História My Korean Dance Teacher - Imagine Min Yoongi - Capítulo 4


Escrita por:

Postado
Categorias Agust D / Suga, Bangtan Boys (BTS), Black Pink, EXO, Neo Culture Technology (NCT), TWICE
Personagens J-hope, Kai, Lisa, Mark, Momo, Personagens Originais, Sehun, Suga
Tags Agust D, Bangtan Boys, Bts, Ficção, Hot, Imagine, Imagine Min Yoongi, J-hope, Min Yoongi, Sexo, Você, Yoongi
Visualizações 48
Palavras 2.830
Terminada Não
NÃO RECOMENDADO PARA MENORES DE 18 ANOS
Gêneros: Crossover, Ficção, Ficção Adolescente, Hentai, Romance e Novela
Avisos: Heterossexualidade, Insinuação de sexo, Linguagem Imprópria, Nudez, Sexo
Aviso legal
Os personagens encontrados nesta história são apenas alusões a pessoas reais e nenhuma das situações e personalidades aqui encontradas refletem a realidade, tratando-se esta obra, de uma ficção. Os eventuais personagens originais desta história são de minha propriedade intelectual. História sem fins lucrativos, feita apenas de fã para fã sem o objetivo de denegrir ou violar as imagens dos artistas.

Notas do Autor


Oiiiii meus amores ♡
Aqui está mais um capítulo para vocêsssss
Espero que gostem e desculpem qualquer erro

Capítulo 4 - Café, Dança e Amor


Fanfic / Fanfiction My Korean Dance Teacher - Imagine Min Yoongi - Capítulo 4 - Café, Dança e Amor

Finalmente acordo, ainda agarrada ao traseiro que eu batizei de Yoongi. Eu só andava as voltas na cama, pensando em nele... Pensando naquilo que eu tinha feito no dia anterior.

Eu sorria, pensando em acordar ao seu lado, puder encostar minha cabeça no seu peito e sentir meu corpo ser tomado nos seus braços.

Eu realmente era feliz pensando isso...

Mas Hoseok... Essa criança não sai da minha cabeça.... Eu realmente não o quero deixar ir.... Eu não quero que ele desapareça da minha vida....

Eu tinha de deixar esses pensamentos... preciso de ir trabalhar.

Trabalho chato da porra. É sempre tão parado.

Mas bem... Beijei meu traseiro Yoongi e me levantei, fazendo minha higiene matinal e vestindo o uniforme do café.

Faço umas torradas e preparo meu café. Já era hora do meu turno... Mas fazer o que né.

Comida é mais impotente.

Finalmente acabo e saio de casa, chegando ao café em 2 segundos.

Evito toda a gente para não me fazerem perguntas e me coloco ao balcão. O meu lugar...

---Um pouco depois---

Parece que tou aqui à 84 anos... Começo a brincar com um pouco de açúcar que tinha caído em cima do balcão, até que ouço a porta abrir. Eu olho, sem grandes esperanças.

Eu acho que meu queixo caiu... Era Yoongi. Ele olhava em volta, inspecionando o sítio.

Depois de analisar cada detalhe, finalmente olha para mim.

- S/n? - diz Yoongi, chegando mais perto do balcão.

- Oi professor. - digo, dando uma leve gargalhada - Sua primeira vez aqui?

- Eu nunca tinha explorado essa pequena cidade... E resolvi passear por cá hoje... Não sabia que esse café tinha uma garçonete tão linda. Se soubesse, tinha vindo aqui à muito mais tempo. - me olha nos meus olhos, como se fossemos os únicos ali.

Eu coro e desvio meus olhos dos deles. Ouço uma risada anasalada por parte dele.

- Então, o que me sugere? - diz Yoongi, sem tirar os olhos de mim.

- Bem, meu favorito é o frappuccino, mas temos também mocha, vários tipos de café gelado, com leite ou baunilha, temos também chocolate quente, smoothies, iced tea e vários tipos de bebidas engarrafadas para nos levar sempre consigo. - espero ele responder, mas ele não abre a boca - Yoongi...? - chamo por ele, abandonando a mão à frente de seu rosto.

- Hm, oi. Tou cá. - disse ele.

- Tu adormeceu? - pergunto.

- Não, claro que não... É que quando eu olho para a tua boca, só consigo pensar em beija-la.

Ele não pode fazer isso comigo... Como eu o queria beijar... Mas não posso....

- Yoongi!! - digo, tapando meu rosto devido à vergonha - Eu estou a trabalhar!! - Eu não consegui impedir um enorme sorriso...

Ele também estava meio sem jeito, como se tivesse falado isso por puro impulso.

- Irei querer o frappuccino, exatamente como tu gosta. - Eu me viro, rindo bobo para os copos enquanto fazia a bebida de Yoongi.

Depois de uns minutos acabo, e lhe entrego a bebida.

- Quanto devo? - pergunta ele.

- Nada, esse ofereço eu, professor.

- Ah S/n, não é preciso isso. - diz ele, pegando na carteira.

Eu o impeço e sorrio docemente, fechando os olhos e tombando a cabeça para o lado.

- Pronto... Não tem como resistir a esse sorrisinho. - toca na minha bochecha com um dedo, levemente - E me chama de Yoongi. Sem formalidades....

- Sim, Professor Yoongi... - digo, sorrindo. Ele sorri de volta. Ele tinha entendido que eu queria provocar.

- Hoje, as cinco. Na escola. - diz ele, piscando o olho e me mandando um beijo.

Eu apenas lhe aceno, sorrindo.

Fiquei um pouco olhando para a porta, até que me lembrei que tinha de pagar o frappuccino dele. Andei até à minha bolsa que estava na "zona de lazer" dos funcionários e tirei de lá de dentro o dinheiro certo, colocando o na caixa em seguida.

Volto para o meu sítio, no balcão até à minha hora de sair.

Ouço a porta abrir novamente... E olho, sem grande entusiasmo.

Mas olha.... Me enganei...

Hoseok, que vinha andando calmamente na minha direção.

- Xuxu, que fazes aqui? Era suposto ser amanhã... - Hoseok não mora aqui... Mora numa outra cidade, a 40 min de carro daqui.

- Eu não aguentei garotinha.... Eu precisava de te ver.... - diz, pegando na minha mão em cima do balcão.

- Hoseok... Eu hoje não posso... Tenho que fazer depois do trabalho...

- Só um passeio pequeno... Por favorrrrrrr - faz aquele olhinhos de cachorrinho que eu não resisto.

- Pronto pronto.... - digo, passando a mão no seu cabelo, acabando na sua bochecha. - Mas eu vou ter de acabar meu turno aqui. - digo, enquanto ele pega na minha mão e a beija.

- Tudo bem, eu vou visitar um garoto que eu não vejo à muito. As 16:50 te busco?

- Pode sim xuxu. Vais querer alguma coisa? - pergunto.

- Só se pagares - diz Hoseok, rindo. Aquele sorriso que eu tanto amo....

O sorriso no meu rosto desaparece, e eu desvio meu olhar dele, lembrando de Yoongi...

- Ei, estava brincando. Não fica assim... Eu passo por aqui mais lago. Beijão garota. - faz biquinho com os lábios. Eu faço também, sorrindo franco em seguida.

Eu não sou capaz de o deixar ir.... Apenas não dá.... Ele é muito importante....

Fico apenas encarando o balcão, pensando na minha vida.... Esperando a hora que Hoseok me vinha buscar.

---Algumas horas depois---

AHHHH JÁ NÃO AGUENTO ISSO.... como eu odeio esse trabalho.

Olho para o relógio. 16:45.... Conhecendo Hoseok, ele estaria quase a chegar... Ele é pontual, até demais.

E lá estava ele, entrando no café, todo sorridente.

- Amore, cheguei! Pronta para um passeio com o Oppa? - diz, fazendo aegyo.

Ele é muito fofo caraca.

Eu rio, devido à sua ação.

- Estou sim, vou só pegar minhas coisas.... Mas... Não te importas que eu vá com essa roupa? - aponto para o uniforme do café.

- Claro que não, tu fica linda até com uma sacola de lixo. - Eu não sei se deva ficar lisonjeada ou ofendida, mas acabo por rir.

Corro para ir buscar minhas coisas e sair com Hoseok.

Assim que chego perto dele, ele se manda para cima de mim, me abraçando a beijando.

- Pronto Oppa, chega. Vamos.... As pessoas estão olhando para nós. - pego no seu braço e o obrigo a andar para sair do café.

Finalmente livre... E com Hoseok. Não podia pedir mais nada.

Assim que saímos do café, Hoseok me abraça com toda a força, deitando sua cabeça no meu ombro, encostando o nariz ao meu pescoço.

Eu o tomo nos meus braços. Eu o conheço, ele não está bem.

- Amor.... Por favor... Podemos voltar novamente...? Eu não aguento viver sem ti. Minha vida não é a mesma sem nossas brincadeiras bobas... A gente correndo quase pelado pela casa, acabando aos beijos no sofá.... - levanta sua cabeça e se coloca mesmo à frente do meu rosto. Nossos narizes se tocavam... Ele avança, fazendo nossos beijos roçarem...

Eu não posso....

- Hoseok - digo, o empurrando ligeiramente - A gente tentou três vezes... Não deu amore. Desculpa... - nós dois quase já choravamos na rua.

Eu tinha um nó na garganta, tentando engolir o choro... Não quero que ele me veja assim....

- Uma coisa eu te prometo... Venha o que vier, eu não te vou deixar. Nunca. Tu é a pessoa mais importante da minha vida. Tu foi a primeira pessoa que eu beijei.... Tu teve minha primeira vez.... Mas infelizmente não dá para a gente estar numa relação. Eu prefiro te ter como melhor amigo do que não te ter de todo. - Eu já não controlava as lágrimas. Agora era eu que apoiava minha cabeça no seu ombro. Ele mexia no meu cabelo, tentando me acalmar.

- Pronto S/n... Eu entendo. Também não te quero magoar mais. Posso não te tocar como antes, mas pelo menos eu te tenho na minha vida. - toma meu rosto nas suas mãos e seca minhas lágrimas. - eu te levo a casa, pode ser? - sorri, entrelaçando os dedos nos meus.

Eu aceno com entusiasmo, e Hoseok ri.

Começamos a andar para o meu prédio, balançando nossas mãos ainda com os dedos entrelaçados.

Assim que chegamos, subimos até ao meu apartamento porque ele queria... E eu não consigo dizer que não aqueles olhos de cachorrinho que ele faz.

Assim que nós nos sentamos no sofá, para ver tv, vejo as horas no meu celular. 17:10.

Eu fico sem reação. Só o segundo dia e eu já vou chegar atrasada!

Levanto me a correr para o meu quarto para trocar de roupa e preparar meu saco.

Visto minhas leggings e meu top, coloco uma troca de roupa, uma garrafa de água e uma toalha dentro do saco e saio do quarto.

Hoseok fica me olhando com a boca aberta.

- Onde tu pensava que vai assim vestida garotinha? - olha para mim com uns olhos nada puros, andando na minha direção, tomando minha cintura nos seus braços fazendo com que os nossos corpos se aproximassem.

- Tenho aula de dança agora meu amore. - digo, beijando o seu nariz.

- Desde quando andas numa escola de dança? - pergunta, rindo. - Tu é a pessoa mais preguiçosa do mundo. Algo te motiva.... O professor é bonito, não é?

- Não..... - digo mordendo o lábio pensando em Yoongi.

- Pois, sabia... É por isso que tu não me quer mais. - me larga. - Tudo bem... Ainda queres sair amanhã? - diz, se virando de costas para mim.

Eu não gosto de o ver assim, por isso fui abraçar suas costas.

- Claro que quero.... Que parte de "Eu não te quero deixar" é que tu não entende?

Ouço ele rir, o que me deixou aliviada.

- Vá, eu vou te deixar à porta da escola. Onde é? - Hoseok se vira para me encarar.

- É mesmo aqui à frente, e eu já vou muito atrasada.

Assim que acabo de falar, ele me pega no colo estilo noiva e sai do meu apartamento.

Ele só me larga quando chegamos à porta da escola de música, me encarando por um pouco.

- Minha garotinha está tão crescida... - passa a mão no meu rosto.

- Hoseok, não sejas idiota. - digo rindo.

- Amanhã te busco, sim? - beija minha bochecha e se despede de mim.

Eu entro a toda a velocidade na escola até à sala onde irei ter aula. Abro a porta e toda a gente me encara.

- Olha olha.... Acho que alguém precisa de aprender a ser pontual... - diz Sehun, me olhando com seus olhos escuros, cheios de luxúria.

- Sehun. Calado. - diz Yoongi. - Não faz mal s/n... Está tudo bem. Pousa teu saco e escolhe um par. Iremos dançar um pouco de salsa hoje.

Envergonhada, fui até ao balneário e sai logo em seguida.

Fiquei no meio de toda a gente, mas Sehun chega logo para o pé de mim.

- Muito bem, escolham um par para dançar. Irão fazer uma coreografia simples para no final cada par vir demonstrar o que aprendeu à frente de todos.- diz Yoongi.

Kai fica com Momo, Mark com Lisa e fica faltando eu e Sehun....

- Acho que ficamos nós sobrando. - sussurra Sehun ao meu ouvido.

Tem de ser né...

- Agora que estão todos em pares, irei colocar uma música e ajudar quem necessita. - Yoongi se desloca até ao sistema de som e coloca uma música para a gente dançar.

Sehun pega na minha mão direita, coloca minha mão esquerda no seu ombro e agarra minha cintura, fazendo com que nossos corpos chocassem. Nossos rostos estavam muito perto, conseguia sentir sua respiração.

Sehun aperta minha cintura, me dando sinal para me começar a mexer. Eu era mais baixa que ele, então sua boca ficava ao nível dos meus olhos.

Eu me foco nos seus lábios... Eram grossos, vermelhinhos.... Sehun metia sua língua para fora várias vezes, humidecendo seus lábios.

- Gosta do que vê garota? - pergunta ele, mordendo o lábio.

Eu não respondi, apenas continuei olhando, até que ele me faz dar uma pirueta. Quando acabo, tropeço no seu pé... A sorte é que ele me apanha.

- Opah, eu sabia que tu tinha uma queda por mim. - riu.

Yoongi deve ter visto o que se passou, pois veio logo ter com a gente.

- Sehun, por favor.... Não faças uma garota cair. Vê como se faz. - e com isso, Yoongi toma meu corpo nos seus braços.

Finalmenteeee, nos seus braços novamenteeee.

Yoongi me apertava ligeiramente com suas mãos, fazendo com que eu seguisse seus passos.

Ele me fazia dar várias voltinhas, me largava e voltava a me apanhar. Aquilo era tão divertido. Eu ria e começava a brincar com os paços de dança quando comecei a ficar confiante.

Assim que nós paramos, ele me segurando junto ao seu corpo... Nossos peitos subiam e desciam em sintonia, tentando repor nossas respirações. A gente se olhava, com um grande sorriso. Escorria suor da sua testa, o que era extremamente sexy.

- Aprendeu Sehun? - diz ele, ainda me segurando.

Sehun o olhou, e acenou sem interesse.

- Bem turma, viram como se deve dançar salsa. - diz Yoongi, se virando para os restantes - Agora que eu vos ensinei um pouco, irei terminar a aula por aqui. Irão treinar mais um pouco na próxima aula. S/n.. - me chama, se virando para mim - Na próxima aula, danças com quem quiseres. Comigo, ou com Sehun. - Eu aceno e lhe sorrio docemente.

- Obrigado a todos. Até à próxima! - diz Yoongi, começando a bater palmas. Todos nós o seguimos.

Assim que Yoongi saiu, eu fiz tudo de novo. Corri pra pegar meu saco, me despedi de toda a gente e sai correndo para a porta.

Abri a porta da sala ligeiramente e vi que Yoongi tinha saído para a rua. Saí da sala onde estava e me enfiei logo na minha sala favorita.

Eu ia colocar uma música, mas ai eu lembrei... Eu vou ter de trocar de roupa aqui.... Oh bem, pq não dançar hoje de roupa íntima?

Tirei toda minha roupa, ficando apenas de calcinha e sutiã. Foi pegar a cadeira que estava no canto e a coloquei em frente de um poste.

Eu fiquei pensando, pois não sabia que música colocar... Vendo a músicas do meu celular, encontrei uma perfeita. "We can make love" de SoMo.

Coloquei a música bem baixinho para ninguém ouvir e me dirigi para a cadeira. Tiro um momento para me olhar no espero.... Eu estava irresistível...

Imaginei os olhos de Yoongi por todo meu corpo, seu dedos dentro da minha calcinha... suas mordidas nas minhas costas...

Dessa vez eu resolvi arriscar e subir no poste. Eu consegui, mas não sabia muito bem que movimentos fazer... Dei uma volta no poste e resolvi descer porque estava ficando sem força.

Assim que voltei para o chão, me coloquei atrás da cadeira e a empurrei para a frente, de forma a que ela encostasse no poste.

Me coloquei em frente à cadeira, apenas com aquele metal frio entre nós. Eu me impulsiono e agarro o poste, rodando, me sentando na cadeira com toda a força. Aquele impacto ainda me excitou ainda mais... Começo a rebolar, passando as mãos pela cadeira, imaginado Yoongi ali, sua voz rouca no meu ouvido dizendo para ir mais rápido...

Eu estava muito empenhada. Empurro a cadeira com minha bunda e quico um pouco. Fico de costas para o poste e abro minhas pernas, passando a mão por todo o meu corpo, parando na minha calcinha. Fecho os olhos e começo a fazer movimentos circulares por cima do tecido encharcado. Não demora muito para que eu desviasse a calcinha e começasse a me tocar.... Abro ligeiramente meus olhos e olho para a cadeira.... Imagino Yoongi com seu membro na sua mão, dizendo para eu ir mais depressa...

Introduzo dois dedos em mim, me provocando. Em pouco tempo, eu já me penetrava com velocidade extrema. Eu gemia o nome de Yoongi.... Meus gemidos, o nome de Yoongi, meus gritos se sobreponham à música... Alguém podia ouvir.

Não me importava.

Coloco mais um dedo, e minhas pernas perdem a força, fazendo com que eu deslize as costas pelo poste e caia de bunda no chão.

Eu ia cada vez mais rápido, imaginado Yoongi ali, olhando para mim.... Eu não aguento mais...

Um grito com o nome de Yoongi sai de minha garganta quando gozo... Minhas paredes apertavam meus dedos... Tudo aquilo era tão prazeroso, principalmente porque é perigoso.

Sorrio de olhos fechados. Tiro os dedos de dentro de mim e abro lentamente meus olhos. Olho em volta.... Não há sinal de ninguém....

Me levanto com dificuldade e vou até ao balneário lavar minhas mãos. Coloco a muda de roupa que tinha trazido no saco e arrumo a cadeira.

Olho para tudo, para ter a certeza que deixei tudo como estava. Estava tudo perfeito.

Abri ligeiramente a porta e vi Yoongi entrando para uma sala para dar aula. Assim que ele entrou, eu corro para fora da escola, rindo.

Vou para o meu apartamento... Eu sou louca. 

Tenho um problema qualquer, só pode...

Eu rio, dando voltas pela casa. Acabo por me deitar na cama, com mil e um pensamentos na minha cabeça.

Parece que a minha vida tomou um rumo diferente do que aquele que eu estava à espera.... Meu futuro me reserva coisas maravilhosas, como café, dança e muito amor....


Notas Finais


AHH imaginem se Yoongi visse aquilo hein 🌚
Kkkkkk obrigada por ler ♡
Podem comentar sem medos

Até à próximaaaa

TRAILER DA FIC: https://youtu.be/ME4nmB7f8Wk


Gostou da Fanfic? Compartilhe!

Gostou? Deixe seu Comentário!

Muitos usuários deixam de postar por falta de comentários, estimule o trabalho deles, deixando um comentário.

Para comentar e incentivar o autor, Cadastre-se ou Acesse sua Conta.


Carregando...