1. Spirit Fanfics >
  2. My life - Leo x Raph >
  3. Senhor Perfeitinho!

História My life - Leo x Raph - Capítulo 6


Escrita por:


Capítulo 6 - Senhor Perfeitinho!


Fanfic / Fanfiction My life - Leo x Raph - Capítulo 6 - Senhor Perfeitinho!

[...] - Alguns dias depois

Já faz alguns dias, poucos, que.. eu saí do meu quarto.. conversei com o Sensei... que te olhei cara a cara... - passeei meu olhar pelo quarto distraído - ... Pensei que nunca mais conseguiria fazer isso, mas... até que não foi tão ruim.... na hora.... 

Fitei o teto por alguns segundos jogando o travesseiro na minha cara pouco depois - Argh!.. Quem eu tô querendo enganar!? - segurei pra não gritar - Depois de um tempo eu... Quando eu percebi que você.. estava tentando se aproximar de mim.. eu.... eu fugi!!... Qual é o meu problema!?.. 


*Flashback ON


Leo: Raph, espera! Por favor.. - quando me alcançou segurou o meu braço.. sem força.. percebi isso na hora - .. Eu só.. peço... - me olhou.. parecendo que seus olhos poderiam se encher de lágrimas a qualquer momento - .. Raphael.... não se tranque de novo... por favor... 


O olhei assim.. preocupado... não tinha estrutura pra isso.. Vi os outros vindo pra perto da gente... soltei o meu braço um pouco bruto... e fui até o meu quarto em passos mais lentos... sem olhar pra trás... 


Donnie: .. Calma Leo... Da um espaço pra ele..

... só escutava o que diziam... Foi a única coisa que eu fiz... escutar... enquanto entrava no meu quarto...

Leo: POR QUE É TÃO DIFÍCIL!?!?

.. Ele provavelmente havia tido um surto de raiva e tristeza.. sua voz saiu alta e chorosa... e ele saiu em passos pesados...

Me deitei de qualquer jeito na cama com a cara enfiado no travesseiro - ... Mais uma vez na estaca zero.... ou negativa... - segurei pra não começar a chorar.

... Até que estava conseguindo... Realmente tentava não pensar nele.. e na sua expressão... Talvez até tivesse conseguido daquela vez... até eu escutar um estrondo... junto com uma pontada de dor que parecia não passar.. e me desabei em lágrimas.... Sabia o que ele havia feito...

*Flashback OFF

.. Eu sou um idiota... *expira* - .. como ele havia pedido.. desde aquele dia eu não tranquei a porta... mas ele nem veio mais falar comigo.. - ... Ele disse que não ia mais insistir... 

Diferente.. dele.. os outros vieram algumas vezes.. principalmente Mickey... mas não entraram... provavelmente pensaram que estava trancada... Suspirei.

Coloquei o travesseiro de volta no lugar.. debaixo da minha cabeça.. e me deitei de lado tentando não lembrar de mais nada e esquecer o que havia lembrado. 

Escutei alguém batendo na porta; provavelmente é o Mickey.. talvez o Donnie... Distraído, acabei falando qualquer coisa..

Raph: .. Entra... - disse no automático. 

A mesma demorou um tempo pra ser aberta me deixando um pouco curioso pra saber o motivo. Todavia.. acabei me arrependendo ao ver quem era... 

Desviei o olhar rapidamente me sentando sem pressa na cama. Minha sorte foi não ter chorado hoje.. não tinha estrutura para o olhar naquele momento.. mas quem mandou eu abrir a boca...

Leo: ... Você não trancou..? - disse num tom surpreso dando poucos passos adentro. 

Raph: .. Ao menos feche a porta... - disse um pouco grosseiro; ele o fez. Suspirei em seguida - .. Você pediu pra não trancar... - falei mais leve. Ele me olhou corando um pouco; segurei pra não corar. 

Pouco depois ele começou a se aproximar e já sentia meu coração acelerando a mil por hora. Perto se sentou na cama parecendo inseguro; me ajeitei um pouco ignorando a reação do meu corpo.

Um silêncio se formou entre a gente.. Sem aguentar mais o olhei, finalmente o olhei, percebendo rapidamente a postura do mesmo; ele olhava fixamente pro chão com os ombros encolhidos e uma coluna mais curvada... Isso me magoou muito.. 

Sabia o que ele queria.. desde que o vi na porta tive certeza disso.. mas sua postura era estranha... 

Leo: .... Raph... - seu tom de voz saiu baixo; o mesmo não continuou falando. 

Raph: .. *expira* Quer conversar..? - perguntei irônico e bruto adivinhando o motivo dele estar aqui. 

Não podia perder a minha postura de irmão durão e fingir que nada aconteceu.. era a minha personalidade de qualquer forma... Ele demorou pra falar.. 

Leo: ... Eu prometi que não perguntaria... - continuou no mesmo tom.

Raph: .. É, eu sei.. - desviei o olhar falando no mesmo tom bruto. 

Leo: .... Eu não vim falar isso... - voltei a o olhar surpreso; ele continuou olhando pra baixo. 

Raph: ... Então..? - mudei o tom para um menos grosseiro. 

Leo: ... Raph... o que está acontecendo... entre a gente...? 

Me espantei um pouco - .. Ele percebeu... é claro que percebeu... - abaixei o olhar.

Raph: ... O que quer dizer...? - falei mais desanimado; sabia que ele havia percebido.

Leo: ... Eu... Eu não sei... É estranho... A gente só briga.... Eu sei que era normal antes, mas... agora... parece que.. você está me evitando.... E eu... eu já tentei de tudo... - voltava a olhar pra ele aos poucos sentido culpa - ... eu tentei parar de brigar... eu tentei conversar com você... eu tentei nos aproximar de novo.... Mas parece... que você não me quer por perto.... Eu sei que.. eu prometi que não ia mais perguntar.. e... tudo bem se você não quiser me contar.. mas... eu queria saber se.. se eu fiz alguma coisa pra você... Por favor Raph.. eu quero saber... 

Não sabia como reagir.. ele.. ele estava preocupado... de um jeito que eu nunca tinha visto antes... - .. Por que comigo..? Por que você se importar comigo?.. O que que eu fiz de bom pra você se importar comigo!?.. Não faz sentido?!.. Eu.. - comecei a me estressar e em uma reação repentina joguei o travesseiro na cara dele com um "pouco" de força. 

Leo: Ei!.. 

Ele sempre faz isso!! Sempre se culpa por tudo que acontece!! Sempre acha que fez algo de errado!! E quando a gente diz que não fez ele continua guardando esses pensamentos pra ele!! 

Leo: .. Raph...? 

Que raiva, Leo!! Por que você sempre tenta resolver tudo!? Senhor Perfeitinho! Você sempre sabe o que fazer! O que dizer! 

Leo: .. Raph... 

Não sei como consegue se ver falhando tanto! Você é tão.. perfeito... - corei ao perceber que havia pensado isso por que meu foco estava em seu rosto. 

Leo: .. Raph!.. - me chamou me tirando dos meus pensamentos.

Raph: Que é!? - disse bravo; o mesmo se afastou de leve. 

Leo: ... Por que você jogou o travesseiro em mim!? - se irritou também.

Raph: Porque você parece que tem minhoca na cabeça!! - peguei o travesseiro dele - É sempre assim! Você sempre acha que tem culpa de algum jeito! - o mesmo desfez a expressão brava trazendo uma mais surpresa começando a corar - Eu já falei! Você não fez nada pra mim! Ninguém fez nada pra mim! O problema não são vocês! O problema sou eu! - ele corou mais forte; percebi rapidamente o que havia digo - Quer dizer, o problema é meu! Vocês não tem nada a ver com isso! - levantei da cama jogando o travesseiro na mesma - .. Eu vou tomar uma água.. - segui para fora do quarto sem olhar pra trás.. 

Não consegui dar nem três passos fora do quarto que já escutei alguém me chamando; com um suspiro um pouco pesado me virei o olhando. 

Leo: Raph, espera..! - .. por que ainda faço o que ele manda..?

Sem mais nem menos ele abraçou o meu pescoço um pouco forte (imagem do cap); corei no mesmo instante sentindo o meu coração acelerando de novo. 

Raph: .. L-Leo... - maldito nervosismo; estava tentando fazer de tudo pra não gaguejar e sai uma dessas, qual é..? 

Leo: .. Raph... eu se que você não gosta disso.. pode me bater depois, mas por favor... fica um pouco.. - senti minhas bochechas queimarem como nunca.

Sem saber muito bem o que fazer depois de um tempo retribuí o abraço percebendo que ele precisava mais disso do que eu; acostumava aos poucos com ele perto de mim.. bem perto...

Quando Leo decidiu soltar um pouco o meu pescoço afastou a cabeça de leve do meu ombro me olhando de frente; o olhei por poucos segundos rapidamente desviando o olhar. Ele me encarou por um tempo. 

Leo: ... Raph.. 

Raph: ... Uhm... 

Leo: .. Olha pra mim... 

.. É sempre assim... Por que ele sempre quer que eu faça o impossível..? - hesitei sem fazer a volta de dele dessa vez. 

Leo: .. Raph.. olha para mim.. por favor.. - ele colocou suas duas mãos no meu rosto.

Não consigo nega-lo quando ele age assim.. então, ainda hesitante, acabo o olhando segurando para não puxar um tom rubro para as minhas bochechas. Ele me olhava pensativo. 

Leo: ... O que aconteceu com você...? - disse ainda me analisando - ... Sua íris tá tão apagada... - como uma reação automática corei sem ao menos perceber.

Repeti essa frase várias e várias vezes na minha cabeça sabendo que era verdade.. - .. Realmente faz muito tempo que não me sinto... vivo... - abaixara o olhar juntamente a cabeça, todavia ele me empediu; o olhei. Ficamos assim por um tempo sem dizer nada. 


Notas Finais


Obs: Só pra deixar claro - na parte que o Leo 'perde a cabeça' o estrondo é ele socando a parede.

Bom, dito isso, até o próx. capítulo S2


Gostou da Fanfic? Compartilhe!

Gostou? Deixe seu Comentário!

Muitos usuários deixam de postar por falta de comentários, estimule o trabalho deles, deixando um comentário.

Para comentar e incentivar o autor, Cadastre-se ou Acesse sua Conta.


Carregando...