História My Little Angel (Vkook - Taekook) - Capítulo 35


Escrita por:

Postado
Categorias Bangtan Boys (BTS)
Personagens Jeon Jungkook (Jungkook), Kim Taehyung (V), Personagens Originais
Tags Bts, Di_angelos2, Jeon Jungkook, Kim Taehyung, Kookv, Taehyung!top, Taekook, Vkook
Visualizações 343
Palavras 603
Terminada Sim
NÃO RECOMENDADO PARA MENORES DE 18 ANOS
Gêneros: Comédia, Drama (Tragédia), Ficção Adolescente, Fluffy, Lemon, LGBT, Romance e Novela, Violência, Yaoi (Gay)
Avisos: Adultério, Heterossexualidade, Homossexualidade, Insinuação de sexo, Linguagem Imprópria, Nudez, Sexo, Tortura, Violência
Aviso legal
Os personagens encontrados nesta história são apenas alusões a pessoas reais e nenhuma das situações e personalidades aqui encontradas refletem a realidade, tratando-se esta obra, de uma ficção. Os eventuais personagens originais desta história são de minha propriedade intelectual. História sem fins lucrativos, feita apenas de fã para fã sem o objetivo de denegrir ou violar as imagens dos artistas.

Notas do Autor


Tô atrasadona mas finge que eu postei em um horário super assesivel rs, não tenho muito oq falar bejo bejo. Boa leitura♡

Capítulo 35 - Solidão


Fanfic / Fanfiction My Little Angel (Vkook - Taekook) - Capítulo 35 - Solidão

Taehyung P.O.V 

Meus planos mudaram, apesar do clima ter sido perfeito naquele jantar, não consegui entregar seu presente. Achei melhor aguardar mais um pouco e entregá-lo assim que o deixar na sua casa.


Após o jantar o Jeon me insistiu tanto para ver Taewon que acabei cedendo. Assim que chegamos na minha rua pude ouvir gritos e Jungkook também, visto a feição de assustado que o outro carregava em sua face. Por um segundo pensei ter ouvido a voz de meus pais, mas considerando a melhora dos dois as chances são quase nulas, era o que eu achava até abrir a porta da residência.


Meu irmão estava no meio da briga tentando conter meus pais. Assim que me viu, correu em minha direção e me deu um abraço forte, um abraço necessitado. Isso foi o que me deu coragem para entrar no meio de meus pais. A briga que antes se limitava a gritos e xingamentos já estava tomando outro rumo, meu pai estava tentando agredir minha mãe. 


Com uma suposta traição como argumento, meu pai tentou acertá-la em um soco, soco esse que eu recebi por estar na frente da mesma.


 Doeu mas não desisti, do jeito que as coisas estavam indo iria acontecer um assassinato naquela noite. Ainda tentando impedir meu pai, o mesmo me derrubou e me bateu diversas vezes. Estava doendo, mas o que mais doía era saber que estava apanhando do meu pai, este que estaria fazendo o mesmo com minha mãe nesse exato momento. A última coisa que vi antes de tudo ficar preto e perder meus sentidos foi Jungkook tentando tirar meu pai de cima de mim.


Meu pobre Jungkook.

Taewon P.O.V.

Estava no meu quarto fazendo um desenho para dar de presente ao Kookie quando tudo começou. 


Começou com gritos e logo depois vieram os xingamentos. Desci as escadas correndo e percebi que meu pai estava bêbado, fato que seria comum para mim a algumas semanas atrás.


Não pensei duas vezes antes de me colocar ente os dois, meu pai poderia parar para não me machucar, né?!


Pensei errado, quando me dei conta já estava em lágrimas e meu pai estava quebrando diversos jarros, tentava arremessar em direção a minha mãe, mas perdia a força no meio do caminho por conta do efeito do álcool.


 Minha mãe chorava e me mandava sair dali, mas eu não a abandonaria num momento como aquele. Minha salvação momentânea foi ver Taehyung hyung e Jungkook hyung entrando pela porta.


Não pensei duas vezes antes de ir abraçar meu irmão, precisava de um pouco de segurança nesse momento. Ele me colocou para abraçar o Kookie e entrou no meio de nossos pais.


Eu pensei que isso adiantaria e resolvi não olhar. Só olhei quando Jungkook me soltou e correu para o meio também. 


Foi a pior cena da minha vida. Tae hyung estava desmaiado no chão enquanto meu pai levava um tapa mais que merecido do meu cunhado.


Os únicos sons que poderiam ser ouvidos agora eram choros e a voz de Jungkook passando o endereço da casa para a ambulância. Após encerrar a ligação fui puxado para um abraço por Jungkook.


Permanecemos assim até que a ambulância chegou, entramos na ambulância e logo chegamos ao hospital.


Depois de um longo tempo de espera vi minha mãe conversar algo com Jungkook hyung. Não liguei muito pois estava recebendo um ótimo carinho e estava esperando o médico dizer que o Tae só estava fazendo drama e que já ia receber alta.


O médico chegou, mas infelizmente a notícia não foi a que eu esperava, muito menos boa. 




Taehyung hyung estava em coma.


Notas Finais


Já pararam pra pensar que eu posso ser uma artista muito famosa e por isso eu nunca revelo meu nome?






Desculpe viajei


Gostou da Fanfic? Compartilhe!

Gostou? Deixe seu Comentário!

Muitos usuários deixam de postar por falta de comentários, estimule o trabalho deles, deixando um comentário.

Para comentar e incentivar o autor, Cadastre-se ou Acesse sua Conta.


Carregando...