História My Little Pony: Interceptors - Interativa - Capítulo 3


Escrita por: ~

Postado
Categorias My Little Pony
Tags My Little Pony, Romance
Visualizações 30
Palavras 1.971
Terminada Não
NÃO RECOMENDADO PARA MENORES DE 18 ANOS
Gêneros: Ação, Aventura, Comédia, Drama (Tragédia), Fantasia, Luta, Magia, Romance e Novela, Suspense, Violência, Yaoi (Gay), Yuri (Lésbica)
Avisos: Álcool, Mutilação, Violência
Aviso legal
Alguns dos personagens encontrados nesta história e/ou universo não me pertencem, mas são de propriedade intelectual de seus respectivos autores. Os eventuais personagens originais desta história são de minha propriedade intelectual. História sem fins lucrativos criada de fã e para fã sem comprometer a obra original.

Notas do Autor


Olá pessoal! Horá de enviar seus personagens à minha história! Espero que gostem^^
Tenham uma boa leitura e divertimento.

Capítulo 3 - The Calling - 1


Fanfic / Fanfiction My Little Pony: Interceptors - Interativa - Capítulo 3 - The Calling - 1

Garçom: Com licença...

Era tarde, poucos pôneis andavam pelas grandes ruas de Canterlot. Nuvens carregadas cobriam os céus da cidade, enquanto pequenas gotas caíam sobre ela. Em um restaurante ao centro da cidade, uma pônei cinza de olhos azuis observava a elegante cidade sendo invadida pela chuva.

Garçom: Senhorita...

Pequenos flashes do passado, rondavam sua mente. Imagens de uma pequena potra de crina lilás sendo maltratada, caminhavam como pôneis ao seu redor, e lhe espetavam com agulhas o mais profundo de seu interior. Fazendo uma abertura, e acordando um de seus maiores medos. Aquele em que tentava manter acorrentado. Aquele com que lutava a cada dia.

Garçom: SENHORITA!

Em apenas alguns segundos seus olhos tomaram uma tonalidade avermelhada como sangue derramado em seus olhos.

StarCharmer: VOCÊ GOSTARIA DE FECHAR A SUA MATRACA??!!

Dando alguns passos para trás, o pônei lhe olhava assustado. "ELE NÃO FICAVA QUIETO! COMO ALGUÉM PODE MANTER A CALMA PERTO DE ALGUÉM QUE NÃO SABE FECHAR A BOCA! EU DEVERIA ARRANCAR A SUA...". "Star mantenha-se sobre controle...Eu...ela...não vai arruinar o seu lanche...". Após alguns segundos de luta, Star voltou a sí, voltando sua atenção para o garçom que ainda parecia assustado.

StarCharmer: Eu sinto muito, muito mesmo!!

Fora uma das poucas vezes que perdera o controle no ano."Por uma coisa tão..." Star suspirou.

StarCharmer: Eu...

Uma luz intensa seguida de um barulho muito alto do lado de fora da janela interromperam sua fala. Após observar a poderosa luz vinda de fora, Star olhou para o garçom ao seu lado. Tinha algo errado. "Ele não se meche...". De alguma forma, o tempo parecia ter congelado tudo em sua volta.

StarCharmer: Oque está acontecendo?

????: Star Charmer...

Star virou-se para a luz bruscamente.

StarCharmer: Hm? Quem está ai? Como sabe o meu nome?

????: Você foi convocada...

StarCharmer: Convocada? O que isso significa?

????: Prepare-se para teleportação brusca...

StarCharmer: Tele-oque?!! Espera!!

Star olhou para o garçom novamente. Um pequeno olhar de ternura formou em seu rosto. O lugar em sua volta começou a se destorcer. Sentindo-se tonta, Star agarrou com sua magia algumas moedas, logo deixando-as em cima da mesa a sua frente.

StarCharmer: Me desculpe novamente, e obrigada pela comida!!

Segundos se passaram e...

Escuridão. Nada mais.

 

 

RoseThorns: O quão longe você disse que isso seria?

Zecora: Paciência minha amiga, estamos a poucos metros de distância da caverna, se direção for minha sina.

RoseThorns: Não que eu esteja entediada ou algo assim. Eu só estou...muito entediada...

Zecora: Quiseres vir a essa caminhada por contra própria. Talvez não se lembre. Devo refrescar-lhe a memória?

RoseThorns: Ahh, eu sei! Só que agente andando por horas nessa floresta! E olha que eu já andei bastante por aqui! Eu tenho uma casa por aqui sabia? E ainda te digo, nunca vi essa tal de caverna de que você tanto fala.

Ever Free Forest, nunca fora um lugar muito pacífico "Ou seguro" para se caminhar, mesmo ao entardecer. Criaturas ferozes, plantas venenosas..."Esse lugar não é para qualquer pônei criado em casa. Nem um pônei em sã consciência entraria nessa floresta..." Rose sorriu. Pensar em que pôneis possuem tanto medo dessa floresta. "Medo..."

Zecora: Há algo de errado? Estava a caminhar, quando percebi que você, minha amiga, havia parado.

Rose mantinha sua cabeça abaixada. Uma pequena gota suor desceu pelo seu pescoço. Preocupada com sua amiga em inertia, Zecora se aproximou de Rose, colocando um casco em seu ombro. Ao toque, a pônei fora puxadas de seus pensamentos, direcionando sua atenção à zebra a sua frente.

A zebra que tinha o casco em seu ombro. Rose afastou-se de Zecora rapidamente. Com um olhar de desgosto em seu rosto, a pônei amarelada passou por Zacora às pressas, evitando todo contato visual.

RoseThorns: Eu estou bem...

Após alguns segundos, Rose parou sua caminhada novamente.

RoseThorns: Você sabe...não sou eu que tenho que te levar para caverna. Você sabe disso, né? Zecora?

Rose virou-se para trás esperando a resposta da Zebra. Nada veio, Zecora encontrava-se para no mesmo local em que estava a segundos atrás. Com a mesma feição de duvida estampada em seu rosto.

RoseThorns: Zecora?

Nenhuma resposta. "Nenhum barulho...". Foi quando a luz apareceu trás de si, seguida de um enorme estrondo. Rose cobriu seus olhos ao virar-se para ela. 

????: Rose Thorns...

Ao ouvir seu nome, Rose armou-se com seus bastões, pronta para o combate.

RoseThorns: Você sabe quem eu sou? Então fique longe de mim ou...

????: Você foi convocada...

RoseThorns: Não estou interessada...

Rose rosnou.

????: Prepare-se para teleportação brusca...

Rose saltou em direção à luz, na esperança de acertar seu criador.

O Tempo parou e....Escuridão.

 

 

O sinal tocou. Era  hora do lanche na academia dos Wonderbolts. Jovens pôneis recolhiam seus materiais após um longa aula de teoria de voo. Pôneis se juntavam em seus grupinhos separados. Alguns conversavam sobre paqueras, outros falavam sobre seus ídolos favoritos na equipe dos Wonderbolts, outro apenas conversavam sobre oque iriam fazer após as aulas de amanhã. Lightning Heart não era nenhuma dessas. Seu foco ia além do que apenas meros desejos juvenis. E nada lhe tiraria sua concentra...

Pônei desconhecido: Ei light!

LightningHeart: Hm?

Sentada em sua carteira, Light procurou o dono da voz. Ao seu lado, de pé, um garanhão de pelo marrom e cabelo amarelo lhe dava um caloroso sorriso. Era Spark Hoove, um dos garanhões mais desejados pelas pôneis da academia. Seu pontos na prova pratica estavam acima da média. Seu porte físico e saúde deixavam a desejar.

Spark: Bem, agente não conversa muito...quero dizer...não nos conhecemos muito bem. E você me parece ser bem legal...sabe. Eu estava pensando se você não queria comer comigo...digo...na lanchonete...

LightningHeart: Claro!

Spark: Hã? Sério?

LightningHeart: Sim, vai ser divertido!

Spark: Ah, oh, então, tudo bem! Hehe...

Após recolher suas coisas Light se trotou para a porta da sala.

Professora: Lightning Heart!

LightningHeart: Sim, senhorita Fleetfoot?

Fleetfoot: Não se esqueça de sua prova prática amannhã, ok?

LightningHeart: Sim, senhora!

Fleetfoot deu lhe um sorriso simpático. Light lhe devolveu com um sorriso caloroso. Logo saindo da sala acompanha de Spark. Light estava muito animada e não esperava a hora de mostrar do que ela era capaz. Desde criança, sempre fora muito competitiva. Mas ao atingir seus 18 anos de idade, depois que conheceu "ela", foi quando percebeu o quão importante era manter sua confiança no topo e seus adversários lá embaixo! Light nunca gostou de ver pôneis decepcionados, "Mas oque eu posso fazer? Eu amo ganhar! Como "ela!" ".

Ao seu lado, o garanhão mantinha seu rosto virado para porta do refeitório enquanto caminhavam. "Sinceramente, não tenho muita certeza do por que eu aceitei comer com ele. Sim ele é bonito, todas as pôneis da academia gostariam de ter a chance de estar no meu lugar...mas...eu não penso assim dele. Ele parecia tão nervoso quando foi falar comigo, que eu não pude negar!" Light voltou seus olhos para o garanhão, logo, sorrindo. "Além do mais, uma boa amizade é sempre bem vinda!".

Spark: Aqui estamos!

Spark empurrou a porta do refeitório. "Quanta gente..." pôneis rondavam o lugar com suas bandejas de comida, pois as mesas já encontravam ocupas. Os menos afortunados tentavam arranjar espaços em paredes isoladas. Outros juntavam-se com seus amigos sentado no chão e formando uma pequena roda.

Spark: Droga...sem lugares.

Por alguns segundos, Light procurou algum assento livre. Nada. Todos estavam ocupados, ou foi oque pensava.

LightningHeart: Ha! Ali! Spar...

Light foi interrompida por um barulho alto de bandeja caindo e comida se esparramando. Foi muito rápido. Em pouco segundosm todos que encontravam no refeitório, formaram uma grande roda em volta de dois pôneis. Um garanhão de pelo azul escuro parecia que havia tomado um banho de espaguete. O outro era um pônei baixo de cor amarela, que se encontrava com os olhos arregalados, enquanto tremia da cabeça aos cascos.

Pônei amarelado: Eu...eu...eu sinto muito...foi só um acidente...eu não quis.

Pônei azulado: Awwwn é mesmo?

De repente o pônei azul, acertou-lhe o rosto com um chute no rosto, fazendo cair bruscamente no chão. Pôneis em volta, gritavam de terror, diversão. Alguns gritava por mais. Outros pediam para alguém parasse a briga. "Isso não é uma briga...o baixinho...ele não está revidando!"

LightningHeart: Spark você tem que parar essa briga!

Spark: Que? Por que eu?

LightningHeart: Você é mais forte que eles você consegue para-lo facilmente.

Spark: Mas aquele cara merece...

LightningHeart: O que?

Spark: Ele derrubou o lanche da quele pônei! Eu faria o mesmo no lugar dele.

LightningHeart: Eu...eu não acredito...

"Ele parceia ser um cara legal...como eu sou ingenua!" Light se afastou do garanhão com um olhar de nojo.

LightningHeart: Se você não para-lo...

A pégaso ciano voou, para cima do pônei azulado, atingindo seu lado esquerdo do corpo com as duas pernas.

LightningHeart: Eu vou!!

Pônei azulado: Oque você pensa que está fazendo? Não se meta na minha frente!

Light, colocou-se na frente do pônei amarelado já muito ferido no chão.

Pônei azulado: Bom, que seja...vou acabar com você também...

Fleetfoot: Posso saber oque está acontecendo aqui?

Todos viraram seus olhares para a professora parada na porta do refeitório. Antes de que alguém explicasse oque estava acontecendo, uma luz seguida de um enorme estrondo surgiu, congelando o local...

???: Lightning Heart...

 

 

Condutor: Oque acha que esses pôneis queriam? Dinheiro?

ShadeHunter: Isso não importa muito agora, não é?

Condutor: Não...acho que não...

Após a visita de pôneis estranhos portando bastões e tacos de golfe no gabinete do condutor do trem, era de se esperar que alguma duvida fosse deixada para trás. Além do mais, após perceberem o pônei esverdeado com o colar em seu peito, eles saíram do trem sem nenhuma palavra ou ação. O condutor virou-se para o pônei em questão. Havia algo nele que o fazia pensar que não estava seguro. "Mas ele meio que expulsou aqueles vanda-los do trem certo? Ele não é um pônei mal...é?"

Shade se encontrava sentado ao lado da porta para o outro vagão, observando a incrível paisagem de Equestria, enquanto brinca com o seu colar. Montanhas gigantescas rodeavam a linda cidade de Canterlot. Nuvens de chuva cobriam o céu da cidade, dando-lhe um to acinzentado.

Condutor: Estamos a Três minutos da estação...

ShadeHunter: Sim...

Shade ergueu-se do chão, observando a estação ao longe. Pôneis com sorrisos no rosto esperavam seus amigos e familiares de outras regiões em Equestria. Para aqueles de pouco dinheiro, era difícil se locomover para outras cidades. "Não me admira que estejam tão felizes..."

Condutor: Chegamos senhor...

Shade lhe deu pequeno aceno de cabeça.

Condutor: Senhor!

O pônei esverdeado parou, e virou-se para o condutor.

Condutor: hum...Obrigado...

Sem dizer uma palavra, Shade voltou à sua caminhada para fora do trem. Pequenas gotas de chuva caíam sobre a cidade. Poucos pôneis corriam pelas ruas do centro. Algo meio estranho para uma cidade sempre muito movimentada, mesmo na chuva. "Algum evento? Eu acho que não..." Sua próxima parada era em um restaurante muito conhecido pelos seus pratos extra temperados. Onde se podia encontrar apenas no centro de comercial de Canterlot. Era onde Shade se encontrava.

ShadeHunter: Agora, onde fica esse maldito lugar.

O pônei procurava por todos os lugares, mas nada daquele restaurante. Após alguns minutos de procura, Shade decidiu concluiu, que preferia pedir uma pizza, do que continuar essa busca desnecessária. Dando meia volta, o pônei começou a sua caminhada para o seu no quarto de Hotel. "Espero que valha a pena. Paguei altas prestações por esse quar..."

ShadeHunter: É aquele?

O local parecia deserto, mas sem duvida era aquele. "Te achei..." Shade começou a trotar em direção ao restaurante, quando uma luz seguida de um estrondo surgiu em sua frente.

????: Star Charmer...

ShadeHunter: O que é isso?

????: Você foi convocada...

ShadeHunter: Quem é Star Charmer?

Shade se aproximou da luz misteriosa, tentando ouvir suas próximas palavras.

????: Prepare-se para teleportação brusca...

ShadeHunter: Tele-oque?

Tudo em sua volta começou a se destorcer...


Notas Finais


É isso ai pessoal espero que tenham gostado da primeira aparição de seus personagens^^ Foi bem divertido escrever, então espero que se divertem com a história também!
Deixem nos comentários oque acharam, adoraria saber!!
Bom...é isso até o próximo capítulo!!!


Gostou da Fanfic? Compartilhe!

Gostou? Deixe seu Comentário!

Muitos usuários deixam de postar por falta de comentários, estimule o trabalho deles, deixando um comentário.

Para comentar e incentivar o autor, Cadastre-se ou Acesse sua Conta.


Carregando...