-Você! Jogue contra mim! 

-Ha?!  

Ela respondeu confusa, ele queria uma competição com ela pois jogava bem, sua amiga aceitou, todas saíram da quadra para dar espaço, sua amiga era boa, mas ele era ainda mais, depois de longos minutos você estava confiante que sua amiga venceria, afinal ela estava muitos pontos na frente, até de repente a bola explodir, todas ficaram sem reação e em silêncio. 

-Opa, foi sem querer, nunca mais vamos saber quem venceu… 

Ele falou isso se afastando e saindo, suas amigas foram até sua amiga desafiada ver como ela estava, já você, foi atrás do garoto, ele acabará com o jogo, “ele não sabia perder” foi o que pensou. 

-Ei, você! - você gritou correndo atrás dele - o que você fez não foi legal. 

-Hã? Quem é você? 

-Não importa, deveria levar um desafio até o final, não sabe perder? 

-O que disse garotinha? - ele aumentou a voz se aproximando de você. 

-Você não sabe perder! - você gritou. 

Ele abriu a boca para gritar, mas foi interrompido por suas amigas lhe chamando. 

-S/A! 

-S/A? - ele repetiu. 

-Sim, é meu apelido, meu nome é S/N. 

-...Bakugou Katsuki… 

-O que? - você não tinha ouvido, afinal ele havia sussurrado. 

-...BAKUGOU KATSUKI. 

Ele gritou tão alto que até a cidade vizinha ouviu, te deu um sorriso de satisfação por constrange-la, afinal todos presentes lá começaram a te encarar, e então saiu. Você ficou olhando ele se afastar confusa, “o que foi isso que aconteceu”, era o que se passava na sua cabeça. 

 

-Eijirou Kirishima: 

 

Você estava na sua loja de mangás favorita procurando a mais nova edição que acabará de lançar, depois de minutos passando os olhos por diversas edições que nunca tinha visto antes, acabou ficando interessada por uma obra que nunca tinha ouvido falar, queria pegar e ver sua capa, mas a edição estava muito alta para você. Então ficou na ponta do pé e se esticou, tocou na edição de relance, mas nada, de repente uma sombra tampa a estante e uma mão aparece, tira o mangá e te entrega, você se recompõe e ergue a cabeça, era um garoto um pouco mais alto que você, tinha espetados cabelos vermelhos, além de olhos da mesma cor. 

-Aqui está. - Ele te entregou sorrindo. 

-O-obrigada... 

Você respondeu pegando o mangá envergonhada, ele foi muito gentil te ajudando, além de ser um rapaz bonito. 

-Nunca tinha visto uma garota comprando esse mangá. - Ele disse sorrindo. 

-Eu não sei se vou comprar, mas parece interessante. 

-É muito bom, eu adoro, leve. 

-...Certo, vou dar uma chance. 

Fazia tempos que queria ler algo novo mas estava na dúvida, resolveu levar e estava torcendo para ser realmente bom, afinal é seu dinheiro que está sendo gasto. 

-...Qual o seu nome? - ele perguntou. 

-S/N, e o seu? 

-Eijirou Kirishima, onde você estuda? 

-Mudei de escola recentemente, agora vou estudar a U.A - você disse orgulhosa de seu esforço. 

-Sério? - ele disse feliz – eu estudo na mesma escola, quando terminar de ler me diga o que achou. 

-Certo, bem...espero te encontrar lá. 

-Eu também. 

Você se despediu e foi até o caixa, estava feliz, nem começará as aulas e já teria um amigo, não se sentiria sozinha ou deslocada, teria alguém animado e alegre para conversar, pelo menos foi essa a impressão que teve. 

 

-Denki Kaminari: 

 

Você andava de um lado para outro, perdida nos corredores da U.A, era seu primeiro dia de aula e a única informação que tinha era um papel dizendo sua sala, só tinha um problema, a folha não dizia aonde ficava sua sala, o resultado foi você andando pelo colégio todo até se perder. Você estava concentrada nas placas indicando cada sala que acabou não vendo um garoto que se aproximava. Ambos se esbarraram fazendo você recuar um pouco. 

-Desculpe... 

Você ergueu a cabeça para ver quem tinha lhe pedido desculpas, era um garoto quase da sua altura, tinha cabelos loiros com uma parte em preto além de olhos amarelos como ouro. 

-...Tudo bem, eu que deveria me desculpar. 

-Opa, deixou cair isso, linda. 

Você tinha derrubado seu papel com as informações no chão no momento do esbarrão, ele se abaixou, pegou e te entregou. 

-O-obrigada...- você agradeceu pegando a folha e corando em seguida pelo elogio do mesmo. 

-Você é aluna nova? Está perdida? 

-Estou, pode me ajudar? 

-Posso sim, deixe-me ver. 

Ele olhou o papel e deu um sorriso. 

-Você está com sorte, é a minha sala, me chamo Denki Kaminari e você? 

-S/N. 

-Bem S/N, vamos ter um longo ano juntos, então vamos cuidar bem um do outro certo? - ele lançou uma piscadinha para você a deixando corada. 

Ele a acompanhou até a sala, você escolheu um lugar próximo a carteira dele, mesmo tendo dado em cima de você no caminho até a sala, achou que daí nasceria uma bela amizade 

 

-Shoto Todoroki 

 

Você estava em aula e em uma fila esperando a sua vez de mostrar sua peculiaridade* para seu professor, você não sabia o nome dos seus colegas ainda, afinal as aulas tinham começado a pouco tempo, você olhou para o garoto que estava na sua frente na fila, era o garoto com duas cores de cabelo, um lado branco e outro vermelho, no momento em que "baterá" os olhos nele não o tirou da cabeça. Ele estava na sua frente, era sua chance, criou coragem e o chamou: 

-Ei, olá, qual o seu nome? 

Ele a olhou pelo canto dos olhos e fingiu que não ouviu. 

-Ei, não me ignore, pelo menos me diga, a cor do seu cabelo é natural? 

Ele se virou para você e respondeu: 

-Sim. 

E se virou novamente, nesse momento você reparou em algo que não tinha visto, os olhos do garoto, eram cinza e turquesa. 

-Você tem heterocromia. - você disse fascinada – seus olhos, seus cabelos, são de duas cores, é lindo! 

Você não reparou no momento, mas essa pequena frase fez o garoto corar, seu fascínio por ele chamou a atenção do mesmo. Então, foi a vez dele ficar intrigado com você, era a primeira pessoa que o elogiava de verdade, era a primeira que via beleza nas duas faces, mesmo odiando uma delas. 

-Shoto Todoroki. 

Você se assustou, não esperava uma resposta dele. 

-S/N! - você disse sorrindo. 

Ele confirmou com a cabeça e se virou ficando de costas, você estava feliz, tinha conversado e conseguido o nome dele, além de ter atiçado a curiosidade do garoto.

 

-Shinsou Hitoshi: 

 

A tempos você queria sair um pouco da rotina, respirar novos ares, então decidiu dar um passeio em um parque próximo a sua casa, isso mudaria seu cotidiano, pelo menos um pouco, afinal, não era algo que fazia com frequência. Enquanto andava, respirava fundo e apreciava a paisagem distraída, estava contente com essa nova mudança, estava tão distraída que não reparou em um filhote de gato que estava a seguindo a algum tempo, ele resolveu se aproximar passando entre suas pernas te assustando. 

-E-ei... 

Você olhou com um pouco de medo, mas era apenas um pequeno e fofo filhote de gato. 

-Que fofo. 

Você disse isso e pegou ele nos braços, fez carinho em sua cabeça fazendo o mesmo miar. 

Naquele exato momento um garoto muito alto saí em meio as árvores te assustando, seus arroxeados cabelos bagunçados com olhos da mesma cor, além das olheiras que se formavam, a aparência dele a assustou mas sua aparição repentina assustou mais ainda. 

-Você encontrou ele. - Ele disse indo em sua direção. 

-É seu? - Você disse esticando os braços o entregando. 

-Mais ou menos. - Ele disse pegando o felino e fazendo carinho. 

-Como assim? 

Ele a encarou por longos minutos até tomar uma decisão. Fez um sinal com a cabeça para segui-lo e começou a caminhar, meio desconfiada em seguir um estranho foi atrás mesmo assim, algo nele lhe transmitia segurança, como se pudesse confiar nele.  

Depois de algum tempo caminhando, a levou do outro lado do parque até uma árvore grande e afastada, próximo as raízes da árvore tinha um buraco, o garoto se agachou e colocou o gato dentro da árvore, você se agachou também, a árvore era oca e naquele buraco o garoto tinha improvisado uma casa, tinha coberta, água e comida. 

-Não pode levar ele para casa... - você disse por impulso. 

-Sim, longa história. 

Você ficou observando o garoto brincar com o gato, quando o viu pela primeira vez em sua aparência estranha e cansada ficou assustada, mas vendo-o brincar com o pequeno filhote com um sorriso nos lábios e um brilho no olhar, seu coração se aqueceu. 

-Qual o seu nome? - Você perguntou. 

-Por que quer saber? - Ele disse meio indiferente. 

-Bem, eu gostei do pequeno. - Você disse apontando para o gato. - Quero vir ver ele mais vezes, eu sou S/N. 

Ele a olhou meio desconfiado, você realmente queria ver o felino novamente, mas além disso, queria ver esse garoto novamente.  

-...Ele não come qualquer tipo de comida, ele gosta de água fresca e sente frio com facilidade... 

Ele começou a falar sobre o gato lhe explicando alguns fatos sobre o animal. 

-...e...sou Shinsou Hitoshi. - Ele disse corando virando o rosto. 

-Vai ser mais fácil cuidar do pequeno com ajuda - Você disse – Prazer em conhece-lo.  

 

-Dabi: 

 

Você estava sentada no chão de um beco afastado e um pouco escuro, estava abraçando suas pernas e escondendo o rosto entre os joelhos, estava triste e chorando, seu namorado ou melhor, seu ex-namorado, tinha acabado de terminar com você, amanhã seria o aniversário de um mês de vocês, ele foi seu primeiro namorado, então queria que tudo fosse perfeito com ele, mas algo deu errado. 

-Você está atrapalhando. 

Ouviu uma voz grave falar, ergueu a cabeça e se deparou com um homem alto, tinha bagunçados cabelos negros e profundos olhos azuis. 

-Hã.....?! 

Estava confusa, se perguntando desde quando aquele homem estava ali, na verdade, ele estava neste beco bem antes de você aparecer, mas distraída e triste não reparou, ele aproveitou que você não tinha reparado sua presença e se escondeu, ia esperar você sair e então terminar o que estava fazendo, mas fazia alguns minutos que você estava aí fazendo o homem desistir de espera-la. 

-...Por que está chorando? 

Esse homem era um estranho de aparência macabra, mas estava tão triste que desabafou. 

-Meu namorado terminou comigo, íamos fazer um mês de namoro, ele foi meu primeiro namorado, queria que tudo fosse perfeito com ele mas...ele... - você começou a chorar novamente - ...disse...que eu não...era o suficiente...que as ex dele eram melhores... 

Você não se aguentou e voltou a chorar. Ele olhou para os lados pensando no que falar. 

-E está neste estado por conta de uma pessoa assim? - ele falou com desdém - Você não tem que ser suficiente para ninguém, ele só tem que te amar e cuidar de você, não vale a pena chorar por alguém assim, fique feliz que se livrou dele, se você não é suficiente por que ele não volta com as ex? Ainda bem que se livrou de alguém assim... 

Você ficou encarando ele por um tempo e então ficou em pé, secou as lágrimas e deu um leve sorriso. Ele estava certo, você fez o possível para a relação dar certo mas seu ex não correu atrás, a culpa era dele, você merecia alguém melhor. As palavras desse homem aumentaram sua autoestima.  

-Qual o seu nome? - Você perguntou. 

-Não importa. 

-Obrigada pela ajuda. 

Você agradeceu e saiu, ainda se perguntava o que aquele homem fazia naquele beco, mesmo sendo um homem estranho de aparência macabra as palavras dele te acalmaram naquele momento, fez você ver algumas coisas com outros olhos

 

 

 


Notas Finais


*peculiaridade/habilidade, etc, todas essas formas se referem as poderes. Dependo do site ou da tradução fica algo diferente (pelo menos nos sites em que visitei).

Queria agradecer as meninas que votaram, o capítulo foi editado e acrescentado Dabi e Shinsou, a partir de hoje eles serão personagens fixos da fanfic, obrigada <3

Era só isso mesmo, obrigada por ler ^^

Até mais....


Gostou da Fanfic? Compartilhe!

Gostou? Deixe seu Comentário!

Muitos usuários deixam de postar por falta de comentários, estimule o trabalho deles, deixando um comentário.

Para comentar e incentivar o autor, Cadastre-se ou Acesse sua Conta.


Carregando...