1. Spirit Fanfics >
  2. My Life With Yours! - Yugyeom >
  3. Vou continuar!

História My Life With Yours! - Yugyeom - Capítulo 71


Escrita por:


Capítulo 71 - Vou continuar!


Fanfic / Fanfiction My Life With Yours! - Yugyeom - Capítulo 71 - Vou continuar!

*Yugyeom narrando*

E-eu não sei o que deu em mim, oh meu Deus ela vai me matar. Droga, foi por impulso.

- Por que fez isso?- ouço ela sussurrar olhando para os próprios pés.

- Izy, m-me desculpe.- ela fica em silêncio.

- Podemos ir embora?- assinto mesmo que ela não esteja vendo e a puxo para fora de la.

Eu pensei que ela fosse querer isso, eu nunca faria algo que ela não quisesse, eu juro. Mas parece que eu estava errado.

- Olha Izy me desculpa.- digo assim que paramos em frente a sua casa.

- Por que esta pedindo desculpa?- pergunta me encarando sem demonstrar nenhuma expressão.

- Por ter beijado você, eu agi por impulso.

- Você não precisa pedir desculpa por uma coisa que você não fez sozinho.- desvia o olhar. Espera...- E porque também, eu gostei.

Eu devo estar ouvindo errado só pode.

- Izy o que está dizendo?- a viro para mim.

- Eu disse que gostei Yugyeom, mesmo que tenha sido apenas um encostar de lábios.- sussurra a última parte. Eu ouvi mesmo isso, uau ela gostou.

- Não esta chateada comigo?- nega.

- Eu não estou nem um pouco chateada, só me assustei no começo, só isso.- da de ombros inchando suas bochechas.

- Droga Izy eu pensei que estivesse brava comigo.- suspiro aliviado e a abraço pelo pescoço, apoiando meu queixo na sua cabeça. Enquanto ela envolve seus braços na minha cintura.

- Eu não consigo ficar brava com você.

- Isso é bom.

Tudo bem, não posso negar que eu queria mais que um selinho, deu pra perceber que seus lábios são bem macios, bem mais do que eu imaginei que fosse.

Meu Deus eu ja ia me esquecendo o que vim fazer aqui exatamente.

- Izy?- ela me olha- Ainda vai querer ir comigo no sábado?.

- E por que eu não iria ir?- pergunta juntando as sobrancelhas.

- Pelo o que aconteceu hoje.- sua bochechas coram.

- Por favor podemos não falar o que aconteceu hoje?.- assinto sorrindo, não vou esquecer hoje, não mesmo.- E sim eu vou com você.

- Vai mesmo?- assente.- Ok, venho te buscar as 13 horas ta- assente de novo. - Eu tenho que ir pra casa, e você trate de ir pra escola amanhã por favor- ela ri assentindo.

- Eu vou ir, tchau- ela diz e tenta se soltar- Como eu vou entrar se você não quer me soltar?

- Entra comigo- dou de ombros e ela assente rindo, e me puxa pra entrar.

- MÃE CHEGAMOS-grita.

- Osh Izy quer me deixar surdo antes do tempo?- reclamo.

- Você quem quis entrar.- ri.

- Mas não pedi pra você gritar sua escandalosa.

- Será que da pra você parar de ficar me xingando?.

- Quando você parar de me bater, eu paro de xingar você. E olha que nem são apelidos fortes.

- Como não? Dramática, surda, louca e agora escandalosa, acha isso pouco?- assinto- Idiota.

- Viu você fala pior, ja me chamou de babaca, desgraçado, inútil, idiota...

- Eu já entendi ta, não precisa falar todos- ela fala seguindo pra cozinha comigo ainda a abraçando, não quero a soltar.- Nossa cadê minha mãe?

- Deve estar no quarto.- resmungo e ela da meia volta e começa a subir as escadas.

- Yugyeom a gente vai cair se você continuar me segurando.- ela resmunga quando tropeça.

- Eu não estou nem ligando.

- Tanto faz então, você quem vai se machucar mesmo. Pois se não percebeu, se nós cairmos, eu caiu em cima de você, ou seja, você que se ferra- a solto.- Ótimo.

- Você é tão chata sabia disso?- resmungo quando estramos no quarto.

- Você me ama, admite.- ri se jogando na cama. Eu a amo? Será? Meu Deus, claro que não, que loucura.

- Sua auto-estima subiu bastante né. - me jogo ao seu lado, quando foi que nossa intimidade cresceu assim?

- Ai meu Deus Yugyeom.- ela se levanta rápido e corre para fora do quarto. - O NOSSO SORVETE, CORRE.- ai caramba.

*No dia seguinte*

- MÃE JA ESTOU INDO - grito saindo de casa.

Não sei porque, mas hoje acordei mais disposto a fazer de tudo. Deus queira que hoje seja um dia bom.

- Vamos Izy.- resmungo batendo na porta, ja estou vendo os professores reclamando dessas faltas de três dias dela.

- Oi, vamos- ela sorri abrindo a porta e saindo logo em seguida. É impressão minha, ou ela esta mais bonita? Deve ser o rimel, ou o lápis, não não, acho que é o blush, não claro que não, é o cabelos, isso com certeza é o cabelo.

- Bom dia.- digo após me "recuperar".

- Bom dia, por que esta esta estranho?- começando a andar pela calçada.

- Por que estou estranho?

- Porque você simplesmente não para de me encarar, tem algo no meu rosto?- pergunta passando as mãos pelo rosto na intenção de achar algo. Eu não tenho culpa se ela quem se arrumou um pouco mais do que estou acostumado a ver.

- Não é nada Izy.

- Tudo bem então.- da de ombros e entra na escola. Quando foi que chegamos tão rápido aqui e eu não percebi?

- Ei me espera.- a sigo pelo corredor, e ela para em frente ao seu armário. - Vai querer fazer alguma coisa hoje?- pergunto me encostando ao seu lado.

- O que você quer fazer?- devolve a pergunta e fecha seu armário.

- Deitar e assistir filmes, o que acha?- ela para para pensar um pouco enquanto me encara.

- Pode ser, que horas?- começa a andar.

- Depois da aula, você vai pra minha casa tá.- ela assente.- E a minha aula não é a mesma que a sua hoje, por isso, tchau.- me abaixo deixando um beijo na sua bochecha e saiu ao contrário de sua direção.

Espera... oh meu Deus

Eu preciso parar de fazer essas coisas antes que de alguma merda.

Acho que vou continuar fazendo lra ver no que da.


Notas Finais




Gostou da Fanfic? Compartilhe!

Gostou? Deixe seu Comentário!

Muitos usuários deixam de postar por falta de comentários, estimule o trabalho deles, deixando um comentário.

Para comentar e incentivar o autor, Cadastre-se ou Acesse sua Conta.


Carregando...