História My Little Sister - Park Jimin "Incest" - Capítulo 1


Escrita por:

Postado
Categorias 2NE1, Bangtan Boys (BTS), Black Pink, EXO, Got7, K.A.R.D, TWICE
Personagens B.M, Jackson, JB, Jennie, Jeon Jeongguk (Jungkook), Jiwoo, Jung Hoseok (J-Hope), Kim Namjoon (RM), Kim Seokjin (Jin), Kim Taehyung (V), Min Yoongi (Suga), Momo, Park Bom, Park Jimin (Jimin), Personagens Originais, Rosé
Tags Incesto, Park Jimin, Sister
Visualizações 482
Palavras 553
Terminada Não
NÃO RECOMENDADO PARA MENORES DE 18 ANOS
Gêneros: Crossover, Romance e Novela, Shoujo (Romântico)
Avisos: Heterossexualidade, Homossexualidade, Incesto, Insinuação de sexo, Linguagem Imprópria, Nudez, Sadomasoquismo, Sexo
Aviso legal
Os personagens encontrados nesta história são apenas alusões a pessoas reais e nenhuma das situações e personalidades aqui encontradas refletem a realidade, tratando-se esta obra, de uma ficção. Os eventuais personagens originais desta história são de minha propriedade intelectual. História sem fins lucrativos, feita apenas de fã para fã sem o objetivo de denegrir ou violar as imagens dos artistas.

Notas do Autor


Olá ^^
Bom é minha primeira história aqui no spirit espero que gostem
Mochii.....

Capítulo 1 - -. New Family


Meu nome é S/n eu eu moro em um orfanato na cidade de Busan, meu pais faleceram recentemente e desde de então eu moro aqui, sinto muito a falta deles eu queria ter uma família, alguém pra cuidar de mim mas não é fácil ser adotada, conheci pessoas aqui que entraram com a minha idade 5 anos e estão aqui até hoje.

Eu estava em meu quarto aonde eu dividia com mais 5 garotas, o orfanato era cuidado por freiras então éramos obrigadas a rezar o terço todas as noites, já passavam da dez e as garotas tinham chegado todas elas eram mais velhas que eu, praticamente eu era a tampinha do quarto.

Corri para minha cama quando escutei as vozes perto da porta, puxei as cobertas e  cobri todo meu corpo me encolhendo na cama, elas conversavam de assuntos que eu não entendia, como namorados e garotos que elas gostavam toda a noite elas ficavam conversando e eu não conseguia dormir sempre acordava atrasada pro colégio de manhã por culpa delas. 

Eu ia pro colégio, voltava me trancava no quarto e rezava o terço o dia todo, minha rotina se baseava nisso era chato, eu não tinha muitos amigos apenas vivia em um mundo no qual eu acreditava que seria adotada aquilo não passava de um sonho.

No dia seguinte..... 

Eu estava na janela do quarto vendo as outras crianças brincar, escuto batidas na porta e me viro vendo a madre entrar. 

-. Olá s/n como vai hoje?

Apenas fico calada e sorrio segurando o terço com as duas mãos. 

-. Vem comigo, tem uma família querendo conhecê-la

Naquele momento um sorriso se forma em meus lábios me levanto e caminho até a madre segurando em sua mão, caminhamos até a sua sala e vejo um casal acompanhado de um garoto. 

Fico quieta e me escondo atrás da madre, o casal se levanta juntamente ao garoto tentando se aproximar de mim fico os observando e a mulher de cabelos pretos se abaixa estendendo a mão pra mim.

-. Pode vim tudo bem! Eu não vou te machucar - ela sorri simpática

Saio devagar de trás da madre e vou caminha até ela, seguro sua mão e sorrio um pouco corada. 

-. Qual seu nome princesa? - o homem ao seu lado me pergunta se abaixando.

- S/n - respondo um pouco baixo

-. Lindo nome meu nome é Lee Min Ho e essa é minha esposa Park Bom - ele sorri e acaricia meus cabelos

-. Esse aqui é nosso filho, ele também é adotado - ela aponta pro garoto de boné preto.

O garoto que estava distraído olhando a janela vira e eu o olho, ele era fofo, tinha buchechas redondinhas e um cabelo preto, a estatura dele era baixa, abaixei a cabeça de vergonha quando ele sorri pra mim seus olhos somem ficando apenas dois risquinhos era muito fofo.

Ele se abaixa ficando da minha altura e estende a mão. 

-. Oi meu nome é Park Jimin, vou amar ter você como minha irmãzinha s/n - ele continua sorrindo.

Ao escutar "minha irmãzinha" abro um sorriso e o abraço eu ia ser adotada ia ter uma família e um irmão muito fofo. Ele se assusta com tal ato e todos ali sorriem vendo a minha felicidade.

Eu estava feliz agora eu tinha uma nova família e um irmão, e meu futuro estava apenas começando. 


Notas Finais


Então o que acharam? Esse capítulo eu fiz dela falando no passado, e vou escreve até sua idade atual que no caso é 17 anos, espero que estejam gostando...
Bye bye ^^


Gostou da Fanfic? Compartilhe!

Gostou? Deixe seu Comentário!

Muitos usuários deixam de postar por falta de comentários, estimule o trabalho deles, deixando um comentário.

Para comentar e incentivar o autor, Cadastre-se ou Acesse sua Conta.


Carregando...