História My King ( Jikook ) - Capítulo 21


Escrita por:

Postado
Categorias Bangtan Boys (BTS), EXO
Personagens Chen, J-hope, Jimin, Jin, Jungkook, Personagens Originais, Rap Monster, Suga, V, Xiumin
Tags Bts, Chemin, Exo, Jikook, Kookmin, Nanjin, Vhope, Yaoi, Yuri
Visualizações 546
Palavras 1.410
Terminada Sim
NÃO RECOMENDADO PARA MENORES DE 18 ANOS
Gêneros: Aventura, Comédia, Drama (Tragédia), Famí­lia, Fantasia, Ficção, Fluffy, Hentai, Lemon, Romance e Novela, Shoujo (Romântico), Universo Alternativo, Yaoi (Gay), Yuri (Lésbica)
Avisos: Bissexualidade, Heterossexualidade, Homossexualidade, Insinuação de sexo, Linguagem Imprópria, Nudez, Sexo
Aviso legal
Os personagens encontrados nesta história são apenas alusões a pessoas reais e nenhuma das situações e personalidades aqui encontradas refletem a realidade, tratando-se esta obra, de uma ficção. Os eventuais personagens originais desta história são de minha propriedade intelectual. História sem fins lucrativos, feita apenas de fã para fã sem o objetivo de denegrir ou violar as imagens dos artistas.

Notas do Autor


Annyeong unicórnias ! Voltei com mais um capítulo quentinho para vocês^^

Não liguem para os erros e vamos lá!

Capítulo 21 - ' Vinte e um


Fanfic / Fanfiction My King ( Jikook ) - Capítulo 21 - ' Vinte e um

 Fechei a porta do meu escritório com uma certa força. Quem é aquela garota que chega e fala aquilo para o príncipe ?

 Tirei meus óculos jogando-o na mesa e bagunçei meus cabelos jogando a cabeça para trás. Ouvi a porta ser aberta e suspirei.
 
 - Vai lá com a sua namorada.- Me virei.

 - Você fica tão naja e tão lindo com ciúmes.- Jungkook veio se aproximando lentamente.- Se eu soubesse disso iria te provocar mais.

 - Faz isso que eu arranco tuas bolas e dou para os cachorros!

 - Mas aí quem sai perdendo e você Jimin- Ah.

 - Idiota.- Me sentei na cadeira e Jungkook se sentou na mesa na minha frente.- Vem cá, você não disse que era gay ? Qual é essa que até o ano passado você ficava dando mole para ela ?

 - Como você sabe?- Jungkook perguntou e eu fiquei com aquela cara de " Sua mãe já me falou ".- Aishi...Isso foi no começo do ano passado, quando elas completaram 16 anos e foram para o Estados Unidos. Naquela época eu era um idiota de 14 anos que gostava de todo mundo...Depois eu conheci um garoto, e foi aí que eu mudei um pouco.

 - Como ele chamava ?-Perguntei curioso .

 - Não sei, algo como Channy Lee.

 - Não me convenceu.- Cruzei meus braços no peito.- Você ainda é um idiota, só que com 16 anos, você pode muito bem voltar a ficar com ela.

 - Eu sou o idiota da história ? Sério Jimin, olha o que você está falando.
 
- Eu já disse que  vou cortar suas bolas Jeon.

 -  Eu já disse que quem sai perdendo é você Park.

 - E quem disse que isso que você tem dentro no meio das pernas  pode me satisfazer ?

 - Oh você quer tentar então.- Jungkook sorriu sapeca e se sentou no meu colo, rebolando de leve.

 - Jeon..Jeon, eu não posso.- Segurei em sua cintura.- Isso é como pedofilia.

 - Só é pedofilia é se a vítima não querer, e isso é a última coisa que eu quero quando estou sentado do colo de Park Jimin.

 Apertei forte minha mão contra a sua cintura e ele passou seus dedos pela minha clavícula, abrindo um botão da blusa social. Ele subiu seus dedos por meu pescoço e queixo, umedeci meus lábios e ele passou seus dedos lá, fazendo um pouco de força.

 Puxei seu corpo para mais perto e selei nossos lábios, Jungkook sorriu e adentrou com a língua em minha minha boca.

 Depois de vários minutos, o ar fez falta e quando ele recuava a cabeça, puxei seus lábios lentamente para mim com os dentes.

 - Viu, ninguém resiste a Jeon Jungkook.

 - Ela te chama de oppa mesmo sabendo que você é mais novo?- Peguntei.

 - Sim, mas de qualquer jeito eu nÃo sOU o oPPa dela.

 Sorri abaixando minha cabeça, fiz carinho na cintura dele com os dedos e senti ele passar a mão no meu peito.

 - Oh Jimin eu quero você...

 - Yah podem parar.- Taehyung abriu a porta nos assustando, por impulso empurrei Jungkook do meu colo.


 - Você não conhece a frase, bater na porta ?- Perguntei extremamente nervoso.

 - E você não conhece a a palavra disfarçar. Você tinha que ver a cara daquela garota depois daquilo.

 - A como se eu ligasse para ela.- Falei um pouco grosso.- JiHyo falou que elas ficam no máximo uma semana.

 - E.Eu vou l.á com.com a minha ir .irmã.- Jungkook falou claramente nervoso e logo tratou de sair apressado pela porta.

- O que deu nele ?- tae perguntou confuso.


 - Não sei, ele é meio esquisito as vezes.- Falei, e logo alguém bateu na porta.- A porta está aberta.- Gritei.
 
 - Jimin.- ChenLe abriu a porta.- Desculpa ficar ausente esses dias.  Noite teremos aula, certo ?

- Oh, a noite eu iria sair com algumas das meninas....

 - Tudo bem, ela poderá vir, sim ?

 - Vou conversar com ela. O mesmo horário de sempre ?

- O mesmo. Tenho que ir agora, até mais tarde!

 - Tchau ChenLe Hyung.

 - Jimin- Ah, fecha esse botão. Tá mostrando de mais.- Taehyung falou quando a porta foi fechada.

 - Aigoo.- Falei envergonhado e fechei o botão da camisa.

 - Jimin, vou ser direto, quando vocês vão se comer, sério vocês tem uma tesão só se olhando.

 - Taehyung fica quieto, ele só tem 16 anos!
 
 - É daí ? Acho que ele é mais homem que você!

 - Taehyung, faz um favor para a humanidade? Vai dormir por favor.

 . . .

- Aishi por que a gente sempre briga quando o assunto é filme?- Perguntei frustrado jogando o travesseiro do outro lado da cama.

 - Ah deve ser porque a gente só é amigo por bosta, porque até em filme a gente bate contra.- Hoseok disse.

 - Você é tão do contra credo Hobi.- Taehyung falou.-  a gente só tem idéias diferentes.

 - Então a gente vai assistir pandora mesmo ? ( N/A: pandora é um filme Sul coreano, recomendo ;) )

- Pode ser, Jimin- Ah faz brigadeiro pra gente.- Taehyung falou com uma carinha de cachorrinho.- Por favor.

 - Aíaí, tá vou fazer....O que eu não fasso chorando só para te ver sorrindo.- Falei me levantando e indo para a porta.

 - Eu te amo Jimin Hyung.- Taehyung gritou.

 Suspirei e comecei a descer as escadas, espero não encontrar Jungkook. Como eu vou olhar para a cara dele ?

 " Jimin eu quero você "

A sério Jungkook, por que você tinha que falar com aquela voz rouca e grossa ? Colabora que o meu coração não aguenta!

 Abri a porta da cozinha e ela estava vazia. Comecei a pegar os ingredientes e foi quando eu percebi que tinha um corpo enorme concentro do outro lado da cozinha.

 Eu tentei o máximo ignorar aquilo, mas eu fiquei tão perdidinho naquele corpo, naqueles olhinhos concentrado e o nariz um pouco franzido.

 Até que eu ouvi o armário de cima ranger, eu me encolhi fechando os olhos esperando todas as coisas caírem sobre mim.

 Mas braço me agarrou e o barulho parou, abri meus olhos lentamente e percebi que estava abraçado com Jungkook.

 Com a outra mão ele segurava as panelas do armário e a outra me segurava. Nossos rostos estavam muito colados.

 - O.Ob.Obriga.gado.- Falei gaguejando.

 - Não foi nada Jimin.- Ele sorriu bobo e ficou me encarando.

 - Tem como você me soltar, eu preciso fa.fazer brigadeiro...

 - Oh, desculpe.- Ele tirou o braço da minha cintura e eu o ajudei com o armário.

 Peguei as coisas necessárias e comecei a fazer o brigadeiro. Ouvi a porta ser aberta e uma menina começou a falar com o Jungkook.

 - Noona, podemos conversar depois ?

 - Jungkook! O que foi aquilo que o príncipe falou ? Ele estava com ciumes né, ou vocês são tão amigos que ele ficou bravo por causa na Nari ?

 - Jeon Jiyoon! Depois nos conversamos. Mas eu Acre.acredito que ele só fi.ficou bravo.

 - Oh sério Jeon Jungkook? Ele ficou tão bravo que eu achei que ele iria explodir!

 - Não noona. Deve ser coisa da sua cabeça..

 Nesse momento eu já estava correndo para fora da cozinha com uma panela de brigadeiro na mão.


 Aishi não foi uma boa idéia trazer aquelas doidas para cá.

 . . . 

 
- Aishi ChenLe eu não aguento mais andar com essas coisas na cabeça.- Resmunguei tirando aqueles livros da cabeça.

 ChenLe falou que a minha postura estava torta e que eu tinha que melhorá-la.

 - Meus pés doem, deixe eu tirar esse salto!- Min Hee que estava ao meu lado resmungou também.

 - Vocês parecem dois velhinhos, credo.- Ele falou fazendo uma careta.- Você pode tirar os saltos Min Hee, você Jimin irá andar mais algumas vezes.

 - Ok, agora vamos tentar uma coisa diferente...Não Jimin não pode tirar os livros da cabeça.
 
 A porta foi aberta e eu vi Jungkook entrar, ele ignorou ChenLe e sentou no sofá me encarando

 - Jimin, vamos fingir que Min Hee é sua esposa.- Arregalei os olhos e olhei Jungkook que já estava mexendo na bochecha com a língua.- Min Hee, você irá beijar Jimin. E ele não pode deixar os livros caírem.

 - O QUE ?- Falei meio alto.

 - Jimin Hyung não irá beijar ela.- Jungkook falou e se levantou.- Ele não pode beijar as meninas. Eu irei beijá-lo!


 

  
  


Notas Finais


Então Foi Isso meus amores e amoras! Espero de coração que vocês tenham gostado.

Deixem seu comentário, e seu favorito também^^

Até a próxima
Saranghae <3


Gostou da Fanfic? Compartilhe!

Gostou? Deixe seu Comentário!

Muitos usuários deixam de postar por falta de comentários, estimule o trabalho deles, deixando um comentário.

Para comentar e incentivar o autor, Cadastre-se ou Acesse sua Conta.


Carregando...