História My Innocent Friend - Capítulo 4


Escrita por: ~

Postado
Categorias Bangtan Boys (BTS), SHINee
Personagens J-hope, Jimin, Jin, Jungkook, Rap Monster, Suga, Taemin Lee, V
Tags Jikook, Jimin!bottom, Jungkook!top, Vkook
Visualizações 124
Palavras 1.257
Terminada Não
NÃO RECOMENDADO PARA MENORES DE 18 ANOS
Gêneros: Crossover, Lemon, Romance e Novela, Shoujo (Romântico), Yaoi (Gay)
Avisos: Adultério, Álcool, Homossexualidade, Insinuação de sexo, Linguagem Imprópria, Nudez, Sexo
Aviso legal
Os personagens encontrados nesta história são apenas alusões a pessoas reais e nenhuma das situações e personalidades aqui encontradas refletem a realidade, tratando-se esta obra, de uma ficção. Os eventuais personagens originais desta história são de minha propriedade intelectual. História sem fins lucrativos, feita apenas de fã para fã sem o objetivo de denegrir ou violar as imagens dos artistas.

Notas do Autor


Boa noite amorzinhos ❤
Espero que vocês gostem do capítulo, isso tudo aqui é pra vocês.
Beijos e boa leitura ❤

Capítulo 4 - °Four°


Jungkook On

Assim que saímos da faculdade, passamos na casa do Taemin pra pegar as coisas do Jimin. Tudo que ele precisa levar cabia numa mala que ele tinha trazido da sua casa.O ajudei a guardar tudo e carreguei a mala dele pelas escadas. 

Quando dessesmos as escadas, Taemin tinha acabado de entrar, ele veio na direção do Jimin e o puxou pelo braço, perguntando : 

- Eu não te falei pra ficar longe dele ? O que ele faz aqui ?

- Eu não vou me afastar do meu melhor amigo porque você quer, Taemin. Ele está aqui pra me ajudar a tirar minhas coisas dessa maldita casa. O nosso namoro termina aqui, e a minha estadia nessa casa também. - Falou Jimin se soltando do seu aperto, segurando minha mão e saindo dali.

Fomos andando até meu apartamento, que não ficava muito longe dali. No meio do caminho Jimin disse que suas pernas estavam cansadas ,então pedi pra ele subir nas minhas costas, pedido que foi prontamente aceito. Jimin ficou o caminho todo calado, até achei estranho. 

Quando cheguei no prédio, já era quase noite - Não porque era longe, mas sim porque eu e o Jimin caminhamos devagar, e agora que estou com ele mas costas, estou mais devagar ainda. - ,falei com o porteiro sobre Jimin estar morando comigo agora, ele não precisava mais avisar que Jimin estava subindo. Pedi para ele entregar uma cópia da chave do apartamento pro Jimin amanhã. Entrei no elevador e pus Jimin no chão, ele estava com uma cara de quem tinha acabado de acordar, coçava os olhinhos com força, o fazendo ficar mais fofo ainda.

Sorri e o abracei, sentindo ele envolver seus braços em minha cintura, por conta de sua altura. As portas do elevador​ se abriram, desfiz o abraço e seguimos até o meu apartamento. Assim que entramos, Jimin se jogou no sofá, derrubando sua mochila no chão, soltei um pequeno sorriso e o coloquei em minhas costas, levando ele pro quarto de hóspedes - Que agora era dele. - . 

- Jimin, tome um banho que eu vou fazer algo pra gente comer. Vou deixar sua mochila em cima da cama. - Falei saindo do quarto, vendo ele se arrastar até o banheiro e bater a porta. Fui até a sala e peguei sua mochila, a jogando em cima da cama. Fui em direção a cozinha e comecei a preparar algo para comermos. Resolvi fazer Kimbap*, aprendi a cozinhar algumas coisas com a minha mãe.

Assim que eu termino de preparar, vejo Jimin saindo do quarto usando somente uma blusa, que ia até um pouco acima dos seus joelhos. Deus, eu já devia estar acostumado com isso, Jimin sempre se vestiu assim pra ficar em casa. Me senti quente, e tenho certeza que não foi porque eu estava cozinhando.

- Já tá pronto Jungkookie ? Eu tô com fome. - Falou com uma voz fofa, colocando a mão na barriga em sinal de fome. Droga, me senti um babaca por estar tendo pensamentos impuros com essa coisa fofa.

- Tá pronto sim, Minnie. Quer que eu te sirva ?  - Perguntei pegando um prato no armário. Vi ele assentir e se sentar. Coloquei o Kimbap no seu prato e pus o prato na mesa, logo me servindo também. Peguei dois pares de hashis e entreguei um a ele. Assim que terminarmos de comer, Jimin disse que iria lavar os pratos, já que eu tinha preparado a comida. Ele pediu que buscasse seu celular no quarto, então peguei e entreguei a ele, que logo colocou uma música agitada e começou a dançar.

Ele jogava o quadril de um lado pro outro, a blusa -que na parte da frente batia quase no joelho. - na parte de trás batia acima do meio de suas coxas, por conta daquela bunda enorme que ele possuía. Olhei pra calça de moletom que eu usava e vi que minha ereção estava bastante aparente. 

Me xinguei internamente por me excitar com Jimin, que era quase uma criança de tão inconte. Sai da cozinha e fui em direção ao banheiro, eu precisava me aliviar. Sentei na tampa do vaso e abaixei a minha calça e a minha cueca, vendo quanto meu membro estava duro. Comecei uma masturbação lenta, mas que foi aumentando aos poucos, pois eu imaginava era o meu hyung me chupando com aquela boquinha maravilhosa dele.

Senti que meu ápice logo chegaria, então aumentei a velocidade da minha mão, sentindo espasmos por todo o corpo, e logo gozando em meu abdômen. Droga, eu não acredito que fiz isso pensando no Jimin, me sinto um tarado por pensar essas coisas com uma pessoa tão inocente. Troquei de camisa - Já que a camisa que  eu usava agora estava suja. - e fui em direção a sala, vendo Jimin escolhendo algum filme pra assistirmos.

- Qual filme vamos assistir, hyung?  - Perguntei me sentando ao seu lado no sofá.

- Não sei, escolhe aí Kookie. Vou fazer pipoca. - Jimin falou se levantando. Ele não deveria ter dito pra eu escolher, já que nós temos gostos diferentes pra filmes - Tirando os filmes da Marvel, que eram os nossos favoritos. - .

Escolhi um filme de terror qualquer, e logo Jimin voltou pra sala com dois baldes de pipoca, se sentou do meu lado e me entregou um balde. O filme começou e Jimin perguntou que tipo de filme era aquele. 

- É de terror, hyung. Você sabe que é meu tipo de filme favorito. 

- Jungkookie, você sabe que eu tenho medo. Por favor tira isso. - Ele falou se agarrando ao meu braço, e virando o rosto em direção ao encosto do sofá. Que coisinha mais fofa, da vontade de botar num potinho.

- Hyung, você sabe que não precisa ter medo. Essas coisas nem são reais. - Falo virando seu rosto em minha direção, passando o polegar na sua bochecha.

- Você promete que vai me proteger ? O filme nem começou ainda e eu já to morrendo de medo. - Falou me abraçando, fazendo de tudo pra não olhar a cena que se passava na Tv - Que era alguém cortando o pescoço de um homem que estava numa cama . - O abracei de volta. 

- Claro que te protejo, bolinho. Vem cá, deita a cabeça aqui no meu colo, qualquer coisa pode me abraçar. - Falo nos ajeitando no sofá. Ele deitou e eu me concentrei no filme.

×××××××××××××××××       

  No final do filme, o Jimin estava quase chorando de medo, sentado no meu colo, virado pra mim, com a testa no vão do meu pescoço. Eu estava arrependido de ter colocado esse filme. Eu o levei até o seu quarto e o deitei na cama. Ele tava todo encolhodinho de medo, parecia uma bolinha, eu fui até o seu armário e tirei um edredom e o cobri.

Sussurrei um boa noite e dei um beijo na sua testa. Assim que eu ia saindo, ele segurou minha mão, e eu me virei novamente pra ele.  

- Kookie, eu tô com medo. Dorme comigo hoje ?  Eu ainda não me acostumei a dormir sozinho. - Ele falou me olhando com os olhinhos marejados. Eu me senti horrível por ter colocado aquele filme.

Me deitei ao seu lado e ele me abraçou, me deu boa noite e se virou. Eu me aproximei dele e enrolei meus braços em sua cintura, o puxando pra mais perto. Apoiei meu queixo no topo da sua cabeça, sentindo seu cheirinho de baunilha. E foi assim que dormi, com aquela paz que eu queria sentir pro resto da minha vida. 



Notas Finais


*Kimbap ou Gimbap é um prato coreano muito popular, feito com arroz temperado com sal e óleo de sésamo (ao invés do sushi que é temperado com vinagre) envolvido em gim (folhas de alga seca) e o seu recheio é variado. Os recheios mais populares são ovo, fish cake, fiambre, delícias do mar, vegetais (cenoura, espinafre, pepino, danmunji – um tipo de rabanete).
Aqui é cultura também.
Alyne estava inspirada hoje.
Espero que vocês tenham gostado, desculpa estar postando a essa hora, era pra eu ter postado ontem mas tinha ficado pequeno então eu refiz.
Até a próxima ❤


Gostou da Fanfic? Compartilhe!

Gostou? Deixe seu Comentário!

Muitos usuários deixam de postar por falta de comentários, estimule o trabalho deles, deixando um comentário.

Para comentar e incentivar o autor, Cadastre-se ou Acesse sua Conta.


Carregando...