História My little hybrid - Capítulo 5


Escrita por:

Postado
Categorias Bangtan Boys (BTS), Big Bang, EXID, EXO, Monsta X, ROMEO, Seventeen, UNIQ
Personagens Baekhyun, Boo Seungkwan, Chanyeol, Chen, Cho Seung Yeon, D.O, D-Lite (Daesung), G-Dragon, Hani, Hansol "Vernon" Chwe, Hong Jisoo "Joshua", Hyerin, Hyung Won, Hyunkyung, I'M, Jang Doyoon, Jeon Jungkook (Jungkook), Jeon Wonwoo, Joo Heon, Jung Hoseok (J-Hope), Junghan "Jeonghan", Junghwa, Kai, Kangmin, Ki Hyun, Kim Mingyu, Kim Namjoon (RM), Kim Seokjin (Jin), Kim Sun Joo, Kim Taehyung (V), Kris Wu, Kyle, Lay, LE, Lee Chan "Dino", Lee Jihun "Woozi", Lee Seokmin "DK", Li Wen Han, Lu Han, Milo, Min Hyuk, Min Yoongi (Suga), Minsung, Park Jimin (Jimin), Personagens Originais, Sehun, Seungcheol "S.Coups", Seunghwan, Seungri, Shin Dongjin, Show Nu, Solji, Soonyoung "Hoshi", Suho, T.O.P, Taeyang, Tao, Wang Yibo, Wen Junhui "JUN", Won Ho, Xiumin, Xu Ming Hao "THE8", Yao MingMing, Yunsung, Zhou Yi Xuan
Visualizações 66
Palavras 871
Terminada Não
NÃO RECOMENDADO PARA MENORES DE 18 ANOS
Gêneros: Crossover, Drama (Tragédia), Ficção, Ficção Adolescente, Hentai, Romance e Novela, Saga, Shoujo (Romântico), Universo Alternativo, Violência
Avisos: Adultério, Álcool, Bissexualidade, Drogas, Estupro, Heterossexualidade, Homossexualidade, Insinuação de sexo, Linguagem Imprópria, Mutilação, Nudez, Pansexualidade, Sexo, Violência
Aviso legal
Os personagens encontrados nesta história são apenas alusões a pessoas reais e nenhuma das situações e personalidades aqui encontradas refletem a realidade, tratando-se esta obra, de uma ficção. Os eventuais personagens originais desta história são de minha propriedade intelectual. História sem fins lucrativos, feita apenas de fã para fã sem o objetivo de denegrir ou violar as imagens dos artistas.

Notas do Autor


Desculpa a demora da Atualização, fiquei um tempo sem entrar no spirit e estou atualizando aos poucos algumas fanfics e escolhi essa para atualizar hoje.

Quero ler cada comentário (sei que não respondi alguns no capítulo passado, mas nesse responderei. Peço desculpa a todos)

Comentem, pois vocês me inspiram e me deixam feliz por continuar a fanfic (li cada comentário, em breve responderei)


Rumo aos 100 favoritos!

Capítulo 5 - IV



Kwon on



S/n estava ajoelhada em minha frente, suas pequenas mãos acariciava meu membro fazendo movimentos de idas e vindas. Mordi o inferior dos lábios enquanto observava a mesma colocar sua pequena boca em meu pênis, começando á chupa-lo. 


— Oh, querida... — Gemi colocando a mãos em seus cabelos e empurrando sua cabeça contra meu pênis. — Isso! — Mordia o inferior dos lábios enquanto ela tentava pôr meu pênis em sua boca por completo — Mas acabava se engasgando. 


— Hm, oppa. — Disse tirando meu pênis de sua boca e começando a massagea-lo. — Seu Leitinho é tão gostoso. — Ela massageava meu membro fazendo meu gozo ir em seu rosto pálido. 



Choi on



Era madrugada, acordei com gemidos de Kwon, olhei para o lado e percebi a ausência de S/n. Me levantei da cama e desci as escadas, me deparando com uma das piores cenas que poderia ver. 

S/n estava chupando Kwon!

Senti meu coração ser partido ao meio, e foi ai que percebi minha atração por ela. 

S/n é velha o suficiente para entender oque é certo e o que é errado. Ela fez sua escolha e terá que arcar com as consequências. 

Voltei para cama e fingir dormi, não demorou muito para ouvir passos e a porta ser aberta. 


— Oppa! — Gritou pulando encima de mim. — Oppa? — A mesma começa a me cutucar. 


— PARA COM ISSO, PORRA! — Gritei esbravejando a raiva que estava dentro de mim. 


— Oppa... — Seus olhos se lacrimejaram. Não use golpes baixos S/n! Senti uma dor ao trata-la assim, mas é assim que ela merecia ser tratada. — Quer saber, garota?! Vai dormi com o Kwon. 


— Huh? Porquê? — Disse secando as lágrimas de seus pequenos olhos. — Lhe fiz algo? 


— Sim, primeiro nasceu e segundo apareceu em minha vida e estragou meu namoro! — Havia uma furia em mim que não á queria por perto, levantei da cama e a puxei pelo braço descendo as escadas e a jogando encima de Kwon que se encontrava deitado no sofá. 


— Ai! — Reclamou. 


— Oppa! — Gritou S/n chorando. — Oppa! — Ignorei seus chamados e adentrei meu quarto, fechando a porta em sua cara. — Oppa! — Gritava batendo na porta. Sentei em minha cama e deixei com que o rio de lágrimas formado, pudesse sair. 


Dia seguinte: 09:34



Acordei cedo e olhei pela janela, o sol estava forte. Caminhei até a saída e abri a porta vendo S/n cair em cima de meus pés. — Não acredito que ela passou a noite aqui!. A peguei no colo e coloquei em minha cama, sintia um mar de arrependimentos formados em meu peito. Foi certo oque fiz? Ela é apenas uma garota! 

Isso deveria ser resolvido com Kwon. 


Desci as escadas, Kwon me olha e dá um sorriso satisfeito, me aproximo do mesmo e deposito um soco em sua face.


— DESGRAÇADO! — Gritei. 


— VAI SE FODER! NÃO TENHO CULPA SE VOCÊ NÃO CONSEGUIU PEGAR AQUELA VADIA! 


— VADIA!? Você abusou de uma menina inocente! 


— Ela não parecia nem um pouco inocente, parecia experiente. — Disse sorrindo de canto. 


— Vagabundo! — Deposito outro soco em sua face, seguido de inúmeros socos até o mesmo cair no chão. 


— Seu merda! — Gritou revirando os socos. 


— NÃO A CHAME DE VADIA! — Minhas mãos passaram voluntariamente para seu pescoço e quando me vi, estava enforcando o mesmo. 


— Oppa! — Disse S/n manhosa. Sua voz era como música para meus ouvidos, á olhei e a mesma chorava, olhei novamente para Kwon e o deixei. — Por favor, vá embora. — Digo cabisbaixo para o mesmo que esfregava seu pescoço avermelhado.  


Subi as escadas, passando por S/n e a ignorando. Entrei em meu quarto e sentei em minha cama me desmanchando em lágrimas. 


— Oppa... — Disse acariciando meu rosto. — Me desculpa. — Disse chorando e me abraçando. Seu rosto se afastou de meu pescoço e se aproximou de meus lábios. — Eu gosto de você, oppa... — Sussurrou antes de selarmos nossos lábios em um beijo calmo. Passo minha destra por toda suas curvas até chegar em seu bumbum, aonde deixei um aperto, fazendo á arfar. 


A puxei fazendo-a sentar em meu colo. Acariciei suas coxas e subi até sua virilha, penetrei com os dedos sua calcinha, massageando sua intimidade. 


Oppa deixa eu cuidar de você. — Sussurrou em meu ouvido enquanto abria o zíper de minha calça. 


Você não precisa. — Digo 



S/n on



Tudo que eu mais queria era meu oppa dentro de mim, mas ver seu rosto ensanguentado me deixava triste, sabendo que tudo isso foi por minha causa. 


— Você precisa se cuidar. — Digo passando a mão em seu machucado, fazendo o gemer de dor. — Ai! — Disse pondo a mão em seu machucado. 


— Posso cuidar de você? — O mesmo nega com a cabeça se levantando. — Deixe-me te ajudar, Oppa.


— Não! — Disse Ríspido


Fiquei sentada na cama o esperando se limpar já que recusava minha ajuda. 


Senti seu celular vibrar encima da cama, o peguei vendo uma mensagem. 



Amor: Oi querido, estou indo ai. Espero que tenha se livrado daquela pulguenta! Te amo. 




Pulguenta!? 


Notas Finais


Capítulo quente né? Calor ai?

Eai? Oque vocês acham que vai acontecer? S/n vai surtar? Choi vai troca-la pela sua namorada? Ou vai ficar com ela?
Será que Kwon terá sua vingança?

Deixem nos comentários sobre oque acharam.


Rumo aos 100 favoritos


Gostou da Fanfic? Compartilhe!

Gostou? Deixe seu Comentário!

Muitos usuários deixam de postar por falta de comentários, estimule o trabalho deles, deixando um comentário.

Para comentar e incentivar o autor, Cadastre-se ou Acesse sua Conta.


Carregando...