História My Little Brother - Capítulo 2


Escrita por: ~

Postado
Categorias Death Note
Personagens L Lawliet, Light Yagami, Matt, Mihael "Mello" Keehl, Misa Amane, Nate "Near" River, Personagens Originais, Watari
Tags Melloxnear
Visualizações 167
Palavras 651
Terminada Não
NÃO RECOMENDADO PARA MENORES DE 18 ANOS
Gêneros: Ação, Drama (Tragédia), Ecchi, Hentai, Lemon, Mistério, Romance e Novela, Universo Alternativo, Yaoi (Gay)
Avisos: Bissexualidade, Incesto, Insinuação de sexo, Linguagem Imprópria, Nudez, Sexo, Violência
Aviso legal
Alguns dos personagens encontrados nesta história e/ou universo não me pertencem, mas são de propriedade intelectual de seus respectivos autores. Os eventuais personagens originais desta história são de minha propriedade intelectual. História sem fins lucrativos criada de fã e para fã sem comprometer a obra original.

Capítulo 2 - Esconde Esconde


Fanfic / Fanfiction My Little Brother - Capítulo 2 - Esconde Esconde


As duas crianças brincavam de esconde esconde. O mais velho nesse momento se escondia na grande biblioteca da casa, Ele ouviu passos se aproximarem e espiou pela fresta da porta quem poderia ser.


Papai..


Controlou vontade de pregar uma peça fazendo algum barulho que lembrasse um fantasma. Viu o moreno da postura curvada entrar na sala, Em Seguida ouviu Passos leves e dessa vez viu seu pequeno irmãozinho entrar na sala.


-Papai — Chamou o pequeno analisado a sala – O senhor viu o Mihael ?


-Estão brincando de algo ?— L Sentou em uma das poltronas, com um livro em suas mãos.


-Esconde esconde – Continou analisando o comodo em busca de alguma pista do Loiro


-As regras dizem que você tem que procurar até encontrá-lo, Você não Quer trapacear não é ? – Ele Sorriu –Se esforce E você o encontrará.


-Vou achar ele, Obrigado Papai–Saiu da sala e voltou a procurar o irmão




-Já pode sair—Sua voz sempre calma chamou a atenção do pequeno Garoto escondido atrás das estantes de livros—Sei que está aí – Voltou sua atenção ao garotinho emburrado saindo de trás das estantes de livros

-Papai eu não Fiz nenhum barulho ! –Cruzou os braços e fez um pequeno bico, Protestando


-Não fique chateado–Deu um gole em seu café, Mas fez uma pequena careta, Colou seus cubos de açúcar–Apenas consigo saber quando há outra pessoa no mesmo cômodo que eu—Deu mais um gole no café, agora estava doce o suficiente.


-O senhor é incrível—Ele riu, Não era mentira, Tinha grande admiração por seu Pai.


-Obrigado, agora vá, Estou ouvido seu irmão – Outro gole, Outro cubo de açúcar.

Mihael sorriu mais uma vez para o moreno e saiu correndo da sala, Fazendo o mínimo de barulho, O Albino estava Perto dali


Correu até Seu quarto, Escondeu-se dentro do guarda roupas, Deixou uma das pontas abertas, Felizmente os grossos casacos de Inverno não permitiam que ninguém o visse.

Nate entrou no quarto, Ele procurava em todos os cantos possíveis, As vezes desviando dos brinquedos espalhados chão, O loiro segurava sua risada, "Como era possível que ele não pensasse que ele estaria no guarda roupa ?", Pensava.


O pequeno procurava em todos os lugares, Então já sem paciência pulou para fora do guarda roupas dando um susto menor.

Nate acabou caindo no chão pelo susto.

-Eu não quero mais brincar – Disse irritado e se levantou fazendo a menção de sair do quarto, Mas o braço do Loiro foi mais rápido.


-Não é culpa minha se você não sabe brincar – Respondeu atrevido –Oh desculpe a princesa não faço mas...


-Eu não sou uma princesa – As vezes por mais que gostasse de brincar com seu irmão. Ele sempre o irritava – Eu n-não quero mais brincar – Sua voz saiu falha, Evidenciando seu choro fraco.


Mello percebendo o que fez Suspirou fundo Antes de pega-lo no colo, Hábito que tinha desde que o Albino nasceu.


-Pa-para eu não sou mais bebê – Por mais que tentasse não chorar estava difícil, Mas difícil Quando foi tirado do chão – Eu na-


-É um bebê sim – Falou sério sentando na cama – Eu não deveria ter te feito chorar, Desculpe. Eu não gosto de te ver chorar – Por sua natureza tímida virou o rosto ao senti-lo quente – Não faço mais Isso, Prometo.


-Você ainda quer brincar comigo ? —Perguntou baixinho.


-Se me prometer que não vai chorar.


-Não vou.


Os dois continuaram a brincadeira até o sono os pegarem, L que passava pelo corredor viu a porta do mais velho aberta, perguntou se o Por quê de ainda estar com as luzes acesas. Entrou no quarto, Sorriu ao ver a cena, Near estava no peito do mais velho, Que o abraçava com um de seus braços. Ambos dormiam profundamente.

Chegou mais perto da cama e arrumou o cobertor de melhor forma.Apagou as luzes e saiu do Quarto.


 Near ainda não tinha dormido, Desde que nasceu Tinha problemas com insônia. Gostava de Dormir com o irmão por que ao ouvir seu Coração, Seu Corpo inteiro se acalmava, Parecia que de forma mágica as batidas entravam em sincronia.


Notas Finais


Espero que gostem o/

Bjs ^^


Gostou da Fanfic? Compartilhe!

Gostou? Deixe seu Comentário!

Muitos usuários deixam de postar por falta de comentários, estimule o trabalho deles, deixando um comentário.

Para comentar e incentivar o autor, Cadastre-se ou Acesse sua Conta.


Carregando...