História My Little Akuma - Capítulo 5


Escrita por:

Postado
Categorias Demashitaa! PowerPuff Girls Z, Meninas Super Poderosas (The Powerpuff Girls)
Personagens Brick, Durão, Ele, Florzinha, Momoko Akatsutsumi (Hyper Blossom), Personagens Originais
Tags Blossom, Blossrick, Brick, Ppg, Reds, Romance, Rrb
Visualizações 41
Palavras 1.153
Terminada Não
NÃO RECOMENDADO PARA MENORES DE 18 ANOS
Gêneros: Comédia, Crossover, Drama (Tragédia), Ecchi, Fantasia, Ficção, Ficção Adolescente, Hentai, Literatura Feminina, Magia, Romance e Novela, Shoujo (Romântico), Sobrenatural, Terror e Horror
Avisos: Adultério, Drogas, Heterossexualidade, Insinuação de sexo, Linguagem Imprópria, Sexo, Violência
Aviso legal
Alguns dos personagens encontrados nesta história e/ou universo não me pertencem, mas são de propriedade intelectual de seus respectivos autores. Os eventuais personagens originais desta história são de minha propriedade intelectual. História sem fins lucrativos criada de fã e para fã sem comprometer a obra original.

Capítulo 5 - Capítulo 5 - A briga


Fanfic / Fanfiction My Little Akuma - Capítulo 5 - Capítulo 5 - A briga

Meu coração estava batendo a milhões, mas não era pelo abraço que eu e Brick damos, era pela Harumi, eu sentia um aperto e uma angustia enorme no meu peito.. Simplesmente um sentimento horrível! Eu saí da sala correndo, a persegui pelos corredores gritando por seu nome, mas ela nem se quer olhou para trás. Eu espero mesmo que eu não tenha chamado muita atenção na sala, embora óbvio que isso aconteceu... Mas isso não  importa agora, no momento o que importa é ela, mesmo que não nos conhecêssemos a muito tempo, ela tentou pra valer ser legal comigo e eu só decepcionei ela, eu me sinto um verdadeiro monstro.

Por sorte a escola estava vazia, como estava em horário de aula, os alunos estavam dentro de suas respectivas salas. Harumi finalmente tinha parado de correr, mas o motivo não foi por mim e sim pelo corredor sem saída, ela continuou com o corpo reto e imóvel sem olhar para minha cara, então apenas fui me aproximando devagar. 

-Harumi? - Eu dizia em voz baixa enquanto dava lentos passos em direção a ela.

-O que você quer agora?! - Harumi respondeu furiosa se virando para mim. Ela estava irritada, mas dava para perceber em seus olhos ela segurando suas lágrimas. 

-Eu não estou entendendo nada! - Eu falava aumentando o meu tom de voz

-O que você veio fazer nesse lugar? Você chegou aqui pra piorar minha vida? - Ela me respondia no mesmo tom.

-Eu não queria magoar você, eu falo isso de verdade, não sei o que deu em mim. - Eu respondia arrependida. 

-Você viu minha foto com Brick no meu celular, devia saber o que estava acontecendo. - Ela me respondeu.

-Mas só foi aquela foto... Ele entrou dentro da sala e parecia nem reconhecer você! - Eu dizia a ela.

Harumi se calou, apenas virou seu rosto contra mim para esconder sua cara, percebi que ela estava prestes a chorar. Eu havia falado merda novamente... Mas aquilo foi da boca pra fora, eu realmente não estava entendendo nada da situação e não queria magoá-la, mas os dois estavam juntos? Então por quê Brick a ignorou no primeiro dia de aula? Ela aparentava continuar furiosa, eu resolvi ficar quieta para não piorar mais ainda a situação, enquanto tudo isso acontecia eu ouvia passos atrás de mim... Porra! Alguém deve ter ouvido a briga toda e agora iremos virar motivo de chacote no colégio pelo resto da semana, ÓTIMO!

-Mo..Momoko? - Era a voz da Miyako. Eu rapidamente me virei. Por sorte era ela e estava sozinha...

-Harumi, eu sinto muit... - Eu me virei novamente para Harumi mas logo fui interrompida pela própria.

-Só sai daqui! - Ela dizia em voz alta. Ela se jogou no chão abaixando sua cabeça e passou a ignorar completamente eu e minha irmã.

Miyako iria falar com ela, mas logo segurei em seu ombro e a impedi. Eu achava que era melhor deixá-la sozinha mesmo, eu não sabia o que eu iria fazer daqui pra frente.. Afinal, somos colegas de quarto e agora Brick aparentava estar mais na minha cola, eu tô fodida! Eu me encolhi toda nos braços da minha irmã e saímos de lá caminhando lentamente em direção contrária da Harumi. Conforme fomos nos afastando e se distanciando dela,  eu fui contando tudo o que tinha acontecido para Miyako, ela ficou perplexa mas não ficou contra mim... Ao contrário disso, ela me confortou e disse que eu só estava confusa e não havia feito aquilo de propósito, eu não tinha culpa, mas mesmo que as palavras delas fizessem sentido para minha mente, meu coração reagia de outra forma, o peso da culpa só aumentava dentro de mim e eu não podia fazer nada para impedir de me sentir desse jeito. Eu sou uma pessoa terrível... Minhas irmãs são as melhores pessoas desse mundo, sempre me apoiam e fazem com que eu me sinta melhor, já quanto a mim? Estou mentindo para elas a 6 anos e eu não sei quando ou se devo falar a verdade sobre meus poderes, não devo desejar uma vida de mar e rosas, eu mereço ser castigada...

Miyako deixou-me na minha sala e logo foi embora para a sua. Eu tinha perdido muito conteúdo passado na sala, tinha que correr para anotar tudo depois. Eu bati e abri a porta, não demorou muito para eu ser o centro das atenções, enquanto eu ia andando em direção a minha carteira, meus colegas passavam me encarando sem um pingo de vergonha na cara, estavam cochichando sobre coisas das quais eu não queria ouvi, pois eu já estava acumulada com problemas demais. Eu parei de andar quando me dei conta que Harumi não estava em sua carteira, ela não devia ter voltado para a sala desde todo aquele ocorrido, eu me encolhi toda envergonhada e logo comecei a andar de novo para sentar no meu lugar. A professora esperou com que eu me sentasse para continuar dando sua aula. Assim que eu cheguei, me sentei ao lado de Brick e bati propositalmente minha cabeça contra a carteira e permaneci lá sem levantar o meu olhar, eu estava muito chateada. 

-Tá doida? Levanta essa cara. - Brick estava com seus braços cruzados para trás mas logo mudou sua posição para tentar me ajudar.

-Qual o seu problema? O que você tem com ela? Você me fez passar essa vergonha toda e não deu um pingo de satisfação, se eu soubesse que tudo isso iria acontecer nem teria deixado você ter sentado do meu lado! - Eu alterei o meu humor rapidamente, mas falei baixo para as pessoas não olharem para nós.

-A culpa não é minha, a doida é ela! - Brick me respondia.

-Como assim a doida é dela? - Eu continuei irritada e confusa.

-Mano, você tem noção que terminamos nosso namoro a quase 2 anos e mesmo assim ela age como se pudesse controlar a minha vida? Eu não quero mais nada com ela. - Ele me respondeu apoiando seu braço contra a mesa. 

-A 2 anos? - Eu me engasguei com minha própria saliva.

-Pois é... 2 anos. - Ele me respondeu.

Antes que eu pudesse falar mais alguma coisa, fomos interrompidos pela professora que logo chamou a atenção de nós dois. Só conversamos a aula inteira e já havíamos feito cena demais, ela estava certa... Mas também é muita informação para processar, afinal eu estou estudando com meu arque inimigo da infância e nos reencontramos inesperadamente depois de todo esse tempo! Eu precisava saber de mais coisas... Então eu e Brick combinamos de prestar atenção na aula e conversarmos somente mais tarde, ele me passou todo o conteúdo que eu havia perdido e logo esperamos a aula acabar para irmos almoçar juntos e falarmos sobre tudo detalhadamente na lanchonete, eu estava ansiosa e curiosa para saber mais coisas, mas principalmente sobre os seus superpoderes.

 

 

 



Gostou da Fanfic? Compartilhe!

Gostou? Deixe seu Comentário!

Muitos usuários deixam de postar por falta de comentários, estimule o trabalho deles, deixando um comentário.

Para comentar e incentivar o autor, Cadastre-se ou Acesse sua Conta.


Carregando...