História My Little Ômega - Capítulo 32


Escrita por: ~

Postado
Categorias Bangtan Boys (BTS)
Personagens Jimin, Jungkook
Tags Jimin Jungkook Jikook
Visualizações 71
Palavras 1.238
Terminada Não
NÃO RECOMENDADO PARA MENORES DE 18 ANOS
Gêneros: Colegial, Comédia, Drama (Tragédia), Escolar, Festa, Lemon, Romance e Novela, Shoujo (Romântico), Suspense, Yaoi
Avisos: Álcool, Bissexualidade, Drogas, Homossexualidade, Insinuação de sexo, Linguagem Imprópria, Sexo, Violência
Aviso legal
Os personagens encontrados nesta história são apenas alusões a pessoas reais e nenhuma das situações e personalidades aqui encontradas refletem a realidade, tratando-se esta obra, de uma ficção. Os eventuais personagens originais desta história são de minha propriedade intelectual. História sem fins lucrativos, feita apenas de fã para fã sem o objetivo de denegrir ou violar as imagens dos artistas.

Notas do Autor


Olaaaaa
Esse capítulo ta um pouco mais curto, porém o próximo irá ser maior. Bjsss

Capítulo 32 - Jungkook, what a surprise?


       12 de Outubro - 22:40PM

É amanhã o tão esperado dia, o dia em que irei me tornar de maior idade. A ansiedade tomava conta de mim de um jeito inacreditável, mas o medo também. Após atingir a maior idade, os cios se tornam mais pesados comparado aos da adolescência. Eu tive meu primeiro cio com quinze anos, foi dolorido e torturoso, mas Hoseok-hyung me ajudou, e eu sou eternamente grato. Na verdade, ele quem sempre me ajudava com meus cios, ou então, eu ficava em casa durante o mesmo, sem ir pra aula ou qualquer outro lugar na qual tivesse alfas.

Enfim, são dez e quarenta da noite, eu estou em meu quarto, com meu pijama me preparando para dormir quando ouço batidas na porta do meu quarto. Deduzi que fosse Jihyun, já que ele estava me perturbando desde o dia que chegou para saber dos meus "boys" como ele chama. Caminhei lentamente até a porta e destranquei, abrindo em seguida.

- Jihyun, eu quero dor-

- Sou eu, filho...- Meu pai ri. - Por que pensou que fosse Jihyun?

- Porque ele está enchendo o saco. Mas enfim, a que lhe devo essa "visita" ao meu quarto?

- Quero conversar com você, posso?

- Claro...- Dei espaço para o mesmo entrar e fechei a porta. Sentei-me na beira da cama, ao lado de meu pai, e o encarei. - Diga.

- Filho, eu nem sei por onde começar. Bem, mesmo sendo homem, você sempre foi o meu bebê mais novo, está sendo tão complicado aceitar que você e Jihyun estão crescendo de forma tão rápida. Eu e sua mãe queríamos ser mais presentes na sua vida, mas por conta do trabalho, isso não é possível. Eu quero que saiba que não é porque moramos longe que o nosso amor e menor comparado ao de Jihyun. Eu amo muito você, e sua mãe também. A ficha ainda não caiu, não consigo acreditar que amanhã você não será mais o meu bebezinho...- Lágrimas estavam se formando em meus olhos. Meu pai nunca havia parado para conversar sobre isso. - Jimin, você deve ter consciência de que voltaremos para Busan, o que me dói, saber que terei que deixar meu bebê. - Fiz um bico por conta do apelido. - Mas eu amo muito você, meu filho. Quero que seja feliz com esse alfa que quero conhecer. - Segurou meus ombros e limpou as lágrimas que insistiam em cair. - Não so eu, mas sua mãe também. Tenha uma boa noite, filho...E feliz aniversário adiantado.

- Obrigado, pai! - O abracei forte enquanto chorava alto. - Eu também te amo muito. - Meu pai sorriu e levantou.

- Eu já vou dormir, estou cansado. Durma bem! - Sorriu, fazendo seu eyes-smile transparecer. Assenti e o mesmo saiu do quarto. Parei de chorar e tranquei a porta, em seguida me deitando na cama e desbloqueando a tela do meu celular.



Kookie♡

Olááá, pessoa. [22:58]

Oi, menino.[22:59]

O que tá fazendo, Chim? [22:59]

Tô deitado, apenas. E você, por que não está dormindo? [23:00]

Acha mesmo que eu vou dormir sabendo que seu aniversário é daqui a uma hora? [23:00]

Está acordado por conta do meu aniversário? Vai dormir, Jungkook! [23:01]

Eu sabia que não era pra te falar ;-; Para de ser chato, Jimin. Quer passar a virada do seu aniversário sozinho? [23:01]

Por que está desperdiçando sono comigo? [23:03]

Talvez veja porque eu te amo? [23:04]

Agradeço por me amar, mas não deve ficar acordado por essa coisa tão fútil. [23:05]

Jimin, eu vou ficar aqui e pronto. Está tudo bem? [23:05]

Sim, está. E aí? [23:06]

Mesma coisa. E meus sogros? [23:07]

Estão bem. [23:08]



Eu e Jungkook conversamos durante muito tempo, até que quando nos demos conta, era 23:58...


Ah, qual é, Jimin! Aguenta mais dois minutinhos, aí você dorme. [23:58]

Eu tô caindo de sono, por me deixar dormir? [23:58]

Espera, Jimin...[23:59]

Mais um minutinho [23:59]

Aigoo! [23:59]

AE PORRA! [00:00]

Feliz aniversário, meu amor. Espero que muitas coisas boas aconteçam na sua vida e que você seja muito, mais muito feliz...comigo, claro! [00:00]

Eu te amo demais, Park Jimin. [00:00]

Obrigado, Kook, muito obrigado mesmo. Agora posso ir dormir? [00:01]

Aish. Vai, estraga prazeres. [00:02]

Obrigado, boa noite, durma bem,tchau. [00:03]



Desliguei o celular e me cobri, sorrindo lembrando de Jungkook. Esse garoto é um pouco doido pra caralho.

         13 de Outubro: 09:44

          Aniversário do Jimin.


- parabéns pra você, nessa data querida... - Acordo com essa frase sendo repetida por umas três vezes. Abro os olhos vagarosamente e tenho a imagem de meus pais, meu irmão, e...Jungkook? - Feliz aniversário!!! - Me sentei rapidamente na cama e cocei meus olhos, tentando acreditar que aquilo era ilusão de ótica, mas não, Jungkook realmente estava ali.

- O-o que é isso?

- Uma pequena surpresa de aniversário. - Minha mãe me diz, se aproximando com uma bandeja com café da minha e um bolinho pequeno de aniversário escrito meu nome. - Gostou, amor?

- Gostei, mas...- Eu encarava Jungkook confuso. O que ele estava fazendo ali? - Jungkook? - Meus pais seguiram seu olhar para Jeon e sorriram.

- Oi, amor. - Falou baixinho, se aproximando da cama. Minha mãe se afastou e sorriu. Jungkook sentou-se a minha frente e sorriu fraco. - Feliz aniversário, meu amor.

- Obrigado, mas o que faz aqui? E com meus pais? - Perguntei extremamente perdido.

- Mais tarde te conto essa história. Agora vai tomar um banho e vestir a roupa que eu comprei pra você, nós todos vamos sair. - Sorri e o abracei forte.

- Eu tô confuso, você vai me contar tim-tim por tim-tim quando estivermos sós. - O solto e me levanto.

- Oh, não querido. Coma primeiro, nós ainda vamos arrumar umas coisas aqui em casa. Pode comer sem pressa. - Meus pais e meu irmão saíram, deixando-me sozinho com Kook.

- Agora me explica. - Me sentei na cama novamente, pegando um pedaço de torta.

- Eu esqueci que seus pais estavam aqui, então havia resolvido vir aqui fazer uma surpresa pra você, que no caso seria você acordar com minhas mãos alisando seu rosto e pensar que estava em um conto de fadas por encontrar um Príncipe encantado na sua cama, e depois falar "Oh meu Deus, meu príncipe chegou.". - Falou e eu ri alto. - Mas agora, falando sério, eu havia esquecido. Cheguei aqui e só me dei conta quando sua mãe abriu a porta.


           Flashback Jungkook.

Assim que paro na porta do apartamento de Jimin, mordo os lábios e toco a campainha. Percebi a porta se abrir e alguém com cabelos castanhos e olhos bem puxadinhos abrir a porta, do sexo feminino.

- Olá, o que deseja?

- Ahn...Desculpa, eu estava querendo falar com Jimin.

- Jimin? Meu filho? Ele está dormindo agora. Posso dar o recado de que esteve aqui, qual seu nome?

- É Jungkook, sou o...- Travei. Fiquei em dúvida do que falar. A mesma pareceu perceber meu nervosismo e abriu a boca em um "o".

- Oh! Você é o alfa na qual Jimin está se envolvendo? Entre, querido, por entrar! - Abriu um sorriso gigantesco, me dando espaço para entrar. - Fique á vontade, benzinho. - Sorriu.

        Flashback Jungkook off


- Então eu conheci seu pai, e seu irmão.

- Você tem amnésia, só pode. - Ri. - Enfim, para onde vamos?

- Sua mãe está querendo almoçar fora e depois ir no shopping. - Roubou um pedaço da minha torta. - Hum, delícia.

- Ah, shopping...

- Não gostou?

- Gostei! - Sorri e voltei a comer.

- Ah, eu também vou ter uma surpresa pra você...- Falou baixo e com um sorriso sincero.

- Que surpresa?

- se é surpresa, eu não posso falar.


Jungkook, Jungkook...que surpresa?!.





Gostou da Fanfic? Compartilhe!

Gostou? Deixe seu Comentário!

Muitos usuários deixam de postar por falta de comentários, estimule o trabalho deles, deixando um comentário.

Para comentar e incentivar o autor, Cadastre-se ou Acesse sua Conta.


Carregando...