1. Spirit Fanfics >
  2. My life for two >
  3. Apenas sozinho

História My life for two - Capítulo 1


Escrita por:


Notas do Autor



Capítulo 1 - Apenas sozinho


Fanfic / Fanfiction My life for two - Capítulo 1 - Apenas sozinho

Oque uma noite fria poderia lhe dar de bom ?  Ah, sim claro, uma briga entre meus pais, mas isto não é o bom, a parte boa foi meu irmão mais velho ter me dito que eu passaria minhas ferias em um lugar novo.

"Dois velhos resolveram alugar uns quartos em uma pousada, mas vi que ninguém quis, o neto deles vai ta la e..."

O resto eu juro ter escutado, mentira, eu fiquei viajando, brisando na parte aonde ficaria sozinho em uma pousada com um outro homem, eu neguei duas vezes ou até mais, porém quando me vi já estava em pé em frente a pousada.

A- Olá querido....

A "velhota" era gente boa, a chamava de nana e o "velhote" de vovô ou de bolo de milho, fui gentil e educado com ambos, eu realmente gostei do casal, puderam caminhar pelos locais principais, falaram que eu poderia pegar tudo e de que o neto deles iria passar as ferias aqui também, passariam uma vez na semana ou até menos durantes os dois messes, eu sempre estava a sorrir, em um canto da casa ganhei um quarto com um ar antigo, como eu adoro, pude entrar, esticar meu corpo enquanto inalava o cheiro inspirador de coisas velhas, nana se foi junto ao marido, prometeu que voltaria com mais tempo para tomarmos café ou chá. Me sentei na janela e vi o netinho que era até que bem crescido na entrada, os parentes foram tão mais secos, talvez seja por eu ser novato aqui, nana se foi, o vovô também e o netinho ficou no quarto, fiquei na minha provavelmente falaria com o mesmo na manhã seguinte, mas quem liga, apenas me tranquei e adormeci.

 Acordei por volta das 19h, me levantei e resolvi brincar, escolhi uma de minhas laminas, minhas tão amadas laminas, beijei o corpo frio de uma delas e caminhei em direção a única porta fechada, a fraca luz que vinha do quarto dedurava a situação aonde ele estava, entalhei na parede um pedido de socorro e retornei ao meu quarto quando escutei o grito dele, fiquei rindo do meu quarto.

 Após tanto tempo, lia meus livros de magia enquanto tomava algo quente, o vi tentar abrir minha porta.

" Mais uma que minha nana tranca"

Ele se afastou mas eu senti ciumes daquilo.

"Nana ?""

Minha, ela era minha, foda-se que ele era o neto, tomaria o lugar dele de qualquer jeito, fui tentar abrir a janela quando vi um rapaz se aproximar.

-Merda, mais um ?

Eu sussurrei e abri a porta, desci e sai da casa pela por uma janela da sala de estar e claro que iria afastar o intruso, o nevoeiro iria me ajudar, lancei pedras contra o mesmo, porém o ter visto correr para dentro, me deixou com raiva e logo sair com uma arma, claro que sai correndo dali, voltei pela mesma janela, subi para o quarto e deitei na cama, suspirei, quando deu 8 da manhã pude ver o rapaz indo embora e o netinho voltando para dentro.

- O sol protege vocês ?

Sussurrei rindo, os achava bestas, aproveitei o tempinho para sair da casa, desta vez com mais coisas, pude ir para a casa ao lado..

  Bati na porta umas vezes antes do rapaz de antes a abrir.

- Me perdoe, eu sou o irmão do menino ao lado e vim...

O rapaz me olhou confuso, ficou ainda mais confuso quando saquei minha OTs-27 Berdysh, uma arminha russa, projetada em 2002, apesar de no inicio o foco era para o uso das forças armadas, uma arma onívora, ou seja podia atirar com vários tipos de munição, só precisava mudar o cano e carregador, de qualquer jeito, com um bom silenciador, o rapaz finalmente caiu sangrando, fechei a porta devagar e me aproximei do mesmo.

- Por favor não me atrapalhe.

Falei em alto e bom tom, retirando uma navalha cujo usei para cortar a garganta do próprio, depois só foi ter que limpar a bagunça, deixei o corpo na banheira com gasolina e água sanitária, limpei a casa e lancei naftalina em alguns pontos chaves, por um tempo, senão logo tempo aquilo iria funcionar, não precisei me preocupar com digitais, luvas, coisas que nunca tinha esquecido de usar............



Gostou da Fanfic? Compartilhe!

Gostou? Deixe seu Comentário!

Muitos usuários deixam de postar por falta de comentários, estimule o trabalho deles, deixando um comentário.

Para comentar e incentivar o autor, Cadastre-se ou Acesse sua Conta.


Carregando...