História My Hybrid (DahMo) (G!P) - Capítulo 16


Escrita por:

Postado
Categorias Bangtan Boys (BTS), Black Pink, EXO, TWICE
Personagens Dahyun, Momo
Tags Dahmo, Híbrida, Hybrid, Twice
Visualizações 565
Palavras 3.026
Terminada Sim
NÃO RECOMENDADO PARA MENORES DE 18 ANOS
Gêneros: Crossover, Festa, Ficção, LGBT, Orange, Romance e Novela, Yaoi (Gay), Yuri (Lésbica)
Avisos: Álcool, Bissexualidade, Drogas, Heterossexualidade, Homossexualidade, Incesto, Insinuação de sexo, Intersexualidade (G!P), Linguagem Imprópria, Sexo, Violência
Aviso legal
Os personagens encontrados nesta história são apenas alusões a pessoas reais e nenhuma das situações e personalidades aqui encontradas refletem a realidade, tratando-se esta obra, de uma ficção. Os eventuais personagens originais desta história são de minha propriedade intelectual. História sem fins lucrativos, feita apenas de fã para fã sem o objetivo de denegrir ou violar as imagens dos artistas.

Notas do Autor


Oiiie... meu povo e minha pova, so estou aqui para avisar, que consegui fazer um capítulo maior do que esperava, então vou dividi-lo... assim demora mais um pouco para acabar.

Capítulo 16 - Capítulo 15


Fanfic / Fanfiction My Hybrid (DahMo) (G!P) - Capítulo 16 - Capítulo 15

_Pov Momo_

Eu ia cada vez mais fundo, e mais forte dentro de Dahyun, o som que os corpos faziam ao se chocarem, era perfeito, o gemido de Dahyun, mais ainda. Eu ficava cada vez mais excitada com os gemidos dela.

(N/a: Adiantei um pouquinho o hot, por que estou cansada e quero terminar esse capítulo bem rápido, Desculpem-me por atrapalhar)

- Aaah Droga Hyun... - Não sabem qual é a sensação que estou sentindo agora... vendo Dahyun de quatro, com a bunda totalmente empinada, e gemendo... puta que pariu.

- Momo-ah! N-não para... - Tive que fazer o contrário disso - P-por que parou?

- Porque minhas pernas cansaram... deita ai - Deitou e me encarou

- Vai parar?

- Que? Isso esta fora de cogitação! So falei para você deitar, assim facilita meu trabalho - Sorri. Me deitei por cima de Dahyun, que estava recuperando o ar

- Então... vá em fren... Aaah! - Antes dela terminar a frase, penetrei meu membro em sua intimidade  - Po-porra Momo!

Comecei a me movimentar, mais rápido, como ela pediu.

- P-Por que... você faz... de um jeito tão gostoso? Oh céus! - Dahyun espalmou a mão em minhas costas, cravou a unha ali e me arranhou

- V-você faz ser gostoso... meu deus - O interior de Kim estava começando a se fechar contra o GH (Vocês sabem que é, certo?)

Kim voltou a me arranhar, fechou os olhos com força, soltou um gemido alto e gozou...

Meu Deus...

- Momo-ah... - Falou ainda com os olhos fechados.

- Sim? - Observei seu rosto, tão linda... acho que comecei errado com ela, eu deveria ter feito de um jeito especial... deveria ter feito ser especial para ambas

- No que esta pensando? - Não é isso que ela ia falar...

- Em nada Hyunne... vamos tomar banho, vem... - Tentei levantar, mas não foi possível

- Não vou, eu quero que você tire esse preservativo Agora! E deite ai

- Mais... - Me calou, com seus lábios.

Dahyun tirou o preservativo que eu usava, e me deitou na cama.

- O que vai fazer?

- So relaxa, ta? - Assenti

Tentei... tentei mesmo... mas foi impossível não gemer com o ato da híbrida... senti uma corrente elétrica passar por todo meu corpo quando senti a língua dela em contato com GH...

- Porra Dahyun!! - E agora começa a tortura do ser humano

- É gostoso... não é? - Tirou a boca de meu membro, e usou a mão para me masturbar

- U-Uhum... droga...

- Não se prenda Momo-ah... pode soltar os palavrões.. - Aumentou a velocidade dos movimentos.

- Não vou falar palavr... - Desculpem por isso... - Caralho! Aaah Kim!!

Digamos que assim... eu tenho um problema muito sério, com palavras que não prestam... por exemplo, os palavrões que uso durante a transa

- Dah!! Porra... e-eu... aah droga!! - Nem deu para avisar... o jato voou no rosto de Kim...

- Poderia ter avisado... Momo-ah!

- E-eu tentei amor... - Ela me encarou, depois ambas começamos a rir - Agora vamos tomar banho, Okay?

- Ta!! - Saiu correndo para o banheiro

- Cuidado para não cair Dahyun, Porra!!

Fui para o banheiro, Dahyun ja estava tomando banho... eu fui confiante...

- Porra!! Que agua gelada

- É para apagar o fogo...

- Hehe... sei

- Momo-ah... por que você mora sozinha?

- Morava... você mora comigo agora, mas eu entendi a pergunta - Peguei o sabonete - Quando formos sair daqui, eu te conto.

- Ta bom!

(...)

Quando saímos do banho, eu coloquei apenas uma cueca e um top, como de costume, E Dahyun colocou um vestido lilas.

- E então Momo-ah... me conte, por que morou sozinha por tanto tempo?

- Então...

~Flashback On~

-[12:38 PM] 23/05/2014-

Andar com meu pai por ai, eu amo.

Principalmente, por ser com o carro dele, eu amo carros, acho muito lindo.

- Filha, esta gostando do passeio?

- Sim, amo passar um tempo com o senhor, você me trazuma energia boa... paz!

- Sei... você está crescendo muito rápido. - Parou no farou vermelho - O Droga!!

Acelerou o carro, eu não sei porque, então resolvi olhar pelo retrovisor, tinha caras em cima de uma moto seguindo a gente, um deles estava com uma arma

Ele atirou no pneu do carro, meu pai perdeu o controle do carro, e o mesmo capotou na pista... d

Depois disso... apenas a escuridão

(...)

Senti uma dor extrema na perna, estava com a cabeça doendo e vendo as coisas girando ainda...

Demorei para perceber aonde estava, olhei em volta, e percebi que estava em um hospital.

XxxX: Olá Hirai, como se sente?

- Tonta... com dor de cabeça... o que houve?

XxxX: Você sofreu um acidente de carro, sorte que você sobreviveu...

- Cadê meu pai? Eu quero ve-lo!!

XxxX: Sinto muito Sra. Hirai... ele não resistiu aos ferimentos

~Flashback off~

- Não chore Momo-ah!!

- Eu sinto a falta dele... faz quatro anos ja... mas parece tão recente...

- Momo... sei que foi difícil... desculpa...

- Pelo que?

- Eu não deveria ter feito você se lembrar disso... - sentou na beira da cama

- Não Dahyun! Você não tem culpa! - Andei ate a cama, parei na frente de Dahyun e aguaixei - Por que esta chorando?

- Valeu a pena?

- O que?!

- Valeu a pena ter me conhecido? Ou você so esta comigo para não se sentir sozinha? - Abaixou a cabeça

Vale a pena lembrar,  que ela não esta falando em terceira pessoa, mas os sentimentos continuam os mesmos, se alguém gritar com ela, ela chora, é fácil faze-la rir, assim como também é fácil faze-la chorar.

- Claro que valeu a pena Kim! Eu te amo, você sabe disso! eu não me vejo sozinha estando ao seu lado Hyunni, você transformou minha vida, me trouxe à realidade, onde dinheiro não compra tudo, não compra amor, carinho, muito menos confiança. Você confia em mim, e eu em você! Não quero viver longe de você, nunca mais! - Dahyun me olhou, um olhar tão intenso.

- Eu te amo Momo-ah! - Me abraçou

- Sei que sim, Também te amo, e esqueça esse assunto, não quero vê-la chorando por bobagens - Sorri

- Eu estou com fome...

- Eu também... vamos comer fora, eu vou colocar uma roupa, me espera la em baixo

- Ta - Levantou, me deu um selinho e desceu

_Pov JeongYeon_

- Nayeon! Para de graça!

- Não!

- Sai dai!!

É o seguinte, Eu estava jogando com a Nay, dai ela perdeu muitas vezes, ficou com raiva e se trancou no quarto...

- Não vou sair

- Bunny... Deixa de ser infantil! Que coisa besta.

- Não me chame de Bunny - Falou abrindo a porta do quarto

- Bunny... vamos no parque?

- Tão fofa... Vamos não - Começou a rir

- Bixa ruim...

- Não sou ruim, é que eu estou com dor de cabeça, ficar olhando para a televisão não ajudou muito, ja que forcei muito a minha visão.

- Por que não falou antes?

- Porque... porque não!

- Esta mentindo Im?

- Estou... - Abaixou a cabeça - Estou necessitada...

- Han?

- Promete que não vai rir?

- Prometo!

-...E-eu me excitei com a menina do jogo - Eu juro que tentei gente... mais não deu, eu ri, ri muito - E você com essa roupa não ajudou, Yoo...

- Que roupa? Eu so estou de calcinha e sutiã

- Piora horrores!!

- Euem... Fuga armada - Comecei a correr, Nayeon estava atrás de mim

- Para de correr!! Se eu te pegar vai ser pior!

Continuei correndo pela casa, nos somos loucas. Não liguem

- Cansei - Parei de correr

- Peguei!! - Me abraçou por trás - Te amo porra

- Caralho... eu cansei muito

- Eu broxei... broxei muito.

- Vamos tomar banho...

- Vamos... socorro

(...)

-Nayeon!! Hmm

Olha só... sexo no banheiro

- Porra... por que tão apertadinha?

- N-Nay... vamos sair daqui...

- U-Uhum

Desliguei o chuveiro, e sai puxando Nayeon para o quarto, ela deitou na cama, e eu fiquei por cima.

- Jeong, se você torturar, eu vou foder você toda

- Que medo...

- Não estou brincando Jeong

- Sei que não... - Me ajeitei em cima de Nayeon - Nay...

- Hm?

- Não gosto de ficar por cima... - Nayeon me encarou, deu de ombros e inverteu as posições ficando por cima.

- Respire fundo...

- Pra que? - Maldita hoja que fui perguntar.

Nay penetrou seu membro em mim, sem aviso prévio, Eu gritei... por conta do susto, e do prazer que senti.

- Porra, você nem deixou eu respirar direito!

- Eu falei para respirar fundo... - Sorriu, como consegue ser fofa, até nesses momentos?

Im começou a se movimentar, no início, os movimentos eram lentos, mas logo se tornaram rápidos.

Soltei diversos gemidos, alguns altos e outros... mais altos ainda.

Depois de um tempo, comecei a acompanhar os movimentos com o quadril, quando eu estava perto...

- 새끼!! - Eu gritei, de raiva... - Por que parou?

- Calma... não precisa xingar! - Me observou, Im subiu a mão até meu seio e apertou - Tão gostosa... hoje vai ser diferente.

Ficou no meio de minhas pernas, passou dois dedos em minha intimidade, totalmente molhada.

- Não feche os olhos - ordenou

Nayeon passou a língua em meu clitóris, aqueei de leve as costas do colchão, me apoiei nos cotovelos para ver o que ela iria fazer. A língua de Im começou a percorrer por toda minha intimidade, senti um prazer fora do normal.

Logo em seguida, penetrou um dedo, movel ele, rápido.

- Aah... M-mais um - Adentrou mais um dedo e começou a move-lo com mais rapidez

Neyeon usou a língua em meu clitóris, ai porra.... nunca senti isso que estou sentindo agora.

Comecei a mover o quadril no ritmo das estocadas, joguei a cabeça pra trás e...

- Na-Nayeon! Hmmm... - Me entreguei ao orgasmo, foram dois jatos, o primeiro sujou Im, o segundo escorreu entre minhas pernas

- Meu deus JeongYeon...

- Socorro... - Minha respiração estava falhando, eu estava a recuperando aos poucos... - Deita ai Nay...

- Opa!, é pra já!

_Pov Dahyun_

(Três dias depois)

[15:20]

Meu cio acabou... pois é, Momo me ajudou muito, muito mesmo.

Hoje ela saiu cedo, falou que tinha umas coisas para resolver, mas que não demoraria muito a voltar.

Eu nesse momento, estou assistindo televisão e narrando, claro.

-Que tédio! Não tem nada de bom passando... - Isso sou eu falando sozinha, se acostumem.

(...)

[17:03]

Ja estava quase cochilando ~Sentada~ no sofá, mas ouvi a porta ser aberta, revelando uma Momo sorridente.

- Oi Dah! - Andou até o sofá e sentou ao meu lado - Como foi seu dia?

- Tedioso... ja o seu deve ter sido bem legal, ja que esta sorridente...

- Hehe, Hyun, Va la em cima se arrumar...

- Pra que? O que pretende fazer?

- A surpresa...

- Ja vou, espera ai!

Subi as escadas correndo, entrei no quarto e peguei uma roupa

(...)

Quando terminei de me arrumar, desci novamente, como hoje esta meio friozinho, resolvi colocar uma calça jeans rasgada no joelho, uma blusa lilas, e meu tênis preferido, um branco, que se eu tivesse comprado, estaria pobre, mas foi a Momo que comprou.

- Pronto!

- Wow... sem palavras...

- Para de ficar me fitando!!

- Ah, Desculpe-me! Vamos?

- Uhum!!

Momo andou até o carro, abriu a porta para mim, depois que entrei ela a fechou.

- Coloque o sinto -Diz assim que entra no carro - Não quero que acidentes aconteçam.

Depois de um tempo dirigindo, Momo parou o carro na frente de um prédio enorme.

- Tem medo de altura?

- Não... So um pouco

- Eu tenho bastante medo, mas vou enfrenta-lo por você - Me olhou e sorriu

Saímos do carro e entramos no prédio, Fomos direto para o elevador, Momo apertou o último botão, que seria o do telhado/terraço, como preferirem.

As portas do elevador se abriram, revelando uma escada de uns... seis degraus. Subimos e Momo abriu a porta de acesso ao terraço

O lugar estava com um lençol no chão, e mais algumas coisas...

- Wow Momo-ah...

- Gostou?

- Uhum! Da para ver bastante coisa daqui de cima..

- Eu sei... da para ver o sol se pondo também, claro que é mais bonito vendo da praia, mas daqui da para ver melhor - Momo não tirou o sorrido do rosto em momento algum - Vem, Senta aqui, vamos conversar um pouco

[18:40]

O sol ja estava se pondo, era muito lindo de ver, Momo ainda estava sorrindo, mas dava pra ver a preocupação em seu olhar

- Hyun...

- Sim?!

- Pode se levantar por favor? -Estranhei, mas assim fiz, Momo também levantou-se, ficando na minha frente.

- E então... pra que quer que eu fique de pé?

- Apenas... preste atenção no que irei lhe dizer... ta?

- Tá.

_Pov Momo_

Nervosismo tomando conta... anda Momo... você consegue

- Dahyun, antes de conhecer você, eu era muito só, em muitas noites pensei em deixar tudo, pensei que seria melhor se eu deixasse de existir, mas isso mudou a primeira vez que vi você, aquele sentimento de solidão simplesmente sumiu assim que eu soube que você moraria comigo, eu sabia que dali pra frente, minha vida mudaria completamente e é exatamente o que aconteceu. No início eu neguei muito, tentei mudar meus pensamentos em relação a você, eu tinha medo de falar o que sentia. Quando eu deixei você sozinha, eu me arrependi muito, e no mesmo dia descobri que Rose me traia, eu me senti mal, mas não por ela ter me traido, e sim por ter te deixado sozinha, com fome e provavelmente com frio também, e eu queria pedir desculpa por ter deixado aquilo acontecer e Hyunnie, eu queria lhe agradecer - Me olhou confusa - Por tudo, por ter me tirado daquele mundinho onde eu so me importava comigo mesma, por ser essa pessoa maravilhosa que é e principalmente... por existir em minha vida, eu estaria de baixo da terra se você não tivesse aparecido na minha vida, Obrigada por ser paciente comigo e sabe, nada mais importa, se tudo que preciso esta bem na minha frente, uma garota linda, fofa e muito rara para mim...- Eu falava olhando nos olhos de Dahyun e para quem tem certa dúvida, ela estava chorando... pois é... eu estava quase também - Eu te amo Kim Dahyun - Vai Momo... você chegou até aqui... anda é so pedir - Hyunnie... aceita namorar comigo? - Tirei uma caixinha aveludada do bolso, e abri, revelando dois anéis.

Pra mim o tempo parou naquele momento. A ansiedade me invadil.

- Momo-ah... - Por um momento pensei que ela responderia um Não... mas... - É claro que sim!!

Tão fofa!! Ela estava com carinha de choro so que sorrindo, muito fofa puta que pariu!!

Peguei um dos anéis e coloquei no dedo de Dahyun

(N/a: Caraca... impactada)

Dahyun fez o mesmo processo comigo

- Momo-ah... Eu também te amo, muito, e não precisa se desculpar com as coisas que aconteceram no passado - me abraçou, retribui o abraço. Assim que ela me soltou, puxei ela para um beijo, o beijo mais apaixonado de todos... mais acho que mais como esse esta por vir...

~Quebra de tempo~

[00:20]

Devem estar se perguntando, o que estou fazendo acordada a essa hora, não?

Eu estou deitada no sofa com Dahyun, e assistindo um filme qualquer

Coloquei minha cabeça na curvatura do pescoço de Kim, eu estou morrendo de sono, o dia foi corrido, mais valeu a pena...

- Hyunni... eu vou dormir, ta?

- Uhum... eu vou terminar de assistir o filme - Dei um selinho em Dah, levantei e subi as escadas, indo para o quarto.

Abri a porta do quarto, coloquei uma roupa confortável e me joguei na cama. Uns 5 minutos depois, Dahyun deitou ao meu lado

- Não ia terminar de assistir o filme?

- Ficou chato sem você lá... e eu estou com sono

- Deita ai... - Deitou ao meu lado e se cobriu, Dahyun deitou de costas para mim... a única coisa que veio a minha cabeça, foi abraça-la

A respiração de Dahyun estava passada, deduzi que ela ja estava dormindo, me ajeitei e logo dormi também.

(Alguns dias depois)

Quando voltamos para minha casa, estava tudo do jeito em que deixei. Amém

Dahyun quando chegou, foi dormir, ja eu, fui para a piscina ja que não tinha nada para fazer...

(...)

Ouvi alguém bater na porta, fui abrir e dei de cara com as meninas... me assustei claro.

JH: Momo! Até que enfim você apareceu - Dei passagem para todas elas entrarem, todas sentaram no sofá... dividindo espaço... ne

- Eu fui para a praia com Dahyun

NY: Sério? Por que não falou nada?

- Desculpem-me! Eu esqueci de avisar vocês, me desculpem!!

JY: Momo pedindo desculpas? O que houve? Que bixo te mordeu?

TZ: Euem! Alguem abduziu a Nossa Momo e mandou uma mais gentil no lugar da outra

SN: Pois é

- Vocês estão me ofendendo!!

CY: mais é a verdade!!

MN: Para Chaeng, deixa a menina...

JH: Cadê a Dahyun?

DH: Aqui... - Apareceu no topo da escada - Que saudade de vocês!! - Desceu correndo para abraçar as meninas

CY: Que saudade Bebê!!

MN: Pois é, O que aconteceu com a Momo? Ela pediu desculpas!!

DH: Não sei... - Falou me olhando e coçando a cabeça, mania dela

JY: Dah, o que é isso no seu dedo?

DH: Minhas unhas!

JY: Hehe, palhaça!

NY: Mano... um desse deve ter sido bem caro... não?

DH: Momo que comprou... acho que pra ela foi barato - Todas me olharam

- Hm? Aah, esta falando do anel? - assentiram - Foi barato... um aneu de ouro é barato em certos lugares.

MN: Momo, abra suas mãos... - Abri - Aaah!! Você pediu Dahyun em namoro!!

DH: Foi...

TZ: Aposto que ela não foi nem um pouco fofa... so deve ter falado, "Quer namorar comigo?" - Algumas riram

DH: Não... Momo-ah foi bem fofa, sem mentir, eu chorei ouvindo o que ela estava falando...

SN: Sério?

- Uhum... - Silêncio reinou - Estou com fome...

DH: Me conta uma novidade...

- Hm... - Fiz uma carinha fofa

JH: Aigoo, vou adotar você Momo!!

DH: Você não dormiu ne? - Falou sentando no meu colo

- Não... não estou com sono... so estou com fome

DH: Pede algo...

- Okay... - Sorri e beijei Dahyun

JY: Eeeeeeh! Que lindo

- Que susto porra!!

MN: E então, o que vamos comer?

- Vou pedir algo... alguma sugestão?

DH: Jokbal

- Ótimo, licença Hyunni - ela levantou, fui até o quarto para pegar meu celular.

Liguei em um restaurante e depois de um tempo entregaram a comida

(...)

JH: Momo!! Sua vaca! - .... nos so estamos brincando na piscina

- Muuu!! - Comecei a rir

JY: Momo traira! Não vale empurrar porra

DH: Momo-ah... - me abraçou

- Oi?

DH: Te amo - Oush

- Também te amo!

Isso é bem aleatório mais... não ligo, apenas quero ser feliz novamente, e espero que ninguém tente me impedir de ser feliz com Dahyun.


Notas Finais


Caraca... eu dividi a primeira parte já, o próximo capítulo, vou postar na semana que vem, por que vou esta ocupada... pse
Sei q os hots foram uma merda, desculpem-me
Desculpe qualquer erro☆☆
Até o próximo capítulo ♡♡


Gostou da Fanfic? Compartilhe!

Gostou? Deixe seu Comentário!

Muitos usuários deixam de postar por falta de comentários, estimule o trabalho deles, deixando um comentário.

Para comentar e incentivar o autor, Cadastre-se ou Acesse sua Conta.


Carregando...