História My lie boyfriend (vkook) - Capítulo 23


Escrita por: ~

Postado
Categorias Bangtan Boys (BTS), Black Pink, EXO, G-Friend, Got7, Monsta X, Seventeen, SHINee, Super Junior
Personagens Baekhyun, Chanyeol, Eunha, Hansol "Vernon" Chwe, Hyung Won, Jackson, Jennie, J-hope, Jimin, Jin, Jungkook, Kai, Lee Jihun "Woozi", Lee Sungmin, Mark, Minho Choi, Rap Monster, Suga, V, Won Ho
Tags Bts, Chanbaek, Markbam, Romance, Taekook, Vkook, Yaoi, Yoonseok
Visualizações 1.200
Palavras 2.956
Terminada Não
NÃO RECOMENDADO PARA MENORES DE 18 ANOS
Gêneros: Ação, Comédia, Crossover, Drama (Tragédia), Festa, Ficção, Ficção Adolescente, Fluffy, Lemon, Romance e Novela, Yaoi (Gay)
Avisos: Álcool, Bissexualidade, Homossexualidade, Insinuação de sexo, Linguagem Imprópria, Nudez, Sexo
Aviso legal
Os personagens encontrados nesta história são apenas alusões a pessoas reais e nenhuma das situações e personalidades aqui encontradas refletem a realidade, tratando-se esta obra, de uma ficção. Os eventuais personagens originais desta história são de minha propriedade intelectual. História sem fins lucrativos, feita apenas de fã para fã sem o objetivo de denegrir ou violar as imagens dos artistas.

Notas do Autor


Oi gente 🍓

Então, era pra ter att antes, mas só tive tempo agora , sorry 😔💞

Queria agradecer aos coments maravilhosos e aos favoritos , amo vcs bombonzinhos ❤

Espero que gostem do capitulo e

Boa leitura 😙

Capítulo 23 - I don't want anymore


Fanfic / Fanfiction My lie boyfriend (vkook) - Capítulo 23 - I don't want anymore

            Pov Jungkook 


– Hyung , acorda, Ta na hora ! – Eu tentava de todo jeito acordar Taehyung, mas era praticamente impossível.


– Não, mãe ! – Ele disse me empurrando pro lado .


– Mãe ? Duvido que sua mãe já  ... – Parei de falar. Primeiro porque não compensava, segundo porque ele nem me ouviria mesmo já que voltou a dormir.


  Olhei pro banheiro, o banheiro olhou pra mim, e não me contive em pegar água e jogar no Taehyung, este levantou igual gato.


– JUNGKOOK ! –Agora ele acordou.


– A gente tem que ir embora ! 


– Aish, já sei , mas olha que horas são, que saco ! – Ele disse tentando desgrudar a roupa molhada de si.


– Você tem cinco minutos pra se trocar! – Eu disse e sai do quarto, ouvindo Taehyung bufar antes de entrar no banheiro.


                         ♠

– Até que enfim né ! – Disse quando Taehyung finalmente chegou na cozinha. Este não respondeu , já vi que eu teria que aturar seu mau humor. Saudades de ontem.


– Vocês não querem mesmo ficar pro almoço, meninos? – Minha Tia insistia , porém eu realmente queria ir embora, minha Omma disse que tem algo a me dizer , e eu estou super preocupado.


– Obrigada tia , mas, a senhora sabe que minha Omma não está bem, e eu já fiquei dois dias longe dela !


– Tudo bem então , vocês que sabem! – Ela disse , me abraçando e   em seguida , o Taehyung.


– Ia mesmo embora  sem se despedir, é? – Chanyeol apareceu na cozinha e me apertou num abraço .


– Não é uma despedida ! Agora que eu sei novamente o caminho, eu voltarei, e vocês também podem ir me visitar quando quiserem!– Eu disse e automaticamente olhei pra cara do Taehyung , este por surpresa minha, concordou com a cabeça.


– Vocês moram juntos?– Do tempo que a gente ta aqui, agora surgiu essa curiosidade na cabeça da minha tia?


– Não, a gente estuda junto ! mas o Taehy passa bastante tempo na minha casa ! – Não menti .


– Ah , sim! Bom então qualquer dia nós vamos! – Ela disse , e enfim conseguimos de fato nos despedir e ir pro carro.


– Nós vamos passar pelo mesmo lugar ? – Perguntei , quando Taehyung arrancou com o carro, e só de lembrar meu estômago revirou.


– Não tem outro caminho , tem que ser por lá mesmo , mas agora está de dia , e não pararemos naquele posto !– Ele disse com a atenção no volante.


– E a arma ? – Disse me lembrando só então da mesma .


– Eu vou dar um jeito de sumir com ela ! – Ele disse, porém não confio tanto nle a esse ponto.

– Não! quando chegarmos em casa, você me da, e eu vou dar um fim nela ! 


– Aish, ta !  – Ele disse voltando a atenção a estrada.


  De fato nada aconteceu, demoramos agora bem menos, cerca de umas duas horas e meia já estávamos na cidade outra vez  .


   Chegamos um pouco depois do almoço então compramos um lanche e comemos no carro mesmo.


– Você quer que eu te deixe no hospital? – Taehyung perguntou, após eu colocar o último pedaço do lanche em sua boca.


– Eu quero que você mastigue de boca fechada ! – Eu disse , e o mesmo começou a mastigar com a boca ainda mais aberta  olhando pra mim.– Mas quero sim!


Preciso saber logo como minha Omma está, e acabar com esse aperto em meu peito!


– Ta bom, te deixo lá antes de ir pra casa ! – Ele disse, e seguimos ao hospital.


Quando chegamos, achei que Taehyung não entraria , mas ele entrou e ainda por cima entrou no quarto antes de mim, indo abraçar a mesma.


– Olá ,meninos ! – Minha Omma disse , ao retribuir o abraço do castanho.


Fui em sua direção e a abracei também, descansando meu rosto em seu pescoço.


– Como foi a viagem meu bebe? tirando a parte de quase ter sido morto, sabe  o quanto fiquei preocupada, Jeongguk ? – Ela disse, me abraçando ainda mais forte e depois me soltando.


– Tirando aquilo , foi muito bom, aproveitamos bastante, não é, Taehyung? – O mais velho concordou com a cabeça.


– Mas, me fala logo, o que a senhora tinha pra falar comigo? Porque quem ficou preocupado fui eu ! – Eu disse, prendendo total atenção na mais velha.


– A senhora Jeon já contou a novidade ? – O médico entrou no quarto, e eu me assustei , por não saber da onde ele surgiu.


– Ia contar agora , doutor ! – Ela disse , enquanto o médico se aproximou de si com uma prancheta.


– Sua mãe tem apresentado muitas melhoras, Jungkook, e isso é maravilhoso, tanto que dei alta pra que ela termine de se recuperar em casa ! – Quando o médico disse isso, eu faltei pular de alegria, Taehyung parecia preocupado de inicio, mas logo esboçou um sorriso de alegria.


   O alívio que tomou conta de meu corpo era algo inexplicável . Eu ia ligar pra Sungmin buscar a gente, porém Taehyung se ofereceu pra levarmos embora , agora eu teria que ser bem mais cauteloso ao ter minha Omma morando comigo , só até que termine esse ano, depois dou a desculpa de que eu e Taehyung terminamos e eu quero voltar pra casa.


– Espere só até ver o apartamento , Omma , ele é lindo e aconchegante e ... não tem quarto de hóspedes ! – Eu disse só então me lembrando que quando o Taehyung dorme lá, se não é comigo é na sala. ( A maioria das vezes é comigo.)


– Não tem problema , filho ! – Ela disse rindo e eu sorri também simpático. – Você dorme na sala e me dá seu quarto ! – Ela disse, e meu sorriso desapareceu , fazendo ela e Taehyung cair na gargalhada.


– Taehyung, por favor avise seu irmão que eu já ganhei alta , ele sempre passa no hospital pra me ver,mas quando ele veio , eu ainda não sabia por isso não o avisei! – Ela disse, e Taehyung concordou com a cabeça .


 Quando chegamos , minha Omma parecia encantada com tudo, me lembrou da primeira vez que estive ali,reparava até nos mais mínimos detalhes .


A mais velha foi pro quarto e eu me apressei  em pegar a arma de Taehyung e colocar  em uma gaveta da escrivaninha , só até eu achar um lugar pra me livrar dela .


 Taehyung ia se despedindo, porém, eu o impedi.


– Eu tava pensando , hoje eu vou fazer um jantar pra comemorar a vinda de minha Omma, você vai  vir ? Chame seu hyung também!  – Com certeza ver minha Omma tão bem depois de tanto tempo , é motivo de comemoração.


– Claro, você me manda mensagem ! – Ele disse, me dando um selinho rápido e se despedindo de minha mãe, antes de sair pela porta .


– Precisa mesmo disso, filho?– Minha Omma disse , quando o Taehyung saiu.


– Claro que precisa ! Vou pedir que o Jin Hyung traga a senhora Mi também, será divertido , a senhora verá pessoas que gosta, sem ser naquele hospital ! – Eu disse e a mais velha concordou.


 Já havia convidado todos que eu queria, mandei mensagem pro Yoongi e Hoseok hyung também , e já havia marcado a hora. Agora só faltava mandar  mensagem pro Taehyung pra informa-lo sobre o horário.


               Message on


" Eu :  Taehy !? "

" Tae ❤: ✌"

" Eu: Foi marcado pras 20:00 hrs , vai vir ? "

" Tae ❤: Claro , bebê 💓 "


  Fiquei um tempo olhando a última mensagem antes de responder outra vez.

" Eu: Vc falou com seu hyung? "

Tae ❤: Vou falar , ele não chegou ainda, ele chega as 17:00 "

Eu : Ta bom, to te esperando 😊"

" Tae ❤: Até mais tarde 💓 "


  Mais uma vez fiquei olhando e sorrindo feito idiota a esse coraçãozinho do final da frase.


          Message off


Estive pensando como seria bom se o que eu sentisse pelo Taehyung fosse recíproco , como seria bom se ele estivesse apaixonado por mim também, e pudéssemos esquecer esse contrato idiota . A maneira que ele me trata as vezes , me da uma pista disso, porém sempre que me iludo assim, ele acaba com minha fantasia, voltando ao Taehyung de sempre , um grosso que não ta nem ai pra nada e pra ninguém.


(...)


Após tomar banho, fui ajudar minha Omma na cozinha, acabei por fazer somente a sobremesa já que a mesma não deixava eu fazer praticamente nada. Fiz duas  tortas de morango, Taehyung adora , e já me disse que a minha é a melhor que ele já comeu.


 Eram umas dez pras oito , quando meus hyungs chegaram, e minha Omma ficou muito feliz ao ver sua amiga chegar com os mesmos, logo nem lembrava mais que estávamos lá também, era como se tivessem as duas apenas. Pouco tempo depois , Hoseok e Yoongi também chegaram.


   Eram 20:30 hrs, e Namjoon e Taehyung ainda não haviam chegado.


– Jungkook, podemos comer agora? eu to com fome ! – Jimin disse , destapando a panela , e eu dei um tapa em sua mão.


– Ainda não, Hyung ! – Enquanto Taehyung não chegasse,ninguém comeria .


 Alguns minutos depois, a campainha foi tocada, e eu sorri só de imaginar quem seria.


– Até que enfim , se eu morresse de fome a culpa seria sua ! – Jimin disse a Taehyung, e esse ficou sem entender.


– Só ignora! – Eu disse dando espaço pra que os dois mais velhos entrassem .


– Desculpe pela demora, a culpa foi minha ! – Namjoon Hyung disse se desculpando .


     Depois de apresentados aqueles que ainda não se conheciam , fomos finalmente jantar. Qualquer um que visse minha Omma perceberia o quanto ela estava feliz , e aquilo pra mim era impagável .


      Após comermos , era a vez da sobremesa, e eu cortei o primeiro pedaço pro Taehyung, o mesmo tinha brilho nos olhos.


– Saudades de quando você dava o primeiro pedaço pra mim ! – Jimin Hyung disse, fazendo os outros na mesa rirem.


– Efeito do amor , Jimin ! – Suga Hyung disse , e senti meu rosto queimar, coloquei logo a torta pro Taehyung e continuei os servindo tentando ignorar a frase anterior.


 Eu tenho percebido bastante aproximação do Hoseok e Yoongi Hyung, isso ficou ainda mais evidente no jantar, tenho que me lembrar de perguntar a Taehyung se ele sabe algo que eu não sei.


     Após comermos a sobremesa, os meninos resolveram ir jogar um jogo de tabuleiro na sala, passamos bastante tempo jogando, até umas 22:50 hrs mais ou menos.Depois de um tempo, todos começaram a se despedir , e chegava ao fim aquela noite tão agradável, que com toda certeza eu quero repetir.


Hoseok e Yoongi sairam um pouco antes , logo Namjoon foi embora também e Jimin , Jin e dona Mi já se despediam de minha Omma, na sala.


  Enquanto estavam na sala , Taehyung me puxou pro corredor , me dando mais um daqueles beijos que me deixam de pernas bambas.


– Quer ir em uma festa comigo? – Ele disse ao se separar do beijo .


    Eu nunca fui muito de festas, na verdade as únicas que eu participava as vezes, eram as festinhas da escola, talvez fosse bom ir a uma .


– Hoje ? – Eu perguntei e ele concordou com a cabeça.


– Agora ! – Ele disse pegando minha mão e me puxando novamente a sala.


Meus hyungs já haviam ido, e estava apenas minha Omma no cômodo.


– Omma , será que ... eu posso ir a uma festa com o Taehyung ? – Eu disse, e a mesma me olhou surpresa, talvez por eu nunca ter pedido algo do tipo.


– Oh ! Claro ,divirta -se ! – Ela disse, e depois se voltou a corredor.


 Fui me arrumar, e quando eu estava pronto voltei a sala, onde Taehyung me esperava.


– Tchau Omma ! – Eu disse dando um beijo em seu rosto.– Qualquer coisa me liga !


– Não se preocupe comigo, divirtam-se meninos ! – Ela disse, mandando um beijo no ar.


                    {...}


– Aonde é ? – Disse, quando saímos do prédio.


– É aqui perto! Uma festa de calouros, todo ano eles dão essas festas! – Ele disse, atravessando a calçada, e sendo seguido por mim.


    Algumas ruas andadas , e já pude começar a ouvir o barulho alto de música eletrônica , tomando conta da rua . Quando viramos a esquina , vi a enorme casa da qual saia o som, várias pessoas na calçada, uma luz incessante saindo junto ao som de dentro da mesma, bem estilo  festa de universidade dos filmes.


     Taehyung me grudou pela mão e me puxou pra dentro da casa, onde o som estava ainda mais alto, me perguntava se futuramente isso não nos causaria um certo problema de audição.


 Achamos Yoongi e Hoseok Hyung , e Taehyung me deixou com eles, dizendo que já voltava.


– Parece assustado ! – Hoseok praticamente gritou, rindo da minha cara.


– Na verdade, é minha primeira festa ! – Eu disse ,chegando mais perto e evitando gritar muito.


– Nunca esteve em uma festa? – Yoongi perguntou surpreso  e eu neguei com a cabeça .


   Taehyung voltou, e trazia consigo dois copos de uma bebida que eu não fazia ideia do que fosse ,um deles , Taehyung estendeu a mim.


– Eu sou menor ! – Eu disse e ele riu balançando a cabeça.


– Ninguém precisa saber ! – Ele disse próximo ao meu ouvido .– Beba !


    Fiz o que ele pediu e bebi , aquilo desceu queimando pela garganta, fazendo meu olho se encher de água e meu corpo se arrepiar por inteiro como se expulsasse alguma entidade, fazendo meus hyung rirem.


– Vai indo, você acostuma ! – Hoseok disse , ainda rindo.


   Não quis beber mais , um garoto passava toda hora entregando bebida, e meus hyungs já estavam bem alterados, eu fingia beber, mas jogava fora todos os copos, talvez bebida não seja pra mim.


  Estava sendo divertido ver Hoseok e Yoongi hyung falarem enrolados e se embolarem nas palavras. Taehyung parecia alterado mais nem tanto, ele parecia ter consciência do que fazia .


– Vou no banheiro ! – Este último cochicou em meu ouvido, e eu concordei  enquanto ainda dava risada da situação dos outros dois.


   Fiquei muito tempo conversando e brincando com meus hyungs , olhei no relógio, eram quase três da manhã . A sorte deles é que amanhã (hoje) não temos aula, ou estaríamos todos ferrados. A luz forte, o som, tudo contribuía pra que uma dor de cabeça surgisse com força total, fui procurar Taehyung pra me levar embora, já que ele já devia ter voltado do banheiro.


Entrei no mesmo corredor que Taehyung havia entrado, avistei o banheiro e a porta estava aberta, não o chamaria porque com o barulho que estava, pouco ia se ouvir minha voz , então apenas fui .


Eu sinceramente, preferia não ter feito isso, não foi preciso que de fato eu entrasse, pra ver Taehyung aos beijos com um outro garoto, este puxava Taehyung violentamente sobre si apertando sua bunda. Taehyung estava de costas , por isso era provável não me viu .


No momento eu só quis ir até lá e socar a cara não só do moleque, como a do Taehyung também, mas que direito eu tenho de fazer isso? ele não é, e nunca será meu !


Sai do banheiro e segui rumo ao corredor , meus olhos doiam agora ainda mais por segurar o choro que se encontrava preso em minha garganta . Era uma dor que eu nunca pensei sentir antes , uma dor que sufoca e faz você sentir como se perdesse o chão.


Encontrei os hyungs dançando, e  naquele momento, eles nem se lembravam de minha existência, passei direto e sai da casa, deixando sair também as lagrimas que eu tanto havia segurado dizendo que não valia a pena, mas que culpa eu tenho, de não conseguir controlar o que sinto?


Cheguei em casa , e após fechar a porta, me encostei na mesma, chorando ainda mais , e me chingando de todos os nomes possíveis .


O que eu precisava aquele momento , estava em meu quarto, não me contive em ir até lá e acordar minha Omma, enquanto ainda chorava incansavelmente.


– O que foi , Kook !? – A mesma passou a mão por meu rosto, e tinha um semblante preocupado.


– Eu cansei ,Omma ! Não da mais!–Comecei, e não estava disposto a parar.


– Como assim, se cansou do que , Jungkook? – A mais velha ainda me olhava tentando entender sobre o que eu estava falando.


– De mentir ! Quer saber a verdade , Omma ? Eu e o Taehyung não somos namorados de verdade, e nem nunca fomos, é só um contrato ! – A mais velha parecia ter acordado mais agora , e tentava processar a informação.


Percebi que ela não falaria nada e continuei.


– Lembra quando eu disse que faria qualquer coisa pela senhora ? Eu cumpri minha palavra Omma, fiz o que foi preciso pra que a senhora tivesse sua saúde novamente, o contrato garante isso, uma garantia de sua saúde ! – Eu disse sem pausas , e agora ela parecia ter algo pra falar.


– E o que o Taehyung ganha com isso? – Ela perguntou e parecia pensar.


– A herança dele , ou pelo menos a parte que ele ainda não gastou ! o que importa Omma, é que eu não quero mais, eu não consigo , quando eu assinei esse contrato eu não imaginava que ...– Pensar no efeito de tal frase, fez eu perder as palavras e não conseguir dizer.


– Você não imaginava que ia se apaixonar ! – Minha Omma disse, e após eu concordar com a cabeça, a mesma me abraçou, e eu escondi o rosto em seu peito chorando ainda mais, como uma criança que precisa do afago da mãe.

   

       


Notas Finais


O que acham que vai acontecer agora que a mãe do Kookie sabe ? façam suas apostas , quem acertar ganha balinha 🍬🍬 ❤

Mais uma vez , desculpem pela demora 💓

Espero que tenha compensado por terem que esperar 😅

Desculpem qualquer erro 😙

E nos vemos no próximo 🍓😙


Gostou da Fanfic? Compartilhe!

Gostou? Deixe seu Comentário!

Muitos usuários deixam de postar por falta de comentários, estimule o trabalho deles, deixando um comentário.

Para comentar e incentivar o autor, Cadastre-se ou Acesse sua Conta.


Carregando...