História My life changed (Bumblebee X Reader) - Capítulo 21


Escrita por:

Postado
Categorias Transformers
Personagens Bumblebee, Personagens Originais
Tags Bumblebee, Ironhide, Jass, Optimus, Prime, Ratchet, Reader, Sam, Witwicky
Visualizações 65
Palavras 1.457
Terminada Sim
Aviso legal
Alguns dos personagens encontrados nesta história e/ou universo não me pertencem, mas são de propriedade intelectual de seus respectivos autores. Os eventuais personagens originais desta história são de minha propriedade intelectual. História sem fins lucrativos criada de fã e para fã sem comprometer a obra original.

Notas do Autor


Gente desculpem por eu estar só a trocar de personagens mas tem que ser kkkk

Capítulo 21 - 20- Final Feliz?


Mecha On
Isto não pode estar a acontecer... Não sou eu quem está a dizer aquelas coisas...
Eu estava literalmente dentro da minha cabeça, era tudo preto e havia apenas uma tela gigante, essa tela mostrava tudo o que se passava... Havia alguém no meu corpo, era como se eu tivesse sido possuída... Era uma eu negra, uma eu do mal... Ela estava a controlar o meu corpo e a dizer e a fazer aquelas coisas horríveis! Eu não aguento ver estas coisas... Prefiro que me matem...

Bumblebee On
Observei a Mecha a afastar-se, não pode ser mesmo ela!
Ela odeia os Decepticons ela jamais iria juntar-se a eles.

Sam- O que vais fazer Bee?

Eu- Tenho trazer-la de volta.

Mikaela- Bee, eu sei qual é o ponto fraco dela.

Eu- Qual é?

Mikaela- Ela ama quando tu és sincero com ela, ela ama quando dizes que a amas.

Eu- Mas eu já tinha dito e ela foi embora.

Mikaela- Exato, ela foi embora sem fazer-te um único arranhão e acredita em mim, quando ela aqui chegou era para te matar, mas assim que falaste que a amas, vi que ela relaxou.

Eu- Então tenho que voltar a dizer?

Mikaela- Sim só que com mais convicção, eu sei que consegues Bee.

Assenti e fui à procura da Mecha, eu vou trazer-la de volta!

Narradora On
Enquanto Bumblebee procurava pela Mecha, ela estava ao lado de Starscream e disparavam contra os Autobots.

Ratchet- Mecha! O que estás a fazer?!

Um dos tiros projetados da Mecha atingiram o ombro do Ratchet.

Mecha- O que eu faço melhor, matar Autobots.

Ironhide- Mecha pára já com esta brincadeira! Tu ficaste maluca de vez?!

Mecha- Sim eu fiquei.

O Ironhide e o Ratchet afastaram-se da Mecha e do Starscream, eles os dois foram para perto do seu grande e todo poderoso líder, Megatron via os Autobots a falharem e isso o alegrava.

Megatron- O fim deste dia está próximo e o fim dos Autobots também!

Starscream- Mestre, sugiro que o melhor era deixarmos a Mecha se divertir.

Megatron- Muito bem, mata todos Mecha, não deixes nenhum vivo.

Mecha- Farei com muito gosto mestre.

Ela virou as costas para eles e foi à procura de algum Autobot.
Enquanto isso, Bumblebee ajudava seus amigos com alguns Decepticons quando encontrou-se novamente com ela.
Mecha sentia medo do que ela pudesse fazer ao Bumblebee.
Já o Bee estava com medo de não conseguir trazer a Mecha de volta.

Bee- Mecha...

Mecha- Eu te disse Autobot, que a próxima vez que a gente se encontrasse eu não seria tão boazinha.

Ela apontou seus canhões para ele e sorriu.

Mecha- Queres dizer alguma coisa antes de morreres?

O Bee respirou fundo e olhou determinado para a Mecha.

Bee- Tenho sim, eu quero que saibas que eu realmente te amo com todas as minhas forças, que eu faria qualquer coisa só para poder estar ao teu lado, tu és a aquela com que eu mais me preocupo... Então... Se para mostrar que jamais irei te magoar...

Ele deu uns quantos passos em frente, encostando seu peito num dos canhões da Mecha.

Bee- Então podes me matar, eu nunca iria encostar um dedo em ti... Eu te amo demais Mecha... Quero que sejas minha e só minha, eu quero me casar contigo.

Já na cabeça da Mecha, ela estava caída de joelhos e chorava, ela ia ver o amor da sua vida a morrer... Nas suas mãos... Ela ia matar-lo... Ela...

Mecha- NÃO! TU NÃO VAIS MAGOAR-LO!

A Mecha começou a fazer um grande esforço para voltar ao controlo do seu corpo...

Já lá fora, o Bee tinha fechado os olhos e rezava para que aquilo que ele havia dito funcionasse. Ele sentiu o canhão a ser retirado do seu peito, assim que ele abriu os olhos ele viu a Mecha a falar com ela mesma... "Tu não vais matar-lo!" "Tu és fraca" "Ele vai morrer" "Eu o amo!".
Essas eram as frases que ela falava constantemente, até ela parar de repente.

Bee- Mecha?

Ela foi contra ele e o Bee conseguiu segurar os seus dois braços no ar.

Mecha- A Mecha que tu conhecias morreu! Agora só existe eu! EU!

Bee- Ela não morreu e não vai desistir de tentar em acabar contigo.

Ela começou a rir.

Mecha- Tu tens mesmo essa esperança? Ela não vai conseguir voltar a ter o controle do corpo, ele me pertence.

Bee- Vamos ver isso.

O Bee beijou a Mecha e ela sem pensar duas vezes correspondeu a esse beijo. Era um beijo cheio de emoções, tão necessitado, suas bocas se moviam em perfeita sintonia e eles se sentiam completos de novo... Quando desfizeram o beijo a Mecha olhou para ele.

Mecha- Ela se foi... A tua... Mecha morreu....

Lágrimas caíam pelo seu rosto.

Bee- Se ela morreu, porquê que estás a chorar?

Mecha- Eu... Eu não sei...

O Bee sabia que ela ela, a Mecha, que cada afeto que ele demonstrava mais forte ela ficava.
Ele encostou a sua testa na dela e sorriu.

Bee- Tu sabes... Tu sempre serás a melhor coisa que aconteceu na minha vida.

Mecha- Bee...

Ele olhou para ela.

Mecha- Eu também te amo...

Assim que a Mecha disse isso, voltou a chorar e o Bee apenas a abraçou com muita força dizendo que tudo tinha terminado.

Mecha- Não acabou... Eu sinto ela... Cá dentro... Isso dói Bee... Dói muito...

Bee- Assim que isto terminar o Ratchet trata de ti, depois vamos nos casar.

Os olhos de Mecha se arregalaram muito.

Bee- O quê? Pensavas que eu estava a brincar contigo?

Ela assentiu lentamente e depois abraçou-o com muita força.

Mecha- Casaria contigo mil vezes só para te mostrar o quão eu te amo.

Bee- Só me dizeres isso já sei.

Com isso eles iniciaram outro beijo mas foram interrompidos por um grito de Mikaela... A Mecha pensou que algo tinha se passado de muito grave então ela e o Bee foram ter com ela só para encontrarem o Sam caído na areia morto.
A Mecha queria ir ter com ele mas o Bee não deixou, apenas a abraçou e ambos olharam para o Sam... Irmão e melhor amigo... Caído sem vida...

Breves momentos depois ele acorda e pega na matriz da liderança e renasce o Optimus, ele com as peças de Jetfire voou na direção do Fallen e do Megatron e conseguiu derrotar-los.

Assim que tudo terminou, a Mecha foi a correr abraçar o Ratchet e o Iron.

Mecha- Me desculpem... Me desculpem...

Ela falou já em lágrimas.

Ironhide- Não te preocupes Mecha, já passou, nós sabemos que não eras tu.

Ratchet- Como conseguiste voltar ao normal?

Mecha- Graças ao Bee e às suas declarações...

Mikaela- Eu disse que resultava!

Bee- Verdade e com isso, eu e a Mecha vamos nos casar.

Sam- Tu vais te casar com o meu carro?

Mecha- Não vais superar essa pois não maninho?

Sam- Não.

Optimus- Mecha, em nome de todos os Autobots pedimos desculpas por termos ocultado informações sobre os teus pais, tinhas razão deveríamos ter-te contado, mas tínhamos receio que te tornasses numa rebelde.

Mecha- Sem problemas chefão, eu percebo, mesmo odiando os Decepticons e não concordando com certas regras dos Autobots eu sempre serei uma de vocês... Mas agora... Quando será nosso casamento??

Bee- Que tal... Agora?

Sam- O quê?! Vocês perderam o juízo? O casamento tem que ser uma coisa bonita e planeada.

Mecha- Mano, tenho cá todos aqueles que eu desejava que estivessem no meu casamento, não vejo o motivo de esperar.

Lennox- Eu posso ser o padre, eu sei como funciona.

Mecha- Ta certo, manda ver Lennox.

O Lennox começou a fazer aquele discurso que se faz em casamentos e a Mecha e o Bee não conseguiam parar de encarar-se.
Eles sentiam uma extrema felicidade.

Lennox- Bumblebee, aceita a Mecha em ser a sua esposa?

Bumblebee- Sim.

Lennox- Mecha, aceita o Bumblebee em ser o seu marido?

Mecha- Claro que sim! Se eu não quisesse porquê que eu estaria aqui?

O Ratchet e o Ironhide apenas pensaram numa coisa "Aqui está a Mecha que a conheço".

Lennox- Sendo assim o casal pode-se beijar.

Dizendo isso o Bee puxa a Mecha e dá um beijo apaixonado nela.

Judy- Eu sinceramente nunca pensei na minha vida ver a minha filha a se casar com um alienígena.

Ron- Uma coisa que a gente vamos ter que nos habituar. Ela fez sua escolha e o Sam a dele, quanto mais a Sarah é alienígena.

Judy- E ainda têm essa! Minha filha que é na verdade um robô de 300 metros!

Ron- Que exagero!

E assim eles iniciam uma discussão, o Sam apenas puxa a Mikaela para longe deles os dois.

Mecha- Ratchet, eu preciso que me vejas, o meu corpo estava a ser controlado por uma eu negra e eu sinto que ela ainda está cá.

Ratchet- Veremos isso assim que chegarmos a casa.

Mecha- É melhor pois isso dói.

Depois disso a Mecha e o Bee foram de mãos dadas em direção ao navio que iria levar-los de volta a casa.

Mecha- Será que agora poderemos finalmente descansar Bee?

Bee- Não sei mas esperemos que sim.



Gostou da Fanfic? Compartilhe!

Gostou? Deixe seu Comentário!

Muitos usuários deixam de postar por falta de comentários, estimule o trabalho deles, deixando um comentário.

Para comentar e incentivar o autor, Cadastre-se ou Acesse sua Conta.


Carregando...