História My Intelligent Brother - Capítulo 2


Escrita por:

Postado
Categorias Bangtan Boys (BTS), EXO
Personagens Baekhyun, Chanyeol, Jeon Jungkook (Jungkook), Jung Hoseok (J-Hope), Kai, Kim Namjoon (RM), Kim Seokjin (Jin), Kim Taehyung (V), Min Yoongi (Suga), Park Jimin (Jimin), Personagens Originais, Sehun, Xiumin
Tags Colegial, Jihope, Namjin, Quase Incesto, Vkook
Visualizações 137
Palavras 1.186
Terminada Não
NÃO RECOMENDADO PARA MENORES DE 18 ANOS
Gêneros: Bishounen, Drama (Tragédia), Famí­lia, Lemon, LGBT, Shoujo (Romântico), Yaoi (Gay)
Avisos: Álcool, Homossexualidade, Incesto, Insinuação de sexo, Linguagem Imprópria, Nudez, Sexo, Violência
Aviso legal
Os personagens encontrados nesta história são apenas alusões a pessoas reais e nenhuma das situações e personalidades aqui encontradas refletem a realidade, tratando-se esta obra, de uma ficção. Os eventuais personagens originais desta história são de minha propriedade intelectual. História sem fins lucrativos, feita apenas de fã para fã sem o objetivo de denegrir ou violar as imagens dos artistas.

Notas do Autor


Ooooooooooi
cheguei ^^
espero que gostem ♥️
aaaa
me perdoem qualquer erro, flw

Capítulo 2 - Cheira confusão


Depois do mico que eu passei, olhei o papel que Jungkook havia me dado. Nele tinha um endereço. 


- Eu espero que seja importante. - Respirei fundo pegando a mochila e colocando nos ombros. Era horário do lanche então não tinha problema se eu saísse rápido. 



[...] 



- Ah, você veio. Achei que ia me deixar na mão. - Ao chegar na lanchonete vi o moreno sentado tomando café. 


- Olha fala logo, eu tenho coisas pra fazer. - Ele sorriu e largou seu copo na mesa. 


- Ontem você não voltou. Nossos pais ficaram preocupados. - 


-"Nossos pais" ah me erra Jungkook. - 


- Onde você estava? - Eu ri me perguntando se era mesmo real que Jungkook estava me perguntando onde eu havia ido. Ele prometeu que não contaria nada, e se eu estou aqui e bem não preciso dar satisfações muito menos pra ele. 


- Não te interessa. Era só isso? Porque eu tenho que ir agora. - Eu me levantei mas ele segurou meu pulso.


- Vai bolando uma desculpa, porque quando você chegar em casa.. - Eu franzi os cenhos e puxei minha mão violentamente do seu aperto. Ouvindo a risada do moreno eu saí furioso mais uma vez. Não devia nem ter vindo. 



[...] 



11:45 


Eu estava na arquibancada vendo o jogo do time de basquete. Eu odeio basquete, mas Baekhyun está aqui então eu tenho que vir. 


- Taehyung meu amigo. - Ouvi a voz de Jimin e em seguida os braços pequenos segurando meu pescoço. 


- Aff, sai. - Empurrei seus braços e ele riu, se sentando ao meu lado com um pote imenso de pipoca.


- Você viu? - 


- O que? - Falei metendo minha mão discretamente no seu balde de pipoca. O outro parecia tão feliz ao me contar que sequer iria perceber. 


- O novato que chegou. Ele é um deus grego, que homem. - Sorri de lado para Jimin e retirei minha mão quando ele olhou para baixo. 


- Deve ser feio. - Dei de ombros e continuei observando o jogo. 


- Você é cego? Ah, olha, olha! Falando nele. - Olhei para a porta da quadra e arregalei os olhos quase engasgando com a pipoca. 


- Jungkook? - Jungkook estava lá. Mas que merda, ele vai virar minha sombra daqui a pouco. Fechei os punhos e bufei. 


- O que? Você conhece? Huuu, ent.. - 


- Ele é meu irmão Jimin! Aff, eu odeio esse cara. Perdi a vontade. - Esbarrei na pipoca de Jimin derrubando toda e saí que nem um vulto. 


- Espera Tae! - Prensei os lábios e fechei os olhos ao ouvir a voz de Baekhyun me chamando. 


- Oi Baek, eu tenho que ir, sabe.. - Jungkook estava olhando pra mim de relance, com um sorriso nos lábios, típico.


- Achei que ficaria pra me ver jogando. - Ele falou tristonho. Suspirei e dei um selinho nele. 


- Outro dia. - Olhei pra Jungkook que ainda permanecia me encarando. Virei a cara e saí. 



[...] 



Já estava na sala de novo com os meninos numa roda. Professor tinha acabado de passar trabalho e estávamos decidindo onde faríamos. 


- Pode ser na minha casa, tá? - Falei revirando os olhos e fechando os livros. 


- Eu concordo, daí podemos ver aquele seu irmão gostoso. - Os meninos riram e eu encarei Jimin com, no mínimo, nojo. 


- Ele ainda é meu irmão ok? E eu realmente não entendo o que vocês vêem naquele garoto. - Fiz uma careta. 


- Você que é péssimo pra escolher meninos. - Jhope falou. 


- Licença, eu namoro Baekhyun, você não tem direito de falar assim comigo. - Rimos. 


- Tá, então quando pode ser? - 


- Semana que vem vou estar livre. - Falei e os meninos concordaram. 


- Então está marcado. - Yoongi falou e o sinal tocou, fazendo nós sairmos. 



[...] 



Tinha acabado de sair da escola, junto com os meninos. 


- O jogo de hoje foi maravilhoso, conta pra ele Chany. - Baekhyun disse, com os braços no meu ombro. 


- Ô se foi. - Chanyeol falou com ironia, o que fez Baekhyun pisar em seu pé. 


- Então vocês perderam? - 


- Lógico que não Tae, eu estava no time. - Baekhyun falou vitorioso, fiz cara de dúvida e Xiumin se aproximou. 


- Não ficamos com zero, mas ficamos com um a cinco. - Eu gargalhei enquanto Baekhyun ia pra cima de Xiumin. 


- Fala sério. - Balancei a cabeça e Baek veio pra perto de mim novamente. 


- Eu me perdi por ver você indo embora. - Ele fez um biquinho, o qual eu beijei sem demora. Teria durado mais se um carro não buzinasse bem na nossa frente. 


- Quem é? - Chanyeol perguntou. Me aproximei mais e me surpreendi vendo que era Joonshin. 


- Ah, Baek.. vamos outro dia, ok? - Dei mais um beijo nele e me despedi dos meninos, entrando no banco de trás. 


- Boa tarde Tae! - Ele falou animado. 


- Joonshin. - Sorri sem graça. - Não precisava.. - 


- Claro que precisava. Jungkook pediu que eu viesse te buscar. - Ele deu de ombros e eu revirei os olhos apoiando meu braço na porta. Que garoto insuportável, só falta ele colocar um terno branco e vir me buscar de carruagem. 



[...] 



Sai do carro junto com Joonshin e entrei em casa, jogando a mochila no sofá. 


- Que bom que vocês já chegaram. - Vi a mamãe vir até nós e dar um beijo em cada um. Estranhei por ela não estar na cozinha me esperando, sempre fazemos o almoço.


- Ué, vamos almoçar fora ou algo do tipo? - Ela riu e negou com a cabeça. 


- Jungkook se ofereceu pra fazer o almoço então eu deixei. - Ela deu de ombros. - Parece que a comida dele é realmente boa. - 


- Que maravilha. - Falei e subi pro quarto, me segurando pra não ter um ataque ali mesmo. 



~~~~~~~~~~



Eu estava deitado, escutando música no meu quarto. Cantarolava uma música velha da Avril enquanto balançava as pernas no ar. Bom, até baterem na porta. 


- Tae? Sou eu, posso entrar? - Respirei fundo, batendo no aparelho de música o fazendo desligar e me sentei na cama, respondendo um "uhum". 


- Desculpe se eu te atrapalhei. - Ele riu. - Mas eu queria convidar você pra jogar tênis comigo e com Jungkook, Yonna disse que você era bom nisso. - Oi? Eu, Kim Taehyung, bom em tênis? A minha mãe bateu a cabeça só pode. 


- Ah... Ela disse foi? - Ele assentiu, sorrindo. 


- Eu ficaria muito feliz se aceitasse, e Jungkook também, pode ter certeza. - Ah, eu tenho, e muita inclusive. - Pode ser uma boa oportunidade pra se conhecerem melhor. - 


- Claro.. eu só preciso confirmar se não vou estudar sabe.. muita coisa. - Ri sem graça e ele assentiu, se despedindo e saindo do quarto. 


- Puff, mãe. Fala sério. - Revirei os olhos e bati de novo no aparelho, voltando com a música. Fiquei de bruços e comecei a cantar novamente. 


Isso me cheira confusão. 



Notas Finais


Confusão, sempre tem confusão na minhas fanfic KKKKK
e gente pse, i know
KKKKK
eu não sei vcs mas eu adoro um barraco então né
até a próxima sz


Gostou da Fanfic? Compartilhe!

Gostou? Deixe seu Comentário!

Muitos usuários deixam de postar por falta de comentários, estimule o trabalho deles, deixando um comentário.

Para comentar e incentivar o autor, Cadastre-se ou Acesse sua Conta.


Carregando...