História My life after death ( Imagine Min Yoongi ) - Capítulo 9


Escrita por:

Postado
Categorias Bangtan Boys (BTS)
Personagens Jeon Jeongguk (Jungkook), Jung Hoseok (J-Hope), Kim Namjoon (RM), Kim Seokjin (Jin), Kim Taehyung (V), Min Yoongi (Suga), Park Jimin (Jimin), Personagens Originais
Tags Ação, Bigbang, Bts, Ficção Cientifica, Horror, Jay Park, Mistério, Pentagon, Romance, Sobrenatural, Terror, Twice, Yoongi
Visualizações 12
Palavras 1.506
Terminada Não
NÃO RECOMENDADO PARA MENORES DE 16 ANOS
Gêneros: Ação, Comédia, Drama (Tragédia), Famí­lia, Fantasia, Ficção, Ficção Científica, Lemon, Magia, Mistério, Policial, Sobrenatural, Suspense, Terror e Horror, Violência, Yaoi (Gay)
Avisos: Álcool, Heterossexualidade, Homossexualidade, Insinuação de sexo, Linguagem Imprópria, Mutilação, Sadomasoquismo, Tortura, Violência
Aviso legal
Os personagens encontrados nesta história são apenas alusões a pessoas reais e nenhuma das situações e personalidades aqui encontradas refletem a realidade, tratando-se esta obra, de uma ficção. Os eventuais personagens originais desta história são de minha propriedade intelectual. História sem fins lucrativos, feita apenas de fã para fã sem o objetivo de denegrir ou violar as imagens dos artistas.

Notas do Autor


boa leitura <3

Capítulo 9 - Me ajude !


Fanfic / Fanfiction My life after death ( Imagine Min Yoongi ) - Capítulo 9 - Me ajude !

E como esperei, nâo obtive resposta alguma, nem se quer um sinal. Como um toque de magica, em fração de segundos não enxerguei mais nada, nada além de um breu que parecia ser ifinito. Minha visão não voltou porém uma voz doce e femina tocando timpanos .

Voz : S/n ? você ja deve ter notado que sou sua avó ! eu preciso de você . me ajude

cada palavra doeu muito, e eu não pude sequer responder minha voz parecia não emitir som algum. 

voz : Eu sei que dói me ouvir, mas prometo ser rapida. Você viu o que eu passei, eu fui mantida como um rato de teste naquele massacre, eu fui torturada mas eu consegui achar um feitiço para me manter viva porém em outro plano, mesmo querendo morrer eu tive que pensar no seu pai e seu avô. Meu feitiço saiu errado graças ao  Wooseok um bruxo que azarou meu feitiço e eu acabei ficando presa em um plano negro, so tenho alguns segundos livres, as almas daqui se alimentam da vitalidade humana e se aproveitaram do meu corpo para que pudessem comer e isso causou os assassinatos

naquele momento cai de joelhos dentro daquele breu, eu a ouvi mas meus ouvidos doiam e meu corpo parecia estar sem força para absolutamente nada, eu tentei falar para ela acelerar as palavras e tentei perguntar o que eu podia fazer para ajuda-la, mas minha voz não saia e eu me vi só, apenas acompanhada por um inenso breu e uma voz de uma pessoa que diz ser minha vó.

voz : A única forma de isso acabar   é matando o wooseok, ele tem um uma pedra em seu colar igual a sua, ele trabalha em sua escola e psrece ser novo demaos para um prpfesspr de historias, mate-o e com 1/2 de seu sangue coloque em um copo branco e o queime , quando o fogo tiver alto coloque o colar la dentro e repita "Nukêmur üri par ni ku" três vezes, faça isso amanhã a noite. eu...

ouvi um xiado forte e despertei de imediato. contei cada detalhe para eles e tive de beber uma bolsa de sangue pois estava naquele estado a mais de dois dias, só faltava contar a uma pessoa e caminhei de encontro a mesma, ou melhor, ao mesmo, eu tinha que le explicar o porque e o que eu iria fazer , e foi o que fiz. Fui de encontro ao o yoongi e o contei, o mesmo não fez nada além de dar um suspiro e dizer que estaria comigo para tudo. 

Naquele restante de noite, preferi dormir na casa dele, talvez por medo, talvez por pura vontade de ter-lo pertp de mim e dormir ao seu lado era uma semsação incrivel, sentir seus braços em volta da minha cintura e sua respiração quente em minhas cosras era único e me mantia calma. Ah, você deve esta se perguntando sobre minha mãe, bem, segundo meu avô ela ja estava de alta e seria amanhã o dia escolhido pelo meu pai para transforma-la. 

[ . . ] 

Não sei o que ouve, mas naquela manhã algo em mim havia mudado, eu estava com coragem e sede de vingança, queria matar quem tinha feito mal para minha vó e estragdo vidas, queria libertar ela e poder a abraçar. quando acordei não o vi ao meu lado e caminhei ate a cozinha, la ele me cumprimentou com um selar em meus labios e pediu para que eu sentasse para que ele me servisse, e foi o que eu fiz.Comemos e nos trocamos e fomos ate a escola, no caminho ele havia me perguntado se eu queria que ele fizesse aquilo para mim e obviamente eu negue. 

A aula se passou, e com o tempo o recreio chegou, tive de despenssar o tae, jisoo, Dahyun, jimin e jungkook e ir junto ao yoongi até o antigo laboratorio. Aquele lugar tinha um cheiro completamente horrivel, la encontramos o Jay e o hyojong os mesmos vinheram nos ajudar a encontrar o tal wooseok, eles trouxeram fotos e agora cania apenas a mim acabar com ele 

Yoongi : S/n ! você ta estranha hoje 

realmente, naquele dia eu me sentia uma completa maniaca sedenta pelo sangue, mas achei que fosse normal, meus pensamentos haviam mudsdo e eu não emtendia ao certo o que havia acontecido comigo. Eu nem sequer pude questionar ou falar alguma resposta decente ao yoongi, algo me prendia, bem, mas ja que eu estava submissa a isso, bastava seguir ate o final. 

s/n : Estou normal, me conheça melhor e vera que tenho meus dias diferentes 

yoongi : Que ? Ta bem, desculpa eu..

s/n : Eu ja posso imaginar o que vai sair de sua boca 

os garotos devem ter notado o clima que eu havia causado, mesmo sem saber o porque, e aproveitaram o momento ou apenas tentaram desviar a discurssão, usando o assunto de que eu podia comfiar neles ja que eles eram lobos, lobsomens ou algo desse tipo. não prestei atenção, apenas ignorei peguei as fotos e sai. Fui no banheiro e me troquei, tirei aquele uniforme e vesti uma calça de couro preta e uma blusa vermelha, meio solta. Fiquei na univesidade analisando cada passo que o mesmo deu até encontrar uma oportunidade para que ficassemos a sós e distantes.

usei minha unha para perfurar e cortar meu tornoselo, e fazer alguns arranhões sob meu corpo, me atirei no chão de um corredor interditado e pedi ajuda. 

e como esperei, ele caiu facil. veio ate mim e me ofereceu ajuda, eu o olhei e disse que aceitava sua ajuda, me apoiei em seu pescoço e quando ele estava tentando me levantar, cravei minhas unhas em seu pescoço e com a outra mão tapei sua boca. Eu olhava sua expressão, de dor, de medo, suas lagrimas, eu o soltei no chão e pedi desculpas, mas algo mais forte que eu me fez voltar e arrastar seu corpo ate aquele maldito laboratorio, eu me sentei em suas pernas e cravei meus dentes em seu pescoço, ele se debatia e tentava levantar, mas eu não deixei ! fui forte ate a sua ultima respiração . Assim que o vi morrer, me afastei e chorei baixo, juro que não fiz aquilo ou ao menos, não quis fazer. 

algo saiu de trás de mim, era meu avô 

avô : Bom trabalho ! achei que não ia conseguir por isso manipulei seus pensamentos 

s/n : O que ? mas por que ? 

avô : Eu quero ter ela de volta e você vai me ajudar

s/n : Mas...

ele retira o colar do corpo e põe o sangue em um copo branco 

s/n : Vô...isso não é você, você não é assim

avô : Calada e vem logo ! você tem que terminar isso

pov's yoongi 


eu sabia de sua vontade de ajudar sua avó e sabia também que aquele cara tinha mais de 1 motivo para morrer, mais eu não quiz ter a deixado só, minha cabeça estava confusa, meu corpo queria estar com ela. Eu estava andando de um lado para o outro do bamheiro, quando o Hyojong veio correndo ate mim. Pedi para que ele se acalmasse e começasse a falar

hyojong : Eu estudei o tal feitiço e isso é um ritual, um sacrificio, a avó dela ta tentando achar uma maneira de entrar no corpo dela e ficar pra sempre, sua alma vai sumir ou simplesmente ela irá morrer ! YOONGI ! ELA VAI TER QUE PERDER O PROPRIO SANGUE

yoongi : O que ? Eu preciso impedir. 


e a partir daquele momento passei a correr o mais rapido que pude por aqueles corredores tentando a encontrar 

pov's S/n

naquele momento eu ja estava sendo arrastada ate a floresta, ja estava distante de tudo e de todos, apenas eu e meu avô e de repente paramos proximos a um penhasco. Sim ! deixamos o corpo abandonado. 

meu avô disse que para aquile feitiço se fixasse eu teria que dar meu proprio sangue e acho que naquele momento ele ja estava dentro da minha mente. Ele me entraga uma faca, bastante amolada por sinal e me diz que eu devia fazer um "X" meio fundo em meus pulsos e entre meios seios, eu mão consegui dizer não e foi assim que afundei a ponta da faca em meu pulso esquerdo e dei inicio ao "X" . Do nada ouço o Yoongi vindo por trás de mim, ele toma minha faca e põe a mão em meu ferimento, tentando estancar o sangue

avô : Não atrapalha muleque

ele usa um tipo de magia ou força sobrenatural que chegou a ser mais estranhp que sua voz, que naquele momento era grossa e muito falha. Ele empirrou o yoongi usando a magia 

yoongi : Ela não pode perder mais sangue ! 

eu observava aquilo, sem.reação e o vi desmaiar, talvez pelo impacto de sua cabeça contra aquela arvore. Naquele momento eu cai de joelhos no chão e minha vista passou a se escurecer cada vez mais e mais, ate tudo ficar escuro

[ . . .]





Notas Finais


espero que tenham gostado, e novamente peço desculpas pela demora e pelo capitulo pequeno !
ate o proximo ♡


Gostou da Fanfic? Compartilhe!

Gostou? Deixe seu Comentário!

Muitos usuários deixam de postar por falta de comentários, estimule o trabalho deles, deixando um comentário.

Para comentar e incentivar o autor, Cadastre-se ou Acesse sua Conta.


Carregando...