História My Killer Bunny. -(Jeon Jungkook) - Capítulo 4


Escrita por:

Postado
Categorias Bangtan Boys (BTS)
Personagens Jeon Jeongguk (Jungkook), Jung Hoseok (J-Hope), Kim Namjoon (RM), Kim Seokjin (Jin), Kim Taehyung (V), Min Yoongi (Suga), Park Jimin (Jimin), Personagens Originais
Visualizações 105
Palavras 827
Terminada Não
NÃO RECOMENDADO PARA MENORES DE 18 ANOS
Gêneros: Ação, Drama (Tragédia), Romance e Novela, Shoujo (Romântico), Suspense
Avisos: Álcool, Drogas, Estupro, Homossexualidade, Insinuação de sexo, Linguagem Imprópria, Mutilação, Sadomasoquismo, Suicídio, Tortura, Violência
Aviso legal
Os personagens encontrados nesta história são apenas alusões a pessoas reais e nenhuma das situações e personalidades aqui encontradas refletem a realidade, tratando-se esta obra, de uma ficção. Os eventuais personagens originais desta história são de minha propriedade intelectual. História sem fins lucrativos, feita apenas de fã para fã sem o objetivo de denegrir ou violar as imagens dos artistas.

Notas do Autor


É isso.

Agora que vai começar o terror....

Hahhahahahahahahah

Preparem os kokoros.

Capítulo 4 - Monstros.. Somos Monstros.


Fanfic / Fanfiction My Killer Bunny. -(Jeon Jungkook) - Capítulo 4 - Monstros.. Somos Monstros.

* Momentos Antes De Ir A Casa 

de 

Jeon Jungkook. *


(S/N)

Me levanto umas 17:30 e me arrumo para ir compra e um lanche antes de ir para casa de jeon.

Saio do prédio e passo perto de um beco.

- S/n... S/n.. -

Uma voz rouca chama pelo meu nome.

Eu conheço essa voz.. De algum... Lugar..

Vou chegando mais perto e sem me dar conta já estou dentro do beco, me assusto com o barulho de algo caindo e pessoas reclamando e vou dando passos lentos para trás.

Até alguém puxar meu cabelo e me tacar com força no chão, fazendo eu ralar meus joelhos e meus cotovelos.

E torcer a porra do meu tornozelo.

- AIII MERDA! -

Reclamo tentando me levantar mas era falho.

- Te peguei, boneca! - 

Heitor..

Era ele, esse monstro.

Fecho meus olhos com força, com medo do que ele possa fazer comigo, tinha medo de ver novamente aquele rosto.

- abra os olhinhos.. Deixe eu ver aqueles olhos azuis ... Vai.. -

Ele fala passando as mãos pelo meu rosto, e num ato rápido eu recuo batendo em sua mão, fechando os olhos mais ainda.

E o mesmo ri alto.

- bom.. Nós ainda temos uma dívida. -

Ele fala e eu abro os olhos vendo o mesmo me encarar com um sorriso de lado.

- que eu saiba... -

Antes que eu possa falar algo ele me rouba um selinho.

- shhhhh! Você continua linda... -

Ele fala se agachado me fazendo revirar os olhos.

- você ainda me deve! - 

Ele fica cara a cara comigo, bem perto.

- Então curta esses minutinhos de vida.. Pois seu corpinho ainda será meu. My lady. - 

Ele fala se levantando indo em direção a sua moto.

- até logo. -

Ele diz saindo.

Dois de seus capangas ainda estavam ali.

- fique paradinha.. -

Um alto fala.

- heitor não irá gostar.. -

O outro resmunga.

- não sirvo a ele. -

Eu dou um riso descontrolado e o mesmo aponta a arma para minha cara.

- rapazes.. Eu não queria fazer isso mas.. -

Antes de fazer algo suga aparece e começa a lutar contra eles.

- vem vamos! -

Suga diz me fazendo encaralo confusa.

- porque.porque... -

- prometi te proteger.. - 

Ele me corta.

- e é isso que farei. - 

Ele fala.

- não preciso de babá. -

Falo saindo dali com raiva.

Entro no meu apartamento e me kg o no sofá.

" Prometi te proteger.. E é isso que farei. "

Aquelas palavras não saíam de minha cabeça.

- É melhor eu ir dormir. -

Falo me deitando.


____________-____________


(Suga)

Me sento perto do prédio, esfriando a cabeça.

- ARGHH!!!! porquê eu fui falar aquilo. -

Bato com força em minha cabeça.

Pego meu celular.

E ligo.

[Ligação/on] :

- Fala Min Yoongi.

- Fiz merda! - 

Falo escutando ele bufar.

- quando você não faz! -

Ele fala irritado.

- Sorry.Sorry. -

- depois conversamos. -

- ok. -

Ligação/Off.

Entro no prédio e espero jeon abrir aporta de seu apartamento.


________-________


(Heitor)

- Vamos acabar com aqueles moleques! - 

Sr jack gritava irritado.

- Sim senhor. -

Eu e os outros que estavamos na sala afirmamos em uníssono.

Me vir para sair mas sou chamado.

- Heitor. Jeon Jungkook e aquela garota não poderam saber de nada. - 

Jack fala e eu afirmo.

- mas e se eles descobrirem? -

Pergunto receoso.

- aí morreremos... - ele para e pensa. - tentando acabar com eles. Agora vá. -

Saio rapidamente.

- Matar... Matar... -

Começo a falar sozinho.

Entro em casa.

- mas antes.. Torturar. - 

Falo abrindo o meu porão secreto.

- vamos brincar mais um pouco senhora. - 

Falo pegando algumas armas.

- pode fazer o que quiser.. Eu NUNCA DIREI A VERDADE. -

ela grita rindo e eu reviro os olhos.

- sua filha é doida como você. -

Ela para de rir e me encara sem emoção.

- só que a mesma falou que mudou. -

Eu pego uma faca.

- ela nunca vai mudar... Está no sangue dela.. Ser como eu e o pai dela. - 

Ela ri novamente.

- shhh... Cansei de você... Agora vamos brincar... -


_______-_______


(S/N)

Já passava das duas da manhã.

E eu estava sem sono.

Como sempre.

Escuto gritaria e sons de socos e tapas.

Me levanto e vou ver o que está acontecendo.

Abro lentamente a porta e vejo jeon segurar uma garota pelo pescoço, ela estava inconsciente e havia várias marcas roxas em seu corpo.

- Mas que porra... -

Falo alto de mais.

O mesmo me olha e vem até a mim.

- não... Não... -

Falo tentando fechar a porta mas o meamor era mais forte e consegue entrar.

Ele agarra meus braços e me coloca contra a parede.

- shhh -

Ele coloca a mão em minha boca.

- durma bem. - 

Ele diz e aperta a minha boca e o meu nariz.

.......

- Não - 

Acordo com a respiração ofegante.

- MERDA MERDA! - 

Me debato na cama.

Pesadelos...

Pesadelos.... 

Pesadelos....



"Seus sussurros baixos "Me ame, Me ame" 

Isso é tudo que eu peço "Me ame, me ame" 

Ele bateu seus pequenos punhos para sentir alguma coisa 

Monstro Como eu deveria me sentir? Criaturas mentem aqui 

Olhando através das janelas 

 Naquela noite ele a enjaulou, machucou e a quebrou

 Ele a segurou violentamente e a roubou 

Pulsos roxos e então seus tornozelos

 Dor silenciosa

 Então aos poucos ele viu que os pesadelos delas eram seus sonhos" [..]

- Meg and dia. 






 






Notas Finais


Continua...


Gostou da Fanfic? Compartilhe!

Gostou? Deixe seu Comentário!

Muitos usuários deixam de postar por falta de comentários, estimule o trabalho deles, deixando um comentário.

Para comentar e incentivar o autor, Cadastre-se ou Acesse sua Conta.


Carregando...