1. Spirit Fanfics >
  2. My Little Angel >
  3. Capítulo 4

História My Little Angel - Capítulo 4


Escrita por: LiliMJJ

Capítulo 4 - Capítulo 4


Depois que Sophie foi embora eu fiquei pensando e tentando entender tudo que elas falaram, eu tinha várias perguntas , mas não encontrava respostas.


Por que ela tem que me proteger ? Acho que já sou bem grandinho para me cuidar sozinho .


Angel também estava em silêncio, percebi que ela não queria me incomodar.


-Você precisa dormir Micheal, amanhã e um novo dia ,você tem que descansar .


Não respondi nada. Não estava chateado ou bravo , só estava tentando entender aquilo tudo.


- Você terá respostas Micheal, mas não agora . - ela respirou fundo. - Descanse. Boa noite !


E desapareceu. Ela foi embora de novo. Acho que ficou meio chateada , mas ela não tem esse direito , foi ela que veio até mim e invadiu minha casa dizendo que não é desse mundo. Qual é, eu que deveria ficar chateado aqui, não ela. Aah, melhor eu ir dormir ou então vou enlouquecer com meus pensamentos. Quando cheguei em meu quarto deitei na cama para tentar dormir , estava difícil porque tudo que aconteceu hoje não parava de passar pela minha cabeça.


Estava quase pegando no sono quando meus filhos entraram correndo no quarto , estavam chorando muito.


- O que aconteceu?? - perguntei ficando desesperado.


- Papai , ouvimos gritos assustadores lá em baixo- Paris disse .


- Parece que alguém está brigando. - Prince disse.


Coloquei os três perto de mim e os abracei forte .


- Tá tudo bem , papai tá aqui .


- Eu tô com medo. - Blanket falou chorando.


- Não chore meu bebê, eu vou...- Antes que eu terminasse de falar ouvimos passos e gritos no corredor .


- ONDE ELES ESTÃO???!! -uma voz grossa gritou .


- VOCÊ NÃO VAI TOCAR UM DEDO NELES !!!! -Outra pessoa gritou. Mas eu conheço aquela voz , era Angel. Ah não. Os gritos não paravam e a cada grito eu ficava mais preocupado e bravo. As crianças ficavam cada vez mais assustadas , eu tentava acalma-los mas não adiantava . Os passos estavam chegando cada vez mais perto da porta do meu quarto.


- VAI EMBORA !!! - Angel gritou .


Um barulho muito forte foi ouvido , parece que alguém caiu. Um silêncio assustador se fez presente em toda casa.


- Papai...- Paris sussurrou e me abraçou forte .


Angel entrou no quarto correndo, ela estava toda machucada e algumas partes de suas roupas estavam rasgadas.


Antes que alguém falasse alguma coisa um homem entrou. Ele era estranho , era alto, negro , tinha uma cicatriz enorme no rosto que ia desde a boca até passar pelo olho e continuar na testa. Quando ele viu eu e meus filhos deu um sorriso estranho e retirou uma arma de dentro de seu casaco preto. Angel correu rapidamente até a cama , as crianças não paravam de chorar e não era só elas , eu também já estava em lágrimas, temia pela vida deles . Quando ouvi o primeiro disparo fechei os olhos rapidamente. Isso não podia estar acontecendo...


Quando abrir os olhos, tomei um grande susto , tinham um par de asas brancas protegendo eu e meus filhos. Olhei para trás, Paris estava abraçando Angel . As grandes asas brancas eram dela.


- Angel!! - eu disse espantado.


As asas ficavam cada vez mais vermelhas de sangue por causa dos disparos . Depois de vários tiros e vários gritos de dor vindos de Angel , os tiros pararam, ouvi muitos passos pesados e algo ser arrastado pelo chão. Consegui ver alguns seguranças saindo do cômodo, eram seguranças novos pois eu nunca os vi pela casa.


Assim que aqueles homens saíram do quarto, Angel caiu deitada na cama , eu estava completamente chocado.


Ela tinha asas ? Será que eu estava sonhando ? Aquilo era real ?


-Papai faça alguma coisa!! Angel não pode morrer de novo !! - Paris exclama chorando .


- De novo? - sussurrei para eu mesmo.


Eu realmente não estava entendendo. Por que meus filhos conheciam Angel ? Em nenhum momento eu apresentei ela a eles .


- Angel!! - Sophie entra no quarto correndo.


- Sophie , nos ajude , por favor ,ela desmaiou ! - diz Prince.


-Calma querido vou cuidar dela . -Sophie beija a testa de Prince tentando acalma-lo .


Eu estava imóvel , não conseguia me mecher para ajudar ,nem para acalmar meus filhos que choravam apavorados .


Sophie tentava reanimar Angel e a cada tentativa falha as crianças ficavam mais apavoradas.


- Sophie , por favor...- Paris chorava abraçada com seus irmãos. Eu nunca os vi chorando tanto , e isso me deixava muito mal .


Sophie então parou e olhou fixamente para Angel que ainda estava desacordada. Meu filhos choraram mais ainda quando Sophie ficou em pé e passou a encarar Angel fixamente. Não era um olhar triste ou preocupado , a mulher estava sinistramente calma.


- NÃO!! - Blanket saiu do braço dos irmãos e correu para o lado de Angel .


- The second star to the right...- ele começou a cantar em meio às lágrimas , o que me deixou muito surpreso porque Blanket não gostava de cantar - Shines in the night for you . - continuou.


- To tele you that the dreams you plam
really can come true...- Paris também começou a cantar .


- The second star to the right,
shines with a Light that's rare
and if it's Never land you need , it's light will leand you there -os três cantavam lindamente a musica , enquanto choravam ao redor de Angel.


-Twinkle, twinkle Little star ,
so we'll know where you are ,
Gleaming in the skies above,
Leand us to the land we dreams of.- Agora Sophie também cantava . Meus filhos estavam de olhos fechados , suas lágrimas molhavam as asas de Angel. Quando observei melhor vi que os ferimentos haviam sumido . Eu não estava entendendo. Olhei para Sophie e a mesma me encarava . "Cante " ela sussurrou para mim , "isso é importante para eles " apontou para meus filhos . Pensei um pouco , respirei fundo e comecei a cantar com eles .


- And when our journey is through,
Each time we say " Good Night " , we'll thank the Little star that shines ...


- The second from the right . - Angel cantou a última parte, estava acordada e suas asas brilhavam muito . Eu enlouqueci de vez...


As crianças correram para abraça-lá, pareciam que conheciam Angel a muito tempo .


-Obrigado por terem me salvado !


- Nós que agradecemos Angel , você salvou a gente de muitas coisas . - Prince disse.


- Ela sempre salva . - Blanket disse fazendo eles rir . Observei meus filhos com as sobrancelhas franzidas.


- Crianças venham comigo , eu acho que a Angel precisa conversar com o pai de vocês. - Sophie disse vendo meu estado. Não consegui impedi-la de sair pois quando percebi, só estava eu e Angel no cômodo.



Notas Finais




Gostou da Fanfic? Compartilhe!

Gostou? Deixe seu Comentário!

Muitos usuários deixam de postar por falta de comentários, estimule o trabalho deles, deixando um comentário.

Para comentar e incentivar o autor, Cadastre-se ou Acesse sua Conta.


Carregando...