História My little brother. (One Shot) - Capítulo 1


Escrita por: ~

Postado
Categorias Originais
Personagens Personagens Originais
Tags Morte, Perda, Separação, Trauma
Visualizações 15
Palavras 957
Terminada Sim
NÃO RECOMENDADO PARA MENORES DE 14 ANOS
Gêneros: Drama (Tragédia), Poesias
Avisos: Linguagem Imprópria, Violência
Aviso legal
Todos os personagens desta história são de minha propriedade intelectual.

Notas do Autor


"Quem dera se por um descuido, deus pudesse te trazer de volta, por mais que seja por um segundo..."

Capítulo 1 - Capitulo Unico.


Fanfic / Fanfiction My little brother. (One Shot) - Capítulo 1 - Capitulo Unico.

1997, 11 de setembro.

-Mamãe, onde o maninho esta?- Perguntou a menininha, que o nome era Claire Black, que tinha apenas 4 anos quando tudo aconteceu.

A mulher olhou em lagrimas para a pequena, e mesmo sabendo a resposta, optou por ficar quieta, já que sabia que a menininha não entenderia, e ela tambem nao conseguiria falar, ela pegou Claire no colo, e se sentou no banco do lado da porta do quarto do hospital, esperando seu marido sair de lá com noticias, e assim aconteceu, o homem saiu do quarto soluçando com lagrimas em seus olhos, e olhos para elas que estavam sentadas, e com poucas palavras ele falou com dificuldade. -Ele se foi....

A mãe arregalou os olhos, e solta um grito de desespero e tristeza, algo após aquele acontecimento, havia retirado algo do coração dos jovens pais, a mulher solta Claire e cai de joelhos no chão enquanto o seu marido a abraça chorando assim como ela, a pequena garotinha olha para os pais sem entender oque estava se passando, ela se aproximou dos dois que ainda choravam em luto, eles a ignoraram.

2 Meses depois, O funeral.

Após o tragico acontecimento, Claire finalmente descobre oque aconteceu, o seu irmão se acidentou enquanto brincava no segundo andar da casa, e acabou por cair e bater a cabeça em uma das pedras gigantes do jardim que era usada para a decoraçao, mesmo sendo levado ao hospital e todos os medicos fazendo de tudo, ele faleceu de traumatismo craniano.

Tudo da vida da menina virou de ponta cabeça depois daquilo, ela não ia ao colegio, já que seu pai estava muito ocupado no trabalho, e sua mãe estava de luto, e apenas chorava, não saia daquele quarto, nem para comer, a menina de 4 anos fazia de tudo para cuidar de sua mãe, mesmo nao recebendo um obrigado, mas ela entendia a mãe, ela tambem sentia saudade dos antigos tempos, onde eles eram felizes, e tambem sentia falta, de seu irmao, de suas brigas, de suas brincadeiras idiotas, tudo agora...sumiu.

Para a familia, horas pareciam dias, dias pareciam meses, meses pareciam anos, e após um tempo, o dia do enterro chegou, familiares chegaram na casa, e sua tia arrumou Claire, todos foram de carro até o lugar que se passaria o enterro.

O caixão estava aberto para os familiares verem o copo, mas ainda cobriam a parte de baixo de sua cabeça, que por causa do traumatismo craniano, estava quebrado, era a primeira vez em meses em que a pequena tinha visto seu irmão, ela se aproximou do corpo, chorando, e tentava o balançar, tentando o acordar, em uma tentativa inutil, causando as pessoas que estavam lá, inclusive os funcionarios ficarem emocionados, eles logo puxaram a garota para longe, sua mãe estava tendo que ser segurada para nao cair chorando, e seu pai, olhava para o caixão sem expressao, com apenas uma lagrima correndo pelo o seu rosto, depois de horas, após todos deram a sua palavra a familia e o corpo foi enterrado, eles entraram novamente no carro e voltaram para o carro.

Dias se passaram e os pais de Claire, que agora apenas discutiam e brigavam, agora não se falavam mais, o amor que existia aparentava ter sumido, mas um dia, tudo desabou de vez, os pais da menina entraram em uma grande discusão e gritaram muito alto, sua mãe direcionou um tapa ao homem que a segurou fortemente, deixando marcas vermelhas em seus braços, o homem acabou a briga empurrando a mulher no chão, causando um estrondo, e após isso, os vizinhos ja tinham chamado a policia, o pai da pequena foi preso por ter usados alguns atos de violencia contra a esposa, e a mãe foi levada para ser consultada por um psiquiatra, a policia contatou a tia de Claire, que a levou para a sua casa, e cuidou dela, dias depois, Claire já se sentindo triste e desanimada, é recebida pela a mãe, dando um adeus para a filha, já que a guarda foi tirada dela, e de seu ex-marido, a menina ficou arrasada, ela chorou por dias em seu quarto e apartir daquele dia, ela foi crida por sua tia, uma mulher muito doce e carinhosa, que deu o melhor que podia para a sobrinha mesmo tendo poucos recursos para si mesma, a vida continuou, mesmo que estranha e desanimadora, sua tia fazia de tudo por ela, e finalmente conseguiu fazer a menina feliz.

2017, 09 de Agosto, Cemitério.

Claire, agora adulta, pensava no passado todo de sua vida, agaixada na frente do tumulo de seu irmão, ela então deposita uma flor branca, que mesmo com espinhos era linda, ela olha para mais dezenas de flores que só ela havia deixado, após visitar o mesmo lugar todo dia dez de o mês passado.

Ela então é chamada por uma voz, a voz de seu namorado, ele se direciona até ela, ela sabe que agora é o momento certo para revelar uma coisa muito importante.

-Ethan....- Ela fala com um tom baixo, mas ainda assim firme e seria.

-Oque?

-Eu tenho algo para te contar...- Ela continua, e o menino confuso ouve atentamente esperando algo, ela então completa a sua frase. - Eu estou gravida.

O garoto surpreso e animado, olha com os olhos arregalados, e solta um sorriso de orelha a orelha, e os dois dão um abraço apertado, emocionado os olhos de Ethan começam a se encher de agua, ela beija a sua testa e depois de muita comemoração e perguntas dele, eles começam a andar em direçao a saida, e Ethan enquanto eles andam, solta uma pergunta que estava presa em sua garganta. -Qual voce quer que o nome seja?

Ela entao pensa, e volta a olhar ao tumulo de seu irmao falecido, e com uma responta breve ela diz em homenagem ao irmao.

-Sammy Black.





Notas Finais


E ai povo, gostaram?, eu me diverti fazendo isso.

"Valorize aqueles que voce convive dia a dia, pois talvez, algum dia, ele acabe saindo do seu cotidiano"


Gostou da Fanfic? Compartilhe!

Gostou? Deixe seu Comentário!

Muitos usuários deixam de postar por falta de comentários, estimule o trabalho deles, deixando um comentário.

Para comentar e incentivar o autor, Cadastre-se ou Acesse sua Conta.


Carregando...