1. Spirit Fanfics >
  2. My little monster >
  3. Nada é por acaso

História My little monster - Capítulo 1


Escrita por:


Capítulo 1 - Nada é por acaso


Fanfic / Fanfiction My little monster - Capítulo 1 - Nada é por acaso

      Hinata ON

Era mais um dia de aula e eu estava muito feliz porque meu pai voltaria de viagem hoje. Eu entendo que ele precisa trabalhar e possui muitas responsabilidades, mas eu me sentia muito sozinha desde que a mamãe morreu. Já fazia 10 anos mesmo assim eu sinto muita saudade dela, meu pai também sentia a sua falta e eu acho que por conta disso ele passou a se distanciar de mim. Eu sou a garota mais rica do país, tenho tudo o que quero, mas nada disso possui importancia quando não se tem o amor da família. A verdade é que me sinto sozinha o tempo todo, estou sempre procurando algo pra preencher o meu vazio.

Levantei da cama e fui ao banheiro tomar banho e me arrumar pra ir pra escola, tomei café, peguei minhas coisas e entrei dentro do carro com meu motorista. Quando cheguei na porta da escola várias pessoas pararam pra ficar me olhando, eu me sentia encomodada com todos esses olhares. Tinha muitas meninas que não gostavam de mim e eu nem sabia o motivo, outras tentavam ser minhas "amigas", também tinha muitos garotos que procuravam flerte comigo, eu odiava isso, mas no meio disso tudo eu tinha a Sakura minha melhor amiga desde da infância, ela era tão linda tinha madeixas rosas e olhos verdes, era tão gentil e tinha uma personalidade incrível. Assim que avistei a Sakura abri um sorriso e lhe-dei um abraço apertado.

Hinata - Bom dia amigaaa

Sakura - Bom dia, tá animadinha hoje ein?

Hinata - Eu tô muito ansiosa meu pai chega de viagem hoje

Sakura - Aí Hina que bom, vocês estão sem se ver a quase um mês

Hina - Verdade, e você? como tá com o namorado novo? 

Sakura - Ah eu e o Sasuke não estamos namorando, estamos ficando pra se conhecer melhor. Mas confesso, eu tô apaixonada demais por ele

Hinata - Eu não apoio vocês dois, sabe... Ele é errado e é mais velho

Sakura - Aí amiga eu sei que ele é envolvido com o tráfico, mas eu gosto dele. Também ele nunca me envolveu em nada que deu problema e nem vai envolver e ele não é tão velho assim só é 4 anos a mais 

Hinata - Existe tantos caras por aí e você prefere se envolver com quem não presta. Imagina só, se você quiser terminar com ele a qualquer hora ele vai raspar sua cabeça e suas sobrancelhas

Sakura - Aí credo para de falar essas coisas, você não entende nada porque nunca se apaixonou por ninguém e quando isso acontecer você vai ver que as outras coisas não importam tanto quanto o sentimento

Hinata - Pode até ser mas de uma coisa eu sei, eu nunca me apaixonaria por um bandido.

   *Sinal toca e todos entram na sala*

Naruto ON

Estava mais um dia preso nessa vida que escolhi, eu sempre fui ganancioso e quis ser alguém na vida nunca me contentei com pouco. Então resolvi ir pelo caminho mais rápido e fácil pra ter dinheiro, o crime. 

Orochimaru - As coisas não estão indo bem, como vocês já sabem a polícia aprendeu muita droga que a gente tava exportando 

Naruto - O prejuízo foi muito grande e pra recuperar todo esse dinheiro duraria meses 

Orochimaru - A gente não pode perder tempo, resultaria em mais prejuízos. Precisamos assaltar um banco ou carro-forte

Itachi - Muito arriscado 

Naruto - Você tem uma ideia melhor? 

Sasuke - Eu sei uma maneira mais fácil e menos arriscada. Um sequestro

Orochimaru - É uma boa. E quem você sugere?

Sasuke - Hinata Hyuga, ela é filha daquele cara podre de rico o Sr Hiashi Hyuga. 

Naruto - mas como a gente vai fazer isso? não é simples assim, ela com certeza deve andar cheio de seguranças 

Sasuke - Ela é amiga de uma mina que eu pego, acho que isso facilita mais as coisas.

Itachi - Acho que eu já sei como vamos fazer...

Hinata ON

Sai da escola me dispedi da Sakura e fui direto pra casa. Tomei banho, almocei e dormi a tarde toda. Acordei e olhei no celular era 18:47, levantei da cama e sai pela casa na esperança de ver meu pai, perguntei para a empregada e ela disse que ele ainda não tinha chegado. Estranho. Resolvi ir pra meu quarto de novo, peguei meu celular e liguei pra meu pai. 

Hinata -  ( Alô papai? onde você está? já era pra você ter chegado eu tô preocupada. )

Hiashi - ( Oi filha, sinto muito mas não consegui pegar o avião hoje, tive uns problemas importante pra resolver e acabei demorando muito) 

Hinata - ( T-tudo bem papai, mas porque você não me avisou? eu estou te esperando o dia todo ) 

Hiashi - ( Eu esqueci Hinata, sou um homem ocupado com muitas responsabilidades. Preciso desligar ainda estou trabalhando, a gente se ver em breve.) 

*LIGAÇÃO OFF*

Hinata 

Uma lágrima desce pelo meu rosto, ele nem se quer deu tchau ou uma explicação melhor. Ele esqueceu de mim, ele não se importa comigo... o que eu fiz pra meu pai me desprezar tanto assim?. 

Eu estava chorando muito quando meu celular tocou, era a Sakura mandando mensagem.

Sakura - Oi Hina? iai tá fazendo o que? Seu pai já chegou? 

Hinata - Não amiga ele não vem hoje, eu tô muito triste não consigo parar de chorar

Sakura - Calma não fica assim você sabe como seu pai é. Eu sei que você tá se sentindo sozinha é por isso que você vai ficar comigo hoje, se arruma que a gente vai pra uma festa o Sasuke me chamou você vai também

Hinata - Não sei se tô com cabeça pra festa

Sakura - Ah deixa disso você vai se divertir e eu fiquei sabendo que o Sasuke tem um amigo loiro muito gato que também vai 

Hinata- tá bom eu vou me arrumar, se eu ficar aqui sozinha vai ser pior

Sakura - Daqui a pouco eu vou aí te buscar

 Fui ao banheiro tomar banho e me arrumar, a Sakura tava certa eu precisava sair. Vesti um vestido curtinho preto que desenhava todo meu corpo, fiz uma maquiagem leve ao estilo natural, deixei o cabelo solto e coloquei um tênis vans preto e branco. Estava me sentindo muito bonita. Ouvi a buzina do táxi tocando era a Hinata, fiquei pensando se era uma boa ideia ir de táxi e sem os seguranças. Quer saber eu vou tá com a Sakura e até hoje nunca me aconteceu nada. Desci as escadas entrei dentro do táxi e abracei a Sakura. 

Chegamos na tal festa, era um baile funk e ficava em um bairro bem distante de onde eu morava. Eu nunca tinha vindo nesse lugar. Sakura me puxou pelo braço indo em direção de Sasuke que estava ao lado de um homem forte e loiro. Nossos olhos se encontram e eu senti um calafrio. Porque será que estou com mal pressentimento? 






Gostou da Fanfic? Compartilhe!

Gostou? Deixe seu Comentário!

Muitos usuários deixam de postar por falta de comentários, estimule o trabalho deles, deixando um comentário.

Para comentar e incentivar o autor, Cadastre-se ou Acesse sua Conta.


Carregando...