História My kitten - Jikook - Capítulo 3


Escrita por:

Postado
Categorias Bangtan Boys (BTS)
Personagens Jeon Jeongguk (Jungkook), Jung Hoseok (J-Hope), Kim Namjoon (RM), Kim Seokjin (Jin), Kim Taehyung (V), Min Yoongi (Suga), Park Jimin (Jimin)
Tags Ação, Amor, Amor Doce, Assédio, Aventura, Bangtan Boys, Comedia, Daddy, Drama, Família, Fantasia, Ficção, Ficção Adolescente, Gay, Insinuação De Sexo, J-hope, Jikook, Jimin, Jin, Jung Hoseok, Jungkook, Kim Namjoon, Kim Seokjin, Kim Taehyung, Kook, Kookmin, Kpop, Lemon, Lgbt, Min Yoongi, Novela, Ódio, Originais, Romance, Sope, Suga, Taegi, Taeyoonseok, Vhope, Violencia, Yaoi, Yoongseok
Visualizações 224
Palavras 1.552
Terminada Não
NÃO RECOMENDADO PARA MENORES DE 18 ANOS
Gêneros: Aventura, Comédia, Fantasia, Ficção Adolescente, Lemon, LGBT, Suspense, Yaoi (Gay)
Avisos: Bissexualidade, Insinuação de sexo, Linguagem Imprópria
Aviso legal
Os personagens encontrados nesta história são apenas alusões a pessoas reais e nenhuma das situações e personalidades aqui encontradas refletem a realidade, tratando-se esta obra, de uma ficção. Os eventuais personagens originais desta história são de minha propriedade intelectual. História sem fins lucrativos, feita apenas de fã para fã sem o objetivo de denegrir ou violar as imagens dos artistas.

Capítulo 3 - T h r e e


Fanfic / Fanfiction My kitten - Jikook - Capítulo 3 - T h r e e

Jeon Jungkook

Abrir os meus olhos, sentindo o pelinho sedoso de algo em meu rosto. Sorrir ao ver o rabinho de Jimin balançando por minhas bochechas.

Meu pequeno estava apoiado com uma das mãozinhas no queixo enquanto a outra futucava seu celular, ainda com sua chupeta em sua boca. Suas perninhas estavam jogadas por cima de mim, onde o mesmo se encontrava de costas, distraído vendo desenhos.

Alcancei seu rabinho felpudo, o pegando delicamente sentindo os pelinhos. Jimin se assustou, virando-se para mim de imediato sorrindo logo em seguida. Deixou seu aparelho de lado, pulando em cima de mim.

— Papai cordouuuu!.— Sorriu retirando sua chupeta para deixar um selar em minha bochecha. Fiz o mesmo em seu rostinho rexonchudo.

— Bom dia meu anjinho.— Sussurei rouco por conta do sono, afagando seus cabelos, deslizando por suas orelhinhas pequeninas.

— Tá de tarde já.— Pôs seu pipo de voltar a sua boquinha o sugando. E deitando seu rostinho em meu peito, recuperando seu telefone de volta voltando a assistir o desenho que passava na tela.

Arqueei uma sobrancelha, olhando para a varanda do quarto, onde o sol forte já entrava pela mesma, iluminando o cômodo.

— Porquê meu bebê não me acordou, para dar seu leitinho?— Beijei sua cabeça lhe agarrando pela cintura.

Jimin manhou, remexendo-se em cima de mim, sem desviar seus olhinhos do aparelho, onde uma esponja amarela falava com um caranguejo vermelho.

— Jiminie não quelia acorda o papai.— Falou embolado por conta de sua chupeta.

Observei meu nenê concentrado nos personagens do desenho, pousando meu queixo em sua cabeça para assistir consigo.

— Deveria.— O respondi calmo ouvindo sua risada gostosa, quando um dos personagens bateu a cara no chão.— Não pode ficar sem suas refeições.

— A Omma, já deu meu leitinho.— Voltou a rir, todo bobo ao ver um gatinho aparecer no desenho.— Papai!. O Jiminie tá no desenho!.— Sorriu ao apontar para a tela de seu celular.

Sorrir largo beijando a bochecha de meu menino.

— Você é mais bonito nenê.— Falei e o vir concorda todo desajeitado.

— As orelhinhas do Jiminie, são mais fofinha né papai?— Sentou em meu quadril pondo sua mãozinha na cintura com seu celular na mão.

— Sim, meu amor.— Sentei segurando sua cintura e beijando as duas orelhinhas que se mexeram rapidamente por conta do contato.— São as orelhinhas mais linda.

Jimin riu, lançando meu pescoço quando levantei com o pequeno em meu colo. Caminhei até o banheiro deixando Jimin em cima do balcão da pia, enquanto fazia minhas higienes matinal.

Após termina desci com o mesmo em direção a cozinha onde vir Seokjin pondo a mesa do almoço.

— Oi gatinho.— Jin caminhou em nossa direção, roubando Jimin de meu colo beijando suas bochechinhas.— O irresponsável do seu papai não acordou para lhe dar café da manhã.— Alfinetou balançando meu bebê em seus braços.

— Perdoe-me, Omma.— Fui até o mesmo, dando um beijo em sua bochecha logo me sentando a mesa.

— Lembre-se que você tem responsabilidades Jeon Jungkook.— Revirou os olhos, deixando Jimin em sua cadeirinha ao meu lado.— Meu anjinho vai querer a papinha?— Agaichou-se na altura de Jimin, afinando seu tom de voz.

— Quelo leite!.— Respondeu sem retira seus olhos de seu aparelho.

— Mas meu amorzinho tomou pela manhã.— Afagou suas orelhinha carinhoso.— Eu preparei uma saladinha de frutas bem gostosinha, para meu bebê.— Falou e logo os olhinhos de Jimin brilharam.

— A Omma fez com bastante frutinhas vermelhinhas?!— O de orelhinhas perguntou animado com as orelhinhas levantadas. Jin concordou sorrindo.— Jiminie quer!.

O mais velho saiu em direção a cozinha logo após deixar vários beijinhos em Jimin. Coloquei meu prato, pondo minha comida, observando Taehyung e Hoseok adentrarem a sala de jantar, apertando meu gatinho.

— Titio sentiu tanta falta do peludinho dele.— Tae segurou Jimin no colo lhe abraçando, enquanto Hobi brincava com a calda do menor.

— Tio!. Tá apertando forte!.— Jimin reclamou querendo desce do colo do outro.— Tá esmagando as bochechas de Jiminie.— Fez bico.

— Quem mandou você ser tão fofo?!— Ouvi Hobi dizer fazendo o mesmo que Tae.

Já iria reclamar pelos os dois estarem esmagando minha criança, quando Jin entra gritando, retirando Jimin de perto dos dois.

— Eles lhe machucaram gatinho?— O mais velho perguntou sentando Jimin novamente em sua cadeirinha, dando-lhe seu pratinho com frutas.

Jimin negou, rejeitando sua comida, aumentando o volume do celular quando ouviu o casal tagarela começa a falar.

— Onde está o Yoongi?— Seokjin voltou a perguntar, dando por falta do branquinho azedo.

— Ele ainda está dormindo.— Taehyung respondeu, inclinando sua cadeira para assistir desenhos com Jimin.

— Então ele não é o único dorminhoco aqui.— Uma indireta veio em minha direção, e eu a peguei revirando os olhos para Jin.— Menino eu vou de lascar a panelada se ousar revirar os olhos de novo.— Bateu em minha cabeça, resmuguei baixinho.

— Não bate no papai, Omma.— Jimin murmurou embolado, retirando sua chupeta para deixar um beijinho no local em que Jin me atingiu.— Seu dodói vai cular rapidinho.

— Ooh...— Todos dizeram em sinônimo encantandos com o gatinho.

Fofo.

— Claro que vai meu amor. — Beijei sua bochecha sorrindo.

Meu nenê é muito fofo. Me derreto todo.

— Omma pegar o potinho lá.— Taehyung falou, apoiando o rosto nas mãos sorrindo feito um idiota ao olhar para mim e Jimin.— Vamos guarda esse dois dentro, só 'pra nós.

— Vou pegar.— Jin correu em direção a cozinha, tropeçando nos próprios pés.

— Que fome!.— Exclamou Hoseok, atacando a comida.

— Você só sabe comer, Hobi.— O namorado deu-lhe uma cotovelada, revirando os olhos.

— Bom dia, meu açúcar.— Hoseok comprimentou, Yoongi que surgiu do inferno por sua cara de ânus.— Ou melhor, boa tarde.— Sorriu ao receber um selinho do branquinho.

— Cadê o meu.— Taehyung cruzou os braços emburrado.

— Ôh coisa.— Yoongi rolou os olhos entediado, logo dando um selinho no outro namorado.

Sim. Esses trio, mais conhecido como: as meninas super poderosas, namoram. São um verdadeiro grude.

— Opa!.— Ouvi Yoongi dizer, logo tomar o celular de Jimin, o levantando para cima.— Nada de celular na mesa.

Jimin choramingou, ficando em pé em cima de sua cadeirinha tentando pegar seu celular de volta.

— Me dar titio.— Pediu dengoso, já com seus olhinhos cheio de lágrimas. Levantando sua mãozinha para cima, onde Yoongi balançava o aparelho no ar.

— Não.— Sentou em uma das cadeiras, guardando o aparelho.

— Papai...— Jimin me olhou, deixando sua chupeta cair no chão ao começar chora. O gatinho deu os bracinhos em minha direção pedindo colo, que o peguei ninando o mesmo.

— Yoongi!.— O repreendir, olhando feio para o mesmo que apenas riu enfiando macarrão em sua boca.

— Dar o celular do menino!.— Tae bateu no namorado que negou.

— Ele está muito mimadinho.— Falou de boca cheia.— Nem come sua refeição, grudado nisso.— Apontou para o pratinho de Jimin, que o mesmo não tinha tocado.

— Idai?! Devolva agora!.— Ordenou Taehyung a procura do aparelho.

Jimin continuava a chora, pedindo todo manhoso seu celular de volta.

— O quê que ta acontecendo aqui?!— Gritou Seokjin, fazendo todos pararem o que estavam fazendo.

Menos Jimin, que chorou ainda mais descendo de meu colo, e pulando em Jin que o pegou.

— O titio Yoon, pegou o celularzinho do Jiminie.— Apontou para Yoongi que já estava levantando de sua cadeira, querendo sair difininho.

Seokjin fuzilou o outro que sorriu de nervoso coçando a nuca.

— Eu só estava tentando fazer ele comer...

— Não me interessa!.— Cortou Yoongi e estendeu a mão.— Devolve!.

Suga revirou os olhos, - sem deixar de Jin ver - entregando o aparelho para o outro que logo devolveu a Jimin. Meu gatinho parou de chora, porém fez bico dengoso.

— Ele tirou do meu desenho.— Choramingou.

— Deixa que a Omma coloca de novo.— Jin procurou o desenho de Jimin, o deixando novamente em sua cadeirinha.— Se seu tio tomar seu celular de novo...— Olhou para Yoongi.— Eu lasco uma panelada na cabeça dele.— Ameaçou, e eu sei que o mesmo falava sério.

— Pipo.— Jimin apontou para sua chupeta caída no chão. Seokjin agaichou-se, pegando.

— Irei lavar mochi.— Saiu novamente em direção a cozinha.

— Não vai trabalhar hoje Jungkook?— Perguntou Taehyung, roubando a comida de Jimin.

— Não.— Dei de ombros tomando de meu suco.

— Então iremos para praia!.— Hoseok exclamou animando.— O Appa Nam, chega hoje, podemos passar o dia todo na praia que tal?!

— Não obrigado.— Yoongi arrotou fazendo Jimin rir do tio porco.— Prefiro passar a tarde dormindo.

— Você já dormi a tarde toda.— Tae murmurou indignado.— Vamos sim.

— Irei fazer nossas reservas, para passamos a noite em um dos hotéis.— Vir Hoseok levantar todo feliz.

— Deixa o titio assistir também?— Taehyung pediu se aproximando de Jimin novamente. O mesmo concordou chupando o dedo.

— Opa!.— Yoongi pegou mais uma vez o celular das mãozinhas do gatinho.

Jimin abriu o berreiro novamente.

Só vir um Kim Seokjin furioso, adentrar a sala de jantar com uma frigideira em mãos, a atacando na cabeça de Yoongi. Taehyung tentou tirá Jin de cima de suga, e um Hoseok aparecer não entendo nada. Namjoon logo surgiu gritando.

Essa é minha família.


Notas Finais


Continua...🍼🍭


Gostou da Fanfic? Compartilhe!

Gostou? Deixe seu Comentário!

Muitos usuários deixam de postar por falta de comentários, estimule o trabalho deles, deixando um comentário.

Para comentar e incentivar o autor, Cadastre-se ou Acesse sua Conta.


Carregando...